Arquivos diários: 7 de julho de 2019

Condeúba: O Escritor Jovino Coutinho reivindica uma homenagem ao educador Anísio Teixeira

Por Jovino Coutinho

Escritor condeubense Jovino dos Santos Coutinho

Jamais desistirei de pregar o que foi, e da importância do Pai da escola pública, e do que fez pela educação em nosso país, estou falando do grande educador Doutor Anísio Spinola Teixeira. Para que de alguma forma Anísio Teixeira receba sua merecida homenagem, pelo o que ele fez pela educação pública, e apelo pelo Senhores vereadores, o prefeito Silvan Baleeiro, para que esta Justa homenagem aconteça, não é nada para eu Jovino dos Santos Coutinho não, é um reconhecimento ao pai da escola pública, que seja um nome de um colégio ou da própria biblioteca municipal, vou deixar aqui uma narração feita pelo grande Darcy Ribeiro, falando de Anísio Teixeira, em um livro onde o título é ” educação não é privilégio”.
Anísio Teixeira , o pai da educação pública , as vezes pode até parecer chatice eu ficar batendo a mesma tecla, quando falo de Anísio Teixeira, mas não adianta, Anísio morreu mas seu legado está vivo. esta é a narração feita por Darcy Ribeiro, ele falando da importância e do que foi Doutor Anísio Spinola Teixeira. Continue lendo Condeúba: O Escritor Jovino Coutinho reivindica uma homenagem ao educador Anísio Teixeira

Caetité: Maratonistas condeubenses fizeram a diferença na corrida de 5 km

Por Oclides da Silveira

O incansável atleta Carlão Maratonista levantando o troféu de 1º lugar mais uma vez

Depois de correr e vencer no Rio de Janeiro, passamos por São Paulo, depois retornamos as corridas domésticas, hoje dia 7 de julho de 2019, corremos os 5 km em Caetité-Ba. Cujo resultado ficou assim definido. Na Elite nosso Futuro Atleta Valdívio Júnior foi o Vice-Campeão na geral. Carlão Maratonista foi o Campeão na categoria de 50 anos acima. José Carlos Dias, foi o 2º colocado na Categoria de 40 a 49 anos.

Agradecemos a Prefeitura através da Secretaria de Cultura, Desporto e Lazer Departamento de Transportes, os comerciantes de Condeúba que vem nos dando apoio, a Rádio Liberdade FM e o Jornal Folha de Condeúba. Continue lendo Caetité: Maratonistas condeubenses fizeram a diferença na corrida de 5 km

Paróquia Santo Antônio/Condeúba: Comunidade do Olho d’Água realizou um grande leilão em prol do padroeiro Senhor dos Passos

Por Oclides da Silveira

A coordenadora geral da Comunidade do Olho d’Água Ângela Costa Pereira dando as boas vindas a todos

Neste sábado dia 6 de julho de 2019, foi realizada a festa de leilão em louvor ao padroeiro da Comunidade do Olho d’Água. Primeiramente foi celebrado o Culto com as comunidades Morrinhos dos Farias composta por José de Jesus Sousa Neto, Mariane de Jesus Sousa e Josiane Farias dos Santos que ficaram responsáveis pelos cantos. Comunidade do Riacho Seco com Giane Carlos dos Santos. Comunidade Olho d’Água Tina fez a primeira leitura. Comunidade de Riacho de Areia com Valdir que fez a segundas leitura e Lidianeza que cantou o salmo. Comunidade do Bom Abrigo fez a leitura e reflexão do Evangelho que foi representada pela admirável competentíssima Rita Aparecida de Sousa.

A coordenadora geral da nossa comunidade Angelina Maria Costa Pereira, agradeceu a todos pela presença e em especial as comunidades pela parceria na Celebração da Palavra. Logo após a benção final, deu-se início a grandiosa festa de leilões, que contou com uma grande participação das comunidades. Também com a colaboração dos gritadores de leilões Milton, Agenor e Adetino.

Os gritadores de leilão colaboradores a esq. Agenor, Milton e Adetino

Os leilões da Comunidade do Olho d’Água, mais uma vez, manteve a tradição de boa qualidade e ser bem vendidos. Sucesso absoluto da festa, foi graças a Comunidade em geral que deu-se as mãos e abraçou a causa com toda dedicação, méritos para todos, sem exceção. Os festeiros Erotildes José Pereira e Darli Carolina de Jesus, agradeceram a todos pela grande participação. Resta nos refletir, que uma comunidade bem organizada, é sempre muito forte, parabéns a todos!!!  Continue lendo Paróquia Santo Antônio/Condeúba: Comunidade do Olho d’Água realizou um grande leilão em prol do padroeiro Senhor dos Passos

“JBS é a empresa que mais deve para a Previdência; veja os 500 maiores devedores

Frigorífico da JBS: companhia de Joesley Batista é a maior devedora do INSS entre as que estão em atividade.| Foto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo

Envolvida no escândalo que pode custar o cargo do presidente Michel Temer, a JBS é a maior devedora da Previdência Social entre as empresas que ainda estão em atividade.

O frigorífico tem quase R$ 2,4 bilhões em débitos de natureza previdenciária inscritos na Dívida Ativa da União. Na lista dos maiores devedores, aparece atrás apenas da falida companhia aérea Varig, que deve R$ 3,9 bilhões.

Outras duas empresas aéreas aparecem no top 5: a Vasp, que deve R$ 1,9 bilhão, e a Transbrasil, com dívida de R$ 1,3 bilhão.

Os dados estão atualizados até 18 de abril e foram fornecidos pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) ao deputado federal Sandro Alex (PSD-PR), atendendo a um requerimento do parlamentar.

A relação traz apenas o montante devido e não aponta quais empresas eventualmente parcelaram a dívida, nem se estão honrando os compromissos. Em sua maioria, as empresas inscritas na dívida ativa do INSS deixaram de depositar a contribuição patronal à Previdência, que em geral corresponde a 20% da folha de pagamento.

Confira na tabela abaixo a lista das 10 empresas que mais devem. E, na sequência, a relação completa com os 500 maiores devedores.

Os 10 maiores devedores

Varig – Dívida de R$ 3,891 bilhões
JBS – R$ 2,395 bilhões
Vasp – R$ 1,916 bilhão
Associação Educacional Luterana do Brasil – R$ 1,783 bilhão
Transbrasil – R$ 1,319 bilhão
Marfrig – R$ 1,162 bilhão
Instituto Candango de Solidariedade – R$ 851 milhões
Instituto Presbiteriano Mackenzie – R$ 789 milhões
Fundação Universidade de Caxias do Sul – R$ 748 milhões
Teka – R$ 743 milhões. Continue lendo “JBS é a empresa que mais deve para a Previdência; veja os 500 maiores devedores

FEIRA DE ARTE EM GUANAMBI – BA

Por Thiago Braga

“Boneca preta” feita a mão

Uma parte bonita, da cultura local, sem dúvida, é o “zig zag” colorido da feirinha de artesanato. O centro da cidade de Guanambi, em tempos idos “algodoeira do sudoeste”, ganha novo contorno com a variedade de “bibelôs” espalhados pela rua. Chama – nos atenção a veia artística do povo. Algo peculiar! O (a) vendedor (a) se sente à vontade para expor seu produto, em pequenos motes, tendo aquele “jogo de cintura” na hora da venda. Trabalho esporádico, mas sempre “bem vindo”.

O que trazem para a banca? Bonecos, porta – copos, guardanapos de pano, bordados, vaso com flores, sêda, colares (adornos), tapetes, toalhas de rosto, cestos de vime, sandálias rasteiras, saboneteiras, lenços perfumados, etc.. A “terra do algodão”, por certo, lidera a região pelo amplo comércio e serviços afins. Nos últimos anos, destaca – se pela instalação das “Policlínicas” que atendem os municípios circunvizinhos e norte de Minas. Quanto a educação, salientamos, mais uma vez, a forte presença da “arte popular”.