Categoria: Internacional

Sindmineradores vai denunciar IMI FABI à Organização Internacional do Trabalho

Após denúncia encaminhada ao Ministério Público do Trabalho (MPT) por práticas de assédio moral e desvio de função de trabalhadores, sem que nenhuma medida tenha sido tomada pela direção da empresa para coibir tais práticas, a direção do Sindmine de Brumado irá protocolar uma representação junto à Organização Internacional do Trabalho (OIT) denunciando as inaceitáveis práticas e cobrando as devidas apurações e providências.

Nos últimos dias, a direção do Sindmine fez reuniões com trabalhadores de vários setores, ocasião em que confirmaram tudo o quanto foi denunciado e se colocaram à disposição da Entidade para prestarem depoimentos às autoridades que acompanham os fatos.

Além disso, a direção do Sindmine foi informada que, além das práticas de assédio e desvio de função, a direção local da IMI FABI formou um grupo denominado “núcleo duro” para pressionar e assediar os trabalhadores, bem como facilitar para os parceiros e empresa terceiras facilidades em troca de benefícios pessoais.

WhatsApp, Facebook e Instagram apresentam instabilidade

No inicio da tarde desta segunda-feira (4), o WhatsApp, Facebook e Instagram apresentam instabilidade. Internautas em todo o mundo estão relatando dificuldade pra acessar os serviços que pertencem ao Facebook.

No Twitter, os perfis do Facebook e do WhatsApp postaram: “Estamos cientes de que algumas pessoas estão enfrentando problemas com o WhatsApp no momento. Estamos trabalhando para que as coisas voltem ao normal e enviaremos uma atualização assim que possível”

Risco de pegar Covid-19 aumenta em quase cinco vezes ao não se vacinar

A chance de uma pessoa não vacinada se infectar pelo coronavírus é aproximadamente cinco vezes maior quando comparada com a de quem já está completamente imunizado, afirma o CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos). Esse valor, calculado nos EUA, é de um cenário em que a delta já corresponde à maior parte dos casos de Covid, como é a realidade também de alguns estados e cidades brasileiras.

Em uma situação em que a cepa ainda não é prevalente, o risco de uma pessoa não imunizada se infectar é em média 11 vezes maior quando comparado a quem já completou o ciclo vacinal.

Com esses dados, o CDC afirma que a capacidade das vacinas de barrar a transmissão do vírus diminuiu com a dispersão da delta, mas ainda traz um grau de proteção muito importante para a população, principalmente para casos graves da doença.

O órgão reitera que, mesmo com a delta, pessoas não vacinadas têm por volta de dez vezes mais chances de serem internadas quando se comparam a quem já se imunizou —no caso de mortes, esse número sobe para 13.

Os pesquisadores então concluem que o avanço da variante nos Estados Unidos foi um fator importante para explicar o crescimento da taxa de disseminação da Covid-19 entre pessoas vacinadas. Ainda assim, a cepa não teve grande impacto no aumento de casos graves da doença para os imunizados. As informações são do Tribuna da Bahia.

Vacinados que contraem Covid contaminam menos, diz estudo

 

Foto: Divulgação/MS

Além de evitar mortes e casos graves de Covid-19, as vacinas também diminuem a transmissão da doença, mesmo que uma pessoa imunizada seja infectada. Estudos recentes mostram que quando pessoas vacinadas contra a Covid, elas eliminam o vírus mais rapidamente e transmitem muito menos do que os não imunizados.

As informações são de reportagem do Jornal Nacional, veiculada na última terça-feira, 28. Ou seja, os pesquisadores conseguiram identificar que quando infectados, vacinados e não vacinados não transmitem o vírus da mesma maneira. Ou seja, pessoas que não tomara vacina contra a Covid-19 seguem sendo os principais responsáveis pela transmissão do vírus.

Uma pesquisa publicada no “New England Journal of Medicine” analisou o contágio da Covid entre pessoas que moram na mesma casa, no Reino Unido, e concluiu que quem não estava vacinado houve o dobro de contaminados. “Isso é um estudo de vida real, é um dado de vida real que mostra que a vacina pode diminuir a transmissão em cerca de 50%. Isso é muito importante”, diz a epidemiologista

Denise Garrett, vice-presidente do Sabin Vaccine Institute, instituto americano que trabalha para aumentar o acesso a vacinas no mundo. Denise Garrett também apontou que mais de 90% dos casos de Covid estão entre os não vacinados. “As chances do vacinado se infectar são menores, as chances do vacinado desenvolver uma doença grave são menores e as chances dos vacinados transmitirem também são menores”, explicou.

“Um outro trabalho mais recente, publicado ainda em pré-print, mostra que as pessoas vacinadas conseguem eliminar o vírus do seu sistema mais rápido do que os não vacinados. Se elas conseguem eliminar mais rápido, elas vão transmitir por menos tempo, então isso também diminui a taxa de transmissão da doença. Vacinas não são perfeitas, mas são ferramentas de excelência para diminuir o contágio, diminuir a infecção, diminuir a hospitalização e morte. Se a vacina não é perfeita, não pode bobear. Mesmo vacinado precisa continuar usando máscara, precisa continuar tomando cuidado com aglomerações”, afirma a microbiologista Natalia Pasternak, do Instituto Questão de Ciência.

Pastor canadense que se recusou a fechar igreja na pandemia é preso

O pastor canadense Artur Pawlowski foi preso na pista do Aeroporto Internacional de Calgary, no Canadá, quando voltava para a casa nesta segunda-feira (27). O religioso ficou conhecido por resistir e não fechar a sua igreja durante o isolamento social, mantendo os cultos presenciais.

Pawlowski voltava de uma viagem aos EUA quando foi rendido e algemado pelos policiais assim que desceu do avião. O religioso passou quatro meses nos Estados Unidos e concedeu várias entrevistas a veículos de mídia, relatando a opressão do governo da província de Alberta contra os cristãos. Artur Pawlowski, que é descendente de poloneses, tem vivido um ano de muita perseguição no Canadá.

Em abril deste ano, viralizou um vídeo do pastor no qual ele expulsava de sua igreja policiais e agentes do governo. O pregador disse que estavam agindo como “psicopatas nazistas” e “pessoas doentias e más” e que estavam “intimidando as pessoas em uma igreja durante a Páscoa”.

No mês seguinte, Pawlowski foi preso e um grupo de pessoas tentaram incendiar a garagem de sua casa, que fica ao lado da igreja. “Eles querem que eu morra, e que meus filhos morram”, disse ele ao site Rebel News, sem entender a perseguição que estava sofrendo.

Numa audiência de sentença no início deste mês, “os Serviços de Saúde de Alberta pediram que Pawlowski fosse preso por 21 dias e que seu irmão fosse condenado a 10 dias. O tribunal foi solicitado a multar Artur em US$ 2.000 e US $ 15.000 em custas [processuais]”. A decisão sobre o assunto está marcada para o dia 13 de outubro.

O renomado Educador Brasileiro Paulo Freire se fosse vivo estaria completando 100 anos de vida hoje (19)

Pela professora Joandina Maria de Carvalho

O educador Paulo Reglus Neves Freire se fosse vivo estaria completando 100 anos de idade hoje 19/9/2021

Em 1987, depois de muita luta, terminei o meu curso de magistério no Colégio Cenecista de Mortugaba. Finalmente, estava me sentido uma professora. Em 1988 fui convidada pela irmã Analisa para participar de um Seminário sobre Alfabetização de Adultos. Para Caetité fomos eu, Bel e Beth. O Seminário foi coordenado por Normando Batista – educador com vasta experiência em educação popular e Adonias, um agente de pastoral da diocese, também comprometido com as lutas populares. Aquele momento representou um divisor de águas na minha vida, tendo em vista o encantamento que passei a sentir pelo educador Paulo Reglus Neves Freire.

Atualmente, impossível não se indignar com a maneira como o atual governo da República brasileira trata Paulo Freire. O presidente Bolsonaro chegou a chamá-lo de energúmeno e o seu primeiro ministro da educação tratou o nosso querido educador com uma ignorância que nos envergonha. Por que chegamos a esse nível em um país onde muitas pessoas se sentem numa democracia?

Paulo Freire é um dos cientistas sociais brasileiros mais reconhecidos no mundo não apenas por sua trajetória de resistência à ditadura militar no Brasil, mas por suas idéias e práticas, por sua originalidade e por sua sensibilidade como pessoa humana amorosa e coerente. Exilado pela ditadura militar, ele continuou seu trabalho em países latino-americanos como Chile, onde sistematizou a Pedagogia do Oprimido – um dos seus principais livros. Esteve também na África, onde realizou um trabalho importante. Atuou como professor em universidades como Harvard nos Estados Unidos e Cambridge na Inglaterra. Recebeu 40 títulos de doutor Honoris Causa em Universidades como Oxford, na Inglaterra, Coimbra em Portugal e em Havana/Cuba (esse último após a sua morte).

Retomando a nossa experiência local e regional, fruto do seminário de Caetité, (não me lembro exatamente o ano) conseguimos articular duas turmas de alfabetização de adultos: uma no Alegre/Condeúba tendo como monitora Jesuína – Du, que posteriormente veio a ser vice prefeita do município e outra em Mortugaba, coordenada por Bel da comunidade de São Domingos.

Paulo Freire nasceu em Pernambuco em 19 de setembro de 1921 e faleceu em São Paulo , em 02 de maio de 1997. Lembro-me que depois de retornar de Condeúba, onde estava com Gildásio, (colega do curso de graduação em História – UESB), pesquisando sobre a passagem da Coluna Prestes pelo município, tendo em vista o nosso projeto de conclusão do curso, minha mãe me deu a triste notícia, “faleceu aquele professor que você gosta muito.” Quando liguei a televisão ainda pude ver a então prefeita Luiza Erundina em prantos pela perda daquele que foi seu Secretário Municipal de Educação em São Paulo e pelo qual certamente tem grande afeto.

Segundo Paulo Freire, “não é possível existir humanamente sem sonhos, sem utopias. Não é no silêncio que os homens se fazem, mas na palavra, no trabalho, na ação reflexão”.

Paulo Freire é e continuará sendo o patrono da educação brasileira.

Vulcão capaz de gerar grande tsunami na Bahia entra em estado de alerta

Autoridades espanholas elevaram para o nível amarelo o alerta de erupção do vulcão Cumbre Vieja, localizado na ilha de La Palma, na costa do continente africano. Segundo pesquisadores, o vulcão poderia provocar um tsunami que atingiria todas as Américas, com maior impacto sobre os litorais das regiões Norte e Nordeste do Brasil.

A possibilidade ainda é considerada remota, porém real e digna de atenção. Existem quatro níveis de alerta para uma erupção vulcânica, e o Cumbre Vieja ainda está no 2. Nele, a população é orientada para que fique atenta e vigilante ao monitoramento da atividade vulcânica e sísmica. O terceiro é um “alerta máximo” de uma erupção iminente. Já o quarto é quando o evento já está em andamento.PUBLICIDADE

A alteração de nível do Cumbre Vieja ocorreu pela detecção de aumento significativo nos movimentos sísmicos desde sábado (11). As atividades tectônicas, que seguem ocorrendo ao longo desta semana, são um indicativo da proximidade de uma erupção.

Além disso, a profundidade dos epicêntros dos tremores diminuiu, de acordo com o Plano Especial de Proteção Civil e Atenção às Emergências de Risco Vulcânico das Ilhas Canárias (Pevolca). Eles ocorrem, geralmente, a 30km de profundidade. No entanto, só nesta quinta-feira (14), foram mais de 100 tremores com profundidades que chegam a apenas 1km.

11 de setembro, vinte anos depois: resumo do ataque às Torres Gêmeas

Escrito por Pedro Menezes Professor de Filosofia, Mestre em Ciências da Educação Atualizado em 23 julho 2021Momento em que a segunda torre foi atingida e a primeira já ardia em chamas

11 de setembro, vinte anos depois: resumo do ataque às Torres Gêmeas
Pedro Menezes Escrito por Pedro Menezes Professor de Filosofia, Mestre em Ciências da Educação Atualizado em 23 julho 2021
O dia 11 de setembro de 2001 foi a data em que o grupo terrorista Al-Qaeda atacou os Estados Unidos com aviões civis.

Este foi o maior atentado terrorista da história, vitimou quase 3 mil pessoas e suas consequências atingiram tantos os americanos como o restante do mundo.

Resumo dos Ataques
Na manhã de 11 de setembro de 2001, quatro aeronaves com passageiros foram sequestradas em diferentes pontos dos Estados Unidos.

Os aviões se dirigiram a distintos alvos: duas para as Torres Gêmeas, em Nova York; uma para o Pentágono e a última, provavelmente, para o Capitólio, em Washington.

Os ataques foram coordenados por Osama bin Laden, causaram a morte de 2.996 pessoas e deixaram mais de 6.000 feridas.

Vejamos quais foram os alvos e como se deu esta agressão.

Torres Gêmeas
Ataque às Torres Gêmeas
Momento em que a segunda torre foi atingida e a primeira já ardia em chamas
As Torres Gêmeas, de 110 andares e 417 metros de altura, faziam parte do complexo World Trade Center, que reunia sete edifícios.

Oficialmente, seus nomes eram “World Trade Center One” e “World Trade Center Two”, eram os edifícios mais altos de Nova York e o 5.º mais alto do mundo. Tratava-se de um dos símbolos da cidade, abrigava centenas de empresas e por volta de 50.000 trabalhadores.

No dia 11 de setembro de 2001, terroristas sequestraram dois aviões em Boston, esfaquearam passageiros e provavelmente, mataram os pilotos. Como sabiam pilotar, assumiram o comando da aeronave e mudaram a rota dos aviões dirigindo-os para as Torres Gêmeas.

A Torre Norte foi atacada às 08h46. O avião da American Airlines, voo 11, foi jogado na parte mais alta do edifício, atingindo do andar 93 ao 99. Imediatamente, a construção começou a arder em chamas, deixando presas as pessoas que se encontravam dos andares 100 ao 110.

As televisões de todo o mundo iniciaram a transmissão do incêndio. Às 09h03, o voo 175, da United Airlines, atingiu a Torre Sul.

Com o impacto e o incêndio provocado pela grande quantidade de combustível, os prédios começaram a arder. Assim, toda estrutura que era sustentada por aço e ferro derreteu, causando seu desabamento.

A Torre Norte caiu às 10h28 e a Torre Sul, às 09h59, apenas 56 minutos depois da colisão do avião.

Calcula-se que 1.355 pessoas morreram na Torre Norte e 630, na Torre Sul. A diferença nos números se deve ao fato que muitos que estavam na Torre Sul decidiram evacuar o prédio após o ataque à Torre Norte.

Pentágono

Aspecto do Pentágono após sofrer o ataque

Às 09h37, o avião da American Airlines, voo 77, foi lançado contra o complexo de inteligência militar americana, o Pentágono, no estado da Virgínia.

Neste ataque, 184 pessoas faleceram. Sete anos depois, foi inaugurado um memorial para recordar as vítimas desta agressão.

Voo 73 da United Airlines

Local onde caiu o avião da United Airlines, na Pensilvânia, Estados Unidos

O quarto avião sequestrado foi o voo 93, da United Airlines. Como o voo sofreu um atraso ao decolar, os passageiros sabiam o que estava acontecendo em Nova York. Os pilotos, inclusive, foram alertados sobre uma possível invasão da cabine.

Por isso, quando foi anunciado por um dos sequestradores sobre o desvio da rota, alguns passageiros decidem reagir e tentam tomar o controle da aeronave.

Houve luta entre os quatro sequestradores e os passageiros. Um deles estava pilotando e o grupo se dá conta que não chegariam ao alvo. Deliberadamente, eles decidem jogar o avião no campo onde estavam sobrevoando, matando todos os 44 ocupantes.

O voo 93 foi o único que não causou vítimas no solo e também o único que teve a caixa-preta recuperada.

Em 10 de setembro de 2015 foi inaugurado no mesmo local, o Memorial Nacional Voo 93 (Flight 93 National Memorial), onde estão escritos os nomes dos passageiros e da tripulação. Igualmente é possível conhecer com detalhes o motim realizado a bordo.

Motivos para o Atentado de 11 de setembro
Logo que ocorreu o ataque, o mundo inteiro se perguntava quais teriam sido os motivos para os Estados Unidos terem sido alvo de uma ação tão trágica e espetacular ao mesmo tempo.

Para isso, é preciso voltar ao final da década de 70, quando começaram a surgir regimes islamistas no Oriente Médio, contra o Ocidente. Para assegurar o abastecimento de petróleo, os Estados Unidos procuram manter sua influência na região.

Assim, qualquer indício de instabilidade naquela zona, é respondida com guerra, na maioria das vezes. Foi assim durante a invasão soviética ao Afeganistão e no Iraque, de Saddam Hussein.

Precisamente, após a Guerra do Golfo, extremistas religiosos insatisfeitos com a ingerência dos americanos em seus assuntos internos, se reúnem em torno de Osama bin Laden. Agrupados na Al-Qaeda (A Base, em árabe) serão responsáveis por uma série de atentados terroristas nos EUA e contra a embaixadas americanas na África.

Desta maneira, segundo a lógica dos terroristas, uma das principais razões para os atentados de 11 de setembro é vingar as guerras e ditaduras apoiadas pelos EUA na região.

Vista de uma das piscinas do Memorial 11 de Setembro com os nomes das vítimas dos atentados

A ideia de construir um memorial surgiu logo após a tragédia. Muitas famílias discordaram sobre a forma que o governo queria se apropriar da memória das vítimas e foram contra a iniciativa.

No entanto, o memorial foi construído e aberto ao público no décimo aniversário dos ataques, no dia 21 de maio de 2011. Localizados onde estavam as torres gêmeas, o memorial consiste em duas piscinas que jorram água, sem cessar, para um buraco quadrado. Ao redor estão gravados em bronze o nome das vítimas que morreram naquele dia e 2.241 árvores rodeiam os monumentos.

Já o museu, reúne todo o tipo de objetos encontrado entre os escombros das Torres Gêmeas. Igualmente, estão ali carros de bombeiros que foram danificados durante o resgate, os planos de reconstrução do lugar, etc.

Caminhão dos bombeiros destruído no desabamento das Torres Gêmeas (9/11 Memorial Museum, NY)
Caminhão dos bombeiros destruído no desabamento das Torres Gêmeas (9/11 Memorial Museum, NY)

Caminhão dos bombeiros destruído no desabamento das Torres Gêmeas (9/11 Memorial Museum, NY)

Consequências do 11 de Setembro
Após o atentado em 11 de setembro de 2001, não só os Estados Unidos, mas o mundo todo sofreu as consequências. Vejamos algumas delas.

Medidas de Segurança nos Voos
A mais visível foi o incremento das medidas de segurança nos aeroportos que inclui a restrição em levar líquidos e uma rigorosa inspeção antes de embarcar.

Da mesma forma, os pilotos ficaram isolados nas cabines e só podem ser contactados através de um interfone.

Lei Patriótica (EUA)
O governo de George W. Bush aproveitou para aprovar medidas excepcionais em nome da segurança nacional americana. Essa lei recebeu o nome de “Lei Patriótica” (USA Patriot Act) e permitia:

a escuta telefônica ou a interceptação de mensagens sem a necessidade de autorização da Justiça;
tornar suspeito depósitos e transferências de dinheiro para destinatários sem identificação;
confisco de bens materiais a pessoas físicas e jurídicas que apoiem ou pratiquem atos terroristas;
o compartilhamento de dados pessoais entre as diversas agências de inteligência.
Esta lei vigorou durante todo o governo de George W. Bush e parte da administração Obama. Apenas em 2015, a Lei Patriótica foi substituída pela Lei da Liberdade, ainda que conservasse algumas características da lei anterior.

Conflitos Externos
Durante a presidência de George W. Bush houve um considerável aumento no gasto militar e no orçamento das agências de inteligência.

Guerras foram travadas no Afeganistão, no Iraque, e mais discretamente, no Iêmen. A caça ao principal responsável, Osama Bin Laden, tornou-se uma questão de honra para o governo americano.

Contudo, ele somente seria encontrado em 2011, sob administração de Barack Obama.

Filmes sobre o Atentado de 11 de Setembro
O cinema começa a se interessar em levar às telas os acontecimentos de 11 de Setembro de 2001. Aqui temos alguns exemplos:

9/11, de Jules Clément Naudet e Thomas Gédéon Naudet, 2002.
Os Heróis, de Jim Simpson, 2002.
Fahrenheit 09/11, de Michael Moore, 2004.
As Torres Gêmeas, de Oliver Stone, 2005.
Voo United 93, de Paul Greengrass, 2006.
A Hora mais Escura, de Kathryn Bigelow, 2012.
Dois canhões de luz iluminando Nova Iorque, fazendo alusão às Torres Gêmeas
Luzes em homenagem às vítimas do 11 de setembro relembram a presença das torres do World Trade Center durante o mês de sembro em Nova Iorque.

Casos de mal da vaca louca não são risco à produção bovina, diz OIE

Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) concluiu nesta segunda-feira (6) que os dois casos de encefalopatia espongiforme bovina (EEB), conhecida como o mal da vaca louca, detectados em frigoríficos de Minas Gerais e de Mato Grosso, não representam risco para a cadeia de produção bovina.

Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, os informes foram apresentados pelo Serviço Veterinário Oficial do Brasil. Os casos ocorreram de forma independente e isolada e foram confirmados pelo laboratório de referência internacional da OIE, localizado no Canadá, na última sexta-feira (3).

De acordo com o ministério, “o Brasil mantém sua classificação como país de risco insignificante para a doença, não justificando qualquer impacto no comércio de animais e seus produtos e subprodutos”.

Partida entre Brasil e Argentina é suspensa após intervenção da Anvisa e Polícia Federal

Foto: Reprodução/TV Globo

Após a confusão envolvendo a Anvisa, Polícia Federal e a delegação da Argentina durante o jogo com o Brasil, na tarde deste domingo (5), a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) divulgou que o árbitro decidiu suspender a partida. “Por decisão do árbitro da partida, o encontro organizado pela FIFA entre Brasil e Argentina pelas eliminatórias da Copa do Mundo está suspenso”, escreveu a Conmebol em uma rede social.

Realizada em São Paulo, a partida era válida pelas eliminatórias da Copa do Mundo 2022 e foi paralisada com cinco minutos do primeiro tempo após agentes da Anvisa e da PF entrarem em campo para retirar jogadores argentinos que foram barrados pela agência de atuar na partida. A Anvisa solicitou que a Polícia Federal expulsasse quatro jogadores da delegação por informações sanitárias falsas no processo de entrada ao Brasil.

Com a intervenção da Anvisa, todos os jogadores argentinos saíram de campo em direção ao vestiário. Segundo informações da TV Globo, Messi e o técnico Lionel Scaloni questionaram aos brasileiros: “Por que não autuaram antes? Por que deixaram entrar em campo?”. Scaloni já havia antecipado que a Argentina não voltaria para o jogo. Com o episódio, a seleção brasileira realizou um treinamento no estádio.