Arquivos diários: 8 de janeiro de 2019

Polícia: Ônibus são incendiados na zona rural de Ilhéus

Dois ônibus foram incendiados no distrito de Itariri, em Ilhéus, Sul da Bahia, na noite desta segunda-feira (7). Os veículos pertenciam à empresa São Miguel, que confirmou o ocorrido para imprensa local. Ninguém foi preso até a manhã desta terça-feira (8).

De acordo com testemunhas, homens encapuzados portando armas de fogo foram os responsáveis pelo ato. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra um dos veículos em chamas.

Ao blog Plantão Itabuna, o coordenador Regional da Polícia Civil em Ilhéus, delegado Evi Paternostro, afirmou que um cobrador do transporte coletivo revelou que os moradores da comunidade estavam revoltados por causa dos constantes atrasos dos ônibus.

Por causa do ocorrido, o serviço ficou deficiente na noite de segunda, e deve permanecer comprometido nesta terça.

INB: Governo Federal vai estimular parcerias para ampliar a produção de urânio

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

O governo de Jair Bolsonaro (PSL) deve promover uma abertura nas áreas de pesquisa e exploração de urânio, atividades que, segundo a Constituição, são monopólio da União. Uma ideia que tende a ganhar fôlego é a realização de parcerias do setor privado com as Indústrias Nucleares do Brasil (INB), estatal vinculada ao Ministério de Minas e Energia e encarregada da prospecção, pesquisa e lavra de jazidas de minérios nucleares.

Nesse modelo, a União manteria o monopólio, o que evitaria problemas com a Constituição, mas ganharia agilidade para multiplicar áreas de exploração de urânio, mineral do qual o Brasil tem a sétima maior reserva mundial e que serve como insumo para mais de 11% de toda a energia elétrica consumida no mundo em centrais nucleares como Angra 1 e 2.

O sinal para uma maior flexibilização da pesquisa e da exploração do urânio no país partiu do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, na semana passada. No discurso de transmissão de cargo, Albuquerque, um especialista no tema nuclear, disse que o novo governo pretende estabelecer um diálogo “objetivo, desarmado e pragmático, com a sociedade e o mercado, sobre essa fonte estratégica na matriz energética brasileira”.

Idosos perseveram pela tradição do Terno de Reis em Brumado

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

Na comunidade do Campo Seco, em Brumado, os idosos Nelson Pinheiro, 87 anos, e Raimundo Lopes, 74 anos, mantém a tradição do Terno de Reis. Ambos são figuras ilustres na comunidade, onde celebram a tradicional festa há décadas.

Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o seu Nelson contou que começou a tocar Terno de Reis por conta dos tios e do irmão, que já faziam parte da celebração. Ele toca diversos instrumentos e também canta durante as apresentações. “São 72 anos de reisado”, disse. Já o seu Raimundo relatou que já faz parte da tradição há mais de 50 anos.

Quando começou, segundo ele, havia muito Terno de Reis na região. “Tinha vezes que havia quatro a cinco Terno de Reis em uma noite”, contou. Ele ainda disse que o seu instrumento é a caixa, além de cantar junto com o seu Nelson nas apresentações.

O idoso lamenta que os jovens não demonstrem interesse em levar a tradição adiante. “Hoje em dia, só mais o pessoal da roça que gosta de Reis. Brumado deu pra fechar as portas muito cedo, aí o Terno de Reis foi diminuindo e está desse jeito. O apoio é muito pouco”, afirmou.