CONDEÚBA – 158 ANOS: Muita história escrita no livro do tempo, do passado e presente

Por Paulo Henrique

Paulo Henrique Cordeiro Chefe de Gabinete do Prefeito e colaborador da Folha de Condeúba

14 de maio é um dia muito especial para os condeubenses. Celebramos hoje nossa liberdade, nossa independência e nossa emancipação política. São 158 anos de muita história escrita no livro do tempo, do passado e presente. Histórias bonitas e tristes também, histórias alegres, engraçadas, histórias de um povo com raízes nobres fincadas num passado glorioso e de batalhas heroicas. Uma vila formada sob os cuidados de Santo Antônio de Pádua, onde os Intendentes, coronéis e até mesmo um barão governou com mãos fortes em um estilo antigo e retrógrado de se fazer política.

Condeúba gozou de boa fama em toda a região e até mesmo em todo o estado e sem medo de errar posso afirmar que a nivel de nação também teve seu destaque. Banhada por fortes enchentes nossa Condeúba também conheceu o desastre, a dor e o sofrimento de seus filhos. Condeúba é lugar de muita cultura, muita fé, muita religiosidade e culinária de encher os olhos e a boca.

Nossa Condeúba tem muito mesmo o que contar, porém, muito se perdeu, nem tudo foi registrado e preservado pra ser memória para as atuais e futuras gerações. Mas dois ilustres condeubenses se preocuparam com ess a questão: Tranquilino Torres e Agnério Evangelista de Sousa, ambos escreveram a história da cidade e do município em seus respectivos livros.

Penso que é preciso continuar a resgatar a história, catalogar objetos, preservar o poco do barroco que escapou do “progresso”, estimular novos historiadores a continuarem escrevendo e recontando essa bela história. Nossa cidade é promissora, tem um belo futuro pela frente, possui uma juventude vigorosa e um povo rico de experiências a transmitir para as novas gerações.

Mas gostaria de ressaltar que o importante é amar nossa Condeúba com amor incondicional, amor sem reservas e sem limites. Amor que é capaz de nos fazer lutar pela felicidade de todos os condeubenses, lutar pelo nosso torrão natal. Faço votos de que Deus abençoe e proteja sempre o nosso município e nossa cidade! Parabéns Condeúba!!!
Para sempre te desejo, assim como os filhos teus…

Social: Completa idade nova hoje 13/5 o popular Gilvan “Cigano”

Por Oclides da Silveira

Gilvan Cigano ao lado do popular “Zé de Mera”, dando um dedo de prosa

Está apagando mais uma velinha hoje dia 13 de maio, e colhendo uma primavera no seu jardim, o amigo de todos, o popular Gilvan Cigano.

Nós do Jornal Folha de Condeúba parabenizamos o aniversariante Gilvan Cigano, desejamos a ele que tenha muita saúde e paz junto aos seus familiares e amigos, que o Pai Eterno lhe cubra com muitas bênçãos e sucesso em sua vida, valeu camarada!!!

CONDEÚBA – 158 ANOS: Tradicional cavalgada foi dividida em dois dias

Por Oclides da Silveira

O Juiz”Dida” dando instruções aos cavaleiros que iam disputar as provas de marcha

Nestes dias 11 e 12 de maio de 2019, foi realizada a tradicional cavalgada, desta feita foi dividida em dois dias ficando assim, dia 11 sábado foi realizado só as provas de marcha e as competições de argolinhas. Neste ano esteve prestigiando e trabalhando no evento, o juiz conhecido popularmente como “Dida”, ele que é proprietário de CTE – Centro de Treinamento e Equitação na cidade de Caculé. “Dida”, já está atuando na área há mais de 20 anos, isso lhe qualificou como um dos mais respeitado juiz de toda a região.

Saída da Fazenda Champrão pela Rodovia BA 263 

Já no domingo dia 12 foi a vez da cavalgada, que partiu da fazenda champrão por volta das 13:00 horas rumo a cidade fazendo aquele percurso de sempre, entrando pela Av. Aurora descendo pelo Centro da cidade e atravessando pela ponte Imaculada Conceição indo até o Bairro Bom Jesus e retornando seguindo direto para a quadra  poliesportiva Antônio Andrade dos Santos ao lado da Escola Dário de Oliveira Lima no Bairro Divino Espírito Santo.

Touro Tupã da raça néroli-pintado pesando 34 arrobas, sendo montado por Kely

O desfile ficou muito bonito e animado, com dois carros de som puxando a fila, muita música, queima de fogos de artifícios. O destaque deste ano foi a participação de bois no desfile, em especial o Tupã que vei da cidade de Mortugaba da raça nelore pintado pesando aproximadamente 34 arrobas tem 6 anos, ele é de propriedade de Jau e veio montada nele a Kely.

Chegando lá na quadra tinha uma daquelas feijoada devidamente preparada pelo pessoal especializado na área, que contou com a grande colaboração dos funcionários da Secretaria de Cultura juntamente com os da escola Dário Lima, eles estavam preparados para servir mil pessoas. Continue Reading

CONDEÚBA – 158 ANOS: Reinauguração do Hospital Dr. José Cardoso dos Apóstolo que passa ter atendimento Regional

Por Oclides da Silveira

Reinauguração em Condeúba do Hospital Regional Dr. José Cardoso dos Apóstolos

Em face aos festejas de 158 anos de Condeúba, foi reinaugurado o Hospital Dr. José Cardoso dos Apóstolo, no dia 11 de maio de 2019. Na oportunidade esteve prestigiando o evento o deputado federal José Rocha do PR. O Hospital ganhou uma nova roupagem conforme disse o Prefeito Silvan Baleeiro:

O pronto Socorro foi todo reformado em sua estrutura com novas salas: onde somente existia a recepção foram transformadas em modernas instalações com guarita, recepção,sala de triagem,e uma ampla sala de espera equipada com cadeiras, Tv a cores, dando maior conforto ao paciente que aguarda atendimento. Houve substituição de todas as janelas de ferra que foram trocadas por vidros, portas novas, telas protetoras nas janelas, toldos entre outros.

A sala de estabilização foi modernamente construída para que o município possa prestar o atendimento de emergência principalmente nos casos de emergências cardíacas e neurológicas, com equipamentos modernos: respirador, cardio versor, desfibrilador, monitores multiparamétricos, aparelho de eletrocardiograma,além de bombas de infusão,carrinho de emergência, dentre outros.Sala climatizada. O aparelho de raio-x moderno que vai contar com investimento extra para agregar nova tecnologia digital.

Dessa forma o hospital agrega serviços de saúde em seu território fortalecendo a região, onde pode dar suporte a PPI – Programação Pactuada Integrada no tocante aos municípios de Cordeiros e Piripá, nem só aos atendimentos de emergência como também na realização de raio-x e as consultas com especialistas que vão atender no ambulatório do hospital.

No tocante ao comando único, aprovado pelo Conselho de Saúde, e pela CIR- Comissão Interventores Regional, seguindo agora área técnica da Sesab e Ministério da Saúde, o município passa a ter a gestão plena de todo o sistema de saúde do território, com maior autonomia.

O município também fez adesão ao Cisvita – Consórcio Inter federativo de saúde da região de saúde Vitória da Conquista e Itapetinga, onde serão realizados na Policlínica Regional. Em Vit. da Conquista consultas com especialistas e procedimentos de média e alta complexidade que são gargalos de todos os municípios, e contará com ônibus do Consórcio transportando os pacientes todos os dias.

Tivemos as ajudas dos deputados Paulo Magalhães PSD, Fabíola Mansur PSB, Waldenor Pereira do PT, o ex-deputado Lucio Vieira Lima do MDB, entre outros. Foram compradas mais 3 ambulâncias novas no valor de 460 mil reais. Contratamos 4 médicos nas especialidades de Ortopedia, Ginecologia, Urologia e Pediatria. No total de investimentos junto ao Hospital, foi um valor em torno de 2 milhões de reais”, disse o Prefeito Silvan. Baleeiro. Continue Reading

CÃES SOLTOS NAS RUAS

Por Thiago Braga

Quantas e quantas vezes, vimos “cães sem dono”, andando livremente pelas ruas das cidades? Já perdemos as contas. Na maioria dos casos, a fêmea “deu” cria e proprietário (a), agindo de má fé, deixa-os a míngua. Sinal de abandono, falta de cuidado e insensatez. Tantos outros, vivem na “tranca”, em péssimas condições de limpeza. Fome e sede, ferimentos pelo corpo. Alarde para a vizinhança. Entidades do segmento e ongs mantêm trabalhos voltados ao bem-estar dos amiguinhos de “quatro patas”.

Lembremos deles, brincando e alegrando o ambiente. Tomando leite na cuia ou, quem sabe, desenrolando novelo de lã esquecido pela casa. E aqueles metidos em roupa colorida, apresentando-se nos grandes circos?! São obedientes, mimosos e cheios de graça. Aprendem rápido, criando amor pelas pessoas, sobretudo, tendo vida longa. Raças: “vira lata”, labrador, malhado, pastor alemão, etc. Se alimentam de ração canina (junior/adulto), a depender do costume, dão preferência à comida comum. Nutre o pêlo, fortalece os ossos e incentivo o crescimento saudável.

Não é a toa que campanhas “pet” trazem informações a respeito do tema, considerado de utilidade pública. Mescla boas práticas, zelo e tratamento adequado. Tenta conscientizar criadores e não criadores no trato com os bichos. Tudo ou quase tudo, de forma convincente. Quais os pontos? Banho, tosa e carinho. Remédio quando precisar, de acordo a orientação veterinária. Vacina para prevenção de doenças e a conhecida “ante-rábica”, respeitando casos isolados. Por que maltratar? Os resultados nada agradáveis, tornam-se fator preocupante para todos que aderem a esta ideia: educar com maioridade e experiência.

Há centros de zoonoses/castração, feiras de adoção e canis. Em alguns lugares, a “carrocinha” recolhe os animais a fim de levá-los para abrigo. Esta medida garante um “novo lar” aos animais, pois é o que preconiza a Lei de Proteção e Defesa dos Animais. Punição severa para os infratores. Por isso, não tem “mais, nem meio mais”. Aliás, o munícipe também pode ajudar, da forma que achar necessário, no combate à violência contra cães/gatos, através da denúncia solidária. Um assunto importante para nosso momento. Merece voto de confiança.

Cinco suspeitos de ataques a bancos morrem em confronto com polícia, diz governo da Bahia

Polícia disse que recebeu denúncia anônima e montou bloqueio em rodovia. Um dos carros furou a blitz, capotou e explodiu.
Por G1 BA

Polícia disse ter apreendido armas com suspeitos — Foto: Divulgação/SSP-BA

Cinco suspeitos de planejar ataques contra agências bancárias na região de São Sebastião do Passé e Catu, na Bahia, foram mortos em confronto com a polícia, neste domingo (12). A informação foi divulgada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA).

Conforme o órgão, os suspeitos foram interceptados na BR-110 após denúncias anônimas e levavam armas de fogo, coletes balísticos e munições.

Um primeiro carro furou a blitz da polícia e capotou, conforme a SSP. Dois homens saíram atirando e um ficou dentro do automóvel, que explodiu. Segundo as autoridades, esse seria um indicativo de que os suspeitos portavam também explosivos.

Outro veículo parou antes da barreira e, de acordo com a polícia, dois homens saíram disparando com armas de fogo.

Os cinco suspeitos foram socorridos, mas não resistiram aos ferimentos. Continue Reading

CONDEÚBA – 158 ANOS: Muito mais que 158 anos de história

Por Joandina Carvalho

Professora, Historiadora e Escritora Joandina Maria de Carvalho

A lei nº 809 de 11 de junho de 1860 elevou Santo Antônio da Barra ao status de Vila, promovendo sua emancipação de Caetité. Naquele momento da história, conquistar essa condição era sinônimo de progresso, pois não era qualquer povoação que possuía condições para tal. Anteriormente, o povoado que chegou a pertencer à província de Minas Gerais, já possuía a condição de Freguesia, pela lei 413 de 19 de maio de 1851.

A instalação da Vila se deu em 14 de maio de 1961, com a presença do presidente da Câmara Municipal da Vila de Caetité, o Major José Antônio Pimenta, juntamente com o secretário da mesma, para o fim de prestar juramento e posse aos vereadores da Câmara Municipal da nova vila. O desembargador Antônio da Costa Pimenta, em comunicação oficial ao Presidente da Província, explicou que o cumprimento da ordem expedida em 20 de novembro de 1860, não foi possível na data marcada, por inconvenientes da viagem em distância de 24 léguas da Vila de Caetité, da qual saiu no dia 8 de maio de 1961.

Por tudo isso, costumo dizer que Condeúba tem mais que 158 anos. Se os poderes públicos e a sociedade civil investissem em História e Patrimônio nesse município, poderíamos desfrutar dessa riqueza que geraria empregos e atrairia pessoas dos municípios vizinhos, de outros lugares, assim como os condeubenses ausentes. Poderíamos também ter uma agenda de atividades com início em maio, que em junho agregaria à festa de Santo Antônio e posteriormente o São João. Para isso seria necessário o envolvimento não apenas da Secretaria de Cultura, mas também da comunidade e de outras esferas do poder municipal e estadual.

Pensar políticas públicas que sejam mais importantes que eventos é algo necessário, tendo em vista que determinados investimentos como shows de bandas por exemplo atraem principalmente a população jovem. Outras apresentações músicas poderiam ser de artistas da terra que moram no município ou fora dele. O músico Cauê Procópio é um condeubense que mora em São Paulo e que ainda não vimos apresentar em sua terra.

Entregar obras públicas, oportunizar atividades esportivas e culturais e prestar contas do que está sendo feito são atitudes que também devem estar dentro dessa agenda. Para isso, diversos espaços da cidade poderão ser utilizados. Assim sendo, será possível uma maior integração de pessoas envolvendo também os moradores da cidade e do campo, dos municípios vizinhos e visitantes. Assim, Condeúba poderia retomar parte do protagonismo que já teve em outros momentos da história.