Day: 10 de maio de 2020

Cresce número de brasileiros que temem ser infectados pelo coronavírus, indica pesquisa

por Ailma Teixeira

Foto: Reprodução / Folha Vitória

A maioria dos brasileiros admite que tem medo de ser infectado pelo novo coronavírus, como mostra um levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisas. De um total de 2.200 pessoas entrevistadas em 192 municípios, 66,5% revelou esse temor.

O número é maior do que o registrado na pesquisa feita em março, quando 60,6% disseram que temem a doença. Por outro lado, os destemidos representam 30,3% do total enquanto 3,2% dos entrevistados não sabem ou não opinaram a respeito da questão. Continue lendo

Brumado: Mosaísta morre após perder controle de motocicleta na Fazenda Lamarão

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

O mosaísta Leonardo Guenes de Oliveira morreu na tarde deste domingo (10) vítima de acidente na Fazenda Lamarão, na cidade de Brumado. Segundo apurou o site Achei Sudoeste, Léo Guenes, como era conhecido, trafegava pela localidade, quando perdeu o controle da direção da motocicleta e foi arremessado ao solo. O capacete acabou soltando da cabeça de Leonardo.

Devido a gravidade do impacto, o artista morreu na hora. Oliveira era filho da psicóloga Fátima Guenes. A Polícia Militar foi acionada e registou a ocorrência. O Departamento de Polícia Técnica (DPT) realizou o levantamento cadavérico. O copo de Oliveira foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), em Brumado, para ser necropsiado.

Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Guenes produzia peças originais desenvolvidas através da arte abstrata e de figuras temáticas. Suas coleções sempre agradavam os amantes da boa arte moderna. Ele mantinha um box no mercado Municipal de Artes e já havia realizado duas exposições dos seus trabalhos na cidade.

Léo estava em atividade na construção de um grande mosaico retratando a natureza e a empatia da convivência social no prédio de uma das mais tradicionais unidades de ensino particular da cidade, localizada na Avenida Otávio Mangabeira. Léo faleceu sem concluir seu sonho de poder administrar cursos de mosaico a interessados.

“Todo talento deve ser repassado. O dom me foi dado e não posso deixá-lo morrer em mim, tenho que repassá-lo nem que seja teoricamente”, disse o artista em entrevista anterior ao site Achei Sudoeste. Clique aqui e aqui e veja as reportagens publicadas em nosso site com Léo Guenes.

Morre o cantor Carlos José, aos 85 anos, vítima de Covid-19

Carlos José estava internado no Hospital São Francisco na Providência de Deus, na Tijuca, na Zona Norte do Rio, com problemas respiratórios decorrentes da doença

Morreu, na manhã deste sábado (9/5), o cantor Carlos José, vitima de Covid-19 aos 85 anos. Paulista, o artista iniciou a carreira como seresteiro, com temas românticos, como “Esmeralda”, que fizeram sucesso nos anos 1960.

Colega de nomes como Dolores Duran, Silvia Telles e Tito Madi, o cantor gostava de ser chamado de “o último seresteiro”. Apesar de ter sido formado em Direito, nunca exerceu a profissão de advogado, já que a música se impôs desde sempre na vida.

A carreira artística começou na década de 1950, quando ganhou o prêmio Revelação por seu primeiro disco, com gravações de sambas-canção como “Ouça”, de Maysa, e “Foi a noite”, de Tom Jobim e Newton Mendonça.

Gravou dezenas de discos, incluindo uma série de seis LPs batizada de “Uma noite de seresta”, uma joia que compilava as canções mais importantes do gênero.

Recentemente, o cantor havia voltado aos estúdios após um longo período afastado do meio musical. Em 2014, gravou o disco “Musa das canções”, com o irmão Luiz Cláudio Ramos, violonista e arranjador.

A obra reúne regravações de todos os maiores sucessos da carreira do intérprete e compositor, como “Doralice” e “Marina” (ambas de Dorival Caymmi), “Celina” (do próprio Carlos José) e “Maria” (de Ary Barroso e Luis Peixoto).

O CD contou com a participação de Chico Buarque (na faixa “Odete”, letra de Herivelto Martis e Valdemar de Abreu, mais conhecido pelo apelido Dunga) e Jerry Adriani (em “Laura”, de João de Barro e Alcyr Pires Vermelho).

Carlos José estava internado no Hospital São Francisco na Providência de Deus, na Tijuca, na Zona Norte do Rio, com problemas respiratórios decorrentes da doença. A mulher do artista, Vera Goulart, luta contra a mesma doença, e segue internada em outro hospital na capital fluminense. Ele deixa dois filhos.

Renata Mello fecha fábricas e demite 1.800 funcionários durante pandemia em Itapetinga

Foto: Davi Ferraz/Sudoeste Hoje

Após conceder férias coletivas aos seus empregados nas diversas unidades de produção na região de Itapetinga, a Indústria de Calçados Renata Mello concluiu o processo de demissão em massa e acabou encerrando as atividades sexta-feira (8).

De acordo com informações do sindicato que representa a categoria dos calçadistas, foram aproximadamente 1.800 demissões nas unidades de Itapetinga, Itarantim, Maiquinique, Macarani e Potiraguá, um verdadeiro baque econômico em plena pandemia do Coronavírus, período de extrema escassez de empregos, segundo o Sudoeste Hoje.

A saída da Renata Mello da região aconteceu sob a omissão total do governo estadual, que através do deputado estadual Rosemberg Pinto (PT) havia prometido uma solução para contar o processo de fechamento das fábricas na região, porém nenhuma medida foi tomada.

HOMENAGEM AO DIA DAS MÃES DE CONDEÚBA, DA BAHIA E DO BRASIL

Nós do Jornal Folha de Condeúba, parabenizamos todas as mães nesta data, pela passagem do seu dia. Com muito orgulho saudamos todas as mulheres, inclusive aquelas que não foram e outras tantas que ainda não são mães. Parabéns! Feliz o Santo dia das mães!

Antônio da Cruz Santana

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MÃE

Um ser de extrema admiração,
Uma mulher que tem o mundo em suas mãos.
Figura importante na tomada de decisão,
Que nunca nos deixa em momento algum na mão.

Mãe da eterna gratidão,
Mãe da designação.
Mãe que sempre nos proporcionou o seu perdão,
Mãe do amor, do carinho e da atenção.

Mãe que passa por dificuldade e chora,
Mãe que também se apavora.
Mãe que não sabe esperar a sua hora,
Mãe que por um filho pede esmola.

Mãe que tem a sua história,
Que se inspira no Deus de Nossa Senhora.
Mãe que abraça o dia e nos mostra aurora,
Mãe que nunca um filho explora.

Antônio Santana,
Professor e poeta.
Condeúba – Bahia.

 

Leandro Flores

UMA CARTA PARA MINHA MÃE
Mensagem para o dia das mães

Querida mãe,

Que fase, né! Imagine, eu não poder passar aí para te dá aquele abraço de sempre, para comemorar contigo esse dia que é todo seu! Todo nosso.

Imagine, mãe, ter que passar esse dia tão especial distante de ti! Sem a família toda reunida no sofá, sem almoço de domingo, sem selfs e correria de menino pela casa. Como meu coração não fica em saber que esse dia especial vai ser desse jeito… de longe… sem colo, sem grude, sem seus afagos de mãe.

Mas, apesar da distância, apesar do abraço virtual e, sem aquele cheiro de proteção que só a senhora tem, saiba que te amo muito. E não vai ser um vírus que vai nos separar, que vai nos impedir de sentir a sua presença em todos os instantes.

Que Deus te proteja de todas as angustias destes tempos!

Sossegue teu coração e se cuide!

Feliz dia das mães.

Autor

Leandro Flores é fundador e produtor de todos os Projetos ligados ao Café com Poemas.

Jornalista, Sertanista, Comendador, Poeta, Editor de Livros e Revistas e Designer Gráfico. Leandro é autor dos livros “Sorriso de Pedra – A outra face de um Poeta” e “Portfólio: Traços e Conceitos”.

É membro-fundador da Academia de Letras do Sertão Cultivista, membro da CAPPAZ – Confraria Artistas e Poetas pela Paz, além de outras instituições Acadêmicas pelo país. Também é Coordenador e Idealizador do Movimento Cultivista Brasileiro e do Projeto Cartas e Depoimentos. Já fez participações em dezenas de antologias poéticas, além de ORGANIZAR e AUXILIAR outras publicações.

 

 

POR Edson Silveira

 

 

 

 

 

 

” Sinônimo de perfeição “

Mãe, mulher e rainha
Sinônimo de perfeição,
Dádiva de amor
Traduz sua missão.

Meiga, dócil e incrível
Ser incomparável.
Anjo indescritível
E admirável.

Vejo-te na flor mais linda do jardim
Ou na esmeralda mais preciosa,
És absolutamente assim
Como um perfume de uma rosa…

Exalando paz e plenitude
Na mais bela essência da vida
Sua magnitude
Jamais será esquecida.

És única por fascínio
Com a excelência do verbo amar,
Guardaste no coração
Uma doçura de encantar.

Feliz dia das Mães❣