Mês: abril 2021

Por desvios, ex-prefeito João Henrique e ex-secretário terão que devolver R$ 47,7 milhões

João Henrique foi candidato a governador pelo PRTB em 2018 (Foto: Mauro Akin Nassor/Arquivo CORREIO)

Por desvios, ex-prefeito João Henrique e ex-secretário terão que devolver R$ 47,7 milhões
TCM apontou irregularidades em convênios celebrados com ONG entre 2011 e 2012

O ex-prefeito de Salvador, João Henrique Barradas Carneiro, e o ex-secretário de Educação, Cultura, Lazer e Turismo (Secult), João Carlos Bacelar Batista, terão que devolver – de forma solidária – aos cofres municipais, um total de R$ 47,7 milhões em razões de irregularidades e desvio de recursos em convênios celebrados com a ONG Fundação Pierre Bourdieu, nos anos de 2011 e 2012. Além disso, cada um deles terá que pagar, ainda, uma multa de R$ 50 mil.

A decisão é do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), que julgou na sessão desta terça-feira (20), por meio eletrônico, relatório de auditoria realizada sobre os quatro convênios que foram celebrados pela prefeitura da capital, no início da década passada, com a fundação, envolvendo um total de R$ 115 milhões.

O conselheiro José Alfredo Rocha Dias, que relatou o processo de análise da auditoria, em seu voto – aprovado à unanimidade – determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual (MP-BA) contra os gestores, de forma que possa a promotoria avaliar a utilização dessas conclusões em ação civil de improbidade administrativa já ajuizada.

Será encaminhada, ainda, cópia do processo à Polícia Federal e Polícia Civil – que investigou o caso na Operação “Prometeus” – para informação e eventuais ações.

A auditoria foi instaurada pelo TCM diante da constatação de que os repasses oriundos dos convênios celebrados com a ONG apresentavam significativas diferenças entre os montantes declarados no Sistema SIGA, do tribunal, e os valores constantes da documentação que compunha as prestações de contas. Isto porque, embora a soma dos recursos previstos para a execução dos quatro convênios fosse da ordem de R$ 115.964.476,93, foram encaminhados para análise do tribunal documentos relativos ao emprego de apenas R$ 33.913.135,99. Continue lendo

Anvisa autoriza uso emergencial de coquetel contra Covid-19

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Foi aprovado nesta terça-feira (20), pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o uso emergencial de um medicamento contra a Covid-19. Segundo o G1, o coquetel é uma combinação de casirivimabe e imdevimabe (Regn-CoV2), dois remédios experimentais desenvolvidos pela farmacêutica Roche. Após o remdesivir, este é o primeiro remédio a ser aprovado pela agência.

A aplicação do medicamento é feita de forma intravenosa, e o seu uso é restrito a hospitais. A função dos dois anticorpos é bloquear a entrada do coronavírus na célula. Tanto adultos como pré-adolescentes (com 12 anos ou mais e que pesem no mínimo 40kg) podem fazer uso, desde que não precisem de suplementação de pacientes. O coquetel não é recomendado para pacientes graves e nem para prevenir a Covid-19. Ele já foi aprovado para uso emergencial na Suíça, Canadá e Estados Unidos. O comércio é proibido.

O pedido de uso emergencial foi feito no dia 1º de abril. Os anticorpos monoclonais utilizados nesta combinação reduziram a hospitalização “relacionada a Covid-19 ou as visitas ao pronto-socorro em pacientes com alto risco de progressão da doença em 28 dias após o tratamento, quando comparados ao placebo”, disse o FDA, órgão regulatório dos EUA.

Homem morre em grave acidente nesta noite em Itapetinga. Vítima identificada

Halisson Carneiro, 43 anos, chocou seu veículo na traseira de um caminhão e ficou preso nas ferragens, vindo a óbito.

Um acidente ocorrido na noite desta quarta-feira (21), nas imediações do trevo da Azaleia, tirou a vida de Halisson Carneiro, 43 anos, funcionário da Farmácia Camacã, localizada em Itapetinga. De acordo com relatos de socorristas do Samu-192 e brigadistas do Corpo de Bombeiros, Halisson chocou seu veículo na traseira de um caminhão e ficou preso nas ferragens, vindo a óbito.

Além de funcionário, Halisson era também irmão do proprietário da Farmácia Camacã, Antônio Carneiro, empresário conhecido e conceituado em Itapetinga. Após constatada a morte, o corpo foi encaminhado ao IML de Itapetinga, para necropsia.

Davi Ferraz . Sudoeste Hoje.

Vereador mineiro defende morte de animais de rua: ‘tem é que matar’

Foto: Reprodução/Facebook

Um vereador de João Pinheiro (MG) decidiu defender a morte de animais de rua para se posicionar contra um projeto de lei que vista conscientizar crianças sobre maus-tratos contra os bichos. Eli Corrêa de Freitas (DEM) afirmou, na reunião ordinária da Câmara Municipal realizada nesta segunda-feira (19), que “cachorro na rua tem é que matar”.

Para se justificar, Corrêa alegou que já viu três pessoas morrerem por leishmaniose em Ruralminas, doença infecciosa que se hospeda em cães. Na concepção dele, aparentemente, todo cachorro de rua está contaminado. “Na Ruralminas eu vi três pessoas morrerem por problema de leishmaniose de cachorro e gato. Lá em casa tem dois e eu não tive coragem de matar, já arranjei um para matar”, contou o vereador.

As informações são do JP Agora. Depois, ele generaliza a situação para defender o uso da carrocinha: “Cachorro na rua tem é que matar, cachorro em rua do jeito que vemos por toda banda, com problema e doença, amontoado, trazendo doença para população. Quando tinha uma carrocinha de cata cachorro, doente morrendo, só ficava aquele que tinha certeza que era saudável, o resto morria tudo”.

Estudo confirma primeira morte por reinfecção de Covid-19 no Brasil

Um estudo confirmou a primeira morte no Brasil por reinfecção da Covid-19. No caso, um homem de 39 anos era morador de Campo Bom, no Rio Grande do Sul. Ele foi reinfectado por uma das variantes da Covid-19 no intervalo de três meses e 11 dias. Na primeira infecção, o homem não teve sintomas, mas na segunda reinfecção, ele não resistiu e faleceu no dia 19 de março.

O caso foi relatado em um artigo científico produzido por 15 pesquisadores brasileiros comandados pelo Laboratório de Microbiologia Molecular da Universidade Feevale (RS), publicado ontem na plataforma Research Square em pré-impressão, ou seja, ainda em fase de revisão dos pares. “A análise genômica mostrou diferenças geneticamente significativas entre os vírus recuperados em ambas as infecções”, explicam os pesquisadores no texto.

Segundo o artigo, o paciente era portador de doença cardiovascular crônica e diabetes. “Ele relatou dois episódios clínicos de covid-19. O primeiro foi em 30 de novembro de 2020, enquanto o segundo se deu em 11 de março de 2021”, diz. O gaúcho foi infectado pela variante P.1 na primeira contaminação. Na segunda infecção, ele foi contaminado pela variante P.2. As duas cepas têm origem no Brasil.

“Durante o primeiro caso de infecção, os sintomas e sinais clínicos do paciente não haviam sido relatados. No entanto, o paciente relatou ter tido contato com seu irmão, que testou positivo para SARS-CoV-2 anteriormente. Ele também visitou seu pai no hospital em um quarto compartilhado com outros pacientes com diagnóstico de covid-19. No segundo episódio, o paciente apresentou como sintomas dispneia [falta de ar], fadiga e dificuldade respiratória; e saturação menor que 95% como sinal clínico”, completa o texto.

Ainda segundo o estudo, a segunda infecção evoluiu com complicações, “sendo o paciente encaminhado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e intubado devido à grave perda de capacidade pulmonar”. Oficialmente, o primeiro caso de reinfecção registrado pelo Ministério da Saúde ocorreu em 23 de outubro de 2020 em uma médica do Rio Grande do Norte que não manifestou forma grave. No último boletim do Ministério da Saúde sobre o novo coronavírus, há o relato de 11 casos confirmados no Brasil, sendo seis deles nos estados de São Paulo e Amazonas, sem nenhuma morte indicada.

Vereador é morto a tiros dentro da própria fazenda na cidade de Andorinha

Foto: Reprodução/G1

O vereador Pablo Campos Alves, da cidade de Andorinha, foi morto a tiros na noite de terça-feira (20) no povoado de Bananeiras, no mesmo município, localizado no centro norte da Bahia. as informações são do G1. De acordo com a Polícia Civil, o vereador foi morto dentro da própria fazenda por homens que chegaram armados em um carro. A prefeitura de Andorinha decretou luto oficial de três dias a partir desta quarta-feira (21).

Segundo informações iniciais da polícia, o trio chegou à fazenda em um veículo preto e disparou contra o vereador, que tinha 40 anos. Ainda segundo a polícia, buscas estão sendo feitas para identificar e localizar os suspeitos.

Motivação ainda é desconhecida. Foram expedidas guias para remoção e perícia do corpo do vereador. O caso será investigado pela 19ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior de Senhor do Bonfim (19ª Coorpin/Senhor do Bonfim).

Condeúba: A Secretaria Municipal de Saúde informa o Boletim Epidemiológico de hoje (21), aumentou mais OITO casos

Segundo o gráfico divulgado pela Coordenação da Vigilância Epidemiológica, informa que aumentou de 676 para 684 os pacientes infectados pelo covid-19 no município sede de Condeúba. Sendo 11 óbitos, 643 já foram curados e 30 estão em tratamento. Suspeitos 2.317, aguardam coleta 8, aguardam resultado 14 e descartados laboratorialmente 1.611.

Confira o boletim desta quarta-feira (21):

 

Menino de 4 anos morre após ser picado por escorpião

Foto: Reprodução

Um menino de 4 anos de idade morreu após ser picado por um escorpião em casa, segundo a Vigilância Sanitária de Pires do Rio, no sudeste de Goiás. De acordo com o órgão, a reação à picada causou uma série de paradas cardíacas durante o atendimento médico, até que Davi Lucca Ferreira Borges não resistiu.

O acidente aconteceu no sábado (17/4). Renata Ferreira Cardoso, de 28 anos, mãe do menino, disse que ele acordou de madrugada com episódios de vômitos e reclamava de dor de cabeça.

“Ele vomitava sem parar, tipo uma secreção com espuma. Ele foi medicado e voltou para casa. Em casa, ele dormiu, mas estava muito gelado e delirando, falando coisas sem nexo. Então, voltamos para o hospital e o quadro se agravou”, contou a mãe.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Davi Lucca “foi admitido no pronto-socorro, choroso, vomitando e com hiperglicemia”.Durante o atendimento, o menino teve três paradas cardíacas que foram revertidas pela equipe médica.

A SMS também detalhou que, por causa do estado do paciente, ele foi transferido via UTI móvel ao Hospital de Doenças Tropicais (HDT), em Goiânia, e internado em Unidade de Terapia Intensiva, mas que nos dez minutos seguintes teve outra parada cardíaca e não resistiu.

Com informações do site: portal sbn

Condeúba/Jatobá: Morreu o Sr. Jovino José da Paz aos 79 anos de idade

 

Sr. Jovino José da Paz morreu aos 79 anos de idade

Morreu nesta manhã de quarta-feira dia 21 de abril de 2021, o Sr. Jovino José da Paz aos 79 anos de idade. Segundo informações de familiares, Jovino já vinha há algum tempo lutando contra um câncer no seu intestino e rins, chegou a fazer uma cirurgia e retirou um dos rins, mas quando foi hoje ele não resistiu e foi a óbito. Jovino da Paz era um católico praticante, muito solicitado nas exéquias de corpo presente. Jovino deixou viúva a Sra. Luzia Nascimento da Paz e três filhos: Judite, Isabel e Alcides além de 10 netos e 11 bisnetos. Seu corpo será velado em sua residencia no Jatobá (com restrições conforme determinações da Vigilância Epidemiológica), o sepultamento será no Cemitério Municipal do Jatobá, ainda não tem dia e hora determinado.

Atendimento: FUNERÁRIA SÃO MATHEUS

Nós do jornal Folha de Condeúba deixamos nossos profundos sentimentos aos queridos familiares do Sr. Jovino da Paz, por eles estarem passando essa terrível dor, pela perca irreparável desse ente tão querido! Que o bom Deus o tenha ao seu lado para eternidade. Descanse em paz amigo Jovino da Paz.

Riqueza de Cachoeira/BA., não aceita a derrota para uma mulher negra e faz ameaças e supostas execuções, diz Marcos Medrado

Prefeita de Cachoeira Eliana Gonzaga de Jesus (Republicanos), relata sofrer ameaças após ser eleita 1ª mulher ao cargo — Foto: Ascom / Prefeitura de Cachoeira

É constrangedor e inaceitável que a riqueza da cidade de Cachoeira/BA,, não aceite a derrota para uma mulher negra para prefeita.

A declaração é do âncora do programa Ligação Direta da Valença FM, empresário e radialista Marcos Medrado, na edição desta terça-feira, (20).

A prefeita de Cachoeira, cidade do recôncavo da Bahia, Eliana Gonzaga de Jesus (Republicanos), de 52 anos, denunciou ter recebido ameaças de morte desde que começou a campanha, que terminou com a eleição dela, em novembro do ano passado. É a primeira mulher a ser eleita prefeita da cidade.

Por causa das ameaças, Eliana de Jesus conta que já registrou dois boletins de ocorrência na delegacia de Cachoeira. Os casos são investigados, de acordo com a polícia da cidade.

Eliana de Jesus, primeira mulher a ser eleita prefeita de Cachoeira, contou que as ameaças começaram ainda no período da campanha.

A gestora municipal ainda relatou que dois militantes, que eram bem ativos durante a campanha, foram mortos entre o final de 2020 e março deste ano. Um deles chamava-se Ivan Passos.

A prefeita afirmou que após a morte do militante, as pessoas da cidade comentavam que existia uma lista com o nome de várias pessoas ligadas a campanha dela que seriam os próximos alvos dos criminosos e que ela não assumiria o cargo.

Segundo Eliana de Jesus, ela ajudou várias pessoas a se mudarem para a região metropolitana de Salvador, para que se protegessem dos criminosos.

Entre as pessoas que precisou deixar Cachoeira estava o vereador Georlando Silva, que só voltou para a cidade do recôncavo baiano dois dias antes da posse da prefeita Eliana de Jesus, e ao permanecer no município, foi morto a tiros no dia 7 de março, na frente da delegacia da cidade.

“Eu tomei posse e seguimos a vida política. Quando foi no dia 7 de março, na véspera do Dia Internacional da Mulher, Georlando foi assassinado também, com 19 tiros na face”.

“Foi tão agressivo, o crime foi tão bárbaro, com um requinte de crueldade tamanho, que o rosto dele ficou tão desfigurado e o IML teve que fazer o envolvimento de toda face dele. Imprimimos uma foto dele em tamanho real para a sobrepor o rosto e velar o corpo”, contou

De acordo com a prefeita, a situação amedrontou ainda mais os funcionários da atual gestão. Ela disse que circula boatos que o nome dela, do marido e do filho também estão na lista de ameaçados.

“Desistir jamais, o povo não elegeu uma covarde”, disse.

Eliana, do Republicanos, foi eleita prefeita de Cachoeira para os próximos quatro anos. Ao fim da apuração, Eliana teve 55,94% dos votos. Foram 10.448 votos no total. A gestora derrotou Tato, que ficou em segundo lugar com 42,37% (7.913 votos).

Fonte: LD Notícias