Precisamos compreender de onde viemos

Por Edtattoo

Precisamos compreender de onde viemos, para onde vamos e por que sofremos tanto, infelizmente o mundo se rompe e com astúcia seduz mente sã, breve surgirá o prestígio dos sábios ao invés do caráter fantasioso. Aqui meus fios de bigode vale menos que a força falsa de um cartão de crédito, se compreendêssemos a grandiosidade de tudo que o universo nos dá, seríamos protagonista nessa peça muda.

Os grandes pensadores cairão no esquecimento dando lugar a vaidade que destrói o que foi belo, ainda é tempo de sorrir para a vida, pois nós somos o que resta dela. O tempo parou mas nós continuamos a viagem fantasiosa e egoísta em busca da eternidade.

Sinto-me preso

Por Edtattoo

Entre a vaidade e a culpa sinto-me preso, o desejo requer aprimorar o transe que em berbes me tens,  sou protagonista da história muda, a peça que me deste foi traduzida na fantasia que me devolve o foco, sou parte da arte que cura e dá cura na surpresa madura.

Sou homem do seu tempo que interpretando o sonho que antes foi transe, e por entre as dendrites do infinito de informações sinto-me livre. Aqui a paz reina e ao seu tempo sou submisso, requer atenção primária em intervalos de tempo, onde o perfume que vêem como asas devolva te o fôlego para que sinta a vida.

Precisamos do abraço que cura

Por Edtattoo

Ao entardecer percebemos que se finda o dia, e na alucinação que a mente cria seguimos. Os bludins revelam a pureza de quem veio desprotegido e vivendo em silêncio. A teoria enobrece quem pensa pouco, as cinzas dos castelos em ruína serve para colorir o muro que construímos dia pós dia, Sem pressa olhamos para o alto tentando compreender tudo isso.

Os romances, a realidade fantasiosa que manipula quem observa apenas a superfície. Sinto que não sou desse tempo de dor, resta a culpa em pedir perdão, o profeta ama mesmo quando a maquiagem borra, precisamos do abraço que cura.

Precisamos encontrar em nós, todas as respostas

Por Edtattoo

Precisamos encontrar em nós às respostas para tudo aquilo que nosso ser precisa. Compreender que a vida passa rápido e compartilha lá com quem não compreenda dissipa valiosas energias. Precisamos amar uns ao outros, e passar os verdadeiros valores que nos faz diferente dentre muitos.

Continuemos a caminhada trilhada por mente sã, logo manos as metáforas impostas por quem as direcionou, será a descoberta madura da felicidade de quem as aceitou. Uma mente sã, madura e pensante desfaz todo mal.

Concedê a si mesmo a paz necessária para sentir a vida que pulsa, “o pensamento positivo faz milagres”, precisamos ir em busca dessa descoberta, a dor aperta o peito e sobre as verdades que precisamos enfrentar, resta a palavra madura que nos criou a dor. “Saudade”! esse introito nos remete ao tempo de festa. O peito te levará ao sono, as batidas do coração dita a canção, duas almas e um só querer.

O tempo não define quem será ferido

Por Edtattoo

O tempo não define quem será ferido, as dores impostas servem de proteção para aquele que busca evoluir, essa proposta construtiva requer a consciência madura sobre a visão de quem a busca. somos reféns do passado castrador, que hoje “os filhos dessa mãe gentil nos deu uma pátria que não é amada por todos” reféns do medo, do sermão comprado, da vaidade ilusória criando máscaras.

Somos gigantes por natureza mas, inocentes e puros que busca refugio nas leis fragmentadas do sistema, o rosto sente o choque e a culpa revolta quando o poeta perde o riso.

A POESIA

Por Antônio Santana

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A POESIA

A poesia é tudo o que eu sei fazer sem explicar
Porque não me causa ciúme ou azar
Só me causa alegria e prazer de festejar
Só me faz filosofar e viajar sem velejar

A poesia me faz apaixonar sem dificultar
Agradar, relaxar, cutucar e memorizar
Me faz idealizar a mulher, com as coisas do mar
De um mundo diferente que não precisa matar gente

A poesia me faz brincar de amar
De olhar a areia seca sem ter água fresca
Colher rosas sem jardim para plantar
Ver no vento o que não se tem no casamento

Apreciando o mundo e olhando os fundos
Flutuando no tempo e acordando no vento
Sonhar no frio e abraçar você sozinho
A poesia é um samba de roda, um verso e uma prosa
De uma imaginação maravilhosa

Nós somos o universo

Por Edtattoo

Nós somos o universo, nada é maior que a capacidade de pensar, o que é o impossível?
Acredito que seja apenas a incapacidade de quem busca evoluir, sou instrumento do universo.
Devemos permitir o deslumbro em transe, e no apse da neurociência encontramos a linguística, de fato somos herdeiros de um tempo de dor mas, é preciso desprendermos dessa fantasiosa dor que nosso interior cultiva dia pós dia, sejamos livres e busquemos em nosso interior a real capacidade de voar.

Comida é algo simbólico

Por Edtattoo

Comida é algo simbólico mas que nos direciona ao caminho de vida antes do nascimento, no apse da formação uterina. Nós precisamos dessa forma de alimentar-se, lá no útero existem as substâncias essenciais para a sustentação e aprimoramento do ser que virá. Logo após seremos dotados de requisitos mínimos, mas que proveem dessa busca por alimentar-se, dentre outras a criança precisa seguir alimentando, daí a amamentação.

Logo após a evolução, os alimentos tem de mudar através dos dias, seguindo assim até a fase adulta. Mas com tudo essa busca não é só por alimentar-se de comida. Precisamos de todo um conjunto, no qual nos conduz ao aprimoramento. Precisamos também logo mais ou menos observar essas etapas que nos direciona a ir além das fronteiras que nos define.

Requer a paciência para observar com cautela o tempo. Esse introito nos desvia mas também nos direciona ao caminho certo. Todavia devemos refletir, o pensamento positivo faz milagres e, para chegarmos ao palco das atenções, é preciso compreender a si mesmo. Tudo na vida passa, e tudo tem seu tempo certo. “Início, meio e fim”. (Ipces verbez).

Precisamos de afeição e doçura

Por Edtattoo

Sem pressa ouvir passos que diante do olhar firme tive medo, pude notar na pele em rugas o saber direcionando quem busca com fé. Os dias desludos confortam quem sente o transe e ao interpretar com calma a fala sentes gratidão por está de pé.

Aqui no oásis de informações sinto só, os grilhões que mantém a mente sã também manipula o homem que observa além dos muros. Criamos a época da velocidade mas nos enclausuramos diante dela, precisamos de afeição e doçura, pois somos irmãos de um só caminho.

Aproximando de Ti por Antônio Santana

Aproximando de ti
E a tua boca beijar-te
Eu já a desenhava nos meus lábios
E sentia o sabor gostoso do teu beijo.
Sentia a sua saliva molhar a minha língua
E os nossos lábios harmoniosamente se tocarem
As nossas faces se encontrarem
E os nossos corpos se arriscaram.
Porque antes de tudo isso acontecer
Você já me proporcionava o prazer
De um dia ter sonhado com você
Sem mesmo estar contigo para enlouquecer.
Aquela vontade de mergulhar no teu amanhecer
De poder viver no seu viver
E um dia poder me casar com você
E aí sim, não mais sofrer.
Sabe por quê?
Porque eu nasci para amar você
Porque sem você eu não consigo mais viver
Falta um pedaço de você para o meu corpo se refazer.

Antônio Santana
Escritor e poeta