Está aberto o processo eleitoral para escolha de gestores das escolas

Os candidatos têm até o dia 21 para formar as chapas e fazer as inscrições. As votações serão realizadas em 27 de novembro

O Diário Oficial do DF desta terça-feira (15/10) define que o mandato dos novos diretores e vice-diretores das escolas públicas será de dois anos. Anteriormente, o período era de três anos. A Lei nº 4.751/2012, que dispõe sobre gestão democrática na rede pública de ensino, teve publicada nesta terça-feira as alterações propostas pelo secretário de Educação, João Pedro Ferraz, e aprovadas pela Câmara Legislativa.

As regras do processo eleitoral foram divulgadas no início de outubro. Agora, os candidatos têm até o dia 21 para formar as chapas e fazer as inscrições para as eleições. As votações serão realizadas em 27 de novembro.

Foto: Agência Brasília/Arquivo

Para sanar dúvidas, para que as eleições ocorram de maneira transparente e democrática, as coordenações regionais de ensino da SEEDF fizeram reuniões com membros das comissões eleitorais durante a primeira quinzena do mês outubro. Nesses encontros, os interessados puderam debater o processo eleitoral que escolherá os novos diretores e vice-diretores.

Uma novidade nesta edição das eleições foi a criação de comitês regionais dentro das coordenações de ensino, formados por servidores das próprias regionais e representantes de sindicatos, pais, responsáveis e estudantes. O grupo vai dar apoio para as comissões eleitorais locais.

Para concorrer aos cargos, as chapas deverão ser formadas por servidores efetivos e ativos das carreiras Magistério Público do Distrito Federal ou de Assistência à Educação do Distrito Federal. Para participar do pleito, também há exigência de que pelo menos um dos candidatos seja professor com mais de três anos de efetivo exercício em sala de aula.

* Com informações da Secretaria de Educação

Carnaval 2020: Latinhas de cerveja podem conter até 45 mil bactérias e 9 mil fungos

Em época de carnaval, muitos foliões optam por comprar as bebidas diretamente nos blocos ou nos comércios por onde a folia passa, mas é preciso ficar atento. Uma análise laboratorial realizada em 31 latinhas de bebidas como cerveja, refrigerante e suco compradas em diversos comércios encontrou milhares de micro-organismos que podem causar prejuízos à saúde.

Em apenas um dos produtos foram localizados 45 mil bactérias e 9,7 mil fungos e, em outro, 12 mil bactérias e 2,6 mil fungos. As bebidas estavam em geladeiras e prateleiras de supermercados, padarias, postos de combustíveis e bares. Do total, 29 latinhas apresentaram micro-organismos na tampa, onde ocorre o contato com a boca, segundo a análise da doutora em ciências de alimentos Rosana Siqueira.

O material retirado das tampas com cotonetes foi colocado em estufa durante alguns dias. Dentre os micro-organismos encontrados, a pesquisadora dá destaque para os coliformes fecais, o que indica a presença de fezes nas latas. “Diarreia, pode ter vômitos, febre, dores abdominais. Problemas como conjuntivite, otite ou até mesmo infecção urinária”, lista a doutora como possíveis resultados do contato humano com os micro-organismos.

Carnaval 2020: PRE vai intensificar fiscalização no trecho da BA-148 em Rio de Contas

Foto: Divulgação/PRE

A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) irá intensificar os trabalhos de fiscalização durante as festas de Carnaval na rodovia BA-148, no município de Rio de Contas.

A Operação Carnaval na cidade foi marcada com uma instrução e capacitação teórica e prática a todos os Policiais Militares que trabalharão diretamente no período momesco.

Os policiais atuarão de forma permanente no processo de fiscalização, checagem de documentos visando coibir veículos com restrições de furto/roubo além de veículos com chassi pinado ou suprimido que são usados de forma costumeira em cidades menores bem como combater o tráfico de drogas e de armas.

PRF inicia operação especial de fiscalização durante o carnaval 2020

Foto: Divulgação/PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia na sexta-feira (21), a Operação Carnaval 2020, uma ação especial de fiscalização nas rodovias que cortam a Bahia. A operação que segue até 23h59 de quarta-feira (26) tem como objetivo reforçar o policiamento preventivo em locais e horários de maior incidência de acidentes graves e de criminalidade, já que no período do carnaval há aumento do fluxo de veículos e motoristas que circulam pelas rodovias federais para diversos destinos.

De acordo com a PRF, a previsão é que o fluxo dos veículos nas rodovias aumente em até 70% em relação a média dos dias normais. O pico de movimento na saída para o feriado deve se concentrar entre o fim da tarde e início da noite de sexta-feira e na manhã de sábado (22). Já o retorno deve ter um fluxo maior de veículos durante a tarde e a noite de terça-feira (25).

Na manhã da Quarta-Feira de Cinzas, no dia 26 de fevereiro, a expectativa da PRF é que também haja fluxo intenso nas rodovias. O uso abusivo de álcool é uma das principais preocupações do órgão. Durante as abordagens, os policiais rodoviários federais farão uso do bafômetro passivo.

Sem médicos, governo Bolsonaro terá de readmitir profissionais cubanos

Foto: Karina Zambrana/Ministério da Saúde

Conforme decisão do Congresso Nacional, o governo de Jair Bolsonaro terá de readmitir profissionais da saúde cubanos para atender vagas com dificuldade de ocupação. De acordo com o El País, com a previsão de lançamento para fevereiro, o edital poderá contemplar até 1.800 médicos de Cuba sem a necessidade do Revalida.

No documento, considerado pelo governo como um chamamento público, os profissionais readmitidos terão um contrato de permanência de dois anos e atuarão na atenção básica de municípios isolados ou com extrema pobreza. Há, atualmente, 757 vagas ociosas deixadas por médicos que desistiram de trabalhar nas localidades anteriormente especificadas.

Os médicos cubanos alvos das readmissões serão aqueles que por decisão própria decidiram permanecer no Brasil, vivendo em sua maior parte de serviços diferentes da formação profissional. Para a coordenação do programa “Médicos Pelo Brasil”, existe uma preocupação do ponto de vista humanístico de como eles estão vivendo no país.

Mais de 17 milhões de eleitores já baixaram o aplicativo e-Título

Os Dados divulgados pela Justiça Eleitoral no último mês, revelam que mais de 17 milhões de eleitores brasileiros já baixaram o aplicativo e-Título. Ao todo, 17.037.057 pessoas optaram pela versão digital do título eleitoral, que dispensa a impressão da segunda via do documento em papel.

O download do app está disponível para celulares ou tablets com o sistema operacional Android ou IOS. Depois de baixar o aplicativo, basta inserir os dados pessoais para ter em mãos o documento digital. O e-Título permite também a emissão das certidões de quitação eleitoral e de crimes eleitorais. Essas declarações são emitidas por meio do QR Code do aplicativo, possibilitando a leitura pelo próprio celular.

Caso o eleitor já tenha feito o cadastramento biométrico (cadastro das impressões digitais, fotografia e assinatura) na Justiça Eleitoral, a versão do e-Título virá acompanhada de foto, facilitando a sua identificação na hora do voto. Contudo, se ainda não tiver feito o cadastro da biometria, a versão do e-Título será baixada sem fotografia. Nesse caso, o eleitor deverá levar outro documento oficial com foto para se identificar perante o mesário para votar. Em todo o Brasil, 14.369.325 e-Títulos baixados são de eleitores com biometria; os outros 2.667.732 pertencem a pessoas que ainda não fizeram o cadastro biométrico.

Está em estudo no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a possibilidade de aperfeiçoar o aplicativo para transformá-lo, futuramente, em uma plataforma de serviços eleitorais, com a possibilidade de fazer a transferência e a comprovação do domicílio eleitoral, além da justificativa de ausência às urnas. Por enquanto, o e-Título não é capaz de validar impressões digitais.

São Paulo/Condeúba: Morreu Odilart Novaes Mendes aos 84 anos de idade

 

 

Odilart Novaes Mendes morreu aos 84 anos de idade

Morreu nesta madrugada de terça-feira dia 18 de fevereiro de 2020, às 03:00 horas, em São Paulo Capital. O Sr.  Odilart Novaes Mendes aos 84 anos de idade. Odilart era divorciado e deixou 6 filhos e muitos netos e bisnetos. Odilart nasceu no Morro da Feirinha.  Irmão de Jadir e Iazinha “Falecidos” Dizinho do Morro, Januário e Nenza. Seu corpo está sendo velado no Cemitério de Vila Alpina em São Paulo onde será sepultado.

Nós do Jornal Folha de Condeúba deixamos nossos profundos sentimentos à família enlutada por essa perda irreparável deste ente tão querido. Que o bom Deus o tenha ao seu lado para a eternidade, descanse em paz velho amigo e irmão Odilart.

Documento de carro passará a ter formato digital

Os Departamentos Estaduais de Trânsito (Detran) de todo país tem até o mês de junho deste ano para se adaptar ao documento de carro na forma digital. Nove estados brasileiros já adotaram a mudança e o resto do país tem até junho para concluir a readequação.

Para adquirir o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo eletrônico (CRLV-e), é preciso baixar um aplicativo gratuito no site do Detran. Depois que for efetuado o pagamento do IPVA, o documento estará disponível.

Os policiais poderão acessar o documento ao aproximar o leitor de QR Code. As carteiras que foram emitidas a partir de 2017 já contêm a tecnologia. Os motoristas que não possuírem o código de segurança terão que tirar uma segunda via do documento.

Brumado: Aposentados e pensionistas estão recebendo empréstimos não solicitados

Em Brumado, dezenas de aposentados e pensionistas estariam recebendo depósitos a título de empréstimo direto na conta bancária sem nunca terem solicitado o dinheiro. Do início de 2019 até janeiro deste ano, o advogado Jorge Malaquias Filho recebeu várias reclamações relativas a empréstimos consignados não autorizados pelos clientes.

Em um dos casos atendidos por ele, a financeira chega a descontar todos os meses uma parcela no valor de R$ 400. Segundo o advogado, esse tipo de ação tem sido recorrente em nosso município. Mesmo que o cliente não saque o valor, enquanto o dinheiro não volta para o banco, as parcelas são descontadas, todo mês, na aposentadoria, em um valor definido pelo banco.

“Isso é um absurdo e fere o código de defesa do consumidor, tendo em vista que não foi requerido, que não foi pedido sequer empréstimo dessa financeira”, disse Filho. O Banco Central vem fiscalizando as operações de crédito consignado e já foram instaurados dez processos administrativos sancionadores.

De acordo com o advogado, o cidadão que receber um empréstimo não solicitado, deve entrar em contato com a instituição que enviou o valor e pedir os dados bancários para devolver o valor recebido sem qualquer custo.

Quando vão queimar os livros?

* Levon Nascimento

Professor Levon Nascimento

Logo pela manhã, li a notícia de que a Secretaria de Educação do Estado de Rondônia havia enviado ofício sigiloso às bibliotecas escolares ordenando que obras literárias dos grandes mestres brasileiros fossem retiradas de circulação.

Dentre os autores: Machado de Assis, Nelson Rodrigues, Euclides da Cunha, Osvald de Andrade, Rubem Braga, etc. Explicito: até o maior escritor da Língua Portuguesa, o “mulato” Joaquim Maria Machado de Assis!

Em que pese o recuo do secretário de educação rondoniense, após vazado o ofício sigiloso, é bom lembrar a quem não sabe que o governo de Rondônia está alinhado ao pensamento de Jair Bolsonaro e ao famigerado Escola Sem Partido, batalha fanática de extrema-direita que apregoa o risco de um tal de marxismo cultural, simplesmente inexistente.

Para essa gente, qualquer arte e pensamento crítico é comunismo. Eles odeiam a inteligência.

Também é preciso ressaltar que toda ditadura proíbe a leitura de livros que considera oponentes à sua ideologia. É na democracia que há liberdade para o pensamento e a expressão. Estamos em ditadura no Brasil?

Que se ressalte que o governo Bolsonaro planeja financiar apenas peças teatrais e obras cinematográficas que falem o seu idioma fundamentalista. Volto a perguntar: estamos numa democracia?

Porém, o que mais me admirou na notícia é que no tal ofício de Rondônia havia uma ordem expressa para que “todos os livros de Rubem Alves” fossem suprimidos. Continue Reading