Cinco novos parques eólicos começam a operar em Pindaí até o final do ano

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

Líder nacional em número de parques eólicos e na comercialização de projetos, a Bahia vai consolidar a posição com a entrada em operação de mais cinco parques eólicos no município de Pindaí, na região sudoeste da Bahia. Atualmente com 160 parques em operação, a geração de energia eólica no estado cresceu 49,9% no primeiro semestre de 2019, quando comparado com o mesmo período do ano passado.

Segundo o Panorama de Energias Renováveis de setembro, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico da Bahia (SDE), a geração de energia produzida no primeiro semestre deste ano, no estado, pode abastecer 9,6 milhões de residências/mês e até 28,8 milhões de habitantes. “Nossos parques estão em ebulição.

Somos o maior gerador de energia eólica, em uma região de semiárido, onde o povo está sendo beneficiado com a energia a partir dos ventos. Nós ainda temos muitos locais para instalar energia limpa e a Bahia será o futuro do Brasil na questão energética. Até 2024, o estado irá acrescentar mais de 1,5 GW na sua capacidade instalada”, declarou o vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico (SDE).