Arquivos diários: 5 de agosto de 2019

Guanambi: Realizada a 5ª Etapa da Copa Sudoeste de Morocross

Por Oclides da Silveira – Jornalista MTPS nº 5910/BA.

O corredor de Motocross condeubense Lucio Henrique Pereira Barbosa 

O corredor de Motocross condeubense Lucio Henrique Pereira Barbosa, conhecido por “Lucinho”, que corre com a camisa nº 07, esteve neste último domingo dia 4 de agosto de 2019, participando em Guanambi/BA., pelo campeonato Nacional. O qual ficou em 4º lugar na categoria  “B”.

Lucinho é uma grata revelação no Motocross condeubense, com 22 anos de idade, este garoto tem feito excelentes resultados em todas as prova das quais participou. Nesta última em Guanambi, ele disputou com os feras de todo o Brasil e sagrou-se em 4ª, lugar. O que foi muito bom, tendo em vista o alto nível dos corredores que participam do Campeonato Nacional. Continue lendo Guanambi: Realizada a 5ª Etapa da Copa Sudoeste de Morocross

ARTIGO DE OPINIÃO: Qual política?

* Levon Nascimento

Mestre Levon Nascimento

Muita gente nem quer ouvir falar de política, pois não aguenta mais tanta polarização, picuinha, xingamento e mediocridade.

Já outros adoram ver o circo pegar fogo, intrigas e revelações, traições e quedas, ambições e perdição.

Há também quem acredita que pela política se pode transformar o mundo em lugar melhor e os seres humanos em pessoas civilizadas.

Eu acredito que a política está em tudo, nas relações humanas e na tomada de decisões, seja para o coletivo ou para o individualismo.

É óbvio que há luta de classes. Isso não é uma invenção. É algo constatável. Um exemplo é que a patroa sempre vai querer que a empregada doméstica trabalhe mais e aceite receber menos. A política, enquanto controle do papel do Estado, teria a missão de regular essa relação entre a patroa e a empregada, impedindo que a primeira espolie a segunda, pois é inegável o desnível de poder entre ambas. Continue lendo ARTIGO DE OPINIÃO: Qual política?

Condeúba: APLB-Sindicato, nova diretoria tomou posse

Pela Professora Vanilde Cordeiro

O Secretário Municipal de Educação Weder Spínola e a Professora Vanilde Cordeiro Coordenadora da APLB-Sindicato em Condeúba/BA.

Nesta segunda-feira pela manhã dia 5 de agosto de 2019, foi realizado no Salão Políbio Rodrigues de Carvalho na Câmara Municipal a Sessão que deu posse a nova diretoria da APLB-Sindicato Núcleo de Condeúba. Ele é Weder Spínola, professor, casado, pai de Júlia e no momento é Secretário Municipal de Educação do município de Condeúba. Ela é Vanilde Cordeiro, professora, casada, mãe de Malu e Theo, Coordenadora da APLB-SINDICATO no município. A imagem mostra que na LUTA pelos direitos de uma categoria NÃO precisa haver rivalidade entre o sindicato e os representantes do poder público.

A DEMOCRACIA se constrói com DIÁLOGO e RESPEITO aos seus oponentes e para que um exista não significa querer eliminar o outro. Ambos podem perfeitamente existir e conviver dignamente cada um representando seus pares. Hoje ele esteve me prestigiando na posse da Coordenadoria do Sindicato. Isso mostra que é preciso MATURIDADE para dar espaço aos valores democráticos.

Num momento como esse que estamos vivendo no país de extrema polarização política fico feliz de saber que aqui em CONDEÚBA a gente ainda consegue manter uma relação respeitosa e cordial como premissa para exercer nossa REPRESENTATIVIDADE.
#sindicalistaporconviccao!!!
#poderpublicoesindicatoconstruindohistoria!!!
#cerimoniadepossedaaplb2019a2023!!!

ProUni abre em 5 de agosto inscrições para bolsas de estudo

A partir do dia 5 de agosto, estarão abertas as inscrições para as bolsas de estudo que não foram preenchidas no processo seletivo regular do Programa Universidade para Todos (ProUni) do segundo semestre. Ontem (26), o Ministério da Educação (MEC) publicou no Diário Oficial da União o edital para o preenchimento das bolsas remanescentes do ProUni.

A inscrição deverá ser feita na internet, no site do ProUni. Diferente do processo seletivo regular, que exigia que os participantes tivessem feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2018, agora o estudante pode ter participado de qualquer uma das edições do Enem a partir de 2010.

A nota mínima, no entanto, continua sendo exigida. O participante precisa ter tirado nota igual ou superior a 450 nas provas e nota maior que zero na redação. Podem concorrer às vagas também os professores da rede pública de ensino.

Os candidatos que ainda não estão matriculados na instituição onde desejam estudar devem fazer a inscrição entre 5 e 16 de agosto. Aqueles que já estão matriculados e querem concorrer uma bolsa nessa instituição devem se inscrever no período de 5 de agosto a 30 de setembro.

Os candidatos que se inscreverem terão dois dias úteis para comparecer à instituição de ensino onde pleiteiam uma bolsa de estudos para comprovar as informações prestadas na hora da inscrição.

ProUni

Ao todo, foram ofertadas para o segundo semestre deste ano 169.226 bolsas de estudos em instituições particulares de ensino superior, sendo 68.087 bolsas integrais, de 100% do valor da mensalidade, e 101.139 parciais, que cobrem 50% do valor da mensalidade.

As bolsas integrais são destinadas a estudantes com renda familiar bruta per capita de até um e meio salário mínimo. As bolsas parciais contemplam os candidatos que têm renda familiar bruta per capita de até três salários mínimos.

O processo seletivo regular começou em junho deste ano. Foram realizadas duas chamadas além de lista de espera.

Agência Brasil

Ao longo de 28 anos, dos 286 assessores nomeados por Jair, Carlos, Flávio e Eduardo Bolsonaro, 35% têm algum parentesco.

Do Globo:

Clã Bolsonaro nomeou 102 pessoas com laços familiares

Desde 1991, quando Jair Bolsonaro assumiu seu primeiro mandato como deputado e deu início à trajetória da família na política, o presidente e seus três filhos (Flávio, Carlos e Eduardo)empregaram mais de uma centena de funcionários com parentesco ou relação familiar entre si, vários deles com indícios de que não trabalharam de fato nos cargos.

Mapeamento feito pelo GLOBO durante três meses em diários oficiais e com uso da Lei de Acesso à Informação sobre todos os assessores parlamentares da família Bolsonaro identificou 286 pessoas nomeadas nos gabinetes desde 1991. Dessas, após um cruzamento de informações de bancos de dados públicos e redes sociais, a reportagem identificou que ao menos 102 têm algum parentesco ou relação familiar entre si, fazendo parte de 32 famílias diferentes. O número representa 35% do total dos funcionários indicados no período. Confira o infográfico interativo com todos os dados.

O primeiro caso que veio à tona é o da família do policial militar da reserva Fabrício Queiroz, ex-assessor que emplacou sete parentes em três gabinetes da família Bolsonaro (Flávio, Carlos e Jair) desde 2006. Uma que não era conhecida até agora é Angela Melo Fernandes Cerqueira, ex-cunhada de Queiroz. Em abril, os oito tiveram o sigilo quebrado em investigação do Ministério Público do Rio (MP-RJ) sobre a prática, na Assembleia Legislativa (Alerj), de “rachadinha” — apropriação de parte do salário dos funcionários.

Outro policial militar de confiança do presidente, o atual ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Antonio Francisco de Oliveira, também teve familiares empregados nos gabinetes dos Bolsonaro. Foram três — pai, mãe e tia — em períodos distintos entre 2001 e 2015.

Tia do ministro, Márcia Salgado de Oliveira apareceu nos registros da Alerj como funcionária de Flávio de 2003 até fevereiro deste ano. Em 2014, porém, num processo que tramitou no Juizado Especial da Comarca de Mesquita, na Baixada Fluminense, quando acionou uma empresa de telefonia, Márcia apresentou uma procuração escrita de próprio punho, na qual informou que sua ocupação era “do lar”. Além disso, em 16 anos, ela jamais teve crachá emitido pela Alerj, procedimento que a Casa sempre recomendou a todos os seus funcionários.

Brumado: Fechamento de fábrica de cimento é culpa da política adotada pelo governo federal, repudia Sindmineradores

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

A fábrica de cimento de Brumado anunciou o seu fechamento na quinta-feira (01). Mais de cinquenta trabalhadores ficarão desempregados com a desativação da fábrica. O presidente do Sindicato dos Mineradores (Sindmineradores), Édio Pereira, o “Continha”, destacou que o órgão já foi notificado sobre a decisão, que levou em conta dificuldades de mercado.

“A gente lamenta, principalmente porque o discurso que foi vendido para a opinião pública era de que a reforma trabalhista iria ser aprovada para gerar empregos, mas estamos vendo exatamente o contrário”, criticou. Para o presidente, a reforma fará justamente o inverso, aumentando o desemprego.

“Esses pais de família vão para o olho da rua por conta dessa política nefasta. Nós repudiamos veementemente essa atitude da empresa e a política adotada pelo governo, que está enganando o povo”, avaliou.