PF prende chefe de setor da Lava Jato na Receita Federal

Pivô de recente conflito entre o ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), a Receita Federal e a força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro, o auditor Marco Aurélio da Silva Canal foi preso nesta quinta-feira (2) sob suspeita de extorquir investigados na operação.

Ele foi alvo com outras 13 pessoas -sendo seis servidores da Receita Federal- da Operação Armadeira. O juiz Marcelo Bretas, responsável pelos mandados de prisão, também determinou o bloqueio de R$ 13,8 milhões em bens do suspeito.

A Polícia Federal apreendeu na casa dos alvos R$ 1,1 milhão, US$ 26,9 mil e quase € 4.000 em espécie. Canal teve o nome citado em fevereiro no caso dos dossiês elaborados pela Receita sobre 134 agentes públicos, entre eles Gilmar.

O auditor era supervisor nacional da Equipe Especial de Programação da Lava Jato -grupo responsável por aplicar multas aos acusados da operação por sonegação fiscal- e recebeu o material sobre o ministro e demais autoridades. Continue Reading