Para limpar o nome, 36% dos inadimplentes recorrem a acordo com credor, aponta pesquisa

Fonte: CNDL/CDL (Conteúdo)

Telefone é o meio mais comum para tentativa de acordo, mas em 29% dos casos, dívida foi renegociada com auxílio de alguma plataforma online; em um ano, valor médio total das pendências do brasileiro caiu de R$ 2.900 para R$ 1.500

Uma pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) em todas as capitais com consumidores inadimplentes ou que estiveram nessa situação nos últimos 12 meses revela que a principal estratégia usada pelos entrevistados para regularizar as contas em atraso é o acordo com o credor, opção escolhida por 36% da amostra. O segundo recurso mais utilizado é a economia de gastos ou cortes no orçamento (24%), seguida da geração de renda extra (18%) e do uso do 13º salário (11%). Outros 8% optaram por contrair um empréstimo consignado.

No geral, a pesquisa aponta que 72% dos entrevistados tentaram renegociar as dívidas após terem o CPF negativado, sendo que 45% tiveram a iniciativa de propor um acordo direto ao credor e 27% foram procurados pela empresa, que ofereceu novas condições para acertarem as contas. Outros 24% não arriscaram uma tentativa de acordo, seja por falta de tempo (15%) ou por não saberem como fazer (8%), apesar de estarem dispostos a participar de uma negociação dos débitos.

“O melhor caminho para colocar as finanças em ordem é se planejar, negociar e procurar prazos e condições de pagamento realistas que caibam no orçamento. Fugir ou se esconder do credor não fará com que a dívida desapareça. A negativação impõe uma série de dificuldades aos consumidores, que podem ficar impedidos de abrir conta em banco, fazer compras parceladas, alugar imóveis e tomar empréstimos”, esclarece a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

32% decidem pagar dívida com medo dela sair do controle e 73% sentiram consequências do ‘nome sujo’

De acordo com a pesquisa, apenas 10% dos entrevistados não fizeram adequações no orçamento para conseguir limpar o nome. Entre os principais cortes estão as atividades de lazer (40%), compras de roupas e calçados (39%), alimentação fora de casa ou saídas para bares (33%) e serviços de beleza (29%). Continue Reading

Com tomógrafo em operação, Hospital Municipal de Brumado ganha status de base regional

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

Com as equipes de operação capacitadas, o tomógrafo do Hospital Municipal Professor Magalhães Neto já se encontra em pleno funcionamento. De acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde, o aparelho foi doado pelo Estado para suprir os atendimentos emergenciais da unidade. Para receber o equipamento, a prefeitura remodelou uma ala dentro das especificações de segurança da saúde.

No momento, devido a alguns trâmites burocráticos, os atendimentos de tomografia no hospital estão sendo disponibilizados apenas ao público interno, porém em breve a oferta será estendida para pacientes das outras localidades assistidas pela unidade. Diante do cenário, o hospital vem ganhando status de Base Regional, pois conta com duas Unidades de Terapia Intensiva, um arco cirúrgico, uma das maiores maternidades do estado e agora um tomógrafo. Continue Reading

OAB de Vitória da Conquista denuncia caos em Cartório de Registro de Imóveis

Foto: Divulgação/OAB

Tendo em vista a importância dos cartórios, a OAB denunciou a situação de calamidade atual do 1º Ofício do Registro de Imóveis de Vitória da Conquista, a 132 km de Brumado, que vem sofrendo com a falta de servidores.

Segundo a instituição, o referido Cartório possui péssimas instalações físicas, condição que também se reflete em seus livros, muitos deles deteriorados. Os advogados não suportam mais a situação, fato que tem repercutido negativamente inclusive no desempenho da profissão.

A OAB Conquista oficiou o Tribunal de Justiça da Bahia, através da Desembargadora Lisbete Maria Teixeira Almeida Cézar Santos e do Juiz Auxiliar Moacir Fernandes Reis, ambos da Corregedoria Geral de Justiça, órgão responsável pelo Cartório de Imóveis referido, requerendo providências urgentes.

CNH: Renovação vai exigir prova e curso em junho

Foto: Divulgação

Os motoristas que precisarem renovar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) a partir de junho deste ano precisarão fazer um curso teórico e uma prova, além do exame médico que já era obrigatório. A mudança na lei foi publicada na última semana por meio de uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que redefiniu a formação de condutores no país. Até 5 de junho, renovar a CNH das categorias A e B (motos e veículos de passeio) exige apenas o exame médico.

De acordo com o G1, estão dispensados deste curso apenas os motoristas que realizam atividades remuneradas em veículos, como transporte de carga e passageiros. Mas estes profissionais também passarão por outro curso específico, de maior duração, a cada 5 anos. Em caso de reprovação no exame, o condutor poderá fazer uma nova prova 5 dias depois da divulgação do resultado.

Se houver uma segunda reprovação, ele deverá passar por todo curso novamente. O curso a distância deve ser realizado em no máximo 5 dias, mas a prova será aplicada apenas presencialmente.