Categoria: Condeúba

O Dia da Fraternidade é celebrado anualmente em 13 de maio no Brasil


Também conhecido como Dia da Fraternidade Brasileira, esta data celebra um dos valores mais importantes para manter a união e paz numa sociedade: a fraternidade.
A ideia da fraternidade está baseada no conceito de que todos os seres humanos são iguais e, neste sentido, devem ser tratados igualmente com dignidade e respeito.
Assim, a fraternidade faz com que todos os seres humanos sejam igualados ao status de irmãos, devendo possuir direitos iguais, independente da orientação sexual, etnia, religião ou classe econômica.
E neste contexto, o Dia da Fraternidade procura alertar as pessoas para as desigualdades que ainda existem no mundo.
A nível internacional, o Ano Novo (Reveillon) também é conhecido como Dia da Fraternidade Universal, celebrado em 1º de janeiro.
Origem do Dia da Fraternidade Brasileira
O Dia da Fraternidade Brasileira foi criado a partir da Campanha da Fraternidade, criada em 1961 por três padres responsáveis pela Cáritas Brasileira, uma organização humanitária da Igreja Católica.
Fonte: www.calendarr.com/brasil/dia-da-fraternidade/

O Dia da Abolição da Escravatura é celebrado em 13 de maio no Brasil


Esta data comemora o fim da escravidão no Brasil oficialmente através da Lei Áurea, sancionada em 13 de maio de 1888. Quem assinou a Lei da Abolição da Escravatura foi Princesa Isabel, princesa imperial do Brasil.
Não se trata de feriado nacional, sendo esta condição revogada através da Lei nº 19.488, em 15 de dezembro de 1930, pelo ex-presidente Getúlio Vargas.
Abolição da Escravatura no Brasil
O Brasil foi o último país livre da América a abolir totalmente a escravatura, praticada no país desde o período colonial até ao fim do Império, o que durou quase 400 anos.
A maior parte dos escravos era proveniente do continente africano, mas uma parte da população indígena brasileira também foi escravizada.
Os escravos eram usados para todo tipo de trabalho, desde os domésticos passando pela agricultura, mineração e pecuária.
O movimento abolicionista criou força no Brasil durante o século XIX com o intuito de se libertar do domínio português e extinguir o trabalho escravo.
Leia pra libertação dos escravos
O processo de abolição da escravatura no país ocorreu gradualmente. A Lei Áurea, que pretendia acabar de forma definitiva com a escravidão no Brasil, foi precedida por uma série de outras leis, que libertaram as pessoas escravizadas pouco a pouco e sem indenização.
• Lei Eusébio de Queirós (1850): proibição do tráfico de escravos em “navios negreiros” vindos da África;
• Lei do Ventre Livre (1871): filhos de escravos não seriam considerados escravos a partir desse ano;
• Lei dos Sexagenários (1885): libertação de escravos com idade acima de 60 anos.
Lei Áurea
A Lei Áurea, Lei nº 3.353 de 13 de maio de 1888, que significou a Abolição da Escravatura, não foi consensual, porque significou uma “crise nas lavouras” para os latifundiários, já que concedia liberdade aos mais de 700 mil escravos ainda existentes.
Dessa forma, à medida que as leis abolicionistas eram promulgadas se estimulava a vinda de imigrantes para trabalhar nos cafezais brasileiros e assim suprir a mão de obra necessária.
O Brasil também comemora o Dia da Abolição da Escravidão dos Índios no dia 1º de abril.
Importância do dia 13 de maio
Normalmente, esta data é celebrada nas escolas e instituições de ensino, com o intuito de reforçar a história da luta pela criminalização da escravidão, uma prática considerada hedionda na contemporaneidade.
Infelizmente, a discriminação racial ainda predomina em diversas camadas da sociedade brasileira. Assim, o Dia da Abolição da Escravatura também serve como um mecanismo de conscientização e educação para ajudar a erradicar completamente qualquer tipo de preconceito racial.
Atualmente, parte do movimento negro brasileiro contesta esta data e prefere celebrar o dia 20 de novembro, data da morte de Zumbi dos Palmares, como um dia de festa para os afrodescendentes.
Fonte: www.calendarr.com/brasil/abolicao-da-escravatura/

Safra de 2022 será de 261,5 milhões de toneladas, aponta IBGE

Foto: Aiba

A safra agrícola de 2022 deverá totalizar 261,5 milhões de toneladas, alta de 3,3% em relação ao resultado de 2021, conforme o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de abril, divulgado nesta quinta-feira (12), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o Tribuna da Bahia, além disso, os produtores brasileiros deverão colher 71,9 milhões de hectares na safra agrícola de 2022, uma elevação de 4,9% em relação à área colhida em 2021, o equivalente a 3,4 milhões de hectares a mais.

Lembrança de um lindo passado, que foi aterrorizado pela covid-19

Sra. Nilma de Jesus Carvalho Alves Pereira (In memorian)
Sra. Nilma de Jesus Carvalho Alves Pereira com seu esposo Sr. Antonio Alves Pereira o popular “Tony Corate”
A garotinha Nicole Carvalho Pereira

Nesta sexta-feira dia 13 de maio de 2022, está completando um ano do falecimento da Sra. Nilma de Jesus Carvalho Alvers Pereira, ela que foi uma pessoa do bem, vivia sempre muito alegre e responsável pelos seus atos, conquistou grandes amizades e ademiradores pelo seu jeito de ser. Há exatamente um ano atrás, toda essa construção de bem viver, foi drasticamente interrompida pela covid-19 com o falecimento de Nilma.

Seu esposo Sr. Antonio Alves Pereira o popular “Tony Corate”, relembrou ainda com muita emoção algumas datas de suma importância vivida entre os dois conforme ele disse: “Começamos a namorar no mês de Junho do ano de 2000, depois nos casamos no dia 17 de novembro de 2006 e demorou dois anos para ela se engravidar, mas isso acabou acontecendo e, no dia 27 de novembro de 2008 nasceu a nossa maravilhosa e querida filha Nicole, uma dádiva de Deus. Pois bem, entre namoro e casamento vivemos e convivemos juntos por apenas 21 anos e 5 meses. tempo de duração muito curto para um feliz casamento, porém foi o suficiente para grandes aprendizados que colhemos neste período conjugal. Hoje vejo como faz falta a Nilma em nosso lar, eu e Nicole vivemos muito bem, porém com uma terrivel lacuna pela falta da minha esposa e mãe Nilma”, com muita emoção concluiu Tony. 

Condeúba/Bom Abrigo: Morreu o Sr. Geraldo Soares de Sousa, conhecido por “Geraldo Bim” aos 95 anos de idade

 

Sr. Geraldo Soares de Sousa conhecido por “Geraldo Bim”, morreu aos 95 anos de idade.

Morreu na manhã desta quinta-feira dia 12 de maio de 2022 às 11:00 horas, o Sr. Geraldo Soares de Sousa conhecido por “Geraldo Bim” aos 95 anos de idade. Segundo informações de familiares, a causa morte foi natural. Sr. Geraldo deixou viúva a Sra Ana Rosa e 6 filhos Ana, Claudia, Mildete, João, Jesuíno e Raimundo (In memorian) além de 5 netos. O corpo está sendo velado na Fazenda Bom Abrigo em sua residencia, o sepultamento será amanhã (13), (ainda sem horário definido), no Cemitério Municipal Barão José Egídio de Moura e Albuquerque na sede em Condeúba.

Atendimento: FUNERÁRIA SÃO MATHEUS

Nós do jornal Folha de Condeúba deixamos nossos profundos sentimentos aos queridos familiares do Sr. Geraldo, por eles estarem passando essa terrível dor, pela perca irreparável desse ente tão querido! Que o bom Deus o tenha ao seu lado para eternidade. Descanse em paz Sr. Geraldo.

Condeúba/Sapé: Morreu a Sra. Jesuina Rodrigues Coutinho

 

Morreu Nesta madrugada de quinta-feira a Sra. Jesuina Rodrigues Coutinho da fazenda Sapé, conhecida como “Nensinha de Casiano”. Segundo informações de familiares, a causa da morte foi um AVC e não resistiu indo a óbito. Jesuina era viúva deixou seus 7 filhos, seu corpo está sendo velado na sua residência na Fazenda Sapé. Seu corpo será seputado no Cemiterio Municipal da Fazenda Guariba. Hoje quinta-feira 12/05 As 17:00 horas. 

Atendimento: FUNERÁRIA SÃO MATHEUS

Nós do jornal Folha de Condeúba deixamos nossos profundos sentimentos aos queridos familiares da Sra. Jesuína, por eles estarem passando essa terrível dor, pela perca irreparável desse ente tão querido! Que o bom Deus a tenha ao seu lado para eternidade. Descanse em paz Sra. Jesuína.

Multidão compareceu para levar seu último adeus à “Zé de Souza”

 

O ex-vereador Tony Souza mostrando num quadro fotográfico algumas fotos dos amigos do seu pai Zé de Souza que o visitaram ultimamente

Uma verdadeira multidão de amigos e muitos conhecidos além de parentes, compareceram durante o velório ontem e no sepultamento do ex-vereador José Pereira de Souza, ocorrido nesta manhã de quinta-feira dia 12 de maio de 2022 às 7:00 horas. 

O grande povoado da Ripa que foi construído basicamente por Zé de Souza, ficou pequeno para receber tanta gente ao mesmo tempo, relembrou um dos parentes, que estava parecendo as épocas áureas do parlamentar que fazia movimentos e enchia de pessoas de todos os lugares do município e da região.

Por esse dia e noite pela Ripa passaram pessoas de todos os lugares e municípios vizinhos como Jacaraci e Mortugaba, compareceram vereadores, secretários municipais e ex-vereadores os ex-prefeitos de Condeúba Odílio da Silveira, Toinho Terencio e Guto além do Prefeito de Mortugaba Sr. Eráclito e muitos outros.

O caixão foi fechado às 7:00 horas na sua residencia onde foi velado e, seguiu em cortejo fúnebre rumo à Capela de Santa Luzia, onde foi feito as exéquias com muita propriedade pelo Ministro da Eucaristia Sr. Valdir.

Ao final o ex-vereador Tony Souza representando a família disse: “Agradecemos primeiramente a Deus por ter prolongado a vida do meu pai até acabar com o processo da pandemia, para fazer os desejos dele, que almejava grande ajuntamento de pessoas no dia do seu velório e, assim aconteceu essa verdadeira multidão de pessoas que vieram dar o seu adeus final ao amigo José de Souza, isto ocorreu tanto ontem como hoje, a palavra que temos para agradecer todos vocês chama-se gratidão”, pontuou emocionado Tony Souza. 

Por último, o caixão foi lacrado e seguiu em cortejo fúnebre rumo ao Cemitério Municipal São Vicente de Paulo, localizado na própria Comunidade da Ripa. Chegando lá no cemitério, sua sepultura que já está aberta aproximadamente ha 15 anos (e não 13 como falamos na outra matéria), recebeu o caixão com o corpo do amigo José de Souza, que após ser soterrado subiu uma poeira e, ali junto também sua alma dele que seguiu rumo ao céu, onde está sentado a direita do Pai Celestial. Essa é a nossa fé.

Fotos: Oclides/JFC Continue lendo

O Dia Internacional da Enfermagem é comemorado anualmente em 12 de maio


Também conhecido como Dia Internacional dos Enfermeiros ou Dia do Enfermeiro, esta data homenageia o trabalho e contributo dos enfermeiros e enfermeiras para a proteção da saúde.
A função desses profissionais é essencial para garantir a recuperação e salvamento de vidas em perigo, seja nos hospitais ou demais instituições que necessitam da assistência contínua de cuidados médicos.
Normalmente, durante este dia são organizadas atividades destinadas aos profissionais de enfermagem, como palestras e discussões que ajudam a potencializar as funções do seu trabalho.
Origem do Dia Internacional da Enfermagem
O Dia Internacional da Enfermagem é celebrado mundialmente desde 1965. Porém, oficialmente esta data só foi estabelecida em 1974, a partir da decisão do Conselho Internacional de Enfermeiros.
O dia 12 de maio foi escolhido como homenagem ao nascimento de Florence Nightingale, considerada a “mãe” da enfermagem moderna.
Florence Nightingale, de nacionalidade inglesa, nasceu em Florença, na Itália. Aos 17 anos, Florence, que era cristã anglicana, decidiu ser enfermeira, acreditando ter um chamado de Deus para fazer enfermagem.
Foi na guerra da Crimeia, em que o Reino Unido participou entre 1853 e 1856, que o seu trabalho se tornou mais conhecido e ela foi chamada de “Dama da Lâmpada”, instrumento que usava durante a noite para ajudar melhor os feridos.
Florence Nightingale fundou a primeira Escola de Enfermagem secular do mundo na Inglaterra, em 1860.
Dia da Enfermagem no Brasil
O Dia Internacional da Enfermagem passou a ser uma data comemorativa no Brasil em 1938, quando a data foi instituída pelo então presidente Getúlio Vargas através do Decreto no 2.956, de 10 de agosto de 1938.
No entanto, no Brasil é comum a celebração da Semana da Enfermagem, que compreende os dias 12 a 20 de maio.
A semana da enfermagem começa em 12 de maio, porque é o Dia Internacional da Enfermagem, e termina em 20 de maio, porque é o Dia do Auxiliar e Técnico de Enfermagem.
FONTE:www.calendarr.com/brasil/dia-internacional-da-enfermagem/