Brumado dos Artistas: Artesão transforma minérios em artes que percorrem todo o país

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

No Mercado Municipal de Artes, o artesão brumadense Jossimar de Souza Almeida expõe o seu trabalho, que consiste em transformar pedra mineral em verdadeiras obras de arte. Em entrevista, o artista contou que tudo começou quando ele participou como aluno e instrutor da Escola Mineral de Artesanato há 23 anos.

Mesmo há tantos anos no mercado como empresário e artesão, Jossimar disse que muitos brumadenses ainda não conhecem o seu trabalho e, muitas vezes, se pegam surpresos e admirados com as suas obras. Segundo ele, o público de fora acaba prestigiando mais a sua arte do que o próprio público local.

“Temos o Mercado de Artes, muito bem localizado no centro da cidade, onde muitos turistas de fora passam e acabam adquirindo os produtos feitos pelos artesãos da região”, afirmou.

Para ele, apesar das feiras de artesanato que acontecem no município e da posição estratégia do Mercado de Artes, ainda falta mais incentivo do poder público para alavancar o trabalho dos artistas da terra.

“O Mercado de Artes tem um potencial muito grande, porém precisa de recursos. O poder público faz diferença em todos os sentidos”, completou. Como matéria-prima do seu trabalho, o artesão utiliza a magnesita, o talco e cristais para confeccionar as suas obras, que percorrem todo país.

FEIRA DE ARTE EM GUANAMBI – BA

Por Thiago Braga

“Boneca preta” feita a mão

Uma parte bonita, da cultura local, sem dúvida, é o “zig zag” colorido da feirinha de artesanato. O centro da cidade de Guanambi, em tempos idos “algodoeira do sudoeste”, ganha novo contorno com a variedade de “bibelôs” espalhados pela rua. Chama – nos atenção a veia artística do povo. Algo peculiar! O (a) vendedor (a) se sente à vontade para expor seu produto, em pequenos motes, tendo aquele “jogo de cintura” na hora da venda. Trabalho esporádico, mas sempre “bem vindo”.

O que trazem para a banca? Bonecos, porta – copos, guardanapos de pano, bordados, vaso com flores, sêda, colares (adornos), tapetes, toalhas de rosto, cestos de vime, sandálias rasteiras, saboneteiras, lenços perfumados, etc.. A “terra do algodão”, por certo, lidera a região pelo amplo comércio e serviços afins. Nos últimos anos, destaca – se pela instalação das “Policlínicas” que atendem os municípios circunvizinhos e norte de Minas. Quanto a educação, salientamos, mais uma vez, a forte presença da “arte popular”.

Condeúba: Exposição de artesanato condeubense em frente ao antigo Prédio da Intendência

Por Oclides da Silveira

Bolsa feita com algodão “Ganga” que é produzido no próprio Distrito do Alegre

Nesta terça-feira dia 2 de março de 2019, deu-se início a exposição de artesanato produzido no município de Condeúba e ao mesmo tempo com aulas de crochê, bordado e outros. Os cursos são ministrados pela professora Vita Reis, que além de ensinar, está divulgando os produtos e também vendendo.

Perguntamos a professora Vita Reis por que ela escolheu armar seus varais de produtos em frente ao Prédio da Intendência para expor seus artesanais e dar aula em praça pública? Ela então nos respondeu. “Trabalhar com artesanato é um momento de transformação, em que as pessoas viajam no pensamento, então nada melhor do que ficar diante desse belíssimo monumento histórico que consideramos a mais importante referencia de nossa cidade  que é o Prédio da antiga Intendência. Aqui as pessoas se sentem mais inspirados para trabalhar, ao ar livre no meio do vento, sombra e gente que param constantemente para admirar nosso trabalho, bem como para comprar.

Nossa ideia inicial a princípio é fazer essa exposição todas as quintas-feiras e buscar mais e mais pessoas que trabalham com o artesanato de todos os lugares do município, hoje nós já convidamos elas vieram da região do sapé aqui está a amiga Gidalva Sousa Dias Assis, que já trabalha também com artesanato, por sinal fazem coisas belíssimas.

Professora Vita Reis expondo seus artesanatos a lá livros de cordéis pendurados num varal improvisados na praça com o povo

Continue Reading

Bahia: Governador Rui Costa lançou edital de publicização do artesanato

Fonte: Secom Bahia

ArtzNa terça-feira (09), o governador Rui Costa lançou o edital de publicização do artesanato baiano, com investimento de R$ 2,5 milhões. A cerimônia aconteceu às 14h, no Auditório da Secretaria de Infraestutura (Seinfra), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador.

Viabilizado por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), o edital vai dinamizar e facilitar o escoamento da produção artesanal do estado. A entidade selecionada será responsável por qualificar e comercializar a produção artesanal de associações e grupos de artesanato do estado. Continue Reading

Condeúba: A riqueza do Artesanato de Malhada de Areia e Distrito do Alegre

Por Oclides da SilveiraAniversário-CidadeCondeúba completará 156 anos de emancipação política no próximo dia 14 de maio, oportunidade em que estará divulgando seu riquíssimo artesanato, através da Secretaria Municipal de Cultura, Desporto e Lazer que será montada uma estrutura adequada para dar suporte aos artesãos de expor e vender seus produtos, na noite do dia 11/5 na Praça Santo Antônio. Continue Reading

Condeúba: Museu e Artesanato em destaque no Distrito do Alegre

20160625_100051

Por: Oclides da Silveira

Sábado 25 de junho de 2016, pela manhã na praça da feira livre no Distrito do Alegre, aconteceu a culminância da primeira exposição do Museu Memórias do Alegre e feira de artesanato do município de Condeúba. Essa iniciativa que é coordenada pela Senhora Vitalina Sousa Reis, ficou aberto ao público durante o mês de junho, o local foi cedido pela Vice-Prefeita Jesuína. Continue Reading