Mundo Negro: Morre a atriz e diretora de teatro Erika Ferreira, com suspeita da COVID-19

Foto: Reprodução Internet

A atriz, diretora e professora de teatro Erika Ferreira, da Companhia Teatral Agromelados, morreu neste sábado (28), com suspeita de coronavírus. Ela estava internada desde terça-feira (24) com gripe muito forte e falta de ar.

A informação foi divulgada nas redes sociais pela Escola Fábrica Oficina Social de Teatro, onde Erika atuava, e também foi confirmada pela Escola de Teatro Martins Penna, onde a atriz se formou.

Natural de São Gonçalo, Erika Ferreira começou a carreira em 1991. A atriz era conhecida por sua forte atuação social junto ao movimento negro, sendo muito ativa no ensino do teatro.

Ela participou como atriz de vários espetáculos, como “Omi – do leito ao mar”, da Companhia Ávida, e por esse trabalho ganhou o prêmio de melhor atriz coadjuvante no 13° Festival Nacional de Teatro. Erika era casada com o ator Sylvio Moura.

PROPOSTAS PARA ADIAR ELEIÇÕES GANHAM FORÇA ENTRE SENADORES

As propostas legislativas de adiamento das eleições municipais de 2020 para 2022, devido à pandemia de coronavírus, têm ganhado força entre senadores. Um deles é o líder do PSL, senador Major Olimpio (PSL-SP), que defende a unificação dos pleitos federais, estaduais e municipais, evitando-se os gastos com as campanhas eleitorais deste ano. A economia esperada, segundo o senador, seria de até R$ 1,5 bilhão, além dos recursos do fundo eleitoral, que não seriam utilizados.

Major Olimpio, que chegou a enviar ofício ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo o adiamento das eleições, deve apresentar uma proposta de emenda à Constituição (PEC) nesse sentido. Em debate transmitido pelas redes sociais na sexta-feira (27), o senador destacou que o momento pede união. “É hora de união e não de eleição. Fazer as eleições este ano gerará um grande risco à saúde pública, bem como um grande desperdício de bilhões de reais de dinheiro público, que pode ser destinado ao suporte à população na luta contra o coronavírus”, destacou.

No domingo (29), o senador Elmano Ferrer (Podemos-PI) disse estar reunindo esforços para a viabilização de outra PEC, de sua autoria, também com vistas à realização de eleições gerais em 2022. Por meio de sua assessoria, ele ressaltou a situação de calamidade pública no país, com todas as atenções voltadas para o combate ao coronavírus. Ele defende que a verba das campanhas eleitorais seja destinada a estados e municípios na luta contra a covid-19. “Além de permitir concentrarmos todos os esforços no combate à epidemia, esta medida trará benefícios para os cofres públicos. Esse é o momento para que as eleições se tornem coincidentes no Brasil” – ponderou.

PECs
Para uma PEC ser apresentada, o senador deve colher assinaturas de outros 26 parlamentares. Além das propostas que Major Olimpio e Elmano Ferrer pretendem protocolar, há outras proposições em análise no Senado que pedem a unificação das eleições federais, estaduais e municipais. A mais recente (PEC 143/2019) é do senador Luiz do Carmo (MDB-GO), que muda a duração do mandato dos prefeitos e vereadores eleitos em 2020 para viabilizar a coincidência geral dos mandatos a partir de 2026.

Seguindo o mesmo entendimento, senadores como Luis Carlos Heinze (PP-RS), Ciro Nogueira (PP-PI) e Mailza Gomes (PP-AC) se pronunciaram nas redes sociais. Para Ciro, o adiamento das eleições seria um “ato humanitário” que poderá salvar milhares de vidas, com o uso de cerca de R$ 8 bilhões no enfrentamento à covid-19. Já Mailza afirmou que, em vez de campanha eleitoral, o tempo é de união de esforços e de atenção das autoridades voltada unicamente às medidas de combate e enfrentamento ao coronavírus no país.

“O momento agora não é de pensar em eleições, e sim, de isolamento e de buscarmos soluções para enfrentarmos essa pandemia. Saúde das pessoas em primeiro lugar”, escreveu.
Fonte: Agência Senado

Barragem em Pernambuco rompeu e atingiu município em Alagoas

Por: Ana Carolina Guerra

A barragem Zumbi, localizada no município de Arcoverde, no Agreste do estado, rompeu na noite do último domingo (29) e atingiu os municípios de Águas Belas, em Pernambuco e de Santana do Ipanema, no Sertão de Alagoas. De acordo com a Defesa Civil de Pernambuco, o impacto e o número de vítimas afetadas ainda não foram contabilizados.

A estrutura de 50 metros entrou em colapso após a forte chuva na região, fazendo com que o volume de água da barragem fosse ao encontro do Rio Ipanema, localizado no Sertão de Alagoas e na divisa de Pernambuco. O rio, que já possuía um volume de água acima do normal, após fortes chuvas na região, transbordou e atingiu as casas do munícipio alagoano.

No Estado de Pernambuco, a Defesa Civil informou que está prestando o apoio necessário ao município de Arcoverde para retirar as vítimas que ficaram ilhadas em suas residências.

De acordo com o Coronel Lamartine Barbosa, Secretário Executivo da Defesa Civil de Pernambuco, o Corpo de Bombeiros está resgatando as famílias e que serão encaminhadas para um local de apoio disponibilizado pela prefeitura.

“Nós não temos como saber ainda o tamanho do estrago. Algumas pessoas ficaram desabrigadas. Não dá para prever ainda como o rio vai se comportar porque as chuvas estão previstas até o final de abril. Tivemos bastante chuva de ontem para hoje, e em Arcoverde foram registrados 91 milímetros de água”, explica.

Diáriodepernambuco.com.br

Alimentos da merenda escolar serão distribuídos a famílias de alunos

Foto: Reprodução

O Senado aprovou nesta segunda-feira (30), em sessão virtual, um projeto que autoriza o envio direto das merendas escolas a pais de alunos matriculados em escolas públicas de educação básica. O projeto prevê que a medida terá caráter excepcional, em situações de emergência ou calamidade pública.

O objetivo da proposta é assegurar que estudantes recebam a alimentação no período de suspensão das aulas em razão da pandemia do novo coronavírus. O texto foi aprovado na Câmara dos Deputados na semana passada e seguirá para sanção do presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com defensores da proposta, o projeto, além de assegurar a merenda aos estudantes, evitará que os alimentos já adquiridos pelas redes escolares percam a validade sem serem consumidos.

MÉDICA QUE DÁ PLANTÃO NA UPA DE CAETITÉ É O PRIMEIRO CASO DE CORONAVÍRUS NA CIDADE

A Prefeitura de Caetité, através da Secretaria Municipal de Saúde e do Comitê de Operações Emergenciais em Saúde Pública (COE), informa que na manhã dessa terça-feira, dia 31 de março, uma médica plantonista da UPA 24h de Caetité teve resultado positivo para o novo coronavírus (Covid-19).

A médica realizou plantão médico na UPA de Caetité do dia 20 para 21 de março e a manifestação de sintomas ocorreu no dia 23.

Diante do fato a Secretaria Municipal de Saúde está adotando as medidas emergenciais necessárias, tais como: higienização sanitária da UPA; monitoramento dos funcionários da Unidade de Pronto Atendimento; identificação e monitoramento dos pacientes atendidos pela médica, dentre outros.

As pessoas que foram atendidas pela médica, bem como todas as pessoas atendidas do dia 20 para o dia 21 de março, devem permanecer em isolamento e entrar em contato com a Central de Atendimento Covid-19 imediatamente para que sejam monitoradas e recebam as informações necessárias. Os números para contato são: (77) 99213-3442, 99951-8012, 99864-0707 e 99840-1800.

A Secretaria solicita a população para somente procurar a UPA em situação de urgência e/ou emergência médica a fim de evitar aglomerações e sobrecarga do sistema.

Reitera-se a importância do isolamento social para conter a proliferação do vírus, e a Prefeitura está adotando todas as medidas recomendadas pelas autoridades em saúde para enfrentamento da crise. Desse modo, é necessário que sejamos mais rígidos ainda com as medidas de contenção da Covid-19.

Polícia descobre plantação com 40 mil pés de maconha em Abaré na Bahia

Plantio de maconha

Seis mil pés de maconha foram localizados por equipes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Caatinga, no domingo (28), após denúncias anônimas que indicavam o plantio ilegal, na zona rural do município de Abaré- BA.

Após receberem as informações, os PMs recorreram a tecnologia e, com o uso de um drone que indicou os locais exatos das plantações, conseguiram encontrar as drogas. “Caminhamos por quase duas horas em meio ao clima seco da região para chegarmos nos locais indicados”, contou o subcomandante da Cipe Caatinga, capitão Mário Augusto Baeta da Silva.

Duas plantações com seis mil pés da erva foram queimadas pelos militares. Amostras da droga foram apresentadas na Delegacia Territorial (DT) do município de Abaré.

Seguimos procurando os donos das plantações e também outras roças”, comentou o oficial, lembrando que “é importante a população ajudar com informações através do telefone 181 (Disque Denúncia da SSP no interior)”.

Ministro do STF encaminha à PGR pedido de afastamento de Bolsonaro

Min. do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio MelloFoto : Nelson Jr/SCO/STF.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, encaminhou à Procuradoria-Geral da República (PGR) um pedido de afastamento do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido). A informação foi confirmada pelo próprio magistrado. A medida tem como base as ações de Bolsonaro na condução do país na crise do coronavírus, que já matou mais de 159 pessoas no Brasil.

Na condição de relator da ação, Marco Aurélio encaminhou a notícia-crime protocolada pelo deputado federal Reginaldo Lopes, do PT-MG.

Por não ter sido arquivado pelo ministro, o pedido exige que a PGR se posicione e dê um parecer sobre o afastamento, que pode chegar a 180 dias. Procurado, o Planalto não comentou a decisão.

Mais cedo, o ministro declarou ter ficado “pasmo” ao ver o presidente cumprimentando pessoas em Brasília, mesmo com a recomendação do Ministério da Saúde sobre isolamento social.

No pedido feito pelo parlamentar, ele ressalta a quantidade de crimes que teriam sido cometidos por Bolsonaro. “A notícia-crime relata mais de 20 vezes em que o presidente pôs o país em risco. E ainda há novos fatos a serem incorporados”, disse Lopes sobre a peça.

Do Metro1.

Detentos de sete complexos prisionais baianos produzem máscaras para ajudar no combate ao coronavírus

Detentos de sete conjuntos prisionais baianos estão produzindo máscaras para ajudar no combate ao coronavírus. Em pouco mais de uma semana, 67 homens e mulheres confeccionaram 8.300 unidades do material que atenderá a demanda do próprio sistema prisional, além de unidades de saúde do município de Teixeira de Freitas.

Até o momento, foram registrados no estado 176 casos de pessoas com a Covid-19, com dois óbitos.

Os complexos prisionais que estão produzindo máscaras estão situados nas cidades de Itabuna, Teixeira de Freitas, Valença, Feira de Santana, Serrinha, Juazeiro e Salvador (Complexo Penal Feminino).

Com uma média de 1.100 máscaras por dia, a expectativa da Secretaria de Administração Penitenciárias da Bahia (SEAP) é de que sejam produzidas 35 mil unidades por mês.

Veja unidades que vão receber o material em Teixeira de Freitas:
Lar dos idosos São Francisco de Assis
UPA
Hospital Municipal Teixeira de Freitas
Secretaria de Saúde do Município de Medeiros Neto
Creche Nova Semente
Para que a produção acontecesse, a SEAP viabilizou a compra de máquinas, além da capacitação e manuseio/manutenção por meio de empresa especializada.

Veja o número de detentos produzindo máscaras por unidade prisional:
Conjunto Penal de Feira de Santana = 11 ( 01 homem e 10 mulheres)
Conjunto Penal de Itabuna = 30 ( não especificado)
Conjunto Penal Feminino = 12 mulheres
Conjunto Pena de Juazeiro = 2 (homens)
Conjunto Penal de Valença = 2 ( homens)
Conjunto Penal Teixeira de Freitas= 6 mulheres
Conjunto Penal de Serrinha = 4 ( homens)

Fonte: Basilnotícias

Coronavírus: Companhias suspendem voos no aeroporto de Vitória da Conquista por dois meses

Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

As companhias aéreas que operam voos no Aeroporto Glauber Rocha, que fica em Vitória da Conquista, suspenderam os voos nos terminais por causa do novo coronavírus. A previsão é de que a situação só seja normalizada em até dois meses. Segundo as empresas, a situação ocorreu depois que muitos voos precisaram ser cancelados, ou pela falta de demanda.

Com isso, a última viagem no aeroporto ocorreu por volta das 6h de sexta-feira (27) e teve como destino o estado de São Paulo. Após, todos os voos previstos foram cancelados. Por causa da situação, a administração do terminal informou que apenas a segurança e os agentes de limpeza continuarão trabalhando.

Além disso, as locadoras de veículos também estarão abertas. Já a praça de alimentação não abrirá até a retomada dos passageiros. O Aeroporto foi inaugurado no ano passado e, desde então, recebe uma média 1146 passageiros, distribuídos em 16 voos – entre embarque e desembarque.