Mês: maio 2024

Condeúba: Morreu o jovem Dênnio da Silva Dias aos 22 anos de idade

O jovem Dênnio da Silva Dias, morreu aos 22 anos de idade

É com pesar, que noticiamos o falecimento do jovem Dênnio da Silva Dias aos 22 anos de idade, ocorrido na tarde desta quinta-feira dia 23 de maio de 2024 por volta das 15:00 horas. Dênnio era solteiro e não deixou filho. O corpo foi retirado pela Polícia Tecnica e levado para Vitória da Conquista para fazer a necrópsia, assim que chegar será velado na Capela de Santa Luzia, o sepultamento será nesta sexta-feira dia (24) a tarde às 17:00 horas no Cemitério Municipal Barão José Egídio de Moura e Albuquerque na sede. A família agradece a todos que comparecer a esse ato de fé e solidariedade Cristã.

Atendimento: FUNERÁRIA SÃO MATHEUS

Nós do Jornal Folha de Condeúba, neste momento de muita dor e luto, prestamos nossos mais sinceros sentimentos de solidariedade e amor à família do jovem Dênnio, na esperança de que Deus nosso Pai, dê todo o conforto e consolo necessário aos parentes e amigos. Que permaneçam as boas lembranças, carinho e afeto para com a memória dele, descanse em paz, nas graças de Deus Dênnio.

Presidente do Equador decreta estado de emergência

URGENTE: presidente do Equador decreta estado de emergência
O presidente do Equador, Daniel Noboa
O presidente do Equador, Daniel Noboa, decretou estado de emergência em sete províncias e em uma área de outra nesta quarta-feira (22), respondendo ao aumento alarmante de mortes violentas e outros crimes nessas regiões. A medida, válida por 60 dias, abrangerá as províncias de Guayas, El Oro, Santa Elena, Manabí, Sucumbíos, Orellana e Los Ríos, além de uma área da província de Azuay.

Combate ao crime organizado: Em janeiro deste ano, Noboa já havia declarado guerra contra o crime organizado no Equador, designando 22 gangues como grupos terroristas. A nova medida visa combater principalmente as quadrilhas de narcotraficantes que operam no país, utilizando o Equador como rota de passagem da cocaína da Colômbia e do Peru. As ações violentas desses grupos incluem a invasão de uma emissora de TV em janeiro e a tomada de reféns entre agentes penitenciários.

Poderes excepcionais: O estado de emergência concede às forças de segurança poderes excepcionais, como a autorização para realizar buscas em domicílios e interceptar correspondências sem necessidade de mandado judicial. O objetivo é intensificar as operações policiais e militares para conter a onda de violência que assola o país, que já resultou em milhares de assassinatos e diversos outros crimes.

Preocupações com abusos: Apesar das medidas, grupos de direitos humanos alertam para o risco de abusos de poder durante o estado de emergência. O gabinete do procurador-geral investiga oito casos de execuções extrajudiciais que teriam ocorrido durante a última vigência da medida no país. As autoridades equatorianas garantem que estão tomando medidas para evitar tais violações, mas a situação ainda gera apreensão entre a comunidade internacional.

Situação em análise: O decreto presidencial foi enviado à Corte Constitucional para revisão. Em decisão recente, a corte anulou uma declaração de estado de emergência em cinco províncias, alegando falta de justificativa adequada. Essa decisão levanta dúvidas sobre a legalidade da nova medida e abre espaço para debates sobre os métodos utilizados no combate à criminalidade no Equador.

Futuro incerto: A intensificação das ações de segurança no Equador busca conter a violência desenfreada que assola o país. No entanto, a medida gera preocupações com possíveis abusos de poder e abre espaço para debates sobre os métodos mais eficazes para combater o crime organizado. O futuro do país dependerá da capacidade das autoridades de encontrar um equilíbrio entre a segurança pública e o respeito aos direitos humanos.

Jovens Talentos de Condeúba Criam Homenagem Musical à História Local

 

O músico Adriano Guilherme no contra-baixo e Paulo Henrique o autor da música “Condeúba não é só destino”

Paulo Henrique, jovem colaborador do Jornal Folha de Condeúba, conhecido por sua versatilidade e criatividade, surpreendeu novamente a comunidade com uma iniciativa excepcional. Desta vez, ele escreveu uma bela página resgatando a rica história de Condeúba e entregou o texto nas mãos do talentoso músico local, Adriano Guilherme.

Adriano, conhecido por sua habilidade em transformar letras em melodias cativantes, sendo um excelente professor de violão, utilizou o texto de Paulo para compor uma música no estilo suave do forró nordestino. A canção, intitulada “Condeúba não é só destino”, foi interpretada de forma magistral por Adriano, capturando a essência e a nostalgia da história de Condeúba.

No momento em que a música “Condeúba não é só destino” começa a tocar, as imagens referenciadas na letra ganham vida, proporcionando aos ouvintes uma viagem fascinante pelo passado da cidade. A combinação do conteúdo histórico com a melodia envolvente resultou em uma obra-prima, que já é considerada uma verdadeira sinfonia da música nordestina.

A comunidade de Condeúba celebra o talento e a colaboração de Paulo Henrique e Adriano Guilherme, que juntos criaram uma peça musical de grande valor cultural e histórico. A música “Condeúba não é só destino” não só homenageia a história local, mas também destaca a capacidade dos jovens de transformar o passado em arte, fortalecendo a identidade cultural de Condeúba.

Parabéns a Paulo Henrique e Adriano Guilherme por este magnífico trabalho, que enriquece a memória coletiva e promove a cultura nordestina de maneira tão autêntica e tocante.

Veja a seguir a letra da música “Condeúba não é só destino”.

Condeúba não é só destino
Ela tem o seu filho menino
Que correu pra revolta chegar e subiu pra enchente passar
Menino cresce a vagar que é profeta do próprio cantar.

O vento sopra a poeira e a brisa alivia o calor
Sertão florido em flor, em flor de Canjuão
Quebra o coco Licurí, logo ali na casa do Seu Barão
O perverso mandatário com a força de sua mão.

Mas cuidado com a fera, o homem do casarão
O escravo judiado, que dor de recordação
A mão negra abençoada que ergueu a construção
Que pisou barro molhado e fez casa de adobão.

Malvado Mandacarú no torrão de tardezinha
Vejo a rua do sobrado e a lapinha de Tezinha
A cantiga de bendito em toada de ladainha
Reza latim piedosa santa beata Joaninha.

A Candeia que é madeira um varão de lei primeira
Sua luz clareia e alumeia em noite de lua cheia
No forno a chama a brilhar assa beiju de polvilho
O cozido e assado, chiringa e bolo de milho.

O Gavião caçador não tem dó de pinto algum
Inundou o Pelourinho e quebrou o seu jejum
Lá do Morro do Chapéu veio lama nua e crua
Água batizou a ponte e desfilou pela rua.

Antônio se tornou santo bom de fazer casório
Um bendito milagreiro que não cobra ofertório
Vai doar por caridade em favor de sua cidade.                                                    Indulgência de bondade,
os milagres do oratório.

Lá na praça o arvoredo, Osmar saltando balão
Namorar no açucareiro, serenata no Bonzão
Das noites frias de Junho a fogueira de São João
Salve o filho de Clemente, tributo a Manoel Mestrão.

Veja o vídeo da música “Condeúba não é só destino”

Cidade baiana registra 88 tremores de terra em um único dia

Balanço foi divulgado pelo Laboratório Sismológico da UFRN – Foto: Ascom | Jaguarari
O município de Jaguarari, localizado no norte da Bahia, registrou 88 tremores de terra na terça-feira (21). Entre os abalos, apenas oito foram considerados mais expressivos na escala de magnitude, alcançando a marca acima de 2mR.

De acordo com balanço divulgado pelo Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), o primeiro tremor ocorreu às 9h37, com a marca de 2.2mR. Em seguida, outros dois ocorreram por volta das 10h57, alçando 2.4mR e 2.3mR.

Mais quatro tremores expressivos atingiram Jaguarari na parte da noite, por volta das 18h11 e 18h58. A magnitude do primeiro sismo chegou a 2.7mR, logo depois, mais três ocorreram com a marca de 2.1mR, 2.3mR e 2.0mR, respectivamente.

Ainda segundo o balanço, o último sismo ocorreu às 21h40, com magnitude de 2.0mR. O Laboratório Sismológico informou que a sequência de tremores foi sentida pelas pessoas que estavam perto do epicentro do abalo.

Lula sanciona lei que garante sigilo de vítima de violência doméstica

Lula sanciona lei que garante sigilo de vítima de violência doméstica
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) – Foto: José Cruz/Agência Brasil

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sancionou lei que determina sigilo do nome da vítima em processos que apuram crimes de violência doméstica e familiar contra a mulher. O texto foi publicado nesta quarta-feira (22) no Diário Oficial da União.

A publicação altera a Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006, conhecida como Lei Maria da Penha, e destaca que o sigilo referido não abrange o nome do autor do crime, “tampouco os demais dados do processo”.

Em seu perfil nas redes sociais, Lula comentou a sanção do Projeto de Lei (PL) 1822/2019 e avaliou que o objetivo do governo é que mulheres não sejam revitimizadas e constrangidas durante a ação.

“O [projeto de lei] PL aprimora a Lei Maria da Penha, tão fundamental no combate à violência contra as mulheres. Mais uma conquista, resultado da persistência e perseverança da luta das mulheres brasileiras”, postou.

MP-BA denuncia dois por homicídio de paciente dentro do Hospital Municipal de Brumado

MP-BA denuncia dois por homicídio de paciente dentro do Hospital Municipal de Brumado

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) denunciou nesta terça-feira (21), dois homens pelo homicídio de um paciente internado no Hospital Municipal Magalhães Neto, em Brumado, em abril deste ano.

Segundo o MP-BA, de autoria da promotora de Justiça Daniela de Almeida, no dia 28 de abril deste ano, por volta das 11h30min, nas dependências do hospital, Wanderson Oliveira e um homem ainda não identificado, efetuaram, ao menos, 22 disparos de arma de fogo contra a vítima Filipe Batista Lobo, que não resistiu aos ferimentos.

Eles contaram com o auxílio de Caio Felipe Queiroz, porteiro do hospital, que teria deixado propositalmente a porta aberta para facilitar a fuga dos comparsas. Wanderson Oliveira e Caio Felipe foram denunciados por homicídio qualificado por motivo torpe e dissimulação e recurso que dificultou a defesa da vítima.

Conforme a denúncia, após entrarem no hospital, o denunciado Wanderson e seu comparsa se comunicaram com Caio Felipe, para saber a exata localização da vítima. Após ameaçar uma enfermeira apontando-lhe uma arma de fogo, o homem ainda não identificado passou uma outra arma de fogo ao denunciado Wanderson, conhecido como “Papito”, e dirigiram-se à sala de raio-X, local onde estava a vítima Filipe.

De acordo com a promotora de Justiça, o crime foi praticado por motivo torpe, relacionado à guerra de facções e à disputa por pontos de tráfico de drogas. Segundo a denúncia, a vítima respondia a processo por associação criminosa armada e porte de arma de fogo, suspeita de integrar uma facção criminosa, além de ser investigada por participação em dois homicídios ocorridos na região.

CULTURA: Convite para participar da Tarde Poética Helena Porto

Por Paulo Henrique

A condeubense Sra. Helena dos Santos Porto, morreu dia 19 de setembro de 2022 aos 92 anos de idade

Convite!

Tarde Poética Helena Porto.

Estimamos amantes da cultura, da poesia e da arte! No próximo dia 19 de junho, nas proximidades da comemoração ao condeubense ausente, será realizado um encontro poético na Praça Jovino Arsênio, defronte ao Paço Municipal, denominado de Tarde Poética Helena Porto, a partir das 14:00, para estimular a leitura, a produção poética e a arte.
O evento será uma grande homenagem para a poética Helena Porto, que declamava lindamente as melhores e mais tradicionais poesias do Brasil, escritas por renomados autores e escritores que deixaram um legado imensurável para a literatura nacional.
Se você escreve, declama, joga versos, canta, toca, expressa a sua criatividade e o seu sentimento através da arte, participe desse momento e registre a sua contribuição para a cultura de Condeúba.
O encontro será aberto a todos os que desejarem e os que puderem declamar ou se expressar artisticamente, devem nos procurar para mais informações.

Condeúba: Morreu Sr. Lauro Pedreira Lobo popular “Bilau” aos 78 anos de idade

 

Sr. Lauro Pedreira Lobo popular “Bilau”, faleceu aos 78 anos de idade

É com pesar e muita tristeza, que noticiamos o falecimento do Sr. Lauro Pedreira Lobo popular “Bilau” aos 78 anos de idade, ocorrido na tarde desta quarta-feira dia 22 de maio de 2024 às 12h30min. Segundo informações de familiares, Lauro vinha lutando bravamente contra um câncer, porém hoje não resistiu e foi a óbito. Lauro deixou viúva a Sra. Sebastiana das Dores Oliveira Lobo e 9 filhos: Lucivaldo, Luciano (em memoria), Isaías, Lucas, José Lauro (Brizola), Luciene, Lucilene, Lucineia e Luciovanio (em memoria) além de 21 netos e 3 bisnetos. O corpo está sendo velado no salão Memorial São Matheus, o sepultamento será nesta quinta-feira dia (23) a tarde às 14:00 horas no Cemitério Municipal Jesus Bom Pastor na sede. A família enlutada agradece a todos que comparecer a esse ato de fé e solidariedade Cristã.

Atendimento: FUNERÁRIA SÃO MATHEUS

Nós do Jornal Folha de Condeúba, neste momento de muita dor e luto, prestamos nossos mais sinceros sentimentos de solidariedade e amor à família do Sr. Lauro, na esperança de que Deus nosso Pai, dê todo o conforto e consolo necessário aos parentes e amigos. Que permaneçam as boas lembranças, carinho e afeto para com a memória dele, descanse em paz, nas graças de Deus Sr. Lauro.