Pesquisa realizada na Uesb traz esperança para novas drogas contra o Coronavírus

Com a pandemia do Coronavírus se espalhando pelo mundo e alterando a vida da humanidade, professores e cientistas de universidades e institutos de pesquisas têm se concentrado em investigações científicas para frear o avanço da Covid-19. No Brasil, pesquisadores da Uesb realizaram um estudo inédito nas áreas de Bioinformática, Química Computacional e Virologia com o objetivo de encontrar novas moléculas de fontes naturais que possam ser usadas como candidatas a novas drogas contra o Coronavírus (SARS-CoV2).

O professor Bruno Andrade, do Departamento de Ciências Biológicas (DCB), juntamente com a equipe, coordendou o estudo utilizando um banco de dados computacional com 50.000 moléculas de fontes naturais. Assim, os pesquisadores descobriram, por meio de computador, com uma técnica de comparação de drogas antivirais já conhecidas (a Hidroxicloroquina e o Remdesivir, que estão em fase de testes pelo órgão de controle americano), uma lista de 40 compostos químicos que podem ser testados contra o Coronavírus (SARS-CoV2) em testes de triagem de drogas.

De acordo com o pesquisador, as ferramentas computacionais são capazes de informar as interações das moléculas com a proteína viral. Segundo a pesquisa, o agente causador da pandemia é um vírus de RNA da família Coronaviridae. “Esses estudos, apesar de altamente complexos são possíveis de serem realizados rapidamente pelo computador. As novas moléculas que descobrimos como possíveis drogas podem ser utilizadas por outros pesquisadores. Para a comunidade em geral, é uma esperança científica para o movimento mundial de combate ao vírus”, explicou.

O grupo de pesquisa é vinculado ao Programa de Pós-graduação em Química da Uesb (PPGQui), e faz parte alunos de graduação, mestrandos e doutorandos dos departamentos de Ciências Biológicas (DCB), Departamento de Saúde (DSII) e Departamento de Ciência e Tecnologia (DCT). Participaram deste recente estudo, também, colaboradores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Virginia Commonwealth University (EUA), Institute of Integrative Omics and Applied Biotecnology (Índia) e da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc).

O artigo científico “Triagem computacional para potenciais candidatos a fármacos contra a principal protease do SARS-CoV-2”, está disponível na base de artigos e será publicado também, em revista, com o título “Computational Screening for Potential Drug Candidates Against SARS-CoV-2 Main Protease”.

Cinco motivos para beber água assim que acorda

Pode parecer um hábito extremamente simples, mas beber água logo ao acordar acarreta inúmeros benefícios para a saúde

Partilhar
Não é à toa que grandes executivos e profissionais de sucesso seguem à risca esse hábito. Kat Cole, presidente da empresa Focus Brands, acorda todos os dias às 5h da manhã e bebe 700 ml de água. Arianna Huffington, fundadora do Huffington Post, e Brad Lande, executivo da Birchbox, afirmam que assim que acordam bebem um copo de água quente com limão. Talvez se esteja a perguntar: ‘por que escolhem beber água em vez de café’?

O site Business Insider perguntou à nutricionista Rania Batayneh quais os potenciais benefícios de beber água em jejum. Veja os cinco que se destacam:

1. Ajuda a reidratar o corpo

As seis a oito horas recomendadas de sono são um longo período de tempo sem nenhum consumo de líquidos. Por isso, beber um ou dois copos de água assim que acorda é uma boa forma de reidratar o corpo. “A maioria das pessoas bebe café assim que acorda”, afirma Batayneh. “Apesar de ser uma boa fonte de antioxidantes, a bebida também tem o poder de desidratar. Pode compensar esse efeito bebendo água”.

2. Mantém a mente alerta

“Um dos maiores indicadores de que está desidratado é a sensação de letargia e de pouca energia”, diz Batayneh. “Como a água ajuda na regulação das funções cerebrais, também está relacionada ao equilíbrio do nosso humor”. Após um longo período sem água ou sem comida, a primeira coisa que consome de manhã pode ser um verdadeiro choque para o corpo. Se beber água gelada, vai fazer com que o organismo trabalhe mais, o que “pode aumentar o seu estado de alerta e energia”, explica a nutricionista.

3. Dá energia ao cérebro

Quando se trata de produtividade, a hidratação é crucial. O cérebro humano é maioritariamente composto (73%) por água, afirma Batayneh, e por isso estar hidratado é essencial para manter um nível ótimo de atividade cerebral. Obviamente trata-se de um processo que tem de suster ao longo de todo o dia, mas começar com um copo de água assim que acorda é um passo na direção certa. “A manhã dá o tom para o resto do dia”, diz a nutricionista. “Se está se sentindo lento, isso irá refletir-se na sua produtividade no trabalho e até no nível de energia que terá à noite”.

4. Ajuda a combater doenças

Enquanto dorme, o corpo está em um estado de regeneração e de recuperação, afirma Batayneh. Nesse período, o sistema imunológico trabalha com o intuito de livrar o corpo das toxinas — e beber água ao acordar, acelera o processo de expulsão. Além do cérebro, a maior parte do corpo é constituída de água.

5. Inicia o metabolismo

As proteínas e hidratos de carbono essenciais que consome diariamente são metabolizadas e transportadas através da água presente no corpo. Ter uma quantidade suficiente de água no organismo ajuda a acelerar o metabolismo, sublinha Batayneh, e pode até ajudar a manter a dieta. “Quando não está adequadamente hidratado, pode mais facilmente confundir sede com fome, o que o levará a comer mais”.

Triste: Padre potiguar morre em Recife vítima do coronavírus

O sacerdote estava internado em Recife, devido às complicações causadas pelo Covid-19

O padre Roberto Carlos Vieira Nunes, 54 anos, faleceu em Recife vítima do coronavírus. Nascido na cidade de Luís Gomes (439 Km de Natal), ex-aluno do Colégio Diocesano, em Mossoró, o padre havia assumido a Paróquia de São Vicente de Paulo, em Vitória de Santo Antão-PE, em julho de 2019.

A Diocese de Mossoró registrou nota de falecimento em suas redes sociais, em solidariedade aos familiares.

O sacerdote estava internado em Recife, devido às complicações causadas pelo Covid-19.

De acordo com a Secretaria de Saúde do RN, potiguares falecidos em outros estados não entram nos números locais.

Do Blog do BG

Eleições 2020: Venceu ontem dia 4 de abril, a data limite para a janela partidária

 

 

Neste sábado dia 4 de Abril de 2020, a meia noite encerrou-se o prazo da janela partidária. Os grupos político de Condeúba se desdobraram nos últimos dias, tudo por conta desta data. As filiações se aglomeraram e lógico, os pré-candidatos buscando sempre um grupo dentre os partidos que melhor lhes encacharia, dando portanto mais probabilidade de eleição a cada um. O jogo das siglas partidárias esteve em alta, como sempre aconteceu neste período, o que é perfeitamente lógico.

Em respeito a alguns partidos, atendemos suas solicitações de não publicar por enquanto, a estratificação do processo eleitoral 2020 de Condeúba. Desta forma, vamos aguardar os desfechos de cada um dos partidos, que estarão envolvidos diretamente neste processo, para assim, fazermos uma publicação mais coesa de todos juntos, assim sendo ninguém ficará prejudicado.

Empresas reclamam de dificuldades para prorrogar dívidas

Renegociação dependerá das partes envolvidas, diz BC
Agência Brasil

Foto: Agência Brasil

Empresas e pessoas físicas têm enfrentado dificuldades para ter acesso à pausa de 60 dias no pagamento de parcelas de crédito, anunciada pelos cinco maiores bancos do país. Empresas também reclamam de juros mais caros em novas operações de crédito.

No mês passado, Caixa, Banco do Brasil, Bradesco, Itaú e Santander anunciaram a prorrogação por até 60 dias dos vencimentos de dívidas para clientes pessoas físicas e micro e pequenas. A medida não vale para cheque especial e cartão de crédito. A renegociação de dívidas foi autorizada pelo Conselho Monetário Nacional.

O conselho facilitou a renegociação de operações de créditos de empresas e de famílias que possuem boa capacidade financeira e são adimplentes. A medida dispensa os bancos de aumentarem o provisionamento (reserva de valor) no caso de repactuação de operações de crédito que sejam realizadas nos próximos seis meses.

De acordo com o Banco Central (BC), estima-se que aproximadamente R$ 3,2 trilhões de créditos possam se beneficiar dessa medida. Na época, o BC disse que a “renegociação dependerá, naturalmente, do interesse e da conveniência das partes envolvidas.” Continue Reading

Dólar sobe pela sexta vez seguida e ultrapassa R$ 5,32

Agência Brasil
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Em mais um dia de tensão nos mercados globais, o dólar voltou a subir e a bater recorde. A bolsa de valores, que tinha se recuperado ontem (2), voltou a cair para o menor nível em dez dias.

O dólar comercial encerrou a sexta-feira (3) vendido a R$ 5,326, com alta de R$ 0,06 (+1,14%), na maior cotação nominal desde a criação do real. A divisa operou em alta o dia inteiro e fechou no valor máximo do dia, mesmo com o Banco Central (BC) tendo intervindo no mercado.

A autoridade monetária vendeu US$ 455 milhões das reservas internacionais. O dólar fechou a semana com alta de 4,3%. Em 2020, a divisa acumula alta de 32,72%.

Depois de um dia de alta, o índice Ibovespa, da B3, a bolsa de valores brasileira, fechou esta sexta aos 69.537 pontos, com queda de 3,76%. O índice seguiu as bolsas no exterior. O índice Dow Jones, da Bolsa de Nova York, encerrou o dia com queda de 1,69%, refletindo a destruição de 701 mil empregos nos Estados Unidos em março. A taxa de desemprego na maior economia do planeta cresceu de 3,5% em fevereiro para 4,4% no mês passado.

Há várias semanas, os mercados financeiros em todo o planeta atravessam um período de nervosismo por causa da recessão global provocada pelo agravamento da pandemia de coronavírus. As interrupções na atividade econômica associadas à restrição de atividades sociais travam a produção e o consumo, provocando instabilidades.

Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 10,5 milhões no próximo concurso

Números sorteados foram 04, 09, 31, 47, 49 e 53

Foto: Agência Brasil

Ninguém acertou as seis dezenas no concurso 2249 da Mega-Sena sorteadas na noite desse sábado (4) no Espaço Loterias Caixa, no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo. As dezenas sorteadas foram 04, 09, 31, 47, 49 e 53.

A quina teve 27 acertadores e cada um vai receber R$ 39.850, 68. Os 1.782 ganhadores da quadra receberão o prêmio individual de R$ 862,56.

O próximo concurso será quarta-feira (8) e deverá pagar o prêmio de R$ 10, 5 milhões a quem acertar as seis dezenas.

As apostas na Mega-Sena podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio em lotéricas ou pela internet.

A aposta simples, com seis dezenas, custa R$4,50.

FacebookTwitter
PUBLICIDADE

TSE discute adiar eleição para fim do ano, mas descarta prorrogar mandatos

Luís Roberto Barroso, que assume a corte em maio, diz que no momento certo será preciso fazer uma avaliação criteriosa
Por Agência O Globo

Eleições: TSE avalia adiar as eleições municipais por conta do coronavírus (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cogitam adiar as eleições municipais de outubro para dezembro, devido à pandemia do coronavírus. A decisão sobre a data das votações deve ser tomada entre fim de maio e início de junho, a depender da situação sanitária do país. Ainda que o quadro não esteja definido, os ministros descartam a possibilidade de prorrogação dos mandatos atuais. Isso aconteceria se as eleições fossem reagendadas para 2021. Ou, ainda, se houvesse unificação com as eleições gerais de 2022.

“A saúde pública, a saúde da população é o bem maior a ser preservado. Por isso, no momento certo será preciso fazer uma avaliação criteriosa acerca desse tema do adiamento das eleições. Mas nós estamos em abril. O debate ainda é precoce. Não há certeza de como a contaminação vai evoluir. Na hipótese de adiamento, ele deve ser pelo período mínimo necessário para que as eleições possam se realizar com segurança para a população. Estamos falando de semanas, talvez dezembro”, disse o ministro Luís Roberto Barroso, que vai presidir o TSE a partir de maio.

Saiba como encher sua casa de energias positivas

A sua casa deve ser o seu santuário pessoal. Deve transmitir conforto, tranquilidade e energias positivas. Por isso, face à pandemia de Covid-19, veja algumas dicas para que possa encher a sua casa com energia positiva.

Como mudar positivamente a energia de sua casa?

Desbloqueie o seu Chi:

A arte ancestral chinesa do feng shui é um sistema para organizar aquilo que a rodeia em harmonia e equilíbrio com o mundo natural à sua volta. Ao fazê-lo, vai encorajar a circulação livre do chi (ou energia) através da sua casa. Um chi bloqueado pode ser a razão porque se sente menos positiva, devendo certificar-se que não existem zonas de bloqueio em sua casa.

Para que isto não aconteça, deve posicionar a mobília de forma que facilite até mesmo sua passagem. A presença de linhas longas e retas é algo rígido e que causa o bloqueio do chi. Nunca use móveis como forma de dividir espaços e bloquear passagens.

Crie um Espaço Sagrado:

A sua casa deve ser uma casa com alma. Neste sentido, deve criar o seu próprio santuário, um espaço onde possa estar em silêncio, retirar-se do mundo exterior e ajudá-la a sentir-se mais positiva. Pode ser desde um espaço dedicado à meditação, a um cantinho de leitura ou até a uma área onde pratica uma rotina comum e diária para esvaziar a mente. Desta forma, mesmo quando o resto da sua casa está um caos, a sua alma pode encontrar paz e tranquilidade nesse espaço. Continue Reading

Datafolha: aprovação de Mandetta dispara e é mais que o dobro da de Bolsonaro

Levantamento ouviu 1.511 pessoas por telefone, para evitar contato pessoal, e tem margem de erro de três pontos percentuais para mais ou menos.

Por Matheus Simoni/Metrô1

Foto : Isac Nóbrega/PR

A condução do ministro da Saúde, Henrique Mandetta, é aprovada pela ampla maioria dos brasileiros e antagoniza diretamente com as falas do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido), segundo pesquisa divulgada hoje (3) pelo instituto Datafolha feita de quarta (1º) até esta sexta-feira. O levantamento ouviu 1.511 pessoas por telefone, para evitar contato pessoal, e tem margem de erro de três pontos percentuais para mais ou menos.

Na pesquisa anterior, feita de 18 a 20 de março, a pasta conduzida por Luiz Henrique Mandetta tinha uma aprovação de 55%. Agora, o número saltou para 76%, enquanto a reprovação caiu de 12% para 5%. Foi de 31% para 18% o número daqueles que veem um trabalho regular da Saúde.

Já Bolsonaro teve reprovação na emergência sanitária e viu os índices subirem de 33% para 39%, crescimento no limite da margem de erro. A aprovação segue estável (33% ante 35%), assim como a avaliação regular (26% para 25%).

Nesta semana, Mandetta e Bolsonaro trocaram farpas públicas nesta semana. O presidente disse que responsável pela pasta que cuida do enfrentamento do coronavírus no país está faltando humildade para saber escutá-lo. Em resposta, o ministro declarou que”quem tem mandato popular fala, e quem não tem, como eu, trabalha”.