Arquivos da categoria: Cidade

Prefeito demite servidor que reclamou de posto de saúde no Facebook

Bernal, em sessão da Câmara que lhe cassou o mandato: ex-prefeito prometeu e recorreu da decisão do TJ. (Foto: Marcelo Victor/Arquivo)

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), envolveu-se em mais uma polêmica. Ele demitiu um funcionário do município após este reclamar, no Facebook, da demora no atendimento da rede pública de saúde.

O caso ocorreu na quarta-feira (12), quando o prefeito postou as atividades realizadas no dia, como aula inaugural do Instituto Mirim. Foram feitos 37 comentários. Um deles era de Leovaldo Ferraz Cunha Neto, que reclamou da demora no atendimento do Centro Regional de Saúde do Bairro Tiradentes.

“Bom dia Sr. Prefeito! Enquanto o senhor participa de inaugurações, a saúde está precária. Estou no posto do Tiradentes desde às 6h”, comentou o então servidor do município, que se identifica como Léo Ferraz na rede social.

O homem era terceirizado e trabalhava por meio de contrato com a Seleta Caritativa, que tem contrato de prestação de serviço com a SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social).

A secretária municipal de Assistência Social, Thais Helena, confirmou a demissão do funcionário. Ela disse que ele e mais seis funcionários foram desligados porque não possuem o perfil para trabalhar com crianças.

“O afastamento só ocorreu agora porque a secretaria precisava encontrar outros funcionários com o perfil adequado para preencher a vaga”, justificou, descartando qualquer ligação entre a demissão e as críticas no Facebook do prefeito.

Cunha Neto estava no cargo há oito meses. A demissão ocorreu, coincidentemente, no dia seguinte ao comentário.

O Campo Grande News não conseguiu falar com o ex-servidor do município.

Esta não é a primeira vez que o prefeito reage com demissão dos desafetos. A primeira a sofrer a fúria de Bernal foi a mulher do vereador Chocolate (PP), exonerada no dia seguinte ao parlamentar votar a favor da investigação de Bernal na Câmara Municipal.

1ª Igreja Batista completa 119 anos em Vitória da Conquista

Redação

Foto: Arquivo/Diário do Sudoeste

A 1ª Igreja Batista foi fundada no dia 4 de fevereiro de 1900, pelo conquistense Tertuliano da Silva Gusmão, na Fazenda Felícia, em uma casa de adobe por ele construída em frente à sua residência. Hoje a mesma fazenda pertence ao ex-governador Nilo Coelho.

Atualmente, a 1ª Igreja Batista Bíblica possui quase mil membro e mais de 30 missionários militando em vários estados do Brasil realizando trabalhos de evangelização e pregação.

Neste final de semana está sendo comemorado os 119 anos, com a realização de cultos em celebração aos 119 anos de existência da 1ª Igreja Batista Bíblica de Vitória da Conquista. A programação terá culto na manhã deste domingo e à noite ás 19 horas.

Ex-governador Nilo Coelho é condenado pela Justiça Federal e perde direitos políticos por 5 anos

A 1ª Vara da Justiça Federal de Guanambi condenou o ex-governador da Bahia e ex-prefeito da cidade, Nilo Coelho (PSDB), por improbidade administrativa.

De acordo com a decisão, o tucano causou danos à administração pública enquanto prefeito e, por essa razão, perderá os direitos políticos por cinco anos.

A condenação também prevê multa em três vezes o valor da última remuneração de seu cargo como prefeito.

Nilo Coelho foi prefeito de Guanambi entre 1983 ao ano de 1986 e também no período entre 2005 e 2010.

Caminhão fica preso em guard-rail após tombar em Barra do Choça; motorista e passageiro morreram

Um grave acidente aconteceu na manhã deste sábado (16). O motorista perdeu o controle do caminhão em que dirigia, tombou e ficou preso no Guard-rei, na ladeira conhecida como a “Curva da Morte”, em Barra do Choça.

O veículo, um caminhão baú, Mercedes, 16/20, Placa Policial OCL 9452, de Jequié estava carregado com 20 toneladas de açúcar.O motorista e um passageiro ficaram presos às ferragens e, infelizmente, não resistiram e morreram na hora. Uma das vítimas foi identificada camo Uelber Felicio dos Santos. Ele era conhecido como ‘Binho’ e morava no bairro Jequiezinho, em Jequié. O outro passageiro foi socorrido e levado ao hospital de Barra do Choça. De acordo com informações do Hospital, a vítima está bem e aguarda a família para levá-lo para casa.

As Polícias Militar e Rodoviária, além do Corpo de Bombeiros participaram da ação de resgate e controle do tráfego.

itambéagora.com

Com indícios de falha no trem de pouso, avião aterrissa no Aeroporto JK

Piloto da Latam alegou problema no trem de pouso. No entanto, não houve necessidade de atuação do Corpo de Bombeiros e passageiros desembarcaram normalmente

PS Philipe Santos – Especial para o Correio

Não houve impacto na operação do aeroporto
(foto: Ed Alves/CB/D.A. Press)

Após apresentar problemas no trem de pouso, o piloto de um avião da companhia aérea Latam acionou o terminal avisando que precisaria fazer um pouso de emergência no Aeroporto Internacional de Brasília nesta sexta-feira (15/3). O Corpo de Bombeiros foi chamado para que quaisquer procedimentos de emergência necessários pudessem ocorrer. A companhia informou, no entanto, que o pouso ocorreu dentro da normalidade.

“Após o pouso, não houve necessidade de atuação do Corpo de Bombeiros e impactos na operação do aeroporto e da companhia”, afirmou, em nota. Ainda segundo a Latam, o avião pousou “em total segurança no destino às 11h14 e os passageiros desembarcaram normalmente”. O voo era o LA3230 e saiu de Vitória (ES).

A Inframerica, administradora do aeroporto, disse que prestou todo o apoio necessário para a empresa e que a aeronave foi rebocada pela companhia aérea. Ainda segundo a concessionária, não houve impacto na operação do aeroporto e os pousos e decolagens ocorreram normalmente.

No último dia 7, outro avião da Latam, que saía de Brasília com destino a Congonhas (SP), precisou voltar ao aeroporto JK após um pássaro entrar na turbina da aeronave. O voo 3711 abortou a viagem cerca de 30 minutos após a decolagem.

Advogada esclarece aos produtores rurais de Brumado como regulamentar o usucapião

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

A advogada Eriedna Rocha esteve presente, na manhã desta quarta-feira (13), na reunião mensal do Conselho Rural de Brumado para esclarecer aos produtores sobre o usucapião. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, ela explicou que o usucapião é um instituto apresentado pelo novo Código de Processo Civil (2015) que visa regularizar a propriedade de bens que estão irregulares.

Rocha informou que o Brasil é pioneiro em bens dessa natureza, em que a pessoa é apenas possuidora, não conseguindo comprovar a sua propriedade. Um dos primeiros requisitos para legalização do bem em questão é, conforme informou, comprovar a sua posse, a qual pode ser feita através do recibo de compra e venda.

No caso do imóvel rural, a comprovação também pode ser feita por meio da moradia e do cultivo da propriedade. Além disso, a advogada destacou que, hoje, as instituições financeiras exigem que a propriedade esteja regular para concessão de benefícios, o que reforça ainda mais a importância desse reconhecimento.

Conquista: Delegada Iara Gardênia destaca a importância da medida protetiva de urgência para mulheres vítimas de violência

Por Luciene Costa

Delegada de polícia Dra. Iara Gardênia Rocha Fernandes Louzada

– Há cinco anos à frente da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher em Vitória da Conquista, a Delegada Iara Gardênia Rocha Fernandes Louzada, tem acompanhado diversos casos de violência à mulher. “Como delegada, trabalho com a mulher que chega na DEAM humilhada, ultrajada, agredida psicologicamente, fisicamente, moralmente, sexualmente e patrimonialmente.

Por isso não fico presa apenas ao trabalho técnico de investigar, prender o agressor ou encaminhar pra Justiça representações. Tento sempre ir mais além. Atendo a mulher e faço com que ela creia que ela é forte que nós somos capazes de mudar os nossos destinos, que somos capazes de escrever a nossa própria história e que aquela mulher que ali chegou ela pode mudar completamente o destino dela”.

Na oportunidade, Dra. Iara Gardênia destacou a importância de uma ferramenta que agregou de forma significativa o seu trabalho. Trata-se da implantação da medida protetiva de urgência prevista na Lei Maria da Penha. “Conseguimos um avanço muito grande com a implantação do artigo 24 A da Lei 11.340/2006, que trata a respeito desta medida protetiva de urgência. A gente podia fazer muito pouco. A gente investigava o crime e quando não era um flagrante a gente representava pela prisão do agressor.

Com a implantação desse artigo, que é o descumprimento da medida protetiva de urgência, a mulher requer a medida, nós encaminhamos para a juíza da Vara Especializada e a partir da medida protetiva de urgência concedida à mulher podemos prender o agressor em flagrante se ele descumprir essa medida. Continue lendo Conquista: Delegada Iara Gardênia destaca a importância da medida protetiva de urgência para mulheres vítimas de violência

Adolescentes atiram dentro de escola e matam 6 pessoas em Suzano, diz polícia

Os dois atiradores se mataram logo após o ataque. Bombeiros e equipes do Samu estão no local. O helicóptero da PM sobrevoa a escola.

Por G1 Mogi das Cruzes e Suzano

Tiroteio deixa feridos em escola de Suzano (SP)

Dois adolescentes encapuzados mataram a tiros seis pessoas dentro da Escola Estadual Raul Brasil, de Suzano (SP), e cometeram suicídio em seguida, segundo a polícia. Cinco das vítimas eram estudantes, outra era funcionário da escola. O ataque ocorreu por volta das 9h30 desta quarta-feira (13).

Ainda não há informação sobre feridos no ataque. A instituição foi isolada pela polícia e há muitos alunos e funcionários chorando ao redor.

A capitão Cibele, da comunicação da PM, disse que pouco antes dos disparos na escola, a polícia foi chamada para outra ocorrência com arma de fogo, perto dali. “Mas ainda não podemos precisar se os casos estão relacionados. Policiais estavam indo para esse primeiro chamado e ouviram gritos das crianças. Foram então até a escola, onde os dois criminosos acabaram se matando”, disse ela.

Tiros deixam oito mortos e feridos em escola de Suzano, em São Paulo

Movimentação em frente à escola Raul Brasil, onde atiradores mataram 5 alunos e 1 funcionário — Foto: Reprodução/TV Globo Movimentação em frente à escola Raul Brasil, onde atiradores mataram 5 alunos e 1 funcionário — Foto: Reprodução/TV Globo
Movimentação em frente à escola Raul Brasil, onde atiradores mataram 5 alunos e 1 funcionário — Foto: Reprodução/TV Globo

O Corpo de Bombeiros e equipes do Samu estão no local. Bombeiros de Mogi das Cruzes também foram chamados, às 9h50, para apoiar o atendimento. O helicóptero Águia, da PM, sobrevoa a escola. Toda a polícia de Suzano está mobilizada no caso.

Segundo o Censo Escolar de 2017, a instituição possui 358 alunos da segunda etapa do fundamental (6º ao 9º ano) e 693 estudantes do ensino médio.

O governador João Doria está em um helicóptero a caminho de lá, junto com o Secretário Estadual de educação, o secretário de Segurança e o coronel Salles. Todos vão falar com a imprensa no local.

ÍNDIO PASSA A TER OS MESMOS DIREITOS DO CIDADÃO COMUM

Por Thiago BragaFaz longo tempo que o índio, considerado “ser da natureza”, tem direito assegurado por lei, de cultivar a terra onde nasceu, se criou e vive. Ele (a) trabalha no arado da forma que bem entende, “sem prestar contas a ninguém” sendo, apenas, assistido pela FUNAI. O “pele vermelha” tem liberdade de escolha, no tocante à assuntos de ordem pessoal, familiar e social. “Dono da terra” para sempre? Segundo texto legal, homem/mulher indígena dispõe dessa prerrogativa, pois aquilo que é “solo sagrado” se torna zona de proteção por parte do órgão fiscal. Num primeiro momento, inserido na sociedade moderna. Lembrando, é claro, de sua presença na história épica.

Mas, agora, a conversa é outra. Para o novo governo (Bolsonaro 2019), índio merece o mesmo tratamento do homem branco. Precisa, porém, “andar sem guia”, face à sua capacidade de pensar, agir e treinar as próprias habilidades: mão de obra, técnicas de uso de recursos, prática de esportes, (opcional). Onde e como? Recebendo o devido apoio do ente público. Acesso a saúde (serviço bucal, exames, retirada de remédios na farmácia popular), educação, transporte, moradia, dentre outros. Nada de privilégio no sentido de mandar e desmandar em grandes terrenos, muita das vezes, sem serventia, sendo que o mesmo não adquiriu por compra ou permuta, carecendo, sobretudo, desta atividade meio (comércio). “Cai em si”, entendendo o que é contrato, alqueire, braça de terra, sistema de irrigação, imposto de renda, além de outros. É possível sanar dúvidas e buscar soluções para casos desta natureza. O que vale é a informação levada a sério.

Em outras palavras, índio não deve viver isolado, em aldeias ou reservas ambientais mas, “ser visto como gente”, educado e pronto para servir seu país. Deve aprender cantar o hino, conhecer a Constituição Federal, frequentar a cidade, votar no dia do pleito, possuir caderneta de vacinação, etc. Caçar e pescar? Existem outros desafios que requer força física, aptidão e auto – conhecimento. Tal pensando em nada desvaloriza a figura do índio, uma vez respeitado, dentro do território pátrio. “Ir e vir”, com plena certeza de chegar em casa, fazer compras (dinheiro em espécie), dirigir automóvel, “pôr carta” no correio… No entanto, sua cultura precisa manter – se de pé, como arte, costumes, linguagem, culinária e outros. “Um pouco de cidadania não faz mau a ninguém”.