Anísio Teixeira entendia vida como ‘missão social a ser cumprida’, diz filho

Médico psiquiátrica e professor Carlos Texeira concedeu entrevista à Rádio Metrópole hoje (16)

Foto : Matheus Simoni/ Metropress
Por Juliana Almirante no dia 16 de Setembro de 2019 ⋅ 12:47

O médico psiquiátrica e professor Carlos Texeira disse, em entrevista à Rádio Metrópole hoje (16), que o pai, o educador Anísio Teixeira, entendia a vida como uma missão social a ser cumprida.

“Ele falava muito desse aspecto de missão. Ele entendia a vida como uma missão a ser cumprida e de preferência, uma missão social a ser cumprida. Ele tinha isso muito enraizado nele. Ele reproduz um pouco a formação jesuítica, da missão pela educação. A revolução democrática pela educação”,

Carlos conta que o pai era um “defensor ferrenho da escola pública universal”. Nascido em Caetité, Anísio teve formação jesuítica e saiu da cidade para estudar em Salvador aos 16 anos.

Estudou na capital baiana até os 27 anos, se formou em Direito do Rio de Janeiro e, ao voltar para a Bahia, foi nomeado “diretor de instrução”, cargo semelhante ao de secretário da Educação. Continue Reading

Receita libera pagamento do 4º lote de restituição do IR 2019

O pagamento do quarto lote de restituição do Imposto de Renda 2019, foi liberado nesta segunda-feira (16) pela Receita Federal. O crédito bancário será feito para 2.819.522 contribuintes, no valor total de R$3,5 bilhões. Segundo a Receita Federal, o dinheiro será depositado nas contas dos contribuintes.

O lote também contempla restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2018. A consulta para saber se a declaração foi liberada poderá ser feita acessando a página da Receita na internet, pelo Receitafone 146, informando o CPF e a data de nascimento. Caso tenha entrado no lote, a situação da declaração será “crédito enviado ao banco”.

Os lotes de restituição são liberados mensalmente. O Fisco libera os pagamentos por ordem de chegada da declaração. Isso significa que quem entregou a declaração mais cedo recebe a restituição primeiro. A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la pela internet.

Jânio Quadros: Aconteceu a VIII Romaria das Comunidades Eclesiais de Base

Por Wandras

Lançamento do “Movimento popular Asfalto, Já”!!!

Ontem domingo dia 15 de setembro de 2019, aconteceu na Paróquia de Presidente Jânio Quadros-BA a VIII romaria das comunidades, uma peregrinação das comunidades que ocorre anualmente no vicariato Nossa Senhora Dos Mártires, que é composto pelas paróquias de Condeúba, Cordeiros, Piripá, Tremedal, Maetinga e Jânio Quadros.

Com o tema “Chamados a cuidar dos dons da Criação”, a romaria tem o intuito de voltar a atenção do povo para os problemas ambientais que vêm ocorrendo atualmente, durante o movimento, fatos eram lembrados, como os incêndios criminosos na Amazônia, a tragédia de Brumadinho, a demarcação de terras indígenas e a escassez de água.

A paróquia de Condeúba com o apoio das demais, levou faixas, gritos e palavras de ordem, a situação atual da BA 617 que liga Condeúba a Caculé é desumana, há tempos que o povo espera o asfalto, mas até então nada, durante o ato, foi relembrado várias vezes do “Movimento Popular, Asfalto já!”. Neste encontro das comunidades foi lançado o adesivo do “Movimento popular, Asfalto Já”!!!

Confira vídeo abaixo: Continue Reading

Lupicínio Rodrigues se estivesse vivo estaria completando hoje 16/9, 105 anos

Biografia (Enciclopédia Itaú Cultural)

105 anos de Lupicínio Rodrigues

Lupicínio Rodrigues (Porto Alegre, Rio Grande do Sul, 1914 – Porto Alegre, Rio Grande do Sul 1974). Compositor e cantor. Aos 7 anos é matriculado no Colégio São Sebastião da Congregação dos Irmãos Maristas, onde tem os primeiros contatos com a linguagem musical. A infância transcorre entre a escola e o campinho de várzea. Daí sua paixão pelo futebol. Fervoroso torcedor do Grêmio, compõe o hino oficial do clube gaúcho. Filho de uma família pobre e numerosa, de 21 irmãos, aos 12 anos, trabalha como aprendiz nas oficinas da Companhia Carris Porto-Alegrense, responsável pelos bondes da cidade e, posteriormente, na firma Micheletto.

Muito jovem, compõe para os blocos carnavalescos de seu bairro. A inclinação para a boêmia preocupa o pai, que resolve matriculá-lo como voluntário no Exército. Com 16 anos, é soldado do 7º Batalhão de Caçadores de Porto Alegre. Em 1935, com 21, dá baixa no Exército. Durante a fase do quartel, é cantor de conjuntos musicais e vence um concurso com a marchinha Carnaval, escrita para o cordão carnavalesco Prediletos. Entre 1935 e 1947, é bedel na Faculdade de Direito de Porto Alegre. No decorrer dos anos 1950 e 1960 abre uma série de restaurantes, o mais famoso de todos, Batelão, vira ponto turístico da capital gaúcha.

O impulso para sua carreira artística surge com a premiação no concurso em comemoração do centenário da Revolução Farroupilha, em 1935. Lupicínio, em parceria com o cantor Alcides Gonçalves, da Rádio Farroupilha, compõe a música vencedora: o samba Triste História. A partir daí, a dupla é responsável por outros sucessos, como Quem Há de Dizer (1948) e Cadeira Vazia (1950), que são gravadas por Francisco Alves, mas sem citar a autoria de Gonçalves, e Castigo (1953), gravada por Gilberto Milfont, em 1953, também sem a parceria. Além das gravações de Gonçalves, Lupicínio atribui aos marinheiros que frequentam os cabarés de Porto Alegre a difusão de suas músicas em outras capitais brasileiras. Se Acaso Você Chegasse (1938), composta em parceira com Felisberto Martins, chega ao Rio de Janeiro por essa via, sendo gravada pelo cantor carioca Ciro Monteiro. Continue Reading

Condeúba/Distrito do Alegre: Associativismo – Reunião da Associação dos Pequenos Produtores Rurais e Moradores do Alegre

Oclides da Silveira – Jornalista MTPS nº 5910/BA.

O Presidente Ozorino passando as informações aos associados

Neste domingo a tarde dia 15 de setembro de 2019, às 13:00 horas se reuniu ordinariamente a  Associação dos Pequenos Produtores Rurais e Moradores do Distrito do Alegre. O seu Presidente Ozorino deu inicio aos trabalhos fazendo uma pequena reflexão, na sequencia todos juntos professaram a oração do Pai Nosso.

Pela ordem o Presidente Ozorino agradeceu a nossa presença e nos concedeu a palavra, onde pudemos agradecer pela colhida que tivemos no lançamento do nosso livro ha meses atrás. Disse aos associados ali presentes que agora estamos completando outra etapa do livro, ou seja, fazendo as coletas de assinaturas nas associações, para encaminhar à Câmara Municipal o Projeto denominado: “Governo popular para todos, o povo em busca do bem comum”, sendo este o primeiro Projeto de Iniciativa Popular na história dos 158 anos de emancipação política de Condeúba.

 São as parcerias das associações, sindicatos, conselhos, central das associações, partidos políticos, escolas e por último a Câmara Municipal de vereadores, em fim, é a sociedade organizada em busca de mudanças profundas, na forma de administrar a coisa pública com total lisura, além da necessária estruturação dos departamentos da Prefeitura, que é um dos principais objetivos deste Projeto. Encerrando nossa fala, distribuímos as planilhas para coleta de assinaturas, onde tivemos apoio maciço da Assembléia. Continue Reading