Arquivos da categoria: Brasil

Rio de Janeiro/Condeúba: Atleta condeubense Carlão Maratonista sagrou-se campeão pela segunda vez na prova “NB 15 K”

Por Oclides da Silveira – Jornalista MTPS nº 5910/BA. 

O atleta condeubense Carlão Maratonista mais uma vez no primeiro lugar do pódio, conquistando o bi-campeonato dessa prova no Rio de Janeiro

Foi realizada neste domingo dia 21 de julho de 2019 mais uma etapa da prova “NB 15 Km do Rio de Janeiro”, nosso atleta do século o condeubense Carlão Maratonista, sagrou-se campeão pela segunda vez nesta prova. na categoria de 50 a 55 anos.

Carlão sempre agradece a Deus primeiramente pelo seu sucesso e posteriormente aos seus apoiadores e parceiros, iniciando pelos patrocinadores, sendo eles os comerciantes de Condeúba, depois os apoiadores Rádio Liberdade FM e o Jornal Folha de Condeúba. Continue lendo Rio de Janeiro/Condeúba: Atleta condeubense Carlão Maratonista sagrou-se campeão pela segunda vez na prova “NB 15 K”

Cordeiros: Morreu o Sr. Deusdete Ricardo da Silva conhecido por “Deuzim”

Por Oclides da Silveira – Jornalista MTPS nº 5910/BA.

Morreu na manhã desta segunda-feira dia 22 de julho de 2019, o Sr. Deusdete Ricardo da Silva conhecido por “Deuzim”, ele deixou viúva a Sra. Raquel. Seu corpo está sendo velado em sua residencia na Fazenda São João Velho. Seu sepultamento será amanhã cedo dia 23/7 às 07:00 horas no Cemitério Municipal Jardim da Saudade na sede em Cordeiros/BA.

Nós do Jornal Folha de Condeúba deixamos nossos sentimentos à família enlutada por essa perda irreparável, deste ente tão querido. Que o bom Deus o tenha ao seu lado para a eternidade. Descanse em paz Sr. “Deuzim”!!!

Jovem de 24 anos deseja realizar o sonho de conhecer o pai biológico que é natural de Brumado

Foto: Reprodução/Record TV

A jovem Amanda de Jesus, de 24 anos, tem o sonho de conhecer o pai biológico que se chama Edemar Silva Machado e é natural da cidade de Brumado. Ele se separou de sua mãe ainda durante a gravidez e eles nunca mais se viram.

A mãe de Amanda, Dona Augusta, se mudou para São Paulo, onde a jovem vive hoje. Amanda tem como recordação do pai apenas uma carta e uma foto que Edemar deixou com a mãe dela em 20 de setembro de 1994.

A história repercutiu no programa Balanço Geral, da Rede Record, que fez um apelo para quem souber do paradeiro do brumadense Edemar, que teria por volta de 56 anos.

Sucesso de testes em macacos deixa cientistas otimistas sobre vacina contra o HIV

Foto: Creative Commons

Cientistas dos Estados Unidos estão otimistas quanto a futuros testes da vacina contra o vírus HIV em humanos. O otimismo se dá por conta dos resultados positivos alcançados em testes feitos com macacos.

No estudo publicado nesta quarta-feira (17) em um veículo especializado, a revista “Science Translational Medicine”, os pesquisadores afirmaram que conseguiram eliminar a presença do SIV (imunodeficiência Símia) nos primatas, uma versão do vírus HIV que infecta apenas estes animais.

Em nota, a equipe responsável pela descoberta afirmou que o resultado do experimento com a vacina atenuada é a “chave” para o teste em humanos. O texto ainda destaca que a equipe usou uma variação geneticamente modificada do vírus da herpes como vetor para a imunização dos animais.

A vacina, segundo reportagem do Bem Estar, é feita a partir de uma forma comum do vírus da herpes, o citomegalovírus (CMV) modificado geneticamente para servir de vetor, empacotando o vírus enfraquecido da SIV. Os estudos registraram que 59% das cobaias foram imunizadas com sucesso pela vacina.

Cantores sertanejos morrem em acidente com caminhão carregado com madeira

Além deles, outras duas pessoas da banda Stilo Universitário ficaram feridas com a batida

Bruno Stanzani e Guilherme Bastos morreram na hora do acidente Foto: Facebook reprodução

Dois cantores de música sertaneja morreram após o carro em que estavam ter atingido uma carreta carregada com toras de madeira. Os músicos Guilherme Bastos, de 22 anos, e Bruno Stanzani, de 20, integrantes da banda Stillo Universitário, voltavam de um show na rodovia Cezário José de Castilho, a SP 321, entre Iacanga e Ibitinga, em São Paulo, na manhã deste sábado (20), quando foram atingidos pela carreta. As informações são do site G1.

Além deles, outras duas pessoas da banda ficaram feridas com a batida. O baterista Geovane Cézar, de 22, estava no banco traseiro e se feriu gravemente. O sanfoneiro Rafael Stanzani, de 22 anos, irmão de Bruno, teve escoriações. Ambos foram encaminhados para hospitais da região.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a batida aconteceu na altura do quilômetro 411. Os músicos voltavam de um show na cidade de Bauru. O motorista do caminhão não ficou ferido.

“Lei da Mordaça”

Por Oclides da Silveira, Jornalista MTPS nº 5910/BA – Publicado na Folha de Condeúba em 03/12/2014.

Oclides Ribeiro da Silveira – Jornalista da Folha de Condeúba

A Lei da mordaça era aplicada na época da “Ditadura” comandada pelos Governos dos Militares que durou por 20 anos aqui no Brasil, teve seu início em 31 de março de 1964 e findou com a eleição de Tancredo Neves, que nem chegou assumir o cargo por ter morrido, tomando posse o seu vice-presidente eleito José Sarney.

Naquele período tudo era controlado pelo Governo Militar com mãos de ferro, não havia o direito do cidadão se expressar livremente como agora. Com o regime democrático implantado, tudo mudou e tem ido até que muito bem, porém, há certos setores e pessoas na administração pública, que ainda cultua essa prática nefasta de botar a “Mordaça” nas pessoas.

É como a escravidão, que a Princesa Isabel anunciou à população Brasileira, que a partir daquele dia 13 de maio de 1888 tinha acabado a escravidão dos negros, no entanto, ela continua até os dias de hoje, e muitas vezes em piores condições.

Pois bem, essa lei da ”Mordaça” ainda é aplicada em diversas administrações, onde os Prefeitos ditam as regras do jogo, quem não cumpri-las será chamado a sua atenção e se persistir falando ou agindo, aí sim, serão punidos, retirando das pessoas seus benefícios, e os colocam numa situação de ridículo perante seus colegas de trabalho.

As pessoas estão acuadas, por serem vigiadas constantemente, não podem participar de movimentos, mesmo que sejam aqueles de reivindicações salariais, ou melhorias no seu local de trabalho. Não podem falar nada, que tem sempre alguém pago com dinheiro público do seu lado para lhe dedurar ao seu chefe imediato e até mesmo ao Prefeito.

Da mesma forma acontece nos Legislativos, essa prática é quase que de forma unânime nas Câmaras Municipais dos pequenos municípios, onde os vereadores da situação não têm o direito de livre expressão, são obrigados a votar da maneira que o Prefeito do seu grupo político determinar, contrariando até mesmo o pensamento e a vontade dos seus eleitores.

Além da aplicabilidade da “Lei da Mordaça”, acompanha também a famosa, “Lei é dando que se recebe”. Em quanto isso, a necessidade e a vontade do povo vai ficando relegada a segundo plano. Mesmo assim, seguimos em frente dando viva a democracia e também ao povo Brasileiro!!!

COINCIDÊNCIA: O DIA 17 DE JULHO É MARCADO POR 5 QUEDAS DE AVIÕES

O dia 17 de julho é o 198° dia do ano (199° se o ano for bissexto).

Para muitos, o dia 17 de julho não é um bom dia para viajar de avião. É creditado na conta desse dia, cinco desastres aéreos, totalizando 812 mortos.

Confira:
17 de julho de 1948

O acidente com o hidroavião “Miss Macau”, deu inicio a macabra história do dia 17 de julho.

O avião partiu de Macau com destino de Hong Kong. Após uma tentativa de sequestro, o avião caiu em um rio próximo a Hong Kong. Das 26 pessoas a bordo, 25 morreram.

17 de julho de 1996 – Voo TWA 800

O Voo TWA 800 fazia uma rota área regular e internacional entre Nova Iorque e Paris, operada pela extinta companhia aérea Trans World Airline.

Na noite de 17 de julho de 1996, o avião precipitou-se noa Oceano Atlântico perlo das Ilhas Moriches, na costa do Estado de Nova Iorque, doze minutos depois de decolar do Aeroporto J.F. Kennedy, causando a morte de todos os seus 230 ocupantes. Continue lendo COINCIDÊNCIA: O DIA 17 DE JULHO É MARCADO POR 5 QUEDAS DE AVIÕES

NORTE DE MINAS GERAIS PRODUZ MEL DE AROEIRA

Por Thiago Braga

Raiar do dia na zona rural de Monte Azul – MG

Soubemos da larga produção de mel no interior de Minas Gerais. A região, arrasada pela seca, enfrenta meses e meses sem chuva. Gado magro no pasto, feixes de lenha ao invés de arbustos. Água retirada em pequenas cisternas nos quintais das propriedades rurais, além de reservatórios feitos a base de cimento mantidos pela COPASA. Isto, na superfície das rochas, “driblando” o mato crespo. Um meio seguro de “captar” o líquido precioso. O solo é bastante duro, a terra cor de chumbo. Os “gerais” parecem imenso tapete aberto, de modo horizontal, na beira da rodovia.

A quantidade de “melado”, proporciona o comércio regular da especiaria. Aliás, muito bem aceita no mercado, a exemplo de mercearias, docerias, padarias, armazéns, empórios, etc.. A prova cabal é, sem dúvida, o “preço caro” da guloseima. Por vezes, variável, de acordo tamanho do vasilhame e “peso neto”. Este é o “vilão” da cozinha mineira. Adoça a culinária interiorana. O popular “mel de aroeira”, por sua vez, torna – se o “ponto alto” da economia norte. Dentre outros produtos nativos, destacam – se polpa de frutas, iogurte, queijo (distribuído nas chamadas “queijarias”), doce de batata doce, biscoito avoador, cera de abelha e sabão caseiro.

Como é notório, o mel que estamos falando, ocupa lugar especial na mesa. Após passar por processo industrial, os “mini – potes” ganham as prateleiras dos supermercados em todo país. Cheiro e sabor sem igual. Teor nutritivo. Voltando ao assunto, o número de entregas e pedidos, não “cessa”, cujo escoamento é feito pela estrada vicinal.

Caminhões truck e carros com carroceria fazem o “carregamento” dos vidros dentro de caixas de papelão ondulado. Dali, seguem para grandes centros, formando aliança externa com outras cidades do eixo macro – econômico. A visão que temos da “paisagem pobre”, parte dela coberta de capim, se converte à esse “alimento açucarado”, essencial no cardápio.

O Homem atacado por onça-pintada é salvo por 5 cachorros em MS

Por André Rodrigues G1

Um homem de 58 anos foi salvo por 5 cachorros de estimação ao ser atacado por uma onça-pintada em uma fazenda de Porto Murtinho, a 440 km de Campo Grande.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o ataque foi no último domingo (14) e a vítima precisou de atendimento médico por conta dos ferimentos. Conforme a ocorrência, o homem levou uma mordida e um tapa do animal na região das costas, o que causou vários arranhões.

Segundo o relatado pelo homem à corporação, ele foi verificar a origem de um mau cheiro em uma mata acompanhado de seus cães. Ao chegar ao local, constatou que tratava-se de um animal morto e neste momento, foi atacado pela onça. Os cães começaram a latir, assustaram-na e ela fugiu.

Segundo o coronel Queiroz da Polícia Militar Ambiental (PMA), em duas outras ocasiões, funcionários de uma fazenda foram verificar mau cheiro e foram atacados por onças também, porque especialmente a onça-pintada costuma defender seu alimento:

“Ela mata a presa, depois fica se alimentando e vigiando essa carne. Essa é uma das formas em que ela pode atacar o ser humano, porque a onça-pintada não encara um ser humano adulto como uma presa, ela tende a se afastar, mas para defender seu alimento ou seus filhotes ela pode atacar”, explica.

O presidente da Organização Não-Governamental (ONG) Panthera, Leonardo Avelino, explica que a onça pode ter interpretado a presença dos 5 cães como uma “concorrência” alimentar para a caça que protegia: “As onças costumam ficar agressivas com a proximidade de cães, a razão do ataque pode ter sido justamente a presença deles”, afirma.

De acordo com os bombeiros, o homem foi levado para o hospital da cidade. Ele foi atendido e liberado no mesmo dia.

site:G1

Inscrições do Encceja para pessoas privadas de liberdade começam hoje

O período de inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos para detentos e jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Encceja Nacional PPL), começaram nesta segunda-feira (15), e seguem abertas até o dia 26 de julho.

O exame, aplicado pelo Inep, é destinado àqueles que não concluíram os estudos na idade adequada e serve como oportunidade de obter os certificados do ensino fundamental e médio. O participante deve ter, no mínimo, 15 anos de idade para certificação do fundamental e, pelo menos, 18 anos, para o ensino médio, na data da aplicação das provas nos dias em 8 e 9 de outubro.

O Encceja Nacional PPL é dividido em quatro provas objetivas por nível de ensino e uma redação. Cada prova objetiva tem 30 questões de múltipla escolha. Os que buscam a certificação do ensino fundamental serão avaliados nas seguintes áreas do conhecimento: ciências naturais; história e geografia; língua portuguesa, língua estrangeira, artes, educação física e redação; e matemática. Para o ensino médio, será exigido conhecimento nas áreas de ciências da natureza; ciências humanas; linguagens e códigos e redação; e matemática.