Em nova pesquisa, humanidade começa a explorar o Sol

Foto: Reprodução/Nasa

No último dia 4, quarta-feira, a espécie humana começou oficialmente a exploração da estrela mais próxima da Terra: o Sol. Devido a informações enviadas pela sonda Parker, da Nasa, cientistas estão revendo diversas teorias sobre o espaço. As descobertas foram publicadas em quatro artigos na revista científica Nature. Trata-se da sonda que mais perto chegou da estrela até agora — feito possível apenas graças ao revestimento de carbono de 11 centímetros de grossura que envolve a máquina.

Por causa dele, a sonda é capaz de enfrentar temperaturas de quase 1,4 mil graus Celsius — muito inferiores às da superfície solar, mas suficientes para orbitar o astro. A Parker Probe, como é chamada pelos pesquisadores, foi lançada ao espaço em 2018 e custou aproximadamente 1,5 bilhão de dólares (o equivalente a mais de 6 bilhões de reais). Os responsáveis pelo projeto são da renomada Universidade Johns Hopkins (EUA).

E quais foram os frutos desse investimento bilionário? O maior avanço obtido pela sonda até agora foi relativo ao vento solar, nome dado a uma corrente de partículas energizadas que são emitidas pelo Sol e flutuam pelo espaço. A Parker Probe capturou a melhor visão que se tem até o momento do local de nascimento do vento solar, na superfície do astro.

Além disso, as informações repassadas pela máquina indicaram que a rotação dessa corrente é muito mais rápida do que se esperava, e chega aos 50 quilômetros por segundo (em contraste, os cientistas estimavam sua velocidade em alguns poucos quilômetros por segundo). A revelação tem feito com que os especialistas se perguntem se uma de suas teorias sobre estrelas está equivocada. A ideia mais aceita até agora era a de que, ao envelhecer, os astros diminuíssem a velocidade da rotação.

No entanto, a descoberta de que o vento solar é bem mais rápido do que se pensava pode sugerir que isso nem sempre é verdade, e que o Sol está girando cada vez mais rápido. Até agora, Parker deu três voltas ao redor do Sol. No final da missão, em 2025, é esperado que ela complete a órbita 21 vezes. Por enquanto, resta aos astrônomos esperar para ver quais outros enigmas podem ser resolvidos com a ajuda da sonda.

Mulher transexual é presa em cela feminina e engravida detenta

Um detento que cumpria pena em uma penitenciária na cidade de Córdoba, na Argentina, resolveu mudar de nome e se declarar mulher trans. Após alegar a mudança de gênero na justiça, ele ganhou o direito de ser colocado numa prisão feminina. De acordo com a imprensa local, alguns meses depois, uma das detentas ficou grávida após manter relações sexuais com o homem que a pouco tempo passou a se chamar Gabriela.

Ainda segundo os jornais, o caso aconteceu há dois meses, mas o episódio veio a público semana passada, através da história do advogado Juan Gacitúa, no programa argentino “El show de la Mañana”. “A lei é muito mais rápida do que a infraestrutura que o Estado pode fornecer”; disse o advogado com relação ao que aconteceu, uma vez que, segundo ele, houve diversas reclamações de mulheres que se queixaram da presença da autodeclarada prisioneira, na prisão feminina.

“O prisioneiro, Gabriel, mudou seu nome para Gabriela e o Serviço Penitenciário, por ordem de um juiz, transferiu-o da prisão masculina para a prisão feminina”, disse Gacitúa. “Isso é garantido por lei. Foi lá que ele fez contato com as detentas e engravidou uma delas.” Segundo as autoridades, Gabriel havia sido preso por violência contra mulheres e após ter engravidado uma das detentas, um juiz decidiu libertá-lo da prisão.

Miopia: ‘Cirurgia a laser deveria ser proibida’, diz ex-consultor da FDA

Foto: Thinkstock/Veja

Aclamada por médicos e pacientes como uma cirurgia com bons resultados em pessoas com miopia, hipermetropia ou astigmatismo, a operação conhecida como Lasik está sendo alvo de contestações.

Morris Waxler, ex-consultor da Food and Drug Administration (FDA), agência reguladora de remédios nos Estados Unidos, que originalmente votou pela aprovação da cirurgia ocular, agora diz que o procedimento deve ser retirado do mercado.

“Ignoramos os dados sobre distorções da visão que persistiram por anos”, disse Waxler, à CBS News. “Examinei novamente a documentação e pensei: ‘Uau, isso não é bom.’” Waxler calcula que as taxas de complicações ficam entre 10 e 30%.

A cirurgia LASIK usa um laser especial para remodelar a córnea e melhorar o “poder de foco” do olho. O procedimento foi aprovado pelas autoridades federais em 1998.

Waxler fala também que o próprio site da agência federal de saúde detalha os riscos associados ao procedimento, que incluem perda de visão, “sintomas visuais debilitantes” – como brilho, halos e visão dupla e que a segurança e eficácia a longo prazo da cirurgia não são conhecidas”.

Waxler, que em 2011 solicitou à FDA que emitisse um recall voluntário da LASIK, mas foi negado, disse à CBS News que o procedimento deve ser “absolutamente” proibido.

O FDA disse à CBS News em comunicado que a agência “não encontrou nenhuma nova preocupação de segurança associada aos dispositivos LASIK”. O assunto é bastante polêmico, já que o procedimento é aprovado por mais de 90% dos pacientes que passaram por ela.

Evo Morales renuncia ao cargo de presidente da Bolívia

Evo Morales renunciou ao cargo de presidente Carlos Garcia Rawlins / Reuters 

Evo Morales renunciou ao cargo de presidente da Bolívia. Em pronunciamento feito de Chimboré, na província de Cochabamba, diz que o faz para que os opositores parem de cometer violências contra seus apoiadores.

No pronunciamento, acompanhado de seu vice-presidente, Alvaro Garcia Linera, Morales acusou Carlos Mesa, ex-presidente, e Luis Fernando Camacho, líder dos protestos de oposição, de cometerem um golpe de Estado.

PUBLICIDADE

“Estamos renunciando para que nossos irmãos mais humildes deixem de ser agredidos. Família pobres, humildes, não queremos que haja enfrentamentos”, disse Morales. “Decidimos renunciar ao nosso triunfo para que haja eleições, tudo isto pela Bolívia, pela pátria.”

Cerca de uma hora antes, o comando das Forças Armadas da Bolívia e os chefes de polícia haviam feito anúncios pedindo a renúncia de Morales.

Eleições iniciaram crise que levou à renúncia

A decisão de Evo Morales ocorre vinte dias após a votação que teria lhe garantido o quarto mandato consecutivo à frente do governo boliviano já no primeiro turno, vencendo o opositor e ex-presidente Carlos Mesa.

O resultado das eleições de 20 de outubro, no entanto, foram contestados pela oposição e deflagraram grandes protestos contra e a favor de Morales.

Os confrontos entre partidários e opositores do presidente se intensificaram na última semana.

Motins em quartéis e auditoria

No sábado (9), houve notícias de motins em quartéis de polícia. No domingo, a auditoria eleitoral feita pela OEA (Organização dos Estados Americanos) apontou a existência de indícios de fraude. De imediato, Morales foi à TV para anunciar que aceitava o resultado da auditoria e convocaria novas eleições.

À tarde, a movimentação nas ruas aumentou. Com a prisão de membros do Tribunal Supremo Eleitoral, acusados de envolvimento com as fraudes, e adesão das Forças Armadas, da Chefia de Polícia e da Defensoria Pública às pressões por renúncia, Morales partiu de avião de La Paz para Chimboré.

No pronunciamento sobre a renúncia, Morales denunciou diversos atos violentos contra líderes do seu partido MAS e às famílias dele e de Linera. “Se algo acontecer com Evo ou Álvaro, saibam, será responsabilidade de Mesa e Camacho.”

Substância do ipê-roxo é testada em novo remédio contra câncer de próstata

Foto: Reprodução/Flickr

O ipê-roxo, árvore comum na mata atlântica brasileira, está no centro de pesquisas que investigam um novo tratamento para o câncer de próstata. O projeto, feito em parceria entre pesquisadores da UFC (Universidade Federal do Ceará) e da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), criou uma substância análoga à beta-lapachona, encontrada nas árvores com menor toxicidade.

A pesquisa foi finalista na categoria inovação tecnológica em oncologia da edição 2019 do prêmio Octavio Frias de Oliveira, uma iniciativa do Icesp (Instituto do Câncer do Estado de São Paulo Octavio Frias de Oliveira), em parceria com o Grupo Folha. A patente foi registrada nos EUA com ajuda da Universidade do Texas.

Segundo uma das autoras da pesquisa, Cláudia do Ó Pessoa, da UFC, os medicamentos hoje no mercado enfrentam dois problemas: a resistência que as células tumorais desenvolvem ao longo do tratamento e os efeitos colaterais, que muitas vezes impedem a pessoa de continuar recebendo a terapia.

As pesquisas com plantas da biodiversidade brasileira visam encontrar soluções para esses dois problemas. A toxicidade da beta-lapachona e, consequentemente, os efeitos colaterais que ela pode causar foram dribladas com a associação do selênio, que ajudou a poupar as células normais e atingir apenas as células tumorais.

Os testes foram feitos in vitro e ainda precisam ser validados em animais. Na UFMG, a pesquisa foi liderada por Eufrânio Nunes Silva Júnior. Também participam Eduardo Henrique Guimarães Cruz, da Universidade Federal de Santa Catarina, e David A. Boothman e Molly Silvers, da Universidade do Texas.

Desnutrição e sobrepeso afetam uma em cada três crianças no mundo, revela Unicef

Foto: Getty Images

A desnutrição ou sobrepeso são condições que atingem uma a cada três crianças com menos de cinco anos no planeta de acordo com um relatório do Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) divulgado nesta semana. O documento adverte para o fato de que crianças com desnutrição ou sobrepeso acabam tendo mais chances de acarretar problemas de saúde durante toda a vida.

De acordo com o relatório, pelo menos 227 milhões de crianças dos 676 milhões que habitavam o planeta em 2018 são afetadas por esses problemas alimentares. O texto revela ainda que 340 milhões de crianças sofrem de carências alimentares. A Unicef ainda chamou a atenção para a “tripla carga”, de desnutrição, sobrepeso e carências, que vem sendo acumulada pelos países devido a globalização dos hábitos alimentares, a persistência da pobreza e a mudança climática.

O documento da Unicef é o maior sobre o assunto dos últimos 20 anos. Ele ainda identificou que 149 milhões de crianças no mundo têm atraso no crescimento devido à desnutrição crônica, e 50 milhões são magros em relação à sua estatura, devido à desnutrição aguda ou a um problema de absorção de nutrientes.

Reportagem da Folha de S. Paulo destaca que paralelamente, o sobrepeso e a obesidade tem apresentado um crescimento veloz, com um total de 40 milhões de crianças pequenas afetadas, inclusive nos países pobres. Enquanto o problema era praticamente inexistente nos países com baixa renda em 1990 (3% deles tinham mais de 10% de crianças com sobrepeso), agora três quartos deles enfrentam a questão.

‘O mar é minha vida, não posso ver esse horror e não fazer nada’: os voluntários que estão limpando o óleo do mar no ‘braço’

‘O mar é minha vida, não posso ver esse horror e não fazer nada’: os voluntários que estão limpando o óleo do mar no ‘braço’.

Com Farol de Itapuã ao fundo, voluntários trabalham na limpeza do óleo em Salvador Foto: Victor Uchôa/BBC News Brasil / BBC News Brasil

Desde às 6h, as mensagens não param de apitar no celular do salva-vidas Lucas Nelli. Mas essas que acabam de chegar, às 8h56 da sexta-feira, são aquelas que ele não gostaria de ver — o que é inevitável.

Direto da praia da Pedra do Sal, a 800 metros do Farol de Itapuã, em Salvador, uma amiga manda fotos com a situação de momento.

A maré alta da madrugada carregou pra cima das pedras o óleo cru que invade o litoral do Nordeste desde 30 de agosto. As algas estão cobertas pela lama negra e as pelotas sólidas de óleo boiam nas piscinas naturais, que começam a secar com a descida da maré.

Previamente preparado, Lucas ruma direto à praia. Ali, serão horas sob o sol forte e a uma temperatura de 30º C — com sensação mais elevada —, envolto numa atmosfera carregada de toxinas e odor de betume. E ele faz isso voluntariamente.

“O mar é minha vida. Eu sou salva-vidas, surfista e desenvolvo uma terapia pessoal no mar. Não posso ficar vendo esse cenário de horror e não fazer nada. Eu tô há dias sem dormir direito, estressado, acordo já com 500 mensagens no celular, mas é isso mesmo. Fazer o quê?”, resigna-se Lucas.

Como salva-vidas, sua escala prevê que ele trabalhe quatro dias e folgue quatro. Esta semana, a folga foi ocupada integralmente pela limpeza de praias. Continue Reading

Enem é aceito em 42 instituições de ensino portuguesas

A principal porta de acesso para o ensino superior no Brasil, o Exame Nacional do Ensino Médio ( Enem ) agora também é aceito pelo Instituto de Estudos Superiores de Fafe (IESFafe), de Portugal. Este é, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o 42º convênio firmado com instituições portuguesas de ensino superior.

A instituição é voltada principalmente para as áreas de educação, tecnologia, gestão de empresa e turismo. Os cursos são pagos, mas é possível pleitear bolsas de estudo, de acordo com informações na página da instituição. Os participantes do Enem 2019, segundo o Inep, já poderão se beneficiar do novo acordo.

O Enem Portugal, programa de acordos entre o Inep e as instituições de educação superior portuguesas, foi criado em 2014. Mais de 1,2 mil brasileiros que ingressaram nessas instituições por meio dos convênios do Inep.

Morre na Itália, aos 89 anos, o Monsenhor Antônio Pianca

Morreu, aos 89 anos, o Monsenhor Antônio Pianca

Morreu, aos 89 anos, o Monsenhor Antônio Pianca. O falecimento ocorreu no final da tarde desta sexta-feira (11), em Vittorio Veneto, na Itália.

Segundo o Portal Fala Você, o Monsenhor encontrava-se com saúde debilitada e teve piora em seu quadro nos últimos dias.

De acordo com o padre Eutrópio Aécio, da Paróquia São Geraldo Majella, notícias recebidas da Itália são de que, mesmo debilitado, Pianco fazia suas orações em português todos os dias antes de falecer.

O religioso atuou na Paróquia de São Antônio em Guanambi entre os anos de 1998 e 2008. Pianca foi o idealizador e fundador das Rádios 104 FM e 106 FM.

O Monsenhor residia atualmente numa casa de padres idosos, na Diocese de Vittorio Veneto, no interior da Itália.

Nascido em 27 de fevereiro de 1930, na pequena Gaiarine, província de Treviso, Antônio Pianca foi ordenado padre em 28 de junho de 1953, na Catedral de Vittorio Veneto. Durante muitos anos atuou no Brasil como missionário “fidei donum”.

Em São Mateus, no Espírito Santo, Pianca atuou como padre nas décadas de 60 e 70. Sua passagem pela cidade também foi marcada pelo pioneirismo. Ele foi um dos fundadores e incentivadores do Centro Educativo Recreativo Associação Atlética São Mateus, uma das principais agremiações esportivas do Estado.

O padre recebeu o título de Monsenhor por Dom Alberto de Caetité.

De volta à Europa, o Monsenhor atuou como Pároco e como Colaborador pastoral da Paróquia de O sepultamento do Monsenhor Antônio Pianca será na próxima terça-feira (15). A celebração de exéquias, do mistério pascal de Cristo, será na igreja paroquial de Fratta di Caneva, às 15h (horário local).

O comunicado do falecimento aos amigos do Monsenhor em Guanambi foi pela rede social do Padre Lívio Dall’Anese, companheiro de Paróquia na cidade. Padre Lívio ressalta o trabalho incansável de Padre Antônio como “evangelizador, um verdadeiro pastor do povo, um fiel ministro da Igreja”.

Missa de canonização de Irmã Dulce será transmitida ao vivo pela TVE Bahia

A missa de canonização de Irmã Dulce, realizada no dia 13 de outubro no Vaticano, será transmitida ao vivo na TVE Bahia a partir das 5h da manhã. A freira baiana será proclamada Santa pela Igreja Católica, em uma celebração presidida pelo Papa Francisco, na qual a religiosa receberá a alcunha de Santa Dulce dos Pobres.

A cobertura especial será apresentada por Jhonatã Gabriel e ao longo da cerimônia serão exibidos conteúdos sobre a história de Irmã Dulce. A transmissão será reexibida no mesmo dia, às 21h.

Por: CliC101 | TVE