Condeúba/Tamboril: 20 de novembro dia da Consciência Negra, festa na comunidade quilombola

Lances verdadeiramente incríveis dados pelos capoeiristas

Nesta quarta-feira 20 de novembro de 2019, dia da Consciência Negra aconteceu as manifestações na Comunidade Quilombola do Tamboril. O cerimonial ficou por conta do professor Valdenor, a abertura foi com o professor Celson do Distrito do Alegre que agradeceu a presença de todos e ao mesmo tempo convidou os presente para proferir a oração do Pai Nosso.

Professora Iara Alves Silva da cidade de Cordeiros/BA.

Na sequencia o locutor anunciou a primeira palestrante da tarde, professora Iara Alves Silva da cidade de Cordeiros, que rapidamente deu umas pinceladas sobre o comportamento humano que leva as pessoas a ter preconceitos umas das outras.

A segunda palestrante Monica Nascimento, que foi reeleita Conselheira Tutelar

Pela ordem, fez uso da palavra Monica Nascimento, ela que foi recordista de votos na última eleição do Conselho Tutelar e também é negra. “Monica falou que repudia quaisquer tipos de preconceitos, principalmente em relação a cor negra, isso até parece que ficou só na história, mas, a bem da verdade que se diga, o preconceito sobre o negro ainda vive e reina no meio de todos nós, infelizmente”, afirmou Monica. Continue Reading

Baiano participa de Antologia que será lançada em Washington-EUA.

Após ser convidado para fazer parte de um projeto Internacional, promovido pela Editora Mágico de Oz. O jovem poeta baiano da cidade de Condeúba Edson Silveira concretiza sua participação na Antologia infantil: “O que você pode fazer pra salvar o planeta?” Antologia bilíngue e ilustrada que será lançada ainda esse mês na cidade de Washington- EUA. O jovem admite ser um mero poeta sonhador, e com o sonho de um dia lançar seu livro infantil, não mediu esforços pra participar do projeto literário…

Com a historinha: THE ARMY PRESERVATION GANG (A Turminha do Exército Preservação), temática proposta pelo projeto que tem como objetivo conscientização e preservação ambiental… O poeta e escritor fez questão de homenagear seus sobrinhos, personagens da obra: Hugo e Vitória são personagens principais, Joice, Geovana e Breno, personagens importantes pra formação de um Exército que busca salvar o Planeta! E Naiane professora dessa turminha… Que decide após piquenique formar o exército preservação! Ideia brilhante que deveria ser dos adultos. Afinal, é hora de salvar o meio ambiente.

DIA NACIONAL DA CONSCIÊNCIA NEGRA. É PRECISO OLHAR PARA O OUTRO COMO DIFERENTE SENDO IGUAL NO BRASIL.

Por Antônio Santana 

No Brasil, continua-se reproduzindo a escravidão do passado com os negros e negras em diversos setores da sociedade nordestina, baiana e brasileira. É inadmissível que em tempos atuais, a população negra sendo maioria seja tratada com inferioridade com relação à população considerada ” branca” elitista no país.

Infelizmente ainda temos e não sabemos por quanto tempo, estatisticamente os piores índices de pobreza, de violência, de desemprego, de moradia, de igual oportunidade na arte, na cultura, na música, na literatura, na religião , nas universidades públicas, na televisão, no jornalismo, na política, bem como em outras áreas e espaços sociais desta mesma Sociedade racista, machista e preconceituosa a qual vivemos com pessoas que não nos aceitam como pessoas que são e pensam diferentes.

É inegável que a raça negra muito contribuiu e continua contribuindo em todos os aspectos para a História do Brasil, da América Latina e do Mundo. Não resta dúvida que o negro, continuará lutando e resistindo para que um dia possa vencer esta escravidão miserável, cruel e estrutural que persiste escondê-lo na sua própria história.

Por esta razão, reafirmo que o negro não precisa de elogios ou comemorações, mas sim, de oportunidade de condição para viver melhor e dignamente como qualquer pessoa na Sociedade brasileira. CONSCIÊNCIA NEGRA PARA QUEM? Um grande abraço! Antônio Santana , Professor, escritor e poeta. Bahia, 20 de novembro de 2019.

Cordeiros – Social: Está completando idade nova hoje (18/11), Ângela Dias

Hoje é aniversário da nossa coordenadora do movimento Café com Poemas, a sempre muito querida Ângela Dias. Ela que conduz o movimento com maestria na bela e amada cidade de Cordeiros.

Nós da Folha de Condeúba, parabenizamos a grande coordenadora do Movimento Café com Poemas pelo seu aniversário, desejamos a ela muito sucesso em sua vida, juntamente com os seus familiares, grande Ângela!!!

Manoel Gomes, autor de Caneta Azul, registra direitos autorais do hit


O maranhense Manoel Gomes, autor do hit “Caneta azul”, deu início na tarde do dia (28/10/2019), ao processo de registro dos direitos autorais da música que viralizou nos últimos dias.

Manoel se dirigiu a um cartório, acompanhado de seu advogado Arnaldo Gomes, e aproveitou para solicitar também o registro de outra composição de sua autoria, chamada de “Vou Deixar de Ser Besta”.

O cantor e compositor do Manoel Gomes, é natural de Balsas, município que fica a 816 km da capital maranhense.

Desde que foi publicado, o vídeo em que Manoel canta “Caneta Azul” caiu no gosto dos internautas, que não conseguem mais tirar música da cabeça. O que chama atenção no vídeo, além da letra da música, é a forma como o balsense interpreta a canção.

O vídeo original de Caneta Azul no YouTube já tem quase 3 milhões de visualizações. Confira:

Caneta-Azul conta a história de quando Manoel perdeu a sua caneta azul a caminho da escola, que segundo ele, estava marcada com suas ‘letras’.

Depois do vídeo versão original ter viralizado, diversas outras versões da canção já estão circulando nas redes sociais, desde forró até remixado.

Artistas como Rodrigo Faro, Simone (da dupla Simone e Simaria), Léo Magalhães, Taty Vaqueira, Ray do Saia Rodada e vários outros já reproduziram em suas redes sociais o sucesso da “Caneta-Azul”.

Condeúba/Dist. Alegre: O Espaço Cultural Laurinda e José proporcionou bons momentos culturais neste domingo (10/11)

 Por Joandina Maria de Carvalho

O Espaço Cultural Laurinda e José recebeu neste fim de semana o grande artista condeubense Claudio Novaes

Nas tardes do segundo domingo de cada mês tem acontecido no Espaço Cultural Laurinda e José no Distrito do Alegre – Condeúba – Ba, momentos culturais abertos a comunidade. Nesse mês de novembro, as atrações foram o musico Claudio Novais e o poeta Antônio Santana. Ambos apresentaram o que há de melhor deixando felizes as pessoas presentes.

Alana, Duda e Santana recitaram poesias que estão no mais recente livro do autor: palavras de um poeta – sonhos e realidade. O artista Claudio Novaes, por sua vez, possibilitou que os presentes viajassem no mundo da música. Cantando canções de Raul Seixas, Gilberto Gil, Xangai, Milionário e José Rico, Padre Zezinho, entre outros, o artista demonstrou sintonia com o público presente. Continue Reading

CONFORMADOS COM O FARELO DA CASA GRANDE

Levon Nascimento

Dia desses, num espaço público da cidade, eu lia um panfleto deixado propositalmente para que as pessoas o levassem de graça, publicado por um proletário que se contenta em beliscar os farelos que lhe caem da mesa da Casa Grande local. Lamentando, ele afirmava que o Presidente (assim mesmo, com “p” maiúsculo) recebe críticas injustas, xingamentos e acusações de gente que torce para que o Brasil não dê certo. Mais: que não se pode atacar daquele jeito o chefe da pátria (com “p” minúsculo, escreveu), que deve reagir com bravura. AI-5?

Lembrei-me na hora de que o dito escritor não se incomodou quando o ex-presidente Lula tornou-se vítima (e ainda é) de bullying por ter perdido um dedo da mão no chão de fábrica, nem quando a ex-presidenta Dilma, xingada aos palavrões pela classe média paulista na abertura da Copa do Mundo de 2014, foi caricaturizada nas tampas do reservatório de combustível dos carros, a simular um estupro, no tempo em que o litro da gasolina ainda custava R$ 2,80 e o botijão de gás de cozinha se comercializava a R$ 40,00. Antes pelo contrário, ele aplaudiu e justificou: “o gigante acordou!” Continue Reading

Sinestesia: Primeiro álbum autoral da dupla Alta Frequência Rap já está disponível em todos os aplicativos musicais

Ryã e Akil: Alta Frequência Rap. Foto: Divulgação.

Akil e Ryã. É assim que Alan Barros e Ryan Lincon escolheram ser chamados desde que a parceria, o esforço e o talento promissor de ambos tornaram realidade um sonho que surgiu de trabalhos e brincadeiras no Colégio. Esse sonho é o Alta Frequência Rap.

Naturais do município de Cordeiros, os jovens revelam em suas músicas uma grande capacidade criativa dentro do gênero. Em suas letras, a realidade da juventude e suas complexidades diárias. Além das composições, a dupla performa com carisma, simpatia e segurança quando em suas apresentações musicais para o público.

Tudo isso convergiu no lançamento do primeiro álbum autoral do Alta Frequência Rap. Intitulado Sinestesia, o trabalho, segundo a dupla, é resultado de um misto de sensações e estilos dentro do gênero musical por meio do qual escolheram se expressar. “Através das nossas letras autorais as pessoas podem descobrir respostas ou se confortar com a mensagem. O Rap é ritmo e poesia e a poesia é para a gente escrever o que vê e sente”, pontuou Alan Barros ou apenas Akil.

De acordo com Ryan Lincon, o álbum fala sobre algumas mazelas, sobre o que acontece à sua volta, mas não é formado apenas por músicas críticas, mas também por canções românticas. “No Rap, a gente coloca sentimentos para escrever e a música pode ser muito importante para quem está ouvindo naquele momento”, declarou o jovem artista.

Quem faz questão de exaltar o trabalho dos jovens artistas é Nivaldo Santos, pai de Akil e responsável legal pela dupla. Segundo ele, o projeto Alta Freqüência Rap mostra que o ambiente escolar gera transformações nos seres humanos, principalmente na juventude que possui muita potencialidade e as mais diversas habilidades. “Basta acreditar e possibilitar que seus sonhos possam ser realizados, principalmente num momento de tantas turbulências que afligem os jovens, especialmente os que vivem nas periferias do sistema capitalista/dominante, levando-os aos caminhos das facilidades supérfluas como a criminalidade nas mais diversas formas. Acabam só mostrando o lado da desagregação e comprometendo o futuro de uma juventude promissora. Sou um entusiasta e defensor dessa galera que serão nossos representantes do futuro”, disse.

O albúm Sinestesia está disponível no Deezer, Apple Music, Spotify, Google Play e ONErpm. Outras informações e novidades sobre o Alta Frequência RAP, como locais e datas de shows, podem ser conferidas no site oficial ou acompanhando o Instagram, Twitter, página no Facebook e Canal no Youtube da dupla.

Expressão