LIÇÕES DE AMOR

Antônio Santana Escritor e Poeta

 

 

 

 

 

 

 

LIÇÕES DE AMOR

Aprendi a ler pensando em você
A despojar – me no seu bem-querer,
A plantar a semente do amor ao amanhecer,
A perdoar para não ferir você.

Aprendi a amar sem questionar,
A perceber sem nada lhe oferecer,
A falar no seu nome sem saber o sobrenome.

Aprendi a me preparar para não atrasá – la,
A sonhar e a imaginar o rio dentro do mar,
A casar sem ter casa para morar,
A navegar a vida do jeito que dá.

Aprendi a contar prosa e depois me desculpar,
A viver um namoro com medo de terminar,
A gritar, a acreditar e a me libertar,
A ressuscitar na verdade e encontrar você na saudade.

Antônio Santana
Escritor e poeta

EMERGÊNCIA FINANCEIRA EM AÇÃO CONTRA O CORONAVÍRUS (COVID -19) PELO GOVERNO FEDERAL

PARA REFLETIR:

Antônio Santana Professor e Poeta

É de suma importância que o governo brasileiro possa agilizar essa medida de auxílio financeiro a setores da população brasileira. Sendo mais do que justo e necessário colocar dinheiro no mercado financeiro para não haver um colapso generalizado no País.

Agora, é preciso que o Congresso Nacional faça a sua parte votando com o máximo de urgência nesta medida, senão certamente que mergulharemos em duas crises: a do COVID -19, e da fome nacional que deve ter prioridade porque a fome não espera por muito tempo.

Vale ressaltar, que em um momento como esse, é preciso ter muita calma, lucidez e competência para buscar meios e mecanismos de resolução dos problemas que são inúmeros que o Brasil têm enfrentado e deve continuar a enfrentá-los nos próximos meses.

Que Deus os abençoe!

Sobre vôos de ganso me sinto manso

Por Edtattoo

Sobre vôos de ganso me sinto manso, menino de rima na sexta-feira feia sem gritos, trouxe idéias que só serviria na quinta esquina em máscaras.
Apressei meu passo pra interpretar na penumbra.
Boatos surge em pouso de ganso e sobre o mar em remanso senti medo.
Bom que sou eu, infelizmente o mundo se rompe e com astúcia seduz mente sã, breve servirá o prestígio dos sábios ao invés do caráter fantasioso.
Aqui meus fios de bigode vale menos que a força falsa do cartão de crédito.
Por hora o choro que sinto virou dor no dia anterior que se finda, enquanto viro verso no inverso sou santo, o pássaro que nos traz vida foi preso e perdeu seu canto, acreditou na palavra falsa e sobre o trapézio dos ombros o cérebro dorme.

Do latim “Effectus”

Edtattoo

Do latim “Effectus” surge essa palavra linda que limita a culpa devolvendo nos o transe em apreciar o que é bom, Etimologia dando origem a palavra que surge aos meados dos pensamentos onde compartilhamos com aqueles que amamos e queremos bem, hoje os dias são desnudos e perante a máscara que o mundo pinta nos tornamos reféns dessa tempestade de dor.

Sei que ontem fomos rebeldes, amantes da ilusão que causamos ao interpretar o querer sem pensar. Será que existe um paraíso na terra!? Esse intróito nos leva ao fundo de nossa alma, talvez tudo esteja na simplicidade da fala e na observação singular naquilo que definimos como verdade, com calma vemos a alma e com amor a vivemos.

REFLEXÃO

Professor, Escritor e Poeta Antônio da Cruz Santana

Aproveitemos este período de quarentena para lermos bons livros, ouvir boas músicas que possam nos levar a uma reflexão, rezar, orar ou até mesmo cantar para aliviar um pouco o estresse provocado pelo COVID – 19.
Sabemos que é um momento difícil o qual estamos passando confinados em nossas casas, mas confiantes em Deus tudo isso um dia irá terminar.

O desespero nunca será a melhor opção para resolver nenhum problema. Enquanto essa tempestade não passa, o que temos a fazer é cada um se reinventar numa circunstância como esta.
Agora, é de suma importância seguir as orientações das autoridades médicas e de saúde para que tão logo possamos voltar ao nosso estado de normalidade no Brasil e no Mundo.

Que Deus nos abençoe!

FOI NECESSÁRIO

Augusto Cury (1958) é um médico psiquiatra, professor e escritor brasileiro, famoso pelos seus livros na área de psicologia. É o autor da Teoria da Inteligência Multifocal.

Foi necessário um vírus para desacelerar o planeta. E ele veio por uma bofetada na nossa cara.
Foi necessário um vírus para olharmos com cuidado, zelo e percebermos a fragilidade dos nossos idosos.
Foi necessário um vírus para os pais ficarem com seus filhos e não atribuírem essa responsabilidade aos avós.
Foi necessário um vírus para lembrarmos de conversar com Deus, pois isso andava meio fora de moda,
Foi necessário um vírus para fazer a gente rezar, para fazermos orações para o mundo e não só para nós.
Foi necessário um vírus para voltarmos a ter fé.
Foi necessário um vírus para mostrar que classe social, raça, crença, orientação sexual não tem diferença diante de uma epidemia.
O vírus fez a gente perceber que somos um, que o individualismo não resolve nada, que precisamos de todos.
O vírus deu uma trégua na polaridade, afinal estamos todos no mesmo barco, olhando na mesma direção.
O vírus nos privou do abraço para percebermos o quanto ele é valioso.
O vírus fez a gente perceber o quanto nossas mãos precisam ser higienizadas e que com esse hábito evitaríamos muitas doenças.
O vírus desacelerou até o consumismo, pois as pessoas não vão sair por aí comprando, comprando e comprando! Sairemos de casa para comprar apenas o necessário.
O vírus fez cair os pedidos de fast-foof delivery pois percebemos que cozinhar para nossa família é a forma mais segura de alimentá-los. ( isso andava meio fora de moda)
O vírus veio nos mostrar que o ar pode ficar mais puro com a diminuição de carros circulando, e mostrar que as pessoas podem caminhar mais. (estão evitando o transporte público)
O vírus veio nos ensinar a agradecer todos os dias por estarmos saudáveis.
O vírus veio nos lembrar o quanto a vida é frágil e que precisamos cuidar do nosso corpo e da nossa alma.
O vírus veio nos mostrar que não devemos subestimar as coisas pequenas. Afinal ele é tão pequeno, invisível aos olhos e está mudando o comportamento do mundo.
Foi necessário um vírus para a gente acordar.
E aquele tempo que sempre dizíamos que não tínhamos? Então, o vírus nos mostrou que ele existe.

Ama’nte da Poesia – 21 de marco: Dia da Poesia

Por Edson Silveira

Poeta e Escritor Edson Silveira

Ama’nte da Poesia

Faz pulsar o coração
E restaura minh’a alma…
Transfigurado uma paixão
Que não se acaba.
Loucura de amor
Encontra-se na poesia
Coisa de sonhador
Sonhos e utopia.
Oh, arte infinita
Que ultrapassa horizontes…
És tão bonita
Que tornei-me seu ama’nte.

21 de marco: Dia da Poesia❣

Edson Silveira

 

Filosofia faz parte da alma

Por Edtattoo

Filosofia faz parte de tudo que a alma pede e em segredo sentimos, ao iluminado sentimos o tom que de certo se finda, veremos a culpa por entre as áridas de nossa alma. Seremos reféns do tempo que cura, pois o mundo tornou se sujo, em pedaços estão os sentimentos que no recanto de onde consigo ver perde o canto quando em pranto o verso perde o tom.

Ao pútrido remete a vida que por hora na culpa se finda. Falo sobre o pútrido “homem podre que tens conhecimento de transformação de vida, mas usa o de forma tola e malicioso, és ao conceito de trazer para si próprio uma riqueza ilusória que perdura por tempo curto”. À esse foi dada a oportunidade da real mudança, mas não o faz.

Sou contra o homem que pensa mas não põe em prática sua ideologia para melhorar a vida de muitos. Todos nós seguimos um caminho que acreditamos ser verdade e de fato devemos segui-lo. Mas de que adianta uma filosofia de vida sem olhar para o futuro! Mesmo que esse futuro já não façamos parte dele.

Vitória da Conquista cancela São João de 2020

A Prefeitura de Vitória da Conquista anunciou, por meio de nota à imprensa, o cancelamento dos festejos juninos por conta da pandemia do coronavírus .

Veja trecho do documento: “O Governo Municipal tem empenhado todos os esforços possíveis para evitar que o vírus se prolifere, caso chegue em nosso município. Diversas medidas de prevenção já foram adotadas para evitar aglomerações e garantir a segurança das pessoas que precisam circular pela cidade” informou.

Além de Vitória da Conquista, Conceição do Almeida também já havia anunciado que não fará São João em 2020. O presidente da União dos Municípios da Bahia, Eures Ribeiro, recomendou às prefeituras do Estado que não façam festa este ano. Já o governador Rui Costa afirmou que a realização dos eventos dependerá do avanço do coronavírus e de entendimentos com os prefeitos.