Conquistense vence concurso nacional de aquários marinhos de pequenas dimensões

O conquistense Antenor Loula, dono de um nano reef de cerca de 80 litros, foi o vencedor do concurso nacional Esse é Meu Nano Reef, promovido pelo canal do youtube Aquário Marinho – Sem Grana, destinado a incentivar o hobby do aquarismo marinho com redução de custos. Foram 38 vídeos de aquaristas de todo o país selecionados pelo concurso e o vencedor ganha kits de tratamento de aquários, peixes e brindes.

O aquário vencedor foi escolhido pela beleza, pela organização da peça, pelo aspecto saudável dos organismos vivos e por refletir a dedicação a esta arte dos aquários marinhos, que se tornou uma febre e cresce em adeptos no país. A peça de Antenor possui belos e delicados corais, como palythoas, elegance, scolymia, acanthastrea e até uma anêmona, entre outros itens do mar. Para dar ainda mais movimento e beleza ao aquário, ele foi composto com alguns peixes e camarões coloridos.

O nano reef foi montado pelo aquarista e empresário Gil Cariri, responsável pelo Studio Aqualife.

Condeúba: DOMINGO KIDS – Galinha Pintadinha e Patatí-Patatá

Por Oclides da Silveira

A turma do Patatí-Patatá

Neste domingo dia 6 de maio de 2018, estiveram em Condeúba a Companhia representando os desenhos animados da “Galinha Pintadinha e Patatí-Patatá”, para alegria do mundo infantil  a garotada se divertiram e participaram a todo vapor da festa. Desde os mais pequeninos até os adolescentes, todos fundaram na festa.

A apresentação foi no GE. Palace onde esteve instalado um parquinho para o delírio da garotada, tudo já incluso no valor do ingresso que custou R$ 10,00 (dez reais) por criança e R$ 5,00 (cinco reais) para os adultos. Os portões foram abertos às 15:00 horas e os pimpolhos se divertiram a tarde inteira até início da noite

João Gabriel Vieira Silva 1 aninho de idade – Participando da festa do Patatí-Patatá no GE – Pálace Club

Continue Reading

Conquistense vence concurso nacional “Passarela da Raça”

O concurso “Passarela da Raça”, teve sua a sua vencedora escolhida na noite desta terça-feira(20). A ganhadora foi conquistense Natália Silva, que disputou com mulheres de todo o Brasil.

O evento aconteceu na cidade de São Paulo, e foi produzido pela Revista Raça, umas das primeiras revistas brasileiras com conteúdo relacionado a cultura afro-brasileira. A jovem concorreu com mulheres negras de todo o país e não escondeu a emoção pela sua vitória.

Natália fez uma postagem de agradecimento na sua página do Facebook “Carinhosamente quero agradecer a todas e todos que contribuíram direta e indiretamente pra essa vitória. Obrigada Deus por me trazer até aqui, e sei que posso chegar bem além de onde me encontro. Obrigada também minha mãezinha, meu irmão Fabrício Isato meu amor Ibraim Souza meu amigo irmão Jonatan Silva. Minhas amigas e companheiras Luana Carvalho, Aline Biano, Josiane Sobral, Daniela Santos ,Joyce Salazar ,doutora Lurdes, Danillo Kiribamba, Cícero, tia Carmelita Guimarães, minha cunhada Yasmin Souza. Enfim obrigada a todos pela força, poder e positividade de cada um de vocês”, escreveu a jovem em seu perfil.

Carnaval: Paraíso do Tuiuti pergunta se a escravidão acabou no Brasil e brilha na Sapucaí

Com o samba-enredo “Meu Deus, Meu Deus, Está Extinta a Escravidão?”, a Paraíso do Tuiuti fez um dos desfiles mais marcantes do Carnaval de 2018 no Rio de Janeiro.

A escola de samba de São Cristóvão relembrou o histórico da escravidão no Brasil, a Lei Áurea e chegou até o momento político atual, com críticas à reforma trabalhista do presidente Michel Temer — que foi retratado como vampiro em um dos carros.

“Eu sou um vampiro que representa o presidente da República”, disse à agência de notícias AFP o professor de história Leo Morais, de 39 anos, enquanto era maquiado.

​”As escolas de samba têm uma função social”, disse. “Elas representam as pessoas comuns”. Continue Reading

Condeúba: Secretaria de Cultura cancela carnaval 2017 em respeito a morte de Roberto Alves

Por Oclides da Silveira

Carnaval Cancelado

A Secretaria Municipal de Cultura Desporto e Lazer agindo sempre de bom senso e depois de ouvir vários segmentos da sociedade, os quais foram também favoráveis em cancelar o Carnaval oficial de Condeúba 2017.

Fato este em respeito ao falecimento do Diretor de Tributos da Prefeitura, Roberto Alves Moreira ocorrido no último domingo dia 20/02.

Roberto Alves já havia participado das festividades carnavalesca de outrora, além do que era um dos colaboradores ativos da festa que tanto divertiu o povo condeubense.

A Secretaria Municipal de Cultura conta com a costumeira compreensão da população condeubense sobre essa medida tomada em razão da dolorosa perda.

Lava Jato recebe apoio do povo brasileiro que pede Sergio Moro no STF

Manifestantes fazem ato contra a corrupção e contra o governo na Avenida Paulista (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Manifestantes fazem ato contra a corrupção e contra o governo na Avenida Paulista (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O Movimento Vem Pra Rua fez uma grande e importante manifestação na Avenida Paulista, em frente ao prédio da Justiça Federal em São Paulo. Os manifestaram que apoiam às investigações da Operação Lava Jato e à campanha Dez Medidas contra a Corrupção, promovida pelo Ministério Público Federal (MPF), retornam às ruas em defesa das instituições e do Brasil.

O grupo, de cerca de 40 pessoas, carregava faixas e distribuía folhetos desde as 11h no local. Quando os semáforos fechavam, alguns ativistas ocupavam a rua e pediam que os motoristas buzinassem em apoio ao ato e à causa.

“Estamos aproveitando para colher assinaturas de apoio às Dez Medidas contra a Corrupção, distribuindo folhetos explicando o que são as medidas e aproveitando para esclarecer dúvidas de pessoas que queiram saber sobre as dez medidas e sobre a Operação Lava Jato”, disse Charles Putz, integrante do Movimento Vem Pra Rua e também líder do Movimento Brasil Livre dos Corruptos.

Segundo ele, o apoio tem o objetivo de que casos de corrupção sejam apurados, julgados e punidos. Putz ressaltou ainda a necessidade de medidas que previnam a corrupção e acredita que as dez medidas do MPF sejam uma ferramenta para isso.

Parada gay em SP tem cartaz e gritos de ‘Fora Temer

Com gritos e cartazes, ativistas da causa LGBT protestam contra o governo Michel Temer (PMDB), neste domingo (29), na 20ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo. O ato ocorre na Avenida Paulista, na região central e foi marcado para as 10h, mas cerca de uma hora depois os participantes ainda estão chegando. Eles gritam “Fora Temer” e “Volta Dilma”. Erguendo um cartaz de “Fora Temer”, a ativista Phamela Godoy diz que, em duas semanas de governo interino, houve recuo nas conquistas LGBT. “Nós não podemos nos furtar de discutir a agenda política do País. Quando os grupos conservadores avançam, os direitos LGBT são os primeiros a serem atacados”, disse.

Phamela cita o fim do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos, além da Coordenação de Política LGBT e a redução no orçamento de políticas de prevenção da Aids. “Em um País que não respeita a democracia, não é possível discutir direitos para minorias”, afirmou.

Neste ano, a edição da Parada terá como principal bandeira a aprovação da Lei de Identidade de Gênero para travestis e transexuais. Serão 17 trios voltados para o tema. A organização estima que 2 milhões de pessoas participem do evento, que vai terminar com um show no Vale do Anhangabaú.

Para o presidente da Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo, Fernando Quaresma, transexuais são vítimas de “crimes com requintes de crueldade” e excluídos por não poderem usar oficialmente sues nomes sociais. “Ajuda a evitar vários problemas, como evasão escolar, falta de absorção no mercado de trabalho e problemas com a familia”, disse.

“Nós queremos dar visibilidade ao segmento ‘T’. Não só em São Paulo, em grandes centros, mas principalmente no interior sofre muito com ‘LGBTfobia’, com o preconceito e a vida à margem da sociedade”, afirmou.

Quase mas também destacou a Parada como espaço para discussões políticas e afirmou que “não adianta ter uma estrutura que não é voltada para o povo”. “Nós lutamos todos os dias pelos nossos direitos. As pessoas preconceituosas, que tem a ‘LGBTfobia’ nas veias, não param de trabalhar um dia para quebrar nossos direitos.”