Tag: Contrabando

Carreta com mais de 43 mil litros de álcool é apreendida no sudoeste da Bahia

Foto: Divulgação/PRF

Uma carreta com 43.657 mil litros de álcool foi apreendida na quinta-feira (3) na BR-116, no trecho da cidade de Encruzilhada, no sudoeste da Bahia. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a carga estava com nota fiscal fraudada. Ainda segundo a PRF, a placa de identificação do veículo estava errada.

A carga teria saído do estado de Goiás, com destino a Feira de Santana. A PRF informou que o motorista do veículo, de 47 anos, que não teve a identidade divulgada, prestou depoimento e admitiu irregularidades no transporte da carga. O veículo e os litros de álcool estão na unidade policial de Encruzilhada e só serão liberados após autorização da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz-BA).

PRF apreende 650 Kg de agrotóxicos falsificados na BR-116 em Vitória da Conquista

Foto: Divulgação/PRF

No último sábado (29), uma equipe da Polícia Rodoviária Federal realizava (PRF) fiscalização de combate à criminalidade no Km 830 da BR-116, em Vitória da Conquista, quando abordou um caminhão-baú, com placas de Salvador. Inicialmente, os PRFs solicitaram os documentos de porte obrigatório e a nota fiscal da carga transportada.

O motorista relatou que transportava diversas mercadorias que foram embarcadas no estado de São Paulo, porém apresentou uma nota fiscal de 650 Kg de defensivos agrícolas emitida na cidade de Uberlândia (MG), o que elevou o grau de suspeita.

Desconfiados, os policiais resolveram aprofundar à fiscalização do agrotóxico e descobriram que o produto era falsificado, o que pode ser confirmado através de contato com a empresa indicada como produtora do agrotóxico. Constatou-se que a falsificação era grosseira e foi constatado que a escrita no corpo de alguns rótulos estava inelegível.

Já em outros foi utilizado caracteres de impressão fora do padrão e em desacordo com a Lei nº 7802 de 11 de julho de 1989. Questionado, o condutor informou não possuir curso para transporte de produto perigoso. O veículo, por sua vez, não possuía em suas partes externas nenhum elemento identificador da carga de produto perigoso, tais como painel de segurança e rótulo de risco, em desacordo com a legislação pertinente.

Dada às circunstâncias o motorista, o veículo e a carga ilegal foram encaminhados à Delegacia de Polícia Judiciária para os procedimentos legais. Ele poderá responder pelo crime de: Produzir, comercializar, transportar, dar destinação a resíduos e embalagens vazias de agrotóxicos, seus componentes e afins, em desacordo com a legislação pertinente.

Por não serem registrados no Brasil, os defensivos agrícolas ilegais não seguem as diretrizes e exigências do Ministério da Agricultura, do Ibama, da Anvisa e dos órgãos estaduais de defesa agropecuária. Por isso, representam prejuízos ao agricultor pela baixa eficácia, além de causar danos ao meio ambiente, à saúde do aplicador e do consumidor.

Região: Carregamento de sucata de cobre avaliado em R$ 1 milhão é apreendido em Poções

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carreta com mais de 30 toneladas de sucata de cobre, por fraude em documento fiscal, na noite desta quarta-feira (19) em Poções (BA). A ação aconteceu durante fiscalização ostensiva que tem como foco o enfrentamento à criminalidade.

Por volta das 20h55, policiais abordaram a carreta M.BENZ/Actros, com placas de Contagem (MG). Os policiais ao verificarem a documentação da carga transportada, constataram divergências nos dados declarados, configurando crime fiscal e tributário.

Foi realizado consulta a Secretaria da Fazenda (SEFAZ/BA) que ao realizar a checagem nos sistemas informatizados verificaram que a empresa emissora da nota fiscal não existe no endereço cadastrado como contribuinte.

Suspeita-se que a empresa funcione apenas como fachada para a prática de crimes fiscais. Foram apreendidos no total, 31.620 quilos do material que tinha como destino a cidade do Rio de Janeiro.

O motorista de 42 anos foi apresentado a fiscalização da SEFAZ/BA em Vitória da Conquista para os devidos procedimentos legais.

Rio do Antônio: PRE apreende produtos eletroeletrônicos sem nota fiscal na BR-030

Foto: Divulgação PRE

Uma guarnição do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR), da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), apreendeu produtos eletroeletrônicos sem nota fiscal, na BR-030, no Distrito de Ibitira, em Rio do Antônio, na última terça-feira (13).

Segundo informou a PRE, a apreensão ocorreu durante uma blitz de rotina realizada na localidade. O material foi localizado no bagageiro de um ônibus interestadual que fazia o itinerário de São Paulo (SP) a Barra do Mendes (BA).

Durante a abordagem, foram encontrados 5214 aparelhos eletro eletrônicos e 32 peças de roupas sem notas fiscais. Toda a mercadoria e o motorista do ônibus foram encaminhados para a Delegacia Territorial de Brumado.

Governo aponta riscos e alerta para ‘sementes misteriosas’ enviadas pelos Correios

ADAB pede que sementes sejam entregues a órgãos competentes para análise | Foto: Reprodução

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB), em parceria com a Superintendência Regional do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), alertou para “sementes misteriosas” que começaram a chegar ao país e são enviadas via Correios. Em nota divulgada nesta semana, o órgão afirmou que os riscos que as sementes podem causar “ainda são imensuráveis”.

A ADAB “alerta ao público sobre a importância do não aproveitamento das embalagens misteriosas, que não devem ser abertas ou jogadas no lixo, mas encaminhadas imediatamente aos órgãos competentes para passar por perícia”. Os primeiros registros dessas sementes no Brasil foram feitos nos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Goiás e Mato Grosso do Sul.

As embalagens surgem com selos da China, porém o governo daquele país nega qualquer envio. “Não há informações seguras da origem dos envelopes que podem estar trazendo sementes de plantas exóticas com o intuito de decorar os ambientes de forma promocional junto ou não com compras realizadas pela internet como se fossem brindes, descritas como jóias, mas, ao mesmo tempo, pode ser um grande perigo à saúde pública e à agricultura do nosso estado”, frisa o diretor-geral da ADAB, Maurício Bacelar.

O sinal vermelho está por todo o Brasil e a vigilância sobre os envelopes é crescente também na Bahia, como explica o superintendente federal da Agricultura, Paulo Emílio Torres. “Os órgãos de defesa agropecuária estão em alerta para evitar o trânsito e plantio inadequado de mudas que não são certificadas e que poderão provocar grandes estragos. Pedimos que a população esteja vigilante e se reporte à ADAB ou à superintendência do Ministério no estado para que, rapidamente, possamos iniciar a análise do conteúdo das embalagens, em laboratório seguro e conveniado conosco, em todo o país os pacotes estão sendo periciados”.

A investigação está em andamento, nos quatro estados onde foram entregues as encomendas. “Como tudo ainda é uma incógnita, a preocupação com os pacotes passa ainda pelo receio que possam trazer doenças ou devastar plantações inteiras. Algumas pragas podem ser introduzidas na Bahia e provocar grandes prejuízos com a destruição de árvores adultas, causando desmatamento e prejuízos econômicos com destruição de pomares e ampliando o número de desempregados”, reforça Maurício.

Urandi: PRF apreende 250 mil maços de cigarros contrabandeados camuflados em meio a carga de polvilho

Foto: Divulgação/PRF

No último domingo (06), na BR-122, em Urandi, policiais rodoviários federais apreenderam um caminhão com grande quantidade de cigarros contrabandeados. Segundo informou a Polícia Rodoviária Federal (PRF), durante fiscalização ostensiva de combate ao crime, os agentes avistaram dois homens, em atitude suspeita, conversando no pátio de um posto de combustível.

Um deles ao avistar a viatura da PRF fugiu a pé e foi identificado como sendo o motorista de um caminhão VW/24.280 que estava estacionado no posto. Os policiais suspeitaram que o veículo estivesse carregado com material ilícito e decidiram vistoriar o compartimento de carga. Dentro da carroceria, os agentes encontraram 250 mil carteiras de cigarros contrabandeados, que estavam acomodadas em 250 caixas e escondidos em meio a carga de polvilho.

A carga está avaliada em mais de um milhão de reais. Buscas foram feitas na tentativa de capturar o motorista responsável. O segundo homem, de 47 anos, foi preso por contrabando e encaminhado, com o veículo e a carga, para a Polícia Federal em Vitória da Conquista. O crime de contrabando está previsto no art. 334 do Código Penal e prevê pena de dois a cinco anos de prisão.

Mais de 21 mil litros de cerveja são apreendidos por sonegação fiscal na BR-116

Na tarde desta sexta-feira (29), a Polícia Rodoviária Federal (PRF), apreendeu um caminhão com mais de 21 mil litros de cerveja, por suspeita de sonegação fiscal, na BR-116, trecho de Vitória da Conquista.

Segundo a PRF, a ação aconteceu por volta das 13h10, durante fiscalização da Operação Tamoio. Ao verificar a documentação da carga transportada, os agentes constataram divergências nos dados declarados, configurando crime fiscal e tributário.

O motorista, de 59 anos, natural de Itapecerica da Serra (SP), foi apresentado à fiscalização da Sefaz-BA em Vitória da Conquista para os devidos procedimentos legais. Ele pode responder pelo crime de sonegação fiscal, caso não recolha os tributos e pague as multas referentes à operação.

Contrabando dá prejuízo de R$ 350 bilhões ao Brasil


Foto: Reprodução/TV Globo

Nos últimos três anos, o contrabando causou prejuízos de quase R$ 350 bilhões ao país. Em Mato Grosso do Sul, a entrada desses produtos é pelas cidades que fazem fronteira com a Bolívia e o Paraguai. Os quatro galpões da Receita Feral em Mato Grosso do Sul estão lotados. No local tem eletrônicos, cosméticos, pneus. De 2015 a 2017, o prejuízo do país com o contrabando e o descaminho foi estimado em R$ 345 bilhões, o que equivale a 25 anos de arrecadação de Mato Grosso do Sul. “O contrabando afeta diretamente a vida do trabalhador. E o contrabando espalha produtos sem a menor qualidade”, diz o presidente do Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social de Fronteiras, Luciano Barros.

O galpão mais lotado da Receita em Mato Grosso do Sul é o de Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai. Ali tem, pelo menos, R$ 300 milhões em mercadorias apreendidas. Uma chama a atenção. É um carro. Ele foi pego agora, no começo do ano. Para importar legalmente o dono teria que gastar, mais ou menos, R$ 1 milhão. No Paraguai custa cerca de metade disso. Mas como os procedimentos não foram feitos ele agora está no galpão, empoeirando até que a justiça decida o que fazer com ele.

De acordo com o Jornal Nacional, o maior volume de contrabando continua sendo o de cigarros. Só este ano a Polícia Rodoviária Federal em Mato Grosso do Sul flagrou três quadrilhas de contrabandistas que tinham sido presas pouco tempo antes. Em um dos caminhões foi encontrado um documento. É uma nota de culpa, um registro da prisão do motorista em 27 de janeiro. Ele voltou para o crime depois de ser solto em poucos dias.

Falsa ambulância que levava cigarros contrabandeados tentou fugir e capotou

 

Foto: TV TEM/Reprodução

O motorista de 27 anos que foi detido na quinta-feira (22) pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE) dirigindo um veículo caracterizado como “UTI Móvel” carregado de cigarros contrabandeados, em Tarumã (SP), já foi detido por contrabando em outro caso. Segundo a polícia, há menos de um mês, ele já havia sido flagrado em outra situação semelhante, ou seja, contrabandeando cigarros do Paraguai em uma ambulância.

Na ocasião, ele foi detido e depois liberado. De acordo com o G1, o homem que dirigia a van foi novamente detido, desta vez na rodovia Miguel Jubran (SP-333). Dentro do veículo a polícia encontrou 145 caixas de cigarro, carga avaliada em R$ 120 mil, que vinha do Paraguai e seria entregue em Ourinhos (SP).

A polícia agora vai investigar a origem do uniforme que o suspeito usava, semelhante ao das equipes de resgate do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A investigação quer descobrir se o macacão é falsificado ou se foi furtado.

Vitória da Conquista: 475 mil maços de cigarros contrabandeados são apreendidos

cigarros-contrabandeados-em-conquista-achei-sudoesteFoto: Divulgação/PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 475 mil maços de cigarros contrabandeados do Paraguai no Km-830 da BR-116, em Vitória da Conquista. Os cigarros eram transportados em um caminhão, que não parou em posto fiscal Secretaria da Fazenda (Sefaz).

Uma equipe de servidores da Sefaz acompanhou o veículo até a Unidade Operacional da PRF, onde o caminhão foi parado e fiscalizado. Durante a vistoria, que ocorreu na quarta-feira (9), os policiais encontraram 950 caixas de cigarros contrabandeados do Paraguai, totalizando 475.000 maços, bem como apreenderam diversos documentos, 4 placas identificadoras de veículos e 7 lacres do Detran.

Segundo a PRF, os agentes constataram que o veículo portava placas “frias”, ou seja, placas que não são cadastradas no Detran. O condutor do caminhão, um homem de 51 anos, foi encaminhado para delegacia de polícia judiciária local, onde responderá por crime de contrabando e adulteração de sinal identificador de veículo automotor.