Categoria: Internacional

Coronavírus: Fiocruz inicia aplicação da vacina de Oxford

Foto: Reprodução/G1

A Fiocruz começou, neste sábado (23), as primeiras imunizações com a vacina da Oxford/AstraZeneca. Os primeiros vacinados foram o infectologista Estevão Portela e a pneumologista Margareth Dalcolmo. A cerimônia ocorreu de forma simbólica, horas depois do desembarque de 2 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca no Rio.

De acordo com o G1, o carregamento foi produzido no Instituto Serum, na Índia, e passou por um procedimento de análise de segurança na Fiocruz antes de ser liberado ao Ministério da Saúde, que vai distribuí-lo aos estados. até domingo (24). Logo após ser vacinada, Dalcolmo disse que o país poderá celebrar — de verdade — quando tiver uma cobertura vacinal significativa. “Pensei que vai chegar um dia que realmente poderemos comemorar.

Hoje é um dia simbólico. Nós vamos comemorar de verdade quando tivermos 70% da população vacinada”, disse Dalcolmo. A especialista aproveitou o momento para homenagear os profissionais da Saúde que “passam por momentos dificílimos” na linha de frente. Ela repetiu que todas as vacinas aprovadas são seguras e estimulou a população a confiar na ciência.

“Qualquer movimento que desestimule a população ou as pessoas a não tomarem a vacina, que é a única solução capaz de interromper a cadeia de transmissão e controlar uma pandemia desta magnitude, está fazendo um desserviço, uma desumanidade. Algo injustificável. Considero os movimentos anti vacina marginais e sem nenhuma possibilidade de defesa”, criticou.

Índia começará exportação de vacina de Oxford para o Brasil na sexta

O governo da Índia autorizou a exportação de vacinas contra Covid-19. Com isso, as primeiras doses devem ser enviadas ao Brasil na sexta-feira (20), informou o secretário de Relações Exteriores indiano à agência Reuters.

Adquiridas pelo governo brasileiro, as vacinas produzidas pela farmacêutica britânica AstraZeneca e pela Universidade de Oxford estão sendo fabricadas no Serum Institute, na Índia, o maior produtor mundial de vacinas, que recebeu pedidos de países de todo o mundo.

A exportação de doses havia sido proibida pelo governo indiano até que o país iniciasse seu próprio programa de imunização, no fim de semana passado.

“O fornecimento das quantidades cmercialmente contratadas também começará a partir de amanhã (sexta), começando por Brasil e Marrocos, seguidos de África do Sul e Arábia Saudita”, afirmou o secretário de Relações Exteriores indiano Harsh Vardhan Shringla.

No início desta semana, o país enviou carregamentos gratuitos para países vizinhos, incluindo Butão, Maldivas, Bangladesh e Nepal.

Fonte: Bahia Notícias

Dinossauro encontrado na Argentina pode ser o maior conhecido

Restos fósseis encontrados em 2012 no sudoeste da Argentina correspondem a um saurópode de 98 milhões de anos, cujo tamanho pode superar o do Patagotitan mayorum, o maior dinossauro já conhecido, segundo uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira, 20.

Os ossos são 10% a 20% maiores que os do patagotitano mayorum, que pesava cerca de 70 toneladas e media cerca de 40 metros de comprimento, explicou Alejandro Otero, pesquisador do Museu La Plata em relatório publicado pela Agência de Divulgação Científica da Universidade Nacional de La Matanza (Ctys-UNLM).

“O que foi encontrado até agora são as primeiras 24 vértebras da cauda, partes da cintura pélvica e da cintura peitoral. Os restos continuam sob a rocha e continuaremos seu resgate em campanhas futuras”, disse o autor da primeira comunicação sobre o exemplar publicada na revista científica Cretaceous Research.

Os trabalhos de escavação só começaram em 2015, disse ao CTys-UNLM o paleontólogo José Luis Carballido, que conduziu os estudos sobre o Patagotitan e avistou o novo exemplar no vale do rio Neuquén.

Carballido é pesquisador do Museu Egidio Feruglio e do Conselho Nacional de Pesquisas Científicas e Técnicas (Conicet).

O exemplar apareceu na formação Candeleros, uma unidade rochosa com cerca de 98 milhões de anos, disse o geólogo Alberto Garrido, diretor do Museu de Ciências Naturais de Zapala, na província de Neuquén.

Fonte: atarde.uol

Nova doença pode gerar pandemia mais letal que Covid-19, alerta especialista

O microbiologista congolês Jean-Jacques Muyembe Tamfum, alertou para uma nova pandemia que pode ser mais letal que a Covid-19.

Para a CNN, o especialista contou sobre o caso de uma paciente que apresentava sintomas da ebola, mas exames deram negativo para a doença.

O cientista, que é um dos médicos que ajudou a descobrir o vírus ebola, no Congo, em 1976, teme que essa seja uma “doença X”, um conceito da Organização Mundial da Saúde (OMS) para alguma enfermidade inesperada ou desconhecida que ainda pode aparecer.

Tamfum acredita que um novo patógeno seguirá o mesmo padrão de transmissão de outras doenças, passando de animais para seres humanos. “Estamos agora em um mundo onde novos patógenos surgirão. E é isso que constitui uma ameaça à humanidade”, afirmou o pesquisador à CNN.

Fonte: 97news

Covid-19: Anvisa aprova uso emergencial das vacinas Coronavac e Oxford

Foto: EBC

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso emergencial das vacinas contra a Covid-19 Coronavac e de Oxford. Os pedidos foram apresentados pelo Butantan e Fiocruz, respectivamente, para apreciação por parte do órgão. A reunião extraordinária ocorre neste domingo (17) desde às 10h. A relatora dos pedidos, Meiruze Freitas, deu parecer favorável à aprovação dos imunizantes neste domingo (17).

Durante o voto ela fez ressalvas a alguns pontos dos dois estudos, mas por fim entendeu que as duas vacinas têm capacidade de seguir em processo de avaliação e aprovação pela Anvisa para uso emergencial. A Coronavac foi desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, que vai ser responsável pela fabricação do imunizante no Brasil.

Já a vacina cujo pedido foi apresentado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), foi desenvolvida pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, em parceria com o laboratório AstraZeneca. As duas vacinas foram submetidas à análise do corpo técnico da Anvisa e foram recomendadas por três áreas técnicas da agência, a Gerência Geral de Medicamentos, a coordenação de Inspeção e Fiscalização de Insumos Farmacêuticos e a Gerência Geral de Monitoramento de Produtos Sujeitos à Vigilância Sanitária.

Após oxigênio, Venezuela oferece 107 médicos para auxiliar no combate à Covid em Manaus

O ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, informou neste sábado (16) que 107 médicos formados no país se ofereceram para ajudar a cidade de Manaus (AM) no combate à Covid-19.

A capital amazonense vive colapso do sistema de saúde, agravado pela falta de oxigênio para suprir a demanda de internações pela doença.

Segundo o anúncio, os profissionais da Associação dos Médicos Formados no Exterior (Amfex) se apresentaram nesta sexta-feira (15) ao consulado venezuelano em Boa Vista, no estado de Roraima.

A brigada, formada por médicos brasileiros e venezuelanos graduados na Universidade de Caracas, enviou um documento ao governador Wilson Lima (PSC), no qual afirmam que “107 médicos residentes no Brasil estão à inteira disposição para prestar o apoio que seja necessário para nessa luta contra o coronavírus e a favor da vida humana”.

Na quinta (14), o governo venezuelano anunciou o envio de uma carga de oxigênio hospitalar produzido no país para o Amazonas.

Segundo o ministro, os primeiros caminhões com milhares de litros da substância saíram ontem (16) da Venezuela.

Viajantes do Brasil e outros 14 países são proibidos de entrar no Reino Unido

Viajantes do Brasil e de outros 14 países ficarão proibidos de entrar no Reino Unido. A decisão do país foi tomada por receio da disseminação da nova variante do coronavírus. A proibição foi anunciada nesta quinta-feira (14) e passa a valer a partir de sexta (15).

Além do Brasil a proibição também afeta Argentina, Bolívia, Cabo Verde, Chile, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Guiana, Panamá, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela.

Uma nova variante do coronavírus foi encontrada no Amazonas, segundo resultados de uma pesquisa divulgados Fiocruz Amazônia nesta segunda-feira (11).

A nova variante, chamada de B.1.1.28, é motivo de preocupação para o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson. “Estamos tomando providências (para proteger o país) em relação à variante brasileira. Acho que é justo dizer que ainda temos muitas dúvidas sobre essa variante “, disse ele a um comitê parlamentar.

Fonte: Bahia Notícias

Luto! Morte precoce e inesperada de Jéssica Campbell famosa atriz deixou todos em choque

A morte é sempre algo complicado de se encarar, mesmo sabendo que não há como fugir dessa lei da natureza, pois o morrer faz parte do ciclo da vida, onde tudo que existe nasceu, está em desenvolvimento e um dia deixará de existir.

Ultimamente temos noticiado muitas perdas entre os famosos, e mais uma vez, uma grande estrela nos deixou para ir brilhar em outro plano.

Estamos falando da famosa atriz Jessica Campbell, que foi encontrada sem vida aos 38 anos de idade, em 29 de dezembro, mas somente nesta quarta-feira, dia 13 de janeiro, a família divulgou a notícia.

Jessica ganhou notoriedade desde que estreou na série ‘Freaks and Geeks e ‘Eleição’.

De acordo com a revista “Variety”, ainda não se sabe a causa da morte, mas foi confirmado que a jovem faleceu após passar mal em seu consultório depois de atender um paciente.

Ainda de acordo com as informações Jessica havia trocado a carreira artística para se dedicar a medicina e se especializou em medicina naturopata, no estado do Arizona, nos Estados Unidos.

A morte da atriz repentinamente, repercutiu e deixou seus amigos e fãs em choque, familiares não falaram a respeito de velório ou enterro até o momento do fechamento desta pauta. A polícia investiga as circunstancias e causa do óbito precoce e repentino de Jessica Campbell, que deixa muita saudade e um grande legado.

Fonte: G1

Rui Costa comanda primeira reunião com grupo de trabalho para viabilizar nova montadora para a Bahia

Foto: Elói Corrêa/GOVBA

A primeira reunião do Grupo de Trabalho que foi criado pelo governo estadual para viabilizar a atração de uma nova montadora para a planta da Ford instalada na Bahia foi realizada na tarde desta terça-feira (12), na sede da Governadoria.

“A partir de ontem [12], esse grupo irá trabalhar para apresentar o que a Bahia tem a oferecer para esses investidores, que é uma belíssima estrutura, já que temos a maior planta industrial automotiva da América do Sul, estrutura portuária, o parque tecnológico do Senai Cimatec Industrial, inclusive com campo de prova. É tudo isso que vamos apresentar. Já enviamos os primeiros documentos a embaixadas de outros países e estamos esperando que eles nos ajudem a encontrar esses fabricantes para que eles vejam que excelente oportunidade é investir no Brasil e na Bahia”, detalhou o governador Rui Costa.

O governador também fez questão de reforçar que o Estado vai dar todo o suporte necessário aos trabalhadores da Ford, inclusive com a elaboração de um banco de dados para servir de subsídio para empresas que possam vir a empregá-los.

Além de Rui e de trabalhadores da montadora, participaram do encontro representantes da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), do Sindicato dos Metalúrgicos da Bahia, da Casa Civil e das secretarias estaduais da Fazenda (Sefaz), de Desenvolvimento Econômico (SDE) e do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).

Boeing 737-500 some do radar logo após decolar na Indonésia

Guarulhos- SP- Brasil- 02/11/2012- Avião pousando no aeroporto Internacional de Guarulhos. Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas

Um Boeing 737-500 com cerca de 50 passageiros que fazia um voo interno entre as cidades de Jacarta e Pontianak, na Indonésia, perdeu contato com o tráfego aéreo. A informação foi divulgada por autoridades locais.

A aeronave, da companhia aérea indonésia Sriwijawa Air, fundada em 2003, decolou de Jacarta na manhã deste sábado (9), mas desapareceu dos radares cerca de quatro minutos após deixar a capital do país.

O Flightradar24, site que disponibiliza a localização de aviões do mundo todo em tempo real, divulgou em redes sociais que o voo SJ182 “perdeu mais de dez mil pés de altitude em menos de um minuto, cerca de quatro minutos depois de partir de Jacarta.”

Um membro do Governo indonésio declarou mais cedo que pescadores encontraram o que aparentam ser destroços de uma aeronave nas águas a norte de Jacarta. A situação está sendo investigada.

A aeronave tem 27 anos, segundo dados informados pelo Flightradar24.