CONDEÚBA – 158 ANOS: Cidade Suprema!!!

Por Edson Silveira

Professor e Poeta Edson Silveira

Raiou-se um lindo dia,
Com ele um novo horizonte…
Cheio de paz e harmonia,
Oh, município muito importante.

Diz a história: que da fazenda Serra Talhada,
A cidade foi edificada.
Com uma pequena povoação,
À margem do Rio Gavião.

Depois de povoada,
Em 1861, foi denominada
Vila Santo Antônio da Barra,
Com influência indígena e muita garra.

Guerreiros valentes,
Povo trabalhador…
Cidadãos Condeubenses,
Protagonistas e sonhador.

Encantando-nos pelas edificações
De belíssimas construções…
A destacar a igreja e o Paço Municipal,
Com uma beleza excepcional.

Legítimas obras de arte,
Que não se encontra por toda parte.
Raridade colonial,
Patrimônio Cultural.

Em sua bandeira é destacado
O pau Candeia retorcido…
Quão grande significado,
Não pode ser esquecido.

Condeúba, terra amada,
Tu és consagrada…
Historicamente civil,
Com seu poder juvenil.

Jovens tenham força e atitude,
Sejam mais racionais…
Pois, estão nas mãos da juventude,
A revolução dos ideais.

Cultivem valores éticos e morais,
Religiosos e sociais.
Resgatem o poder cristalino,
De ser verdadeiramente nordestino.

Orgulhem de ser baiano,
Descendente de índio, português ou africano.
Tendo em mente a soberania,
Do ato de cidadania.

Dona de magnífica identidade,
Seu valor é incalculável…
Oh, preciosa cidade,
Infinita e incomparável.

Com mais de dois e meio século de história,
Em que destacam-se suas glórias.
É com satisfação e alegria,
À te saudar, cidade Supremacia!

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *