Jornal A Tarde destaca em reportagem Vitória da Conquista como a gestão mais transparente do Nordeste e da Bahia

Na edição deste domingo, (12), o Jornal A Tarde, destaca em manchete de capa: Municípios baianos estão entre os menos transparentes do país. Na mesma reportagem o jornal da capital da Bahia, um dos mais antigos do Brasil, revela dados que colocam Vitória da Conquista, como a gestão pública mais transparente do Nordeste, e em consequência, da Bahia.

Observe que na reportagem, no gráfico abaixo, com nota 9,8 a cidade de Vitória da Conquista aparece em 1º lugar no Nordeste.

Confira a íntegra da reportagem:

Olhar Cidadão: Cidades baianas registram baixa transparência
Nilson Marinho

Estudo da CGU foi realizado em 2018 – Foto: Divulgação – Estudo da CGU foi realizado em 2018

Os municípios devem, de forma detalhada e em tempo real, disponibilizar a todos os cidadãos informações sobre execução orçamentária e financeira em seus sites, como determina a Lei da Transparência (LC 131/2009). Mas, na Bahia, assim como em outros estados brasileiros, há cidades que apresentam índices vergonhosos quando o quesito é clareza nos gastos públicos e estruturas que auxiliam no combate a possíveis práticas de corrupção.

Uma avaliação da Controladoria-Geral da União, feita em 2018 e atualizada em 2019, com cidades com mais de 50 mil habitantes, apontou que Santo Estêvão é o terceiro menos transparente do Brasil, quando comparado a outros 665 municípios brasileiros pesquisados. Euclides da Cunha também apresenta um baixo desempenho e entrou para a lista dos 10 menos transparentes, em 6° lugar.

Sem transparência

Nas duas cidades, por exemplo, a Controladoria verificou que as prefeituras não disponibilizavam de forma adequada, à época do levantamento, detalhes sobre receitas, despesas, folhas de pagamento, editais de licitações e acompanhamentos de obras públicas, seja depois de solicitações específicas feitas por pessoas físicas ou jurídicas, ou de forma espontânea em seus portais na internet. Continue Reading