Day: 5 de agosto de 2020

A nova gestão pública como indutora das atividades de engenharia de produção nos órgãos públicos

Cleyton Silveira – Eng de Produção

Fleury (2008, p. 1) define a Engenharia de Produção da seguinte maneira:

A Engenharia de Produção trata do projeto, aperfeiçoamento e implantação de sistemas integrados de pessoas, materiais, informações, equipamentos e energia, para a produção de bens e serviços, de maneira econômica, respeitando os preceitos éticos e culturais. Tem como base os conhecimentos específicos e as habilidades associadas às ciências físicas, matemáticas e sociais, assim como aos princípios e métodos de análise da engenharia de projeto para especificar, predizer e avaliar os resultados obtidos por tais sistemas.

Naturalmente, pode-se perceber que dentro dessa abordagem cabem não apenas os setores produtivos tradicionais, mas também outras atividades como interfaces colaborativas, rede de empresas, ONGs  e também as entidades governamentais. Continue lendo

Condeúba: Morreu a Sra. Emília Santos Damasceno aos 80 anos de idade

 

 

Sra. Emília Santos Damasceno morreu aos 80 anos de idade. Está ao lado com seu filho o popular “Ronaldão”

Morreu na manhã desta quarta-feira dia 5 de agosto de 2020 às 04:00 horas a Sra. Emília Santos Damasceno aos 80 anos de idade. segundo informações dos familiares, a Sra. Emília vinha sofrendo com problemas renais já algum tempo, porém nesta madrugada ela não mais resistiu e foi a óbito. A Sra. Emília era viúva e deixou 10 filhos entre eles o popular “Ronaldão”, 23 netos, 14 bisnetos e 3 tataranetos. Não haverá velório, o sepultamento será hoje pela manhã (5/8) às 08:00 horas no Cemitério Municipal Barão José Egídio de Moura e Albuquerque na sede em Condeúba.

Atendimento: FUNERÁRIA SÃO MATHEUS

Nós do Jornal Folha de Condeúba, deixamos nossos profundos sentimentos à família enlutada, por essa perda irreparável deste ente tão querido. Que o bom Deus a tenha ao seu lado para a eternidade. Descanse em paz Senhora Emília.

Eleições 2020: pela primeira vez, vereadores não poderão concorrer por coligações

Por Wilker Porto | Agora Sudoeste

Nas Eleições Municipais de 2020, pela primeira vez, candidatos ao cargo de vereador não poderão concorrer por meio de coligações. O fim das coligações na eleição proporcional foi aprovado pelo Congresso Nacional por meio da reforma eleitoral de 2017. Com isso, o candidato a uma cadeira na câmara municipal somente poderá participar do pleito em chapa única dentro do partido ao qual é filiado.

Na eleição proporcional, é o partido que recebe as vagas, e não o candidato. No caso, o eleitor escolhe um dos concorrentes apresentado por um partido. Estarão eleitos os que tenham obtido votos em número igual ou superior a 10% do Quociente Eleitoral (QE), tantos quantos o respectivo Quociente Partidário (QP) indicar, na ordem da votação nominal que cada um tenha recebido.

O QE é determinado pela divisão da quantidade de votos válidos apurados pelo número de vagas a preencher, desprezando-se a fração, se igual ou inferior a 0,5, ou arredondando-se para 1, se superior. A partir daí, analisa-se o QP, que é o resultado do número de votos válidos obtidos pelo partido dividido pelo QE.

O saldo da conta corresponde ao número de cadeiras a serem ocupadas. As vagas não preenchidas com a aplicação do QP e a exigência de votação nominal mínima serão distribuídas entre todos os partidos que participam do pleito, independentemente de terem ou não atingido o QE, mediante observância do cálculo de médias.

A média de cada legenda é determinada pela quantidade de votos válidos a ela atribuída dividida pelo respectivo QP acrescido de 1. À agremiação que apresentar a maior média cabe uma das vagas a preencher, desde que tenha candidato que atenda à exigência de votação nominal mínima.

Por fim, depois de repetida a operação, quando não houver mais partidos com candidatos que atendam à exigência de votação nominal mínima, as cadeiras deverão ser distribuídas às legendas que apresentem as maiores médias.

Eleições majoritárias: Para o cargo de prefeito, continua sendo possível a união de diferentes partidos em apoio a um candidato. Nesse modelo de representação majoritária, são eleitos aqueles que obtiverem a maioria dos votos, não computados os brancos e os nulos.

Com toque de recolher, prefeitura de Jequié flexibiliza comércio na cidade

Foto: Divulgação/Prefeitura de Jequié

A prefeitura de Jequié, cidade no sudoeste da Bahia, publicou na segunda-feira (03) novo decreto com ações referentes à pandemia do novo coronavírus. A prefeitura renovou o toque de recolher, mas flexibilizou o funcionamento de alguns seguimentos do comércio. Com o toque de recolher, a população não pode circular pelas ruas da cidade das 18h às 5h.

Apesar disso, fica permitida a reabertura dos estabelecimentos de artigos esportivos; tecidos, armarinhos e afins; centros de formação de condutores; salões de beleza, barbearias e similares; clubes de serviços; igrejas e templos religiosos; e museu. As missas e cultos poderão ocorrer desde que para menores de 60 anos e pessoas sem comorbidades.

Ainda segundo o decreto, nos templos religiosos, deve ser observado o limite de 20% da capacidade do local, com distância mínima de dois metros entre os participantes. Conforme o último boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura, na noite de segunda-feira, o município do sudoeste baiano possui 97,4% da ocupação de UTI para tratamento de pacientes da Covi-19.

Ainda segundo o boletim, foram registrados 71 novos casos na cidade nas últimas 24 horas. Jequié registra 3.485 casos de pacientes com Covid-19, 2.015 recuperados e 85 mortes.

Coelba disponibiliza condições especiais de pagamento para clientes com dívidas

Foto: Reprodução/TV Bahia

Após ser encerrado o prazo de suspensão do corte de energia elétrica de clientes com débitos, a Coelba divulgou condições especiais para quitar a dívida. A empresa de energia salienta que os consumidores com conta em aberto serão reavisados, de forma prévia, da existência do débito, e terão a oportunidade de quitar a dívida com condições especiais de pagamento, como parcelamento dos débitos. Após receber o reaviso, o cliente terá aproximadamente 15 dias para regularizar a situação.

Se permanecer o débito, pode ocorrer a suspensão do fornecimento. Nesse caso, a energia será restabelecida em até 48 horas após a quitação das faturas em aberto. Os consumidores que tiverem fatura de energia em aberto, entre 24 de março e 31 de julho, podem ter o serviço cortado. Para quitar os débitos, a Coelba está disponibilizando um Portal de Negociação para pagamentos e parcelamento.

As condições só são válidas para os clientes residenciais que possuem mais de duas contas de energia em aberto. O Portal de Negociação da Coelba oferece alternativas de pagamento de faturas, como quitação à vista, pagamento integral no débito com o cartão virtual Caixa Elo (Auxílio Emergencial) ou parcelamento em até 12 vezes no cartão de crédito (nesses dois últimos casos, por meio da Flexpag, com bônus de R$ 35 para os primeiros 1.300 clientes que negociarem o débito).

Na negociação, são aceitos os cartões das bandeiras Master, Visa, Hiper, Elo e Amex. Além dos clientes com baixa renda, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu que as famílias inscritas no programa Tarifa Social vão continuar com serviço, mesmo com contas vencidas, até dezembro deste ano.

Apenas 8 municípios baianos ainda não possuem casos confirmados da Covid-19

Foto: Lay Amorim

Apenas oito municípios baianos ainda não possuem casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, conforme dados publicados pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). De acordo com o Bahia Notícias, todas as cidades sem registros da Covid-19 no estado têm população menor que 20 mil habitantes, segundo o último censo realizado pelo IBGE.

A macrorregião oeste possui a maior concentração de cidades sem casos da Covid-19: Brejolândia, Brotas de Macaúbas, Canápolis, Ipupiara e Sítio do Mato. Mais distante da capital (Salvador), o oeste baiano demorou a registrar um grande avanço da pandemia. Entretanto, municípios da região, como Barreiras, com 1.761 contaminados, e Luís Eduardo Magalhães, com 1.057, já possuem alerta ligado.

O sudoeste, com Tanque Novo e Érico Cardoso, e o centro-leste, com Novo Horizonte, são as outras macrorregiões que ainda possuem municípios sem casos confirmados da doença.

Jorge Portugal foi enterrado sob aplausos em Santo Amaro “da purificação” – Bahia

Foto: Reprodução/TV Bahia

O corpo do professor, escritor e ex-secretário de Cultura da Bahia, Jorge Portugal, que morreu de falência cardíaca aguda, na noite de segunda-feira (3), foi enterrado sob aplausos no Cemitério Municipal de Santo Amaro, recôncavo do estado.

Portugal tinha 63 anos e faria aniversário na quarta-feira (5). O sepultamento, que estava marcado para 16h desta terça-feira (4), mas foi adiantado para às 15h, aconteceu debaixo de chuva e foi acompanhado apenas por familiares e amigos próximos de Portugal, para evitar aglomerações que facilitam a transmissão do coronavírus. Um dos grandes amigos e parceiros de composições, Roberto Mendes, ajudou a carregar o caixão.

Jorge Portugal passou mal em casa, na capital baiana, na tarde de segunda-feira, e foi socorrido pelo Samu. Ele foi levado para o Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), onde foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) cardiovascular com quadro de choque cardiogênico, que é quando o coração não consegue bombear sangue com eficiência.

Durante o trajeto até a unidade de saúde, Jorge Portugal chegou a ter paradas cardiorrespiratórias, mas foi estabilizado. Ao chegar no hospital, já em estado crítico, ele foi colocado em coma induzido. O professor morreu no mesmo dia, por volta das 20h15.