Categoria: Educação

Enem 2020 terá menos participantes por sala como medida protetiva ao novo Coronavírus


O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 contará com 700 mil inscritos a mais, comparado à edição de 2019. Diante do aumento no número de participantes em meio à pandemia do novo Coronavírus, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) anunciou que aumentará a quantidade de locais de provas do exame, como medida para comportar todos os participantes respeitando as regras sanitárias contra o vírus.

Um dos métodos de organização utilizado pelo Inep será a redução do número de participantes por sala, a fim de garantir o distanciamento exigido pelas autoridades de saúde. Para isso, o órgão vai contar com o auxílio das prefeituras para que as equipes de segurança possam dar suporte nos procedimentos de acesso aos locais de prova, para evitar aglomerações.

Além disso, foi solicitado aos estados e municípios que evitem a realização de outros eventos de grande porte nos dias de aplicação do Enem e garantam a infraestrutura necessária para garantir que os participantes cheguem aos locais de provas.

As medidas foram comunicadas pelo Inep no Encontro para Capacitação de Logística e Segurança do Enem 2020, realizado por videoconferência nesta terça-feira, 27 de outubro, com a participação de representantes das instituições envolvidas na operação para aplicação das provas na região Sudeste.

As provas impressas da edição 2020 do Enem estão marcadas para os dias 17 e 24 de janeiro de 2021. Já as provas digitais serão aplicadas em 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021. Ao todo, são 5,6 milhões de inscritos.

Fonte: atarde.uol

UNEB oferta 307 vagas de mestrado e doutorado em programas de pós-graduação na capital e interior

Treze programas de pós-graduação da UNEB estão com inscrições abertas para seleção de aluno regular dos cursos de mestrado e doutorado, nas áreas de Ciências Humanas, Exatas e da Natureza. Estão sendo ofertas 307 vagas: 139 para Salvador e 168 para os campi do interior do estado.

Na capital baiana, o Programa de Pós-Graduação em Educação de Jovens e Adultos (MPEJA) inscreve até o dia 6 de novembro para o curso de mestrado. Estão sendo ofertadas 30 vagas e as inscrições devem ser realizadas, no site. O Programa de Pós-Graduação de Educação e Contemporaneidade (PPGEduC) do Campus I abriu seleção para 24 vagas do curso de doutorado e 35 vagas para o curso de mestrado.

As inscrições devem ser realizadas até o dia 30 de novembro, no site. O Programa de Pós-Graduação em Estudos Territoriais (Proet) seleciona 25 estudantes para o curso de mestrado. Os interessados podem realizar inscrição no site até o dia 20 de novembro.

Com previsão para selecionar 10 estudantes para o curso de mestrado, o Programa de Pós-Graduação em Química Aplicada (PGQA), vai abrir inscrições, entre os dias 11 de novembro e 11 de dezembro, no site do Sistema de Seleção Discente de Pós-graduação (SSPPG) da UNEB.

Já o Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas (PPGFARMA), vai ofertar 15 vagas para o curso de mestrado. Os interessados devem se inscrever entre os dias 16 de novembro e 12 de janeiro de 2021. As inscrições serão realizadas no site.

Fonte: Agora Sudoeste

MEC libera mais R$ 90 milhões para retorno seguro das escolas da educação básica

O Ministério da Educação (MEC) liberou mais R$ 90 milhões, por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), para apoiar o retorno presencial seguro às aulas nas escolas do ensino básico.

Os recursos se somam ao repasse de R$ 525 milhões inicialmente previstos, alcançando assim o total de R$ 615 milhões, que serão disponibilizados para que cerca de 117 mil escolas públicas estaduais, distritais e municipais possam adquirir e contratar serviços e equipamentos necessários para implementar os protocolos de segurança e auxiliar nas adequações necessárias para o retorno às atividades presenciais.

No último dia 7, o MEC apresentou o Guia de Implementação de Protocolos de Retorno das Atividades Presenciais nas Escolas de Educação Básica. O documento foi produzido pela Secretaria de Educação Básica (SEB), com o apoio das secretarias de Modalidades Especializadas e de Alfabetização, e oferece informações para que as redes estaduais e municipais possam se preparar para um retorno seguro.

O guia reúne normas técnicas de segurança em saúde e recomendações de ações sociais e pedagógicas a serem observadas pelos integrantes da comunidade escolar. A decisão de retorno às aulas presenciais deve ser tomada por estados, Distrito Federal e municípios de acordo com a orientação das autoridades sanitárias locais.

Fonte: Agora Sudoeste

Brasil é o país com menor valorização dos professores, indica estudo internacional

O Brasil é o país onde os professores têm menor prestígio na sociedade. A profissão é vista como sendo desrespeitada e mal paga.

O estudo foi feito pela Varkey Foundation, organização educacional, para avaliar a percepção da população de 35 países sobre a carreira docente. O levantamento considera como os professores são avaliados em relação a outras profissões e percepções implícitas e explícitas.

Na comparação com profissionais de outras áreas, os brasileiros são os que pior avaliam os professores. Em uma escala de 0 a 14 para indicar o status da carreira docente, o Brasil tem nota 5. Na China, a nota é 9. Nos lugares em que os alunos têm melhor desempenho escolar, há maior prestígio.

“Existem muitas razões para explicar porque o status do professor é tão baixo no Brasil. Salário é apenas uma peça de um grande e complexo quebra-cabeça”, diz a fundação.

Para a avaliação sobre a percepção implícita, a pesquisa pediu aos entrevistados para que respondessem para escolher uma palavra que associam mais à condição do professor. As palavras apareciam em pares, por exemplo, confiável/não confiável, bem/mal pago, trabalha muito/pouco, muito/pouco inteligente.

Nesse tipo de avaliação, o Brasil aparece em 25º lugar, à frente de países como Espanha, Colômbia, Argentina, Chile. “Em geral, encontramos que os professores têm baixo status em toda a América Latina, abaixo do restante do mundo.”

A pesquisa foi feita com 42 mil pessoas nos 35 países, em cada local foram 1.200 entrevistados, sendo 200 deles professores. O levantamento busca identificar os fatores que podem melhorar o prestígio da profissão.

“Descobrimos que há uma correlação moderada entre como as pessoas avaliam o salário dos professores em seu país e o quanto os respeitam”, diz o relatório. Gana e Uganda, por exemplo, estão entre as cinco nações em que a percepção é mais positiva.

Uma das correlações encontradas é de que os professores são mais mal avaliados em países em que a profissão é mais fortemente ocupada por mulheres. No Brasil, 64,3% dos professores de ensino médio são do sexo feminino – a proporção é ainda maior nos anos iniciais e na educação infantil.

“Estereótipos de gênero ou sexismo prejudicam o status do professor. Essa descoberta coincide com o que outros estudos já mostraram, que o status das profissões e o valor médio dos salários tende a cair em áreas que são mais ocupadas por mulheres”. O levantamento não encontrou diferenças significantes entre escolas públicas e privadas.

O relatório destaca que aumentar o prestígio e garantir mais respeito aos professores é importante para melhorar o desempenho dos alunos e para que permaneçam na escola. “Se o professor é visto como alguém respeitado e valorizado pela sociedade, isso se reflete em sala de aula”.

Fonte: Brumado Urgente

Ibiassucê: Presidente da Câmara multado pela acumulação de cargos

Foto: Lay Amorim

Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) julgaram parcialmente procedente denúncia formulada contra o presidente da Câmara de Ibiassucê, Júlio Antônio Farias (MB), em razão da acumulação ilegal de cargos remunerados,“ na medida em que exerce o cargo efetivo de professor municipal nível III e o cargo de vereador presidente do Poder Legislativo”. O relator do processo, conselheiro substituto Alex Aleluia, multou o gestor em R$3 mil.

A decisão, proferida na sessão realizada por meio eletrônico nesta quarta-feira (21/10), também determinou que o gestor escolha entre a sua permanência na presidência da Câmara de Ibiassucê – hipótese em que deverá se licenciar do cargo de professor, optando por uma das remunerações – ou por renunciar à chefia do Poder Legislativo Municipal, que lhe possibilitará o acúmulo dos cargos de professor municipal Nível III e vereador, com acumulação, inclusive, das remunerações inerentes a esses cargos.

Segundo a denúncia, o gestor não se afastou do cargo efetivo de professor nível III quando assumiu a presidência do Poder Legislativo municipal, acumulando também as remunerações de ambos os cargos.

O conselheiro substituto Alex Aleluia acrescentou que a acumulação dos cargos de presidente da câmara e de servidor público viola o princípio constitucional da separação de poderes, uma vez que levaria o representante do Poder Legislativo a submeter-se hierarquicamente ao prefeito municipal. Em sua manifestação, o Ministério Público de Contas opinou pelo conhecimento e procedência parcial da denúncia. Cabe recurso da decisão.

Rui anuncia pagamento da quarta parcela do vale-alimentação estudantil

O governador Rui Costa anunciou, nesta sexta-feira (16), o pagamento de mais uma parcela do vale-alimentação estudantil. O benefício visa a segurança alimentar dos estudantes e de suas famílias, neste período de suspensão das aulas por causa da pandemia do novo Coronavírus.

Nesta quarta parcela serão investidos mais R$ 44 milhões, totalizando um investimento de R$ 176 milhões de recursos próprios do Governo do Estado. A previsão é de que o crédito já esteja depositado nos cartões no próximo dia 26. Rui também informou que, na próxima semana, serão testados para Covid-19 estudantes e profissionais de Educação da área da Liberdade.

“Já definimos com os secretários da Fazenda e da Educação o pagamento da ajuda aos estudantes, que corresponde a uma cesta básica. Dia 26 foi o prazo que a empresa de cartão de crédito disponibilizou, por questões técnicas para fazer o pagamento. Portanto, dia 26 o dinheiro estará depositado na conta dos cerca de 750 mil alunos da rede estadual de ensino”, informou o governador.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, lembrou que todos os estudantes regularmente matriculados na rede estadual de ensino têm direito ao benefício, que é de R$ 55 por parcela. “Estes recursos que estão sendo destinados ao vale-alimentação estudantil não estavam previstos no orçamento e o Governo do Estado faz mais este esforço, o que ressalta a preocupação e o zelo do governador Rui Costa com os nossos estudantes. As parcelas não equivalem a pagamentos mensais, mas representam uma contribuição alimentar e social importante para os estudantes e suas famílias, além de movimentarem a economia nos 417 municípios baianos”, afirmou.

Para a retirada da quarta parcela, o estudante deverá usar o mesmo cartão utilizado anteriormente, com a bandeira Alelo, que é aceito em mais de 18 mil estabelecimentos em toda a Bahia. O recurso é destinado, exclusivamente, para a compra de gêneros alimentícios, como feijão, arroz, macarrão, carne, frango, frutas, verduras, café e leite, sendo que a aquisição dos alimentos é de livre escolha dos estudantes.

A Secretaria da Educação do Estado reforça a orientação para que vá ao supermercado apenas um membro da família, seguindo todas as normas de segurança, como o uso de máscaras de proteção individual, em função da pandemia pelo novo Coronavírus. Em caso de dúvidas, o estudante pode entrar em contato com a escola onde está matriculado. A secretaria também disponibiliza os canais da Ouvidoria pelo 0800 284 0011, pelo e-mail ouvidoria@educacao.ba.gov ou pelo Fale com a Ouvidoria, disponível no Portal da Educação (institucional.educacao.ba.gov.br/falecomouvidoria)

Unimed abre 2 mil vagas em curso de cuidador de idosos EAD gratuito

Unimed abre 2 mil vagas em curso de cuidador de idosos EAD gratuito

Para isso, será preciso completar os 19 módulos de estudo, que fazem com que o curso de cuidador de idosos EAD gratuito complete a carga horária de 81 horas. Delas, 60 horas são de conteúdo teórico, 1 hora de cuidados com o Covid-19 e 20 horas de atividades práticas que foram cuidadosamente adaptadas para vídeos didáticos.
Durante o estudo a pessoa vai aprender sobre:
alimentação;
incapacidade cognitiva e comunicativa;
medicamentos;
higiene;
cuidados paliativos;
primeiros socorros e sinais de alerta.
Certificado e inscrições no curso de cuidador de idosos EAD gratuito
Ao terminar o curso de cuidador de idosos EAD gratuito, o aluno recebe um certificado de conclusão, qualificando-o para o mercado de trabalho.

Para se inscrever é preciso ter no mínimo 18 anos de idade e ter terminado o ensino médio. Caso tenha interesse, acesse o site: https://www.faculdadeunimed.edu.br/cursos/cursos-online/cuidadores-de-idosos e faça a inscrição gratuita. Uma vez inscrito, o aluno terá 30 dias para completar o curso.

CONDEUBA: JUSTIÇA DETERMINA RESERVA DOS PRECATÓRIOS DO FUNDEF AOS PROFESSORES

No ultimo dia 30 do corrente mês, o Juiz de direito da Comarca de Condeúba, deferiu medida liminar requerida na Ação Popular nº 8000254-17.2020.8.05.0066, determinando a imediata suspensão do Decreto Municipal nº 057/2020 e determinou a reserva de 60% dos valores dos precatórios do FUNDEF para garantir o pagamento da remuneração dos professores.

CNE aprova junção de anos letivos de 2020 e 2021 e ensino remoto até fim do ano que vem

CNE aprova junção de anos letivos de 2020 e 2021 e ensino remoto até fim do ano que vem
Foto – Wilker Porto

Nesta terça-feira (06), o Conselho Nacional de Educação (CNE) aprovou  a validade do ensino remoto até dezembro de 2021 e a junção dos anos letivos de 2020 e 2021, devido a pandemia do coronavírus.

De acordo com informações do G1, as diretrizes valem para todas as redes do país, desde a educação básica até o ensino superior, sejam elas públicas, privadas ou comunitárias. No entanto, elas não são obrigatórias.

O texto ainda deverá ser homologado pelo Ministério da Educação (MEC) e, depois, as redes poderão aderir ou não à proposta.

Governo efetua novo pagamento de R$ 4,1 milhões do auxílio-estudantil pelo Mais Futuro

Os 10.703 mil estudantes das universidades públicas estaduais baianas (UNEB, UEFS, UESB e UESC) beneficiários do programa Mais Futuro receberam, na última sexta-feira (2), o pagamento de mais uma parcela do auxílio-permanência. O novo investimento do Governo do Estado é de R$ 4.160.40 milhões. No total, já foram pagos R$ 36.810.900 milhões diretamente aos estudantes, equivalentes aos meses de janeiro a setembro deste ano.

O coordenador executivo de Programas e Projetos Estratégicos da Secretaria da Educação do Estado, Marcius Gomes, falou sobre a importância do programa. “Este auxílio está sendo de fundamental importância para os estudantes e familiares que podem contar, neste período de pandemia, com mais uma renda, que pode ser utilizada em despesas domésticas e gastos com moradia.”

A estudante de Filosofia, Maricelia Mendes, da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), ressaltou a importância do benefício. “Temos que reconhecer esta ação do Governo do Estado em manter o auxílio sem interromper o seu pagamento, o que resultou em um apoio aos estudantes neste momento de pandemia”.

Fonte: Agora Sudoeste