Enquanto Porto Seguro regulamenta transporte complementar, sistema de transporte coletivo de Vitória da Conquista segue em crise

Terminal de ônibus de Conquista segue vazio por conta da crise Foto: Blog do Sena

A prefeitura de Porto Seguro sancionou no último dia 10 a lei que regulamenta o transporte complementar na cidade. A atividade seguirá padrões de organização, planejamento, controle e fiscalização. Além disso, foram estabelecidos itinerários com rotas, pontos de embarques e planilhas de horários.

Serão 150 veículos atendendo diversas rotas, sendo que aquelas que possuírem maior demanda, contarão com um maior número de veículos.

Terminal de ônibus de Conquista segue vazio por conta da crise Foto: Blog do Sena
Enquanto isso, Vitória da Conquista, a terceira maior cidade da Bahia, segue enfrentando uma verdadeira crise no sistema de transportes. Os ônibus da Viação Rosa, contratados pela Prefeitura com a promessa de serem novos, quebram diariamente em diversos pontos da cidade e ainda travam o trânsito.

A regulamentação das vans, que foi uma das promessas de campanha do atual prefeito Herzem Gusmão, segue sem previsão para acontecer. Em abril desse ano, a Prefeitura chegou a afirmar que um estudo técnico, recomendando pelo Ministério Público, determinaria a necessidade e a viabilidade da regulamentação, o que até agora não aconteceu.

Está marcada para o próximo dia 1º uma audiência pública com o objetivo de apresentar e discutir um estudo feito pela Emurc em parceria com a Via 11, que faz parte do Plano Municipal de Mobilidade Urbana. A elaboração do plano é mais uma etapa para a licitação do Lote 1 do sistema de transporte coletivo, operado atualmente em caráter emergencial, pela Viação Rosa.

Enquanto isso, os usuários do transporte coletivo continuam enfrentando transtornos ou se arriscando em veículos que fazem o transporte irregular de passageiros.

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmail

Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.