Condeúba: A Secretaria Municipal de Educação convidou o povo para vir ler na praça

Por Paulo Henrique

Secretaria de Educação apresentou o Projeto venham ler na Praça

A Secretaria Municipal de Educação fez um convite aos condeubenses: Venham ler na praça! E o povo atendeu e compareceu. O evento foi uma apoteose da leitura e da literatura brasileira e também condeubense, apresentada nesta sexta-feira dia 27 de setembro de 2019.

Uma multidão compareceu na praça para visitar os stands das escolas municipais que deram um show no quesito ORGANIZAÇÃO. As crianças e seus pais puderam saborear os livros de forma natural, sem pressa, com um clima muito agradável e prazeroso. O colorido invadiu o forródromo com personagens de histórias literárias e com ornamentações diversificadas e criativas.

Em uma noite agradável e em boa companhia da família e dos amigos, quem não gostaria de ir ler na praça? Áh! Creio que poucos diriam que não. A população compareceu de todas as partes do município: cidade e zona rural.

Sobre os alunos contemplados no projeto Ler é bom, experimente; posso afirmar que foi maravilhoso ver os frutos da educação de Condeúba evoluindo e progredindo tão cedo. Pais, professores, diretores e coordenadores ficaram orgulhosos do belo resultado dos textos dos pequenos autores condeubenses.

Creio que o evento foi uma oportunidade de redescobrir os valores da leitura e dá literatura na vida dos brasileiros e dos condeubenses. Não dá pra viver sem os livros, não dá pra continuar sem educar e ser educado para a transformação do mundo e da sociedade. Desde já, vou ter a ousadia de dizer: Venham ler na praça em 2020, pois foi assim que o secretário Weder Spínola nos garantiu afirmando que o projeto continuará e muito ainda será feito para o progresso da educação. Continue Reading

JOVEM É ACHADA MORTA APÓS SAIR PARA ENCONTRO MARCADO PELA INTERNET

Por Thiago Braga

Alessandra de Freitas Horth, de 24 anos, apareceu sem vida, depois de marcar encontro pelo celular. Isso se deu na última sexta – feira, no Bairro Corte Oito, em Duque de Caxias – RJ. A moça desapareceu na noite anterior ao fato, não voltando para sua casa. Segundo a polícia local, a investigação está em aberto, e ainda não há suspeito (s) no crime.

Taxa de desemprego cai para 11,8% em agosto; informalidade é recorde

O Brasil registrou 12,6 milhões de pessoas desempregadas no trimestre encerrado em agosto. O número representa uma queda de 11,8% em relação ao trimestre encerrado em maio, quando a taxa era de 12,3%.

O número, no entanto, foi puxado por recorde de trabalhadores informais, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Entre junho e agosto, 684 mil trabalhadores entraram no mercado, totalizando 93,6 milhões de ocupados, o maior número desde 2012.

Desse total, entretanto, 87,1% entraram no mercado na via informal. Com isso, segundo o IBGE, 41,4% da população ocupada, ou 38,8 milhões de pessoas, se encontra na informalidade, a maior proporção desde 2016, quando esse indicador passou a ser produzido.

Nesse grupo estão os trabalhadores sem carteira assinada (empregados do setor privado e domésticos), os sem CNPJ (empregadores e por conta própria) e os sem remuneração (auxiliam em trabalhos para a família).

De acordo com a Veja, os empregados sem carteira assinada totalizaram 11,8 milhões de pessoas e os por conta própria somaram 24,3 milhões de trabalhadores no trimestre encerrado em agosto, os maiores contingentes da série histórica, iniciada em 2012.