Três novas empresas devem gerar 670 empregos na Bahia, beneficiando Itambé e mais 6 municípios

A Bahia pode gerar 668 novos postos de trabalho e receber R$ 211,5 milhões em investimentos, com a implantação de três novos empreendimentos. O anúncio foi feito durante a assinatura de protocolos de intenções na Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), nesta quinta-feira (05), por empresas do ramo de eletricidade e gás, eletroeletrônico e plástico. Os novos empreendimentos beneficiarão os municípios de Camaçari, Feira de Santana, Porções, Planalto, Caatiba, Itambé e Macarani.

“O trabalho de atração do Governo do Estado é constante, sempre visando o desenvolvimento econômico dos municípios baianos e o crescimento dos players industriais. Somos a capital da energia renovável, mas para que a energia produzida nas usinas chegue ao sistema nacional é preciso construir linhas de transmissão. Já para o setor de cosméticos, atraímos um líder global em embalagens que vai disseminar tecnologia ao setor”, afirma João Leão, vice-governador e titular da SDE.

No Sudoeste
O Sudoeste baiano vai ganhar um reforço no sistema elétrico, com a implantação de linhas de transmissão de energia, beneficiando os municípios de Porções, Planalto, Caatiba, Itambé e Macarani. A empresa Interligação Elétrica Paraguaçu está investindo R$ 171 milhões na construção das novas linhas e gerando cerca de 500 empregos diretos na construção civil.

“A previsão é que a obra, que já está em andamento, fique pronta no final de 2020. A finalidade principal do projeto é possibilitar o escoamento da energia produzida em Belo Monte e da energia eólica produzida pela região Nordeste. Além de reforçar o sistema de transmissão no Sudoeste da Bahia, na região de Poções”, afirma o diretor administrativo Edwald Lippe, da Aliança Interligação Elétrica, grupo econômico responsável pela transmissora.

Líder global em Camaçari
Líder na fabricação de tampas e dispenses tanto para indústria de beleza e cuidados pessoais, como para limpeza domiciliar, embalagens e bebidas, a Aptar do Brasil Embalagens chega à Bahia devido a uma parceria com o Boticário. A unidade, que receberá investimentos de R$ 40 milhões, será instalada próxima à fábrica de cosméticos em Camaçari e terá capacidade de produzir cerca de 65 milhões de peças/ano. No início da operação serão gerados 60 empregos diretos, podendo chegar a até 150, quando a unidade industrial estiver operando em plena capacidade.

“Importante ressaltar que como somos líderes globais, neste segmento e que, além de nos estabelecer aqui, queremos ajudar a disseminar tecnologia e elevar a qualidade final do produto que será oferecida ao setor. Já estamos em contato com Senai para treinar os funcionários que forem trabalhar na nossa planta e estabelecer programas para disseminar tecnologia para potenciais clientes”, afirma o diretor geral da Aptar, Adriano Magalhães.

Tecnologia em Feira de Santana
A Dicomp Distribuidora de Eletrônicos vai investir R$ 500 mil na implantação de uma unidade em Feira de Santana, para produção de material óptico. A empresa, com matriz em Maringá, no Paraná, atende todo o Brasil e alguns países do Mercosul. “A vinda para Bahia vai facilitar a logística no Norte/Nordeste. Produzimos tudo o que um provedor de acesso à internet precisa. Material que vai levar a internet em forma de fibra óptica até o usuário final, com mais velocidade e tecnologia”, afirma Lourival Alvas do Nascimento Junior, representante da empresa.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *