São Paulo/Condeúba: Morreu Antônio da Silva Terence aos 89 anos de idade

Por Oclides da Silveira

Sr. Antônio da Silva Terence faleceu aos 89 anos de idade

Morreu em São Paulo no dia 16 de janeiro de 2019  o condeubense Sr. Antônio da Silva Terence aos 89 anos de idade.  Nascido em Condeúba no dia 23/01/1930, deixou viúva a Sra. Horminda Pereira Flores, e  3 filhos vivos Valter da Silva Terence, Rita da Silva Terence, Valmir da Silva Terence e Valdir da Silva Terence (em Memoriam). Há muitos anos Antônio morava em São Paulo, mas deixou muitos parentes e amigos aqui em Condeúba. Seu corpo foi sepultado ontem dia 17 de janeiro de 2019 em São Paulo.

Nós do Jornal Folha de Condeúba deixamos nossos sentimentos à família enlutada por essa perda irreparável deste ente tão querido. Que o bom Deus o tenha ao seu lado para a eternidade. Descanse em paz Sr. “Antônio” !!!

 

SERTANEJO: Lenda do sertanejo, cantor Marciano morre aos 67 anos

Felipe Branco Cruz

Do UOL, em São Paulo

O cantor sertanejo José Marciano morreu aos 67 anos

O cantor sertanejo José Marciano morreu na madrugada desta sexta-feira (18), aos 67 anos. Ele foi vítima de um infarto e não resistiu. Ele morreu dormindo em casa, em São Caetano (SP), por volta das 2h da manhã. Aparentemente, o cantor não demonstrava nenhum problema grave de saúde. A informação foi confirmado ao UOL pela ex-assessora e amiga da família Mayla Tauany.

A equipe do cantor confirmou a morte em um comunicado postado no Instagram. “Perde-se um grande músico, compositor, marido e amigo, que fez história e marcou a música sertaneja brasileira”, diz o texto.

Chamado de “O Inimitável”, ele ficou famoso por dar voz a canções como “Fio de Cabelo”, “Crises de Amor”, “Paredes Azuis”, “Menina Escuta Meu Conselho”. Desde os 16 anos ele fez parceria com João Mineiro e já na década de 1970 começou a se destacar no cenário sertanejo.

Em entrevista ao UOL, em 2016, Marciano relembrou o início da carreira. “Tudo era muito difícil para gente. Até o nosso sertanejo começar a se consolidar, no fim dos anos 1970, início dos 1980, só o circo nos dava espaço. É um tributo nosso a eles. O circo é nossa raiz”, contou.

Após a morte de João Mineiro em 2012, Marciano formou dupla em 2016 com Milionário, que também já havia perdido o companheiro de dupla José Rico, em 2015. Juntos, Milionário & Marciano saíram em turnê pelo Brasil com o projeto “Lendas”, empresariado por Sorocaba, da dupla Fernando & Sorocaba. “Nos juntamos para provar para o Brasil inteiro que nunca é tarde para se começar uma nova história.

Por enquanto está dando certo”, disse Marciano em 2016 sobre a formação da nova dupla, em entrevista ao “The Noite”. Ainda não há informações sobre o velório e o enterro. Marciano deixa a mulher Alexandra, a filha Marciane e o filho Fabiano.

O filho do cantor, Fabiano Martins, que não mantinha uma boa relação com o pai, postou no Instagram uma nota lamentando a morte. ” Morre um dos maiores cantores sertanejo desse país. E é com uma imensa tristeza que informo aos meus amigos que meu Pai sofreu um infarto fulminante nessa madrugada e foi morar com Deus. João Mineiro e Marciano ficará eternizado em nossos corações”, escreveu.

Queiroz e as máfias dos donos do poder. Ninguém mais tolera a impunidade da velha ordem

Por Deputado Federal Luiz Flávio Gomes

Fabrício Queiroz

Para o general Augusto Heleno, “Queiroz tem que dar explicação mais consistente”. Bolsonaro, que afirmou ter emprestado R$ 40 mil para ele, acrescentou: “Queiroz fazia rolo” (com carros?). Nove funcionários do gabinete de Flávio Bolsonaro transferiam dinheiro para a conta do Queiroz no dia dos pagamentos na Assembleia Legislativa do Rio. O dinheiro passou pela conta do Queiroz, conforme prova o Coaf. Moro salientou que o fato deve ser apurado. Mourão citou o “apurundaso” dos costumes do Exército: “apurar e punir se for o caso”.

O lenga-lenga do caso Fabrício Queiroz, leia-se, a demora para que tudo seja passado a limpo, tal como exige a sociedade civil, nos recorda Millôr Fernandes que dizia que “O Brasil tem [ainda] um enorme passado pela frente”.

Um desses passados consiste precisamente em não fazer valer a lei que manda investigar e, quando o caso, punir todos, todos (“erga omnes”), pouco importando se é nobre ou plebeu. Nós temos que romper a impunidade garantida pela velha ordem (colonial, patriarcal, escravagista, patrimonialista).

Enquanto os “rolos” do Queiroz não forem explicados, fica no ar a sensação de mais um “esquema rachid”, que ocorre quando alguns políticos ficam com parte dos salários dos seus funcionários.

O velho “esquema rachid” faz parte das máfias patrimonialistas dos donos do poder, que se caracterizam pela apropriação ou uso do dinheiro ou do poder do Estado para o enriquecimento particular. Confusão entre o público e o privado.

O caso Queiroz se tornou público a partir do Coaf, que tem direito de monitorar as contas bancárias do país sem autorização judicial. Os bancos automaticamente passam para ele as informações. Está na lei. Falar em autorização judicial nesse caso é um equívoco. Continue Reading

Diferentes modalidades esportivas são oferecidas gratuitamente em Conquista

A Prefeitura de Vitória da Conquista, por meio da Coordenação de Esportes e Lazer, ligada a Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Esportes e Lazer (Secult), está oferecendo para toda a comunidade a oportunidade de praticar várias modalidades esportivas de forma gratuita.

Na escola de esportes, que funciona no estádio Edvaldo Flores atua há algum tempo., os interessados podem se inscrever para aulas de capoeira, karatê, judô, jiu-jitsu, muay-thai e futebol. E, segundo a Secretaria, a partir de fevereiro será implantada a escolinha de futsal e tênis.

A escola funciona todos os turnos e a faixa etária é a partir dos 8 anos de idade, sendo karatê e judô a partir dos 5 anos. Para se inscrever basta se dirigir até o estádio levando uma foto 3×4 e preencher uma ficha de inscrição para que possa ser feita uma carteirinha para o participante.

Psicólogo é preso suspeito de estuprar pacientes durante sessões no sul da Bahia

Um psicólogo de 49 anos foi preso suspeito de estuprar ao menos três mulheres durante sessões em Teixeira de Freitas, no extremo sul da Bahia. As informações são da Polícia Civil. Segundo investigadores da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), George Pereira foi denunciado por três pacientes, que têm entre 19 e 20 anos.

Os crimes ocorreram no consultório onde ele atuava como psicólogo, no bairro Recanto do Lago, na cidade de Alcobaça. A polícia apurou que o homem alegava que a “prática sexual” fazia parte do tratamento psicológico. Segundo o G1, o suspeito também é pastor em uma igreja de Alcobaça, município de 68 quilômetros de Teixeira de Freitas.

A Polícia Civil informou que a delegada Viviane Scofield Amaral, titular da Deam/Teixeira, solicitou à Justiça um mandado de prisão com base nas denúncias. O mandado foi cumprido na quarta-feira (16). O suspeito está custodiado na delegacia à disposição da Justiça.