Diocese de Caetité: Completa três anos de episcopado Dom José Roberto de Carvalho

Dom José Roberto de Carvalho – completando 3 anos de Episcopado

Completa três anos de episcopado neste dia 29 de janeiro de 2020, o atual Bispo da Diocese de Caetité Dom José Roberto de Carvalho, desejamos ao nosso querido Bispo, muita saúde e bastante fé, para levar adiante o seu pesado fardo. Força Dom Carvalho para conduz o seu rebanho! Fique com Deus.

Mulher é obrigada a levantar saia após acusação de furto em supermercado

Foto: Pixabay

A cliente de um supermercado deverá ser indenizada em R$ 10 mil por ter sido acusada de furto. Na ação reparatória ajuizada pela consumidora, ela alega que, depois de passar pelo caixa do estabelecimento e pago a compra, foi abordada por seguranças do local e acusada de furto.

Segundo consta nos autos, a cliente mostrou a nota fiscal que comprovava a compra dos produtos, mas ainda assim teve sua bolsa averiguada e foi obrigada a levantar a saia na frente dos seguranças e de clientes do estabelecimento. A vítima alega que passou pelo constrangimento por ser moradora da comunidade de Paraisópolis, em São Paulo.

A decisão pela indenização foi proferida no 1º grau e ratificada pela 26ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo. De acordo com o JusBrasil, o estabelecimento apelou sob a argumentação que não havia provas de relação de causalidade entre o relato da vítima e uma possível falha na prestação do serviço do supermercado.

O desembargador Antonio Nascimento, relator do processo, entendeu que as alegações da cliente estavam em consonância com os relatos à polícia e depoimento de testemunha. O magistrado disse ainda que é notório o embaraço, vexame e vergonha da vítima.

Bahai.ba

Prazo para regularização do Simples Nacional termina 31 de janeiro

da CDL com Sebrae NA (Conteúdo)

Os pequenos negócios que foram excluídos do Simples Nacional em 2019 têm até 31 de janeiro para regularizarem as pendências e fazerem uma nova adesão ao regime, desde que não haja débito com a Receita Federal ou a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. O prazo também se aplica aos empresários interessados em aderir ao regime pela primeira vez. Caso contrário, o ingresso acontecerá somente no próximo ano. Ao optar pelo Simples Nacional, o empresário tem a oportunidade de pagar oito tributos, entre municipais, estaduais e federais, de uma única vez, reduzindo os custos tributários. Também fica livre de obrigações acessórias com vencimentos distintos, reduzindo a burocracia para administrar o negócio.

“O Simples representa um grande alívio para os empresários de micro e pequenas empresas, que sofrem mais para driblar os encargos da burocracia. Pesquisas do Sebrae apontam que sem o Simples, quase 70% dos pequenos negócios fechariam as portas. Regularizar a situação para permanecer no regime tributário é uma grande oportunidade”, destaca o presidente do Sebrae, Carlos Melles.

Para empresas em início de atividade, o prazo para a solicitação é de 30 dias contados do último deferimento de inscrição (municipal ou estadual, caso exigível), desde que não tenham decorridos 180 dias da data de abertura constante do CNPJ (para empresas abertas até 31/12/2019) ou 60 dias (para empresas abertas a partir de 01/01/2020). Todo o processo de adesão é feito exclusivamente pela internet, por meio do Portal do Simples Nacional.

Pendências com o Simples Nacional

Enquanto não vencer o prazo, os contribuintes com débitos junto ao Simples Nacional (que foram excluídos) ou com débitos junto a outros entes (que nunca optaram pelo Simples Nacional) podem regularizar as pendências que impedem o ingresso no regime. Os devedores têm a opção de pagar os débitos à vista ou realizar o parcelamento convencional (aberto a qualquer tempo) em até 60 meses, com, no mínimo, duas parcelas.

O parcelamento também pode ser feito Portal do Simples Nacional ou no Centro Virtual de Atendimento da Receita (e-CAC), no serviço “Parcelamento – Simples Nacional”. O acesso ao Portal do Simples é feito com certificado digital ou código de acesso gerado no próprio portal. Para acessar o e-CAC, é necessário certificado digital ou código de acesso gerado pelo site. O código gerado em uma página da internet não pode ser usado para acessar outra.

Avó morre ao saber de morte do neto em acidente no interior de São Paulo

Uma idosa passou mal e morreu após saber que o neto de 18 anos havia perdido a vida em um acidente de moto em Santa Bárbara D’Oeste (SP).  O jovem Leonardo Trajano Barbosa estava pilotando o veículo na noite de sexta-feira, dia 24, quando bateu no para-lamas de um carro, perdeu o controle da moto e colidiu com um poste. Ele chegou a ser socorrido e levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. De acordo com a Veja, Maria Laura Cardelíquio, de 73 anos, foi informada sobre a morte, se sentiu mal e morreu em seguida. Segundo familiares, a idosa já tinha problemas cardíacos.

Pequenos negócios abriram 731 mil vagas de emprego em 2019

Foto:Jorge Rosemberg/Veja

Os pequenos negócios geraram mais postos de trabalho no Brasil em 2019 do que médias e grandes empresas. Segundo um levantamento do Serviço Brasileiro de Apoio a Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), divulgado nesta terça-feira, 28, os pequenos negócios terminaram o ano com um saldo de 731 mil postos de trabalho, número 22% acima do registrado em 2018.

Já as médias e grandes empresas encerram o ano com um saldo negativo de 88 mil vagas, quase o dobro do registrado em 2018. Ao todo, em 2019, o saldo de empregos gerados ficou em 664.079 postos com carteira assinada.

De acordo com a Veja, o estudo feito com base nos dados do Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados (Caged) mostra que, em todos os setores de atividade econômica, os pequenos negócios registraram saldos positivos de emprego.

O setor de serviços é tido como destaque, com um saldo de quase 400 mil postos de trabalho, mais da metade dos empregos criados por esse nicho de empresas em 2019. Já as médias e grandes empresas registraram saldo positivo de emprego em apenas um único setor: a Extrativa Mineral (+3.480).

Paciente de Jacaraci com suspeita de Corona Vírus é transferido de avião para o Hospital Couto Maia em Salvador

Faixada do Hospital Couto Maia em Salvador/BA.

O paciente do município de Jacaraci internado no Hospital Municipal Nossa Senhora da Conceição com suspeita do Corona Vírus, encontra-se em Salvador para exames detalhados de sua saúde. Na madrugada desta quarta-feira (29), a secretaria de saúde da cidade de Jacaraci emitiu uma nota esclarecendo os fatos.

“Um paciente suspeito de infecção pelo vírus “2019-nCov”, foi atendido e mantido em isolamento no Hospital Municipal Nossa Senhora da Conceição, no município de Jacaraci.

O caso em questão se trata de um indivíduo que chegou do Japão no sábado (25 de Janeiro de 2020) e apresentou sintomas da Síndrome Respiratória Aguda. Ressaltamos, que o paciente é Japonês, não esteve na China, mas teve contato com chineses durante o vôo que o trouxe ao Brasil, motivo pelo qual o serviço de saúde municipal emitiu uma notificação epidemiológica.

Todas as providências recomendadas pelo Ministério da Saúde e Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, bem como da OMS – Organização Mundial de Saúde, foram tomadas de forma imediata pela equipe de saúde do município.

O paciente está estável e já foi transferido, via sistema de regulação, para o Hospital Couto Maia em Salvador, onde serão realizados os exames complementares para definição do diagnóstico”.

Sertão em Dia

No deslumbro sinto me breve

Por Edtattoo

No deslumbro sinto me breve, deixo transparecer a realidade que a mente pede, sem delonga sinto o som que pulsa e sobre o deserto de informações destruídas que a humanidade mostra sinto me refém do que me faz ser breve. A alma precisa ser livre, vivemos em amarras pedindo libertação da ilusão que a mente cria. As verdades que nos faz, são as mesmas que nos aprisionam.

Acreditamos na mágica fantasiosa, precisamos preencher o ego do corpo perfeito, por desespero nos entregamos ao engano. Esquecemos de observar que: A alma precisa sentir, o espírito precisa conhecer-se em um corpo físico e, ter a certeza que esse mesmo corpo se finda.