Salvador celebra 471 anos com distanciamento social em meio á pandemia

Linda vista aérea da Capital dos baianos (Salvador)

A capital baiana celebra neste domingo (29) seus 471 anos de um jeito diferente. Em meio à pandemia de coronavírus que já deixou 81 pessoas com a Covid-19, Salvador passa por uma espécie de quarentena voluntária.

Nem mesmo praia é uma opção para esse dia de festa, já que as principais praias da cidade estão fechadas. Todas as celebrações deverão ser feitas de casa, sem a aglomeração de pessoas.

Foi essa preocupação, inclusive, que levou o prefeito ACM Neto a anunciar o adiamento do Festival da Cidade no último dia 13. A festa acontece há sete anos, com programação gratuita de música, shows e outras manifestações culturais.

Em seu lugar, a prefeitura anunciou que o perfil turístico @visitsalvadordabahia montará uma live com cantores baianos a partir das 12h, no Instagram. A ação será comandada pela cantora Ju Moraes, com participações de Margareth Menezes, Pedro Pondé, Armandinho, Alexandre Peixe e Guga Meyra.

Salvador em casa

A condição de estar confinando em casa chama a atenção para as características dos domicílios da capital baiana. Dados da PNAD Contínua de 2018, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, indicam que Salvador tem 1,041 milhão de domicílios, dos quais a cada 10 deles, 7 são casas e 3 são apartamentos.

Na mesma dinâmica, 7 a cada 10 são próprios, cerca de 746 mil domicílios. E quase metade dos domicílios são chefiados por mulheres (49,6%), mas são também as mulheres a maioria dos 196 mil que vivem sozinhos (53%).

Os dados divulgados nesta semana também indicam que 99,7% dos domicílios soteropolitanos têm água encanada, e 98,4% têm esgoto coletado. No entanto, 31,4% não têm coleta direta de lixo.

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmail

Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.