Diocese de Caetité, Paróquia de Santo Antônio/Condeúba: Celebração da Missa de Ramos, da Gruta para a Matriz

Por Paulo Henrique

Celebração campal da Missa de Ramos, anfiteatro Dom Homero Leite Meira na Praça Santo Antônio

Bendito o que vem em nome do Senhor! Hosana nas alturas. Foi assim que o povo aclamou Jesus nas portas de entrada da Santa Jerusalém. A entrada triunfante do Cristo em Jerusalém é a caminhada Dele aos instantes finais de sua vida na Terra. Jesus vai se entregar, assumir a sua vocação de servo sofredor e de cordeiro imolado para a remissão humana.

Com a celebração do Domingo de Ramos inicia-se a maior semana para os cristãos, a Semana-Santa, memória da paixão, morte e ressurreição do Senhor Jesus. Nos dias de hoje a Igreja continua sua santa missão e faz memória dos principais momentos da vida de Jesus.

Assim foi feito na Paróquia de Santo Antônio em Condeúba, Diocese de Caetité. Uma grandiosa multidão de católicos se reuniu na gruta de Nossa Senhora de Aparecida para a tradicional bênção dos Ramos. Logo em seguida, imitando o povo de Jerusalém, iniciou-se a solene procissão rumo à praça Santo Antônio para a celebração eucarística, que se deu de forma campal no anfiteatro Dom Homero Leite Meira.

O padre José Silva presidiu toda a liturgia e fez uma santa catequese de iniciação da Semana-Santa, convidando a todos para participarem de forma intensa da programação semanal, porém, chamando a atenção para dois momentos de forma especial: a celebração penitencial que acontecerá na Matriz, terça-feira, às 19:00 horas e para a missa de unção dos enfermos que também acontecerá na Matriz, quarta-feira, 15:00 horas.

Momento em que o Padre José Silva benzia os ramos junto com a multidão de fiéis

A praça ficou pequena para tantos fiéis de modo que todos traziam consigo seus ramos verdes ou enfeitados para aclamarem ao rei de Israel ao filho de Davi. Os ramos são sinais sacramentais da fé e nos leva ao encontro de Deus, pois os mesmos são guardados nas casas dos fiéis como sinais de fé e de devoção, sinais sacramentais que alimentam a devoção e a piedade popular do povo de Deus.

Com a santa celebração de Ramos, a Paróquia de Condeúba iniciou solenemente as celebrações da Paixão, morte e ressurreição de Cristo. Condeúba tem uma bela tradição e uma fervorosa devoção para com a Semana-Santa. Ainda se nota o carinho do povo para com as tradições litúrgicas e centenárias da paróquia.

Contudo, vale recordar que o centro deve ser sempre o Cristo e a festa maior sem dúvida que será a Páscoa da ressurreição onde se encontra o fundamento da fé. Que nestes dias de oração, jejum e caridade o Senhor mostre a todo o seu povo a sua face e se compadeça da humanidade inteira. Assim seja! Amém!

Fotos: JFC

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *