Feira de Orquídeas movimenta Praça do Gil neste fim de semana

Durante a exposição, milhares de plantas estarão expostas e também à venda

Começou nesta sexta-feira (04) mais uma edição da Expofeira – Feira e Exposição de Orquídeas. Promovida pela Orquidófilos Conquistenses (ACOR), com apoio da Prefeitura Municipal, o evento acontece na Praça do Gil, das 8h às 22h.

Durante a exposição, milhares de plantas estarão expostas e comercializadas. Além disso, serão oferecidos cursos sobre cultivo e cuidados com orquídeas. Interessados podem ainda levar suas plantas para serem analisadas por técnicos especialistas e receberem orientações sobre como melhor cuidar das orquídeas.

Exposição acontece na Praça do Gil

A Expofeira também tem o objetivo de promover a criação do Orquidário Municipal. “Durante a Feira, os visitantes podem doar espécies para o orquidário que vai ser implantado no Horto Florestal e será uma das estruturas presentes no Parque Ambiental do Rio Verruga”, explicou a secretária municipal de Meio Ambiente, Ana Cláudia Passos.

A entrada é gratuita, mas os visitantes podem contribuir com a Casa do Amor por meio da doação de leite em pó. A Feira termina no domingo (06).

Bahia lidera ranking nacional na geração de energia eólica

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

A geração de energia eólica na Bahia cresceu 49,9% no primeiro semestre de 2019, comparado ao mesmo período do ano passado, deixando o estado líder nacionalmente na produção energética. A produção, entre janeiro e junho deste ano, foi de 7.262 Gigawatt/hora (GW/h), enquanto no mesmo período de 2018 foi de 4.844,2 GW/h.

Segundo dados da Secretaria de Desenvolvimento Econômico da Bahia (SDE), a geração de energia produzida no primeiro semestre deste ano, na Bahia, pode abastecer 9,6 milhões de residências/mês e até 28,8 milhões de habitantes. O estado também apresentou os melhores aproveitamentos do vento para a geração de energia do país, no mesmo período.

Cresce número de voluntários para doar sangue com mais de 60 na Bahia

Foto: Reprodução/EBC

O número de doadores de sangue com idade superior aos 60 anos vem crescendo na Bahia, segundo o Hemoba. De 2018 para 2019 a Fundação registrou um aumento maior que 12%. O Hemoba chama atenção de que os doadores com mais de 60 anos são fidelizados e atuantes, eles costumam chegar cedo e estão disponíveis para ajudar.

É o caso do agricultor Milton Santana morador de São Gonçalo dos Campos que aos 64 anos faz questão de ir aos hemocentros de Feira de Santana ou Salvador para contribuir. “Comecei a doar sangue há 40 anos para meu pai que na época estava doente. Não existia a Hemoba, fiz a doação no Hospital Roberto Santos.

De lá para cá, sempre que tenho a oportunidade faço minha doação. Nesta quarta (25), minha neta fez aniversário, mas avisei logo para família que iria me atrasar porque precisava salvar vidas. As pessoas precisam se conscientizar que muita gente necessita desse apoio. Quando faço minha doação tenho a certeza que estou fazendo o bem e se um dia for precisar, alguém vai doar pra mim”, declara Milton Santana.

De acordo com a coordenadora de captação de doadores Iara Matos, em 2019, cerca de 2030 pessoas com mais de 60 anos doaram sangue. “Normalmente este público possui uma boa conscientização e compromisso. É uma parcela importante da população que ao ser sensibilizada atende o chamado para ajudar o próximo”, disse Iara.

A doação de sangue pode ser realizada até os 69 anos, porém a pessoa precisa ter doado em algum momento antes de completar 60 anos. “Os cuidados são os mesmos para qualquer faixa etária. O voluntário precisa ter mais que 50 kg, estar bem de saúde, vir alimentado e trazer um documento oficial com foto”, explicou Iara Matos.

MP-BA apura suposta irregularidade na nomeação de secretário de infraestrutura de Guanambi

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

A nomeação do secretário de infraestrutura do município de Guanambi, Marco Antônio Costa de Souza, é alvo de um inquérito da 1ª Promotoria de Justiça da cidade. O fato decorre de uma investigação que apura improbidade administrativa, supostamente cometida pelo prefeito Jairo Magalhães (PSB) na contratação de Marco Antônio.

O caso chegou ao Ministério Público do Estado (MP-BA) através de denúncia do vereador Edileno Moreira de Oliveira. De acordo com o Bahia Notícias, o novo secretário foi empossado no começo de abril, quando tinha deixado a pasta Márcio Luís Marques Fernandes. O inquérito, tornado público na segunda-feira (30) através do Diário da Justiça Eletrônico, tem 90 dias para ser feito, podendo ser prorrogado pelo mesmo período.

Governo quer extinguir multa de 10% do FGTS em demissão

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O governo federal prepara uma Medida Provisória (MP) para acabar com a multa adicional de 10% do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) que empresas devem pagar ao governo em demissões sem justa causa. A informação foi divulgada pelo secretário de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, em entrevista ao portal G1.

“Essa multa vai acabar. Hoje, o valor dessa multa, em 2019, é da ordem de 5,7 bilhões de reais. Estimamos que, em 2020, esse valor vai ser um pouco acima de 6 bilhões de reais”, declarou Rodrigues. A multa adicional de 10% foi instituída em 2001, numa contribuição social criada para compensar perdas inflacionárias do fundo.

De acordo com o secretário, não haverá qualquer alteração na taxa de 40% que as empresas devem pagar aos trabalhadores demitidos sem justa causa. Segundo Rodrigues, o objetivo da mudança é reduzir encargos trabalhistas e dar mais espaço ao governo para gastos no Orçamento de 2020.

A multa de 10% do FGTS não vai para o demitido e sim para a União, que então repassa o valor para o fundo de garantia. O secretário afirma que esse adicional contribui para o aumento do teto de gastos e sua extinção faz parte de um pacote de medidas.

“Essas são medidas associadas à recomposição do espaço orçamentário em 2020, e elas vão permitir que a gente tenha um valor de despesas discricionárias próximo de 100 bilhões de reais. Existem mais três outras medidas, que serão anunciadas nas próximas semanas. Todas são por medida provisória”, declarou.