Condeúba/Distrito do Alegre: Associativismo – Reunião da Associação dos Pequenos Produtores Rurais e Moradores do Alegre

Oclides da Silveira – Jornalista MTPS nº 5910/BA.

O Presidente Ozorino passando as informações aos associados

Neste domingo a tarde dia 15 de setembro de 2019, às 13:00 horas se reuniu ordinariamente a  Associação dos Pequenos Produtores Rurais e Moradores do Distrito do Alegre. O seu Presidente Ozorino deu inicio aos trabalhos fazendo uma pequena reflexão, na sequencia todos juntos professaram a oração do Pai Nosso.

Pela ordem o Presidente Ozorino agradeceu a nossa presença e nos concedeu a palavra, onde pudemos agradecer pela colhida que tivemos no lançamento do nosso livro ha meses atrás. Disse aos associados ali presentes que agora estamos completando outra etapa do livro, ou seja, fazendo as coletas de assinaturas nas associações, para encaminhar à Câmara Municipal o Projeto denominado: “Governo popular para todos, o povo em busca do bem comum”, sendo este o primeiro Projeto de Iniciativa Popular na história dos 158 anos de emancipação política de Condeúba.

 São as parcerias das associações, sindicatos, conselhos, central das associações, partidos políticos, escolas e por último a Câmara Municipal de vereadores, em fim, é a sociedade organizada em busca de mudanças profundas, na forma de administrar a coisa pública com total lisura, além da necessária estruturação dos departamentos da Prefeitura, que é um dos principais objetivos deste Projeto. Encerrando nossa fala, distribuímos as planilhas para coleta de assinaturas, onde tivemos apoio maciço da Assembléia.

Dando prosseguimento na reunião, o Presidente Ozorino fez os seguinte relatos aos associados: “A agro-industria de frutas já está instalada dentro da nossa associação e em pleno andamento, estamos comercializando nossos produtos para o mercado externo do Distrito do Alegre, é o que nos vem dando suporte para manutenção da produção de suco.

Hoje nós estamos moendo as frutas embu, jaca, acerola, goiaba, maracujina, manga e maracujá silvestre, nossa meta num futuro próximo será ampliar essa diversidade de frutas moendo também graviola, pinha e morango entre outras. Volto a dizer, precisamos nos organizar cada vez mais, para dar sustentabilidade a esse novo gargalho que se abriu em nossa associação. Administrar a Agro-Industria é muito mais difícil do que administrar simplesmente a associação, pois, esta requer conhecimentos técnicos em todas as áreas dos seguimentos industrial e comercial.

Lei que reconhece de utilidade pública Estadual,a Associação de Produtores Rurais do Alegre

Nossa associação que é reconhecida de Utilidade Pública Estadual e por isso tivemos essa prioridade do Governo para nos implantar essa Agro-Industria aqui, o que será muito útil não só para nossa associação, mas também para toda a região, que abre mais uma janela com probabilidade concreta de gerar renda para todos nós”, concluiu o Presidente Ozorino.

A sócia Joandina Maria de Carvalho informou que foi criado e inaugurado o “Espaço Cultural Laurinda e José” logo ali nesta mesma rua, onde todo último domingo do mês a partir das 16:00, faremos uma tarde recreativa, tendo musica, comidas, bebidas típicas e muito bate-papo entre os visitantes, todos estão convidados para ir prestigiar aquele espaço que de todos nós, disse Joandina.

Por último, o Presidente Ozorino pediu para que fosse lido a Indicação nº 48/2019 de autoria do vereador José Ribeiro Reis, nela o vereador pede para que seja liberado pelo Poder Público, um dia da semana para exposição e comercio dos produtos de artesanato do município e região em praça pública.

Fotos: Oclides – JFC

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmail

Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.