Arquivos diários: 12 de fevereiro de 2019

Novo incêndio no Rio de Janeiro: Alojamento pega fogo e atletas do Bangu são hospitalizados

Foto: Divulgação

Três dias depois do trágico incêndio que matou dez jovens atletas no Ninho do Urubu, CT do Flamengo, no Rio de Janeiro, um incidente semelhante – de proporções bem menores – abateu outra equipe do Rio nesta segunda-feira, 11. Um dos quartos da Comissão de Desportos da Aeronáutica (CDA), localizado em Campo dos Afonsos, na Zona Oeste da cidade, onde atletas do Bangu estavam alojados, pegou fogo nesta tarde.

Dois atletas do elenco, que não tiveram seus nomes divulgados, e um soldado que os socorreu foram encaminhados ao Hospital da Aeronáutica. A assessoria de imprensa do Bangu informou que os casos não são graves. O soldado e um dos atletas devem ser liberados ainda nesta segunda-feira.

O outro jogador foi encaminhado ao CTI por precaução, pois inalou mais fumaça. As causas do incêndio ainda estão sendo investigadas. Segundo a Veja, o Bangu, que não se classificou para a semifinal da Taça Guanabara, vem treinando no CDA, complexo militar que abriga estruturas como o Centro Olímpico de Treinamento da Aeronáutica.

Pedidos de benefício ao INSS crescem 28,7%

Cristiane Gercina
do Agora

Os pedidos de aposentadoria feitos ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) aumentaram quase 30% em janeiro deste ano na comparação com igual período de 2018, segundo o órgão.

No primeiro mês deste ano, 234.595 segurados pediram o benefício ante 182.289 em janeiro de 2018.

O INSS não comenta os números, mas extraoficialmente as informações são de que a corrida para se aposentar está ligada às discussões da reforma da Previdência.

Embora um projeto oficial ainda não tenha sido apresentado, a proposta que estaria em discussão é para a criação de uma única aposentadoria com idade mínima de 65 anos para homens e mulheres.

“Tem a ver com a reforma, com certeza. A gente conversa diretamente com as pessoas e há um medo muito grande com relação a essa reforma previdenciária”, diz o advogado Roberto de Carvalho Santos, presidente do Ieprev (Instituto de Estudos Previdenciários).a

Eleições 2020: Braulina Lima lança pré-candidatura e dispara contra atual gestão em Aracatu

 

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

Bastante conhecida no meio político da cidade de Aracatu, Braulina Lima (PR) acaba de lançar a sua pré-candidatura para disputar a prefeitura municipal. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, Lima disse que se colocou à disposição da comunidade, já pensando em 2020. “O município de Aracatu vive um momento muito crítico.

Está tudo bagunçado e a gente não vê nada funcionando. Hoje, Aracatu está vivendo uma regressão muito grande”, declarou, acrescentando que a situação piorou bastante de 2016 para cá. A pré-candidata afirmou que o povo de Aracatu é muito sofrido e precisa de atenção, especialmente na saúde e educação.

Lima criticou a atual administração, que, segundo ela, poderia ter renovado o Reda recentemente realizado pelo município a fim de dar oportunidade aos trabalhadores, porém não o fez e os mesmos estão na insegurança se terão trabalho ou não. Para ela, a contratação de pessoas sem o devido concurso público é um problema no município, aliado a questões na rede de saúde, educação e infraestrutura.

Juiz proíbe a Governadora do Rio Grande do Norte Fátima Bezerra, de pagar o próprio salário e de seus comissionados enquanto o salário dos servidores estiver em atraso

Governadora Fátima Bezerra – PT

O juiz Marcos Vinicius Pereira Junior, atendendo a pedido do Vereador do Solidariedade, Sargento Ezequiel Pereira da Silva Neto, vereador do Solidariedade em Currais Novos, concedeu liminar proibindo a governadora Fátima Bezerra de pagar o salário dela e de seus cargos comissionados antecipados, enquanto os salários dos servidores concursados do Estado continuam atrasados em 13º de 2017, novembro de 2018, dezembro de 2018 e 13º de 2018.

Na ação que encaminhou à justiça, o sargento explica que o Governo de Fátima fere a ordem cronológica de pagamento de milhares de outros servidores quando antecipa o seu salário e os dos seus comissionados sem atentar para os atrasados.

“Estas escolhas atentam contra os princípios norteadores da administração pública, inseridos no caput do art. 37 da Constituição Federal, violando requisitos básicos da administração pública.”, diz um trecho da ação do sargento.

A ação ainda diz que: “Só para exemplificar a gravidade dos fatos, vale dizer que servidores nomeados em 2019 estão tendo seus salários adiantados em detrimento dos demais que permanecem percebendo em atraso, por decisão da atual Governadora, sendo que esta antecipação além de injustificável a esses servidores e a própria Governadora causa prejuízo ao erário público, atentando contra todos nos cidadãos livres e conscientes dos nossos direitos e deveres para com a nossa população.”

“Outrossim o pagamento antecipado de salários promove dois prejuízos ao erário público:

a) O primeiro porque promove o endividamento do Estado pelo atraso injustificável, permitindo que os servidores possam buscar multa, juros e correção monetária pelo atraso; b) O segundo porque o Estado perde receitas pela antecipação, tais como, as percebidas pela aplicação diária dos recursos.”

Blog: Jair Sampaio