Dia do Autismo é lembrado com abraço azul na Praça Coronel Zeca Leite em Brumado

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

Na terça-feira, 02 de abril, foi celebrado o Dia Mundial do Autismo. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, a mãe de uma criança com a síndrome, Elianar Guimarães dos Santos disse que lidar com uma criança autista no dia a dia propõe muitos desafios e não é fácil. “A gente se depara com algumas questões que são básicas e extremamente necessárias para inclusão do autista na sociedade.

As políticas públicas não são efetivadas, a inclusão social e, sobretudo, escolar, a empatia das pessoas de se colocar no lugar do outro e compreender e respeitar as diferenças. A gente lida com todas essas questões”, destacou. Para ela, a dificuldade maior diz respeito ao acesso ao tratamento, que é muito importante para o autista desenvolver determinadas habilidades.

Para chamar a atenção das autoridades para a realização de ações concretas e políticas públicas de inclusão social, além de promover a não romantização da doença, um grupo de mães de crianças autistas realizou um evento especial na Praça Coronel Zeca Leite, na noite de ontem. “O que nós precisamos é pedimos é que as pessoas se conscientizem sobre os direitos do autista e a sua inclusão na sociedade.

Essa inclusão só pode acontecer com a informação. A gente precisa conhecer para respeitar”, completou. Na oportunidade, foi feito um abraço azul entre as mães e os seus filhos autistas para simbolizar essa inclusão. O grupo de mães é mantido pela Casa da Amizade e pelo Rotary Club de Brumado.

GADO BOVINO PERDE ESPAÇO NO MERCADO REGIONAL

Por Thiago Braga

Quando o assunto é criação de gado lembramos, logo, de animais de grande porte. Abre – nos a vista pasto cercado de muito verde. Mugido de boi e/ou vaca malhada dentro do curral. Fonte primária de alimentos (carne e leite). Cada “cabeça de gado”, possuí preço de tabela e rende lucro ao produtor. No entanto, mantê- lo em condições favoráveis à procriação exige cuidados, zelo e gasto adicional. Segue a chamada “cadeia de produção”. Desafio bastante aceito pelo homem do campo.

O criador, sem sombra de dúvida, assiste essa realidade, valendo – se da própria experiência no ramo agropastoril. A boiada “enche os olhos” pela aparência vistosa. Consome metros e metros de capim. Na parte veterinária, requer produtos de alta qualidade. Campanhas como “Febre Aftosa” ilustram nossas colocações. Marca fase importante de combate à “doença branca” que assolou interior afora. A região da Serra Geral, em particular, tem enfrentado, nos últimos anos, longo período sem chuva. Dado esse motivo, tão comum no Nordeste, rebanhos inteiros tendem a diminuir em número, causando reflexo negativo no mercado interno.Tal situação se prende ao clima do lugar e fertilidade da terra.

Essa mesma atividade tem ponto garantido na matriz econômica brasileira. Há dificuldade e outra que permeia o plano de negócios. A seca é uma delas. Qual o resultado mais frequente atribuído por esse quadro? Menos gado na manga. Prejuízos para o comércio pecuarista. Diminuição do lote nas estantes (feiras, leilões ou direto com o proprietário). Nunca por perca do valor venal e sim devido a ruptura trazida pelo “período de carência” nas unidades agrícolas. Principais raças colocadas a venda: Zebu, Nelore e Landreza.

Condeúba: Exposição de artesanato condeubense em frente ao antigo Prédio da Intendência

Por Oclides da Silveira

Bolsa feita com algodão “Ganga” que é produzido no próprio Distrito do Alegre

Nesta terça-feira dia 2 de março de 2019, deu-se início a exposição de artesanato produzido no município de Condeúba e ao mesmo tempo com aulas de crochê, bordado e outros. Os cursos são ministrados pela professora Vita Reis, que além de ensinar, está divulgando os produtos e também vendendo.

Perguntamos a professora Vita Reis por que ela escolheu armar seus varais de produtos em frente ao Prédio da Intendência para expor seus artesanais e dar aula em praça pública? Ela então nos respondeu. “Trabalhar com artesanato é um momento de transformação, em que as pessoas viajam no pensamento, então nada melhor do que ficar diante desse belíssimo monumento histórico que consideramos a mais importante referencia de nossa cidade  que é o Prédio da antiga Intendência. Aqui as pessoas se sentem mais inspirados para trabalhar, ao ar livre no meio do vento, sombra e gente que param constantemente para admirar nosso trabalho, bem como para comprar.

Nossa ideia inicial a princípio é fazer essa exposição todas as quintas-feiras e buscar mais e mais pessoas que trabalham com o artesanato de todos os lugares do município, hoje nós já convidamos elas vieram da região do sapé aqui está a amiga Gidalva Sousa Dias Assis, que já trabalha também com artesanato, por sinal fazem coisas belíssimas.

Professora Vita Reis expondo seus artesanatos a lá livros de cordéis pendurados num varal improvisados na praça com o povo

Continue Reading

Nomeado novo coordenador do Movimento Terço dos Homens em Brumado

Foto: Divulgação

No último sábado (30), em Brumado, em reunião com representantes do Vicariato Rainha da Paz, realizada no salão paroquial da Igreja Matriz, foi feito o anúncio do novo coordenador paroquial do Movimento Terço dos Homens da Paróquia Bom Jesus.

A função será agora exercida por Orlando de Fátima Gomes, a quem caberá coordenar as 17 comunidades onde foram implantadas o Movimento. Participaram da reunião representantes das comunidades de Taquarai, Lagoa Funda, Jacaré, Fazenda Conceição, Santa Luzia e a coordenação da Paróquia São Pedro Apóstolo de Aracatu.

A coordenação paroquial da Paróquia Nossa Senhora Aparecida e São Cristóvão, também em Brumado, será escolhida pelo padre Cleonídio Barbosa e pelo Coordenador Diocesano do Terço dos Homens.

Debate sobre a ditadura será promovido pela Uneb e pelo CEEP de Brumado

O Projeto de Educação em Direitos Humanos da Universidade do Estado da Bahia – Uneb, em parceria com o Centro Educacional de Educação Profissional-Brumado, realizará uma discussão intitulada: “Ditadura nunca mais: 55 anos do Golpe Civil Militar no Brasil”, abordando os impactos, processos e retrocessos referentes ao período.

O evento ocorrerá na próxima quarta-feira (03), às 19h, no Centro Educacional de Educação Profissional (CEEP), antigo Colégio Modelo. Os debatedores serão a Professora Conceição Amorim, Licenciada em História, o Professor Alexandre Xandó, Meste e Doutorando em Memória, Linguagem e Sociedade, e Igor Araújo, Estudante de Direito da Uneb e Coordenador Geral do Centro Acadêmico Luiz Gama. O debate será aberto a toda a comunidade.

Brumado: Empresa de mineração vai gerar 300 empregos

Seis novos empreendimentos deverão investir R$ 92,1 milhões na Bahia, com possibilidade de gerar 385 empregos diretos. O anúncio foi feito pelo vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, João Leão, durante assinatura de protocolos de intenções nesta terça-feira (2).

O destaque é a implantação da empresa MG Óxido, do segmento de mineração, que vai investir R$ 54 milhões no município de Brumado, no sudoeste do estado, e criar 300 postos de trabalho. “O Governo do Estado está empenhado em atrair empresas interessadas em investir no interior, seja em cidades do entorno de Salvador ou naquelas mais distantes, no centro-sul ou oeste baiano.

Quanto mais descentralizarmos a industrialização, fomentando investidores, levando progresso para lugares remotos, mais a população da Bahia vai ganhar, com a geração de emprego e renda”, disse Leão. Além da MG Óxido, a FA Garcia Indústria de Parafinas também fará implantação de uma unidade fabril, no município de Candeias.

Assinaram protocolos para ampliação de fábricas a Chiachio Indústria de Embalagens (Vitória da Conquista), Indústria Gráfica Irmão Ribeiro (Barreiras), a Moldit Brasil e a IPC do Nordeste, ambas em Camaçari.

Paróquia de Santo Antônio/Condeúba: O grande movimento “Terço dos Homens”, se reuniu ontem como de costume

Por Oclides da Silveira

Momento em que os irmãos cantando o Hino do Terço dos Homens levantam suas mãos segurando um Terço

Ontem terça-feira dia 2 de abril de 2019 às 19h30min., se reuniu o grupo do “Terço dos Homens”, como de costume em frente a Capela de Santa Luzia. Na coordenação dos trabalhos esteve comandando o irmão Bolivar, que com muito empenho e sabedoria desempenhou a função a ele entregue pela coordenação do movimento.

Os cinco mistérios foram partilhados com os irmãos de forma individual, o coordenador chamava cada um na sua vez e assim sucessivamente.

Paulo Henrique além de cantar, também foi o irmão responsável para fazer a leitura e a reflexão do Evangelho, o qual desempenhou de forma magistral, como sempre foi sua característica.

Nos avisos, “o coordenador de viagens irmão José Ernesto falou mais uma vez sobre a viagem de romaria peregrina que faremos ao Bom Jesus da Lapa, precisamos saber quem são e quantos dos irmãos que irão, para podermos reservar hotel e comida para todos, assim aqueles que for me procure aqui ou no privado que faremos as inscrições”, disse Zé Ernesto. Continue Reading