MÃE STELLA DE OXÓSSI NA LITERATURA

Por Thiago Braga

Uma lembrança deixada por Stella de Oxóssi (1925 – 2018) é o livreto chamado “O que as folhas cantam”, resultado de sua experiência dentro do Candomblé. A autora brinda – nos com uma obra singela, escrita à luz da realidade, cheia de pontos interessantes em torno da cultura africana. Trabalho agradabilíssimo.

Não exclui a necessidade de lermos com máxima atenção as palavras tiradas do “imaginar criativo”. Eterniza a imagem da mãe de santo mais popular da Bahia.

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmail

Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.