Dia: 29 de maio de 2020

Prefeito de Medina interior de Minas fecha praça com arame farpado para evitar aglomeração de idosos

Município de Medina tem cerca de 21 mil habitantes e está com 15 casos confirmados da Covid-19. Prefeito afirma que a maior preocupação é com os idosos e a medida foi necessária porque eles permaneciam sentados na praça durante o dia.

Por Marina Pereira, G1 Grande Minas

Arame foi colocado ao redor da praça para evitar aglomeração — Foto: Ascom/Prefeitura

O avanço do coronavírus pelo interior de Minas tem preocupado as autoridades. Em Medina, no Vale do Jequitinhonha, o prefeito decidiu cercar a principal praça da cidade com arame farpado para evitar aglomeração de idosos. Com cerca de 21 mil habitantes, o município já tem 15 casos confirmados da doença.

O prefeito Evaldo Lúcio Peixoto explicou ao G1 que já havia passado uma tinta à base de cal nos bancos e mesmo assim, os idosos davam um jeito de sentarem.

“Eles pegavam folha de jornal e papelão, colocam no banco e sentavam. Como vi que não tinha jeito, decidi colocar arame farpado perto dos bancos e resolveu o problema. Ninguém vai querer sentar em cima de arame farpado. Colocamos fita de isolamento e folhetos informativos com orientações”.

Praça Max Machado fica no Centro de Medina — Foto: Ascom/Prefeitura

No município, tem outras praças mas o local preferido dos idosos era a Praça Max Machado, que fica na área central. Segundo o Prefeito, eles costumavam chegar por volta das 7h, as 11h saíam para almoçar, tiravam um cochilo e 14h estavam de volta. Continue lendo

Prazo para saque do abono salarial 2019-2020 acaba nesta sexta

O pagamento do abono salarial PIS-Pasep do calendário 2019-2020, ano-base 2018, para os trabalhadores da iniciativa privada e do serviço público, termina nesta sexta-feira (29). O PIS é pago na Caixa Econômica Federal, e o Pasep, por meio do Banco do Brasil.

O governo decidiu em abril, por meio de resolução, antecipar em um mês o prazo limite para os saques do abono salarial do calendário 2019-2020. O calendário original teve início em julho do ano passado e previa prazo final até 30 de junho.

Segundo o governo, a antecipação ocorreu para auxiliar na proteção às pessoas de baixa renda durante o estado de calamidade pública causado pela pandemia de Covid-19. Na mesma resolução foi publicado também o calendário de pagamento do abono salarial 2020-2021.

Cerca de 600 funcionários vão ser demitidos em fábrica de calçados em Itapetinga

Fábrica da empresa Vulcabras Azaleia

Cerca de 600 funcionários de uma fábrica da empresa Vulcabras Azaleia, instalada no município de Itapetinga, sudoeste da Bahia, vão ser dispensados. A informação foi divulgada pelo Sindicato dos Calçados de Itapetinga, que relatou que as dispensas vão começar nesta sexta-feira (29).

As demissões abrangem trabalhadores que residem em Itapetinga e outros municípios da região. Segundo a categoria, as demissões se devem, principalmente, à redução de custos de transportes de colaboradores que atuam em outras cidades, como Macaraní, Itambé, Itororó, Firmino Alves e Caatiba. O sindicato afirma que a empresa negociou as dispensas e garantiu direitos trabalhistas aos funcionários demitidos.

A categoria acrescenta que foi feito um acordo coletivo para aqueles trabalhadores que quiserem residir em Itapetinga ou ir ao trabalho com seus próprios transportes. Nestes casos, eles serão mantidos e receberão ajuda de custo mensal de R$ 140 durante seis meses. Aqueles que não aceitarem as condições receberão todos os diretos trabalhistas e mais 12 cestas básicas, informou o sindicato. Em nota, a Vulcabras Azaleia confirmou os desligamentos em Itapetinga, mas não revelou a quantidade de funcionários que perderão o emprego.

A empresa afirmou “que não é segredo que a pandemia está atingindo forte e negativamente a economia e o setor de calçados” e que está se adequando ao novo momento. A Vulcabras Azaleia acrescenta que “colocou em prática uma série de iniciativas para a manutenção da saúde dos negócios”, como antecipação das férias e banco de horas, mas, ainda assim, foi necessária a decisão de desligar parte dos colaboradores. A empresa afirma que entrou em acordo com o sindicato para que sejam feitas as rescisões cabíveis e se comprometeu a fornecer 12 cestas de alimentação aos demitidos até o mês de dezembro.

Três ideias revolucionárias para o nosso mundo pós-pandemia

As crises geralmente expõem linhas de falha que sabemos que existem, mas preferimos ignorar.

Coronavírus – Foto: Youtube

A crise financeira global de 2008 explodiu a ideologia de que os mercados sempre entregam os bens. Lembre-se daqueles poderosos titãs de Wall Street sacudindo a lata de um mendigo na frente do governo federal em Washington para evitar o colapso financeiro.

A pandemia de Covid-19 de 2020 agora abalou a ilusão reconfortante de que os governos também são um pano de fundo à prova de falhas. Com certeza, eles estão desempenhando um papel indispensável na quarentena de pessoas e injetando adrenalina fiscal na economia em coma. Mas nos EUA e no Reino Unido, pelo menos, subfinanciaram a infra-estrutura e as instituições críticas de saúde pública e foram dolorosamente lentas em sua resposta.

Henry Kissinger, o veterano pensador estratégico americano, argumentou que a crise expôs as limitações de nossas instituições atuais. “Quando a pandemia do Covid-19 terminar, as instituições de muitos países serão vistas como fracassadas”, escreveu ele no Wall Street Journal.

Martin Gurri, ex-analista da CIA e autor de A Revolta do Público , foi ainda mais longe: “Em retrospecto, podemos considerar esta crise como um evento de extinção das instituições”. Continue lendo

Levon Nascimento, escritor baiano radicado em Taiobeiras/MG., teve seu texto classificado em 10º lugar no concurso nacional de novos escritores

Tenho a honra de anunciar que meu texto “As guerreiras negras da divisa da Bahia com Minas”, que retrata a história de minha bisavó Feliciana Martins do Nascimento, recebeu menção honrosa, figurando em 10º lugar entre os mais de 300 inscritos, de todo o Brasil, no Concurso Nacional de Novos Escritores de 2019, na categoria “Histórias Humanas”. O texto vai figurar no livro-coletânea Histórias Humanas do Conselho Nacional de Novos Escritores.

“Nós do Jornal Folha de Condeúba, parabenizamos este grande escritor baiano radicado em Taiobeiras/MG. Levon Nascimento, pelo seu grande talento na escrita. Justiça foi feito com esta 10ª colocação a nível nacional, neste maravilhoso texto de sua autoria, “As guerreiras negras da divisa da Bahia com Minas”, que concorreu com mais de 300 autores. Para tanto, e com o intuito de homenageá-lo, republicamos a seguir a matéria na integra que foi publicada originalmente em 18/11/2018″. 

Continue lendo

WhatsApp chat