Morre o jornalista e apresentador Fernando Vannucci, aos 69 anos

Eduardo Lucizano e Leandro Pinheiro

Do UOL e colaboração para o UOL, em São Paulo

Morreu hoje, aos 69 anos, o jornalista, radialista e apresentador Fernando Vannucci. A causa da morte não foi divulgada. Vannucci deu entrada no hospital em Barueri por volta das 14 horas de hoje.

Ele havia sofrido um infarto em abril do ano passado e que o deixou debilitado. Havia colocado um marcapasso, cerca de um ano atrás. Mas, sem melhoras sensíveis. Acordou já com um enorme mal-estar e desmaiou durante o café da manhã.

Vannucci trabalhou na TV Globo, Bandeirantes, TV Record e RedeTV!. Na Globo, apresentou programas de destaque como Globo Esporte, Esporte Espetacular, Jornal Nacional, Jornal Hoje e Fantástico. O jornalista esteve na cobertura de seis Copas do Mundo e cinco Olimpíadas, e ficou conhecido por seu bordão “Alô, você”.

O apresentador reforçou a cobertura do UOL na Copa do Mundo de 2018. Ele apresentou o programa “A Rússia é logo ali”, que comentou as principais notícias da seleção brasileira durante o torneio.

“Só de estar vivendo e trabalhando em uma Copa do Mundo, para mim, é uma grande coisa. Copa do Mundo é Copa do Mundo! Muita gente fala dos problemas do Brasil, que ninguém liga para Copa, mas quando começar, tudo muda. É um grande desafio, mas um desafio legal, algo que nunca fiz”, comemorou Vannucci à época.

O nome do programa, “A Rússia é logo ali”, é uma referência ao vídeo de 2006 em que o apresentador, então na Rede TV, comentou o fim do Mundial daquele ano, com a Itália campeã e o Brasil foi eliminado pela França. “A África do Sul também não é assim tão longe, é logo ali”, disse o apresentador durante o programa Bola na Rede, na RedeTV!

Em outubro do ano passado, em mensagem enviada para a coluna do Feltrin, Vannucci disse que estava se recuperando do infarto. Ele negou ter depressão e disse que seus problemas financeiros “são os mesmos da maioria da população brasileira”.

De acordo com a coluna de Ricardo Feltrin no UOL, Vannucci teve muitos gastos com medicação nos últimos anos. Em 2006 ele descobriu ter problemas cardíacos.

“Tenho uma família maravilhosa, sempre ao meu lado. Não tenho mais o faturamento de antigamente, mas não preciso de ajuda ou de vaquinhas”, disse Vannucci.

Pesquisador de climatologia da Uesb esclarece período de 10 anos de boas chuvas no sertão nordestino

Foto: Lay Amorim

As projeções apontam que haverá um período de 10 anos de boas chuvas no sertão nordestino. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o geógrafo e pesquisador em Climatologia Rosalves Lucas Marcelino explicou que, há cada período de dez anos, mudanças no ciclo solar provocam alterações que interferem no clima da terra.

“De 2020 a 2030, pelos números observados, a gente já percebe um aumento significativo na quantidade de chuva. Coincide também com a ocorrência dos fenômenos El Ninõ e La Ninã. Em outras palavras, estamos entrando em um ciclo mais chuvoso. Isso é resultante da redução da atividade solar”, destacou. Nesse sentido, o pesquisador orientou que esse é o momento de armazenar água e traçar estratégias para convivência com a seca. “É hora de aproveitar o período das vacas gordas para armazenar mais água”, recomendou.

Brumado: Tomate plantado debaixo de cajueiro nasce em formato de caju

Foto: Lay Amorim

No sítio do produtor rural Cláudio Ribas um fato inusitado chamou a atenção de toda família. Ao site Achei Sudoeste, ele relatou que planta tomates na propriedade e que um deles nasceu com formato de caju. “Esse tomate nasceu com uma espécie de castanha. Coincidentemente, essa horta fica debaixo de uns cajueiros.

E os pés de caju estão produzindo agora. Achei interessante”, contou. Segundo o produtor, o fenômeno é uma anomalia que acontece quando a flor do tomateiro tem ovários múltiplos.

“Acredito que a flor do tomateiro, que tinha ovários múltiplos, acabou desenvolvendo após a polinização. Mais de um ovário na flor pode acontecer isso. Foi algo inusitado, apelidei de ‘tomaju’. A natureza é perfeita”, explicou.

Morre Francisco pai de Zezé di Camargo e Luciano

O pai de Zezé di Camargo e Luciano, Francisco José de Camargo, de 84 anos, morreu, na manhã desta terça-feira (24), após ficar dias internado em um hospital particular, em Goiânia. O velório acontecerá às 10h, desta terça, e o sepultamento às 17h, no cemitério Jardins das Palmeiras.

Francisco, que ficou conhecido nacionalmente em 2005 com o lançamento do filme “2 Filhos de Francisco”, deixa a esposa, Helena Siqueira de Camargo, de 75 anos, e oito filhos: Mirosmar José de Camargo (Zezé), Marlene José de Camargo, Wellintgton Camargo, Emanoel Camargo, Luciele de Camargo, Welson David de Camargo (Luciano), Wesley José de Camargo e Walter José de Camargo. Outro filho do patriarca da família, Emival Camargo, que foi a primeira dupla com Zezé, morreu em 1975 em um acidente de carro.

Ele também tinha dez netos, incluindo a cantora Wanessa Camargo – filha de Zezé -, e dois bisnetos, filhos dela.

Receita abre consulta a lote residual de restituição do Imposto de Renda

A Receita Federal abre nesta segunda-feira (23) consulta ao lote residual de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF). De acordo com a Agência Brasil, quase 200 mil contribuintes que caíram na malha fina do Imposto de Renda e acertaram as contas com o Fisco receberão dinheiro.

A relação dos beneficiados será divulgada a partir das 10h na página da Receita Federal na internet. A consulta também pode ser feita no Centro de Atendimento Virtual da Receita (e-CAC) e pelo telefone 146.

Ao todo serão beneficiados 198.967 contribuintes, que receberão R$ 399 milhões. Desse total, R$ 143,88 milhões serão pagos a 45.394 pessoas com 60 anos ou mais, contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e contribuintes cuja principal fonte de renda seja o magistério.

A Receita orienta os contribuintes que não tiveram a declaração liberada a verificar as pendências no Portal e-CAC e a autorregularizar a situação por meio de declaração retificadora. O e-CAC pode ser acessado por meio de um código digital. Quem não tiver o código deve digitar o número do recibo das duas últimas declarações do IRPF.

A restituição será depositada na conta informada pelo contribuinte na declaração. Quem não tiver informado a conta ou tiver informado o número errado deverá ir a qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para os telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos). Nesse caso, basta agendar o crédito em conta corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco. O pagamento também poderá ser agendado no portal do Banco do Brasil.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate no prazo, deverá requerê-la por meio da internet, destaca a reportagem da Agência Brasil. O cidadão pode entrar na página da Receita e clicar em Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou ir ao e-CAC, no serviço Meu Imposto de Renda.

Fonte: Bahia Notícias

Guedes diz que país vai perder menos empregos que na última recessão

Foto – Marcos Corrêa / PR

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse ontem (23) que o país deve perder cerca de 300 mil vagas formais de trabalho neste ano. Apesar da retomada de criação de novos postos de trabalho nos últimos meses, o ministro prevê que haja uma desaceleração na geração de empregos até o fim de 2020.

“Nós vamos possivelmente chegar ao final deste ano perdendo 300 mil empregos, que dizer, 20% do que perdemos nos anos de 2015 e 2016. No ano que enfrentamos a maior crise da nossa história, uma pandemia global, vamos perder entre um quinto e um terço dos empregos perdidos na recessão anterior”, disse Guedes durante o seminário virtual Visão do Saneamento – Brasil e Rio de Janeiro, promovido pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).

Segundo o ministro, houve uma perda média anual de cerca de 1,3 milhão de empregos nos anos de recessão de 2015 e 2016. “O Brasil criou 500 mil empregos em julho, 250 mil em agosto e 313 mil em setembro. Está para sair a qualquer momento [os dados de] outubro. Eu nem acredito que vá continuar nesse ritmo tão acelerado. É natural que dê uma desacelerada”, disse.

Aberta chamada para o recadastramento dos trabalhadores da cultura

A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia informa a reabertura das inscrições para o Cadastro Estadual dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Cultura, entre os dias 23 de novembro e 02 de dezembro de 2020. Este é o terceiro e último período aberto está voltado para os trabalhadores em situação de recadastro por erros de preenchimento ou nos dados autodeclaratórios. Conforme regulamentação estadual da Lei Aldir Blanc (Decreto Estadual 20.005), a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia poderia abrir novo prazo para inscrições em caso de disponibilidade de recursos e de prazo para execução orçamentária.

Os trabalhadores que realizaram a inscrição anteriormente e receberam a resposta de que foram considerados não aptos para a renda emergencial, devido a erros cometidos na submissão de suas autodeclarações, podem fazer outro cadastro durante este novo prazo. É também mais uma oportunidade para os trabalhadores da cultura que não participaram do cadastramento nos períodos anteriores. O acesso à plataforma, criada e gerenciada em parceria com a Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) é disponível no site da SecultBA. ACESSE AQUI. O preenchimento do formulário deve ser realizado e revisado pelo trabalhador com atenção antes do envio à plataforma.

Os recursos oriundos da Lei Aldir Blanc são direcionados pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, o valor da renda emergencial é de R$ 600 com o pagamento de cinco parcelas de uma vez. Dúvidas sobre o preenchimento do cadastro podem ser encaminhadas ao e-mail: cadastrotrabalhador@cultura.ba.gov.br.

Programa Aldir Blanc Bahia – Criado para a efetivação das ações emergenciais de apoio ao setor cultural, o Programa Aldir Blanc Bahia (PABB) visa cumprir os incisos I e III da Lei Aldir Blanc (Lei Federal nº 14.017, de 29 de junho de 2020) e suas regulamentações federal e estadual. As ações são a transferência da renda emergencial para os trabalhadores e trabalhadoras da cultura, e a realização de chamadas públicas e concessão de prêmios.

O PABB tem execução pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, geridas por meio da Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura e do Centro de Culturas Populares e Identitárias; e as suas unidades vinculadas: Fundação Cultural do Estado da Bahia, Fundação Pedro Calmon, Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural.

Vacina Coronavac chega à fase final


O Governo de São Paulo e o Instituto Butantan confirmaram nesta segunda-feira (23) que o estudo clínico da CoronaVac chegou à fase final e os resultados sairão já na primeira semana de dezembro. A previsão é que 46 milhões de doses estejam disponíveis no Brasil até janeiro de 2021.

Isso será possível porque o estudo clínico alcançou o patamar necessário para abertura da pesquisa e análise da eficácia da vacina. Até o momento, 74 voluntários se infectaram, número superior ao mínimo requerido para esta etapa, que previa ao menos 61 participantes contaminados.

Os resultados serão enviados pelo Comitê Internacional independente na primeira semana de dezembro para que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) analise o relatório para verificação da vacina desenvolvida pelo Butantan em parceria internacional com a biofarmacêutica Sinovac Life Science.

Fonte: Agora Sudoeste