Arquivos diários: 6 de abril de 2019

Minha vida vice e versa

Por Leandro Flores

Já passei dos trinta
E ainda sinto que a minha vida nem começou.
Estou sempre me apaixonando pelas ideias mais erradas
Sempre encantado por um novo projeto
Voltando do nada
E apagando o que nem ainda começou

Sou tão misturado de coisas
Que tenho a impressão de ser parte disso
Da minha própria criação

Chego a ser inconveniente com as pessoas
Sobretudo com quem eu amo

Ainda não sei guardar aquela caixinha lá no alto
Sem esbarrar no resto da bagunça
espalhado pelo quarto
Não que eu seja valente ou um estabanado
Mas o excesso me derruba

Definitivamente não nasci para andar
Na ponta dos pés…
Preciso de espaço
De chão, de liberdade

Penso em viajar, tentar a vida em outro canto
Talvez fora do Brasil
Mas aí nunca tenho dinheiro
E coragem de me arriscar o suficiente
Sou tão pessimista
Tão covarde comigo mesmo
Que acho que nem existo para falar verdade

Devo ter sido mesmo um personagem
escapulido de uma história qualquer por ai…

Sei que preciso de um sentido,
Nem que seja uma virgula ou um ponto final.

Ficar o tempo todo olhando para a história
Sem conseguir passar da primeira linha

É suicídio cronológico.

Mais de 395 mil contribuintes Baianos já enviaram declaração do IR

De acordo com os dados contabilizados até às 17h desta quinta-feira (04) 395.353 contribuintes já enviaram a declaração do Imposto de Renda na Bahia.

A expectativa é que até o final do prazo, no dia 30 de abril,mais de 1 milhão declarações sejam entregues no estado. Em todo o Brasil, a Receita já recebeu 9.482.661 declarações, conforme nota divulgada pela assessoria de comunicação do órgão, em Brasília.

Professores da Uesb entram em greve por tempo indeterminado

Os Professores da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), decidiram entrar em greve, depois da assembleia realizada nesta quinta-feira (4). As aulas serão suspensas a partir da próxima terça-feira (9). Os docentes consideraram que ainda não houve proposta concreta do governo do estado. Uma nova reunião com representantes do estado está marcada para a segunda-feira (8).

Nas reivindicações, os professores afirmam que há seis anos não têm aumento real no salário. O último reajuste acima da inflação foi em 2013, com acréscimo de 7% no salário base. Os docentes também apontam perdas de mais de 25% na recomposição dos vencimentos. Eles também criticam a alteração do Estatuto do Magistério Superior que retirou dos profissionais com Dedicação Exclusiva a possibilidade de usarem mais tempo à pesquisa e extensão.

Livramento de Nossa Senhora: MP transferência de 260 alunos para escolas próximas de casa

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

Através de uma recomendação, o Ministério Público Estadual orientou à Prefeitura Municipal e à Secretaria de Educação de Livramento de Nossa Senhora, a 68 km de Brumado, a anularem o ato de nucleação que transferiu pelo menos 200 alunos de 12 escolas da zona rural para unidades a mais de 2 quilômetros de suas residências.

Segundo o promotor de Justiça Ruano Fernando da Silva Leite recomendou que, em um prazo de 30 dias, os alunos retornem às unidades de origem. A recomendação busca garantir ainda que crianças com menos de 7 anos estudem em suas próprias comunidades rurais e, caso precisem se deslocar por mais de 2 quilômetros, contem com transporte escolar exclusivo.

A recomendação foi elaborada com base em inquérito civil que constatou que a nucleação para o ano letivo de 2019 em Livramento de Nossa Senhora foi realizada “de forma unilateral pela Secretaria Municipal de Educação, sem amplo debate com a comunidade”.

Pobreza cresce e atinge 21% do povo brasileiro

Foto: Ari Melo/TV Gazeta

Um relatório do Banco Mundial divulgado nesta quinta-feira (04) afirma que a pobreza aumentou no Brasil entre 2014 e 2017, atingindo 21% da população (43,5 milhões de pessoas).

O documento intitulado Efeitos dos ciclos econômicos nos indicadores sociais da América Latina: quando os sonhos encontram a realidade, demonstra que o aumento da pobreza nesse período foi de 3%, ou seja, um número adicional de 7,3 milhões de brasileiros passou a viver com até US$ 5,50 por dia.

No ano de 2014, o total de brasileiros que viviam na pobreza era de 36,2 milhões (17,9%). O quadro negativo teve início com a forte recessão que o país atravessou a partir do segundo semestre daquele ano, que durou até o fim de 2016.

O Banco Mundial avalia que o fraco crescimento da América Latina e Caribe, especialmente na América do Sul, afetou os indicadores sociais no Brasil, país que possui um terço da população de toda a região.