Category: Saúde Pública

Bebê morre e 15 crianças passam em Araci por suspeita de água contaminada

Um bebê de 1 ano e 8 meses morreu e outras 15 crianças foram hospitalizadas na cidade de Araci, no interior da Bahia, depois de passarem mal ao ingerir água. A suspeita da vigilância epidemiológica é que a água esteja contaminada. Resultados de testes devem sair nos próximos dias.

A morte da criança aconteceu na última quarta-feira (9), na semana em que as crianças foram hospitalizadas com os mesmos sintomas: vômitos, diarreia e dores abdominais. Cinco crianças seguem internadas no Hospital Estadual da Criança, em Feira de Santana, nesta terça.

De acordo com o G1, outros 20 adultos também tiveram sintomas leves. Eles foram atendidos e medicados no Hospital Municipal de Araci. Dois deles foram transferidos para o Hospital Português, em Salvador. A prefeitura notificou a Empresa Baiana de Águas e Saneamento S.A (Embasa) para que o abastecimento na zona rural do município fosse suspenso.

Amostras da água foram colhidas e encaminhadas para serem examinadas no Laboratório Central de Saúde Pública, também na capital baiana. Por meio de nota, a Embasa disse que suspendeu a distribuição da água na localidade, embora não veja indícios de problemas, já que é a mesma água que abastece outros 50 povoados entre Araci, Tucano e Santa Luzia.

A Embasa disse ainda que os resultados dos exames bacteriológicos devem sair nesta terça. Por causa da suspensão da água na localidade, a prefeitura disponibilizou carros-pipa para abastecer os moradores da região.

Tumor de quase 20 kg é retirado de jovem de 25 anos em hospital do Acre

Foto: Arquivo Pessoal

Cirurgiões removeram um tumor de quase 20 kg do ovário de uma jovem de 25 anos em um hospital do Acre. O procedimento aconteceu nesta quinta-feira (10), no Hospital Regional do Juruá, em Cruzeiro do Sul, no interior do estado. De acordo com informações do G1, a cirurgia durou mais de três horas. A paciente segue internada na enfermaria, mas se recupera bem do procedimento.

A expectativa é de que tenha alta médica no sábado (12). A mulher notou que a barriga vinha crescendo de forma anormal há cerca de três meses e decidiu procurar ajuda médica, traz a matéria do G1. Para investigar do que se tratava, ela foi submetida a um exame de tomografia. A partir dos resultados o diretor clínico da unidade, Marlon Holanda, e o ginecologista Billy Rodrigues, identificaram o tumor de grandes proporções.

Os dois médicos participaram da cirurgia. “Era um tumor no ovário direito, que cresceu e tomou todo o abdômen da paciente em cerca de três meses apenas. Um tumor muito grande que pesava em torno de 20 quilos. [O tumor] Estava grudado no intestino, mas foi desfeito a aderência que tinha e retirado totalmente, e não teve nenhum problema”, contou o médico Marlon Holanda.

Ele ainda sinalizou que esse tipo de caso é raro. Que episódios semelhantes até já surgiram, mas nenhum com um tumor do tamanho do retirado da paciente na quinta-feira. Ainda conforme a reportagem, o ginecologista Billy Rodrigues revelou que a paciente chegou a pensar que estava grávida. Ela fez um teste, que deu negativo.

Após o exame, a paciente procurou o hospital. “Ela disse que as pessoas ficavam perguntando se ela estava grávida. Pedi os exames e percebemos que se tratava de um tumor gigante e a gente programou para fazer a cirurgia. Foi um tumor de crescimento bastante rápido.

A paciente é testemunha de Jeová e não aceitava transfusão sanguínea, caso fosse necessário. Ela chegou a assinar um termo, mas, graças a Deus, não foi preciso”, contou Rodrigues.

Aglomerações eleitorais desrespeitam protocolo contra o coronavírus em Livramento de Nossa Senhora

Foto: Reprodução/88 FM

Mesmo com uma onda crescente de casos confirmados da Covid-19, grande parte das pessoas está desrespeitando os protocolos de segurança contra a doença em Livramento de Nossa Senhora. Diversas denúncias apontam a formação de aglomerações em diferentes locais do município.

Os moradores cobram medidas mais enérgicas do poder público a fim de evitar a proliferação do vírus. Agora, com a aproximação do período eleitoral, novas aglomerações têm se formado em razão das convenções partidárias. Ao que tudo indica, a tendência é de piora caso não haja uma fiscalização rigorosa.

Em nota enviada a Rádio 88 FM, a secretaria de saúde destacou que já encaminhou todas as recomendações de segurança para a Polícia Militar e aos partidos políticos. “É difícil controlar a vontade de uma população”, pontuou o secretário Gerardo Júnior. Já a PM informou que vem atuando firmemente no combate à pandemia em toda área de abrangência.

O Ministério Público, por sua vez, declarou que as aglomerações decorrentes do período conhecido como pré-campanha são permitidas desde que seguidos os critérios estabelecidos em virtude da pandemia, tal como o limite de 100 pessoas concentradas no mesmo ambiente, o uso de máscaras e o devido distanciamento.

Pax Nacional: Conheça a Microfisioterapia, sua nova aliada contra a ansiedade e outros problemas de saúde

O Grupo Pax Nacional firmou uma nova parceria para proporcionar aos seus associados o que há de excelência no tratamento de várias enfermidades. A microfisioterapia é uma terapia manual que trata não só o sintoma, como também a causa do problema! Os toques específicos ativam a energia vital e memória do organismo (por meio dos tecidos e células), que estimulam o corpo a corrigir o trauma, dor ou problema, seja de ordem física ou emocional.

Criada em 1983 na França, é um método de prevenção, diagnóstico e tratamento que pode ser aplicada para diversos problemas como ansiedade, pânico e depressão, déficit de atenção e hiperatividade, problemas respiratórios (alergias, asma, rinite e bronquite), entre outros. Fisioterapeuta há mais de 10 anos, Dila Effgen (CREFITO 7185130-F) é especialista em Microfisioterapia e atenderá nos dias 24, 25 e 26 de setembro, mediante agendamento, na sede do Grupo Pax Nacional. Os associados Pax terão descontos especiais! Para marcar sua consulta entre em contato pelo telefone: (77) 3441-3028.

COMO FUNCIONA? Continue lendo

Brumado: Radialista Lázaro Landufo conta como sobreviveu ao coronavírus após 12 dias na UTI

Radialista Lázaro Landulfo Foto: Lay Amorim

O radialista brumadense Lázaro Landufo contraiu o coronavírus e chegou a ficar 12 dias internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em Vitória da Conquista, até receber alta. Com 63 anos, ele tem diabetes e pressão alta. Em entrevista, ele relatou que começou sentindo uma tosse seca, que evoluiu para infecção no pulmão.

Apesar de todo trauma, Landufo fez questão de frisar que foi muito bem assistido durante todo tratamento, tanto no Centro de Atendimento à Covid-19, em Brumado, onde ficou internado por 3 dias, quanto na UTI em Conquista. “Foi coisa de Deus, os médicos me salvaram. Deus me deu mais uma chance”, disse.

O radialista alertou que as pessoas busquem o tratamento adequado desde o aparecimento dos primeiros sintomas. “Não deixem pra amanhã, o negócio é complicado. Você que tem mais de 60 anos, tem diabetes e hipertensão, não brinca não. Sentiu qualquer coisa, vai de imediato buscar tratamento. Você terá muita oportunidade de se salvar como eu me salvei”.

INSS reabre com hora marcada e novo protocolo

Foto: Lay Amorim

Depois de meses fechadas por conta da pandemia, as agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começam a reabrir para atendimento presencial na próxima segunda-feira (14). Para a reabertura, uma portaria publicada nesta sexta-feira (11) no Diário Oficial da União estabelece as medidas de prevenção que deverão ser adotadas.

De acordo com o G1, em um primeiro momento, o atendimento será retomado em 650 das 1,5 mil agências do país. O instituto optou por reabrir as maiores agências, que respondem por cerca de 70% da demanda. O horário de funcionamento será das 7h às 13h. Só será atendido quem agendar antes o atendimento.

O objetivo é evitar aglomerações dentro e fora das agências. O agendamento deve ser feito pelo Meu INSS ou pelo telefone 135. Quem for às agências deverá usar máscaras e será terá sua temperatura medida antes de entrar no local.