Paciente de Bom Jesus da Lapa internado em Brumado morreu por malária e não por dengue hemorrágica

Foto – Wilker Porto / Agora Sudoeste

Um paciente que morreu na noite do último domingo (17), na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no Hospital Municipal Professor Magalhães Neto, em Brumado, com diagnóstico de dengue hemorrágica, na verdade, morreu em virtude da malária.

Em nota a imprensa, a Secretaria Municipal de Saúde de Bom Jesus da Lapa informou que o paciente “veio de Angola para o Bom Jesus da Lapa , foi monitorado pela vigilância, realizou teste rápido para Covid-19 que deu negativo, após isso deu entrada no hospital Carmela Dutra, onde realizou teste rápido que deu positivo para dengue.

Devido as complicações e a não melhora após o tratamento e ter vindo de uma área endêmica a suspeita de malária foi levantada, mas com o agravamento do estado de saúde do paciente o mesmo foi transferido para Brumado.

Lá foi realizado o teste para malária, mas infelizmente o paciente veio a falecer antes da confirmação do resultado, esse que testou realmente positivo para malária, a vigilância de Brumado já entrou em contato com a família para comunicar o resultado e solicitaram a mudança da causa de óbito.

Então, a Secretaria Municipal de Saúde de Bom Jesus da Lapa e a Vigilância Sanitária vem esclarecer a população que a morte do paciente foi decorrente da malária, provavelmente contraída em Angola, e não dengue hemorrágica como foi atribuída anteriormente”, diz a nota.

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmail

Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.