OMS diz que 90% das cidades do mundo têm qualidade do ar inferior ao recomendado

Cerca de 90% das cidades do mundo têm a qualidade do ar inferior ao que é recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), conforme o G1. Em relação ao problema, um estudo da Universidade de São Paulo mostrou que o impacto vai além de nariz e garganta seca. A bióloga Mariana Veras, uma das autoras do estudo, contou que a exposição ao trânsito durante uma hora equivale ao consumo de cinco cigarros.

A pesquisa, realizada em 413 cadáveres, avaliou o estado do pulmão dessas pessoas e observou a quantidade de depósitos de carbono, partículas de fumaça e carvão. Também foi levado em conta o local onde essa pessoa vivia, a ocupação e o tempo gasto no trânsito, através de um questionário aplicado aos parentes próximos.

A conclusão foi de que o impacto da poluição na saúde com base no tempo de exposição e toxicidade. Conforme dados da OMS, um terço das mortes por coração, pulmão e doenças cerebrais é provocada pela poluição. Ainda de acordo com a publicação, investir no transporte público é uma das alternativas para melhorar a poluição nas grandes cidades.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *