Pastor teria planejado morte de ex-diretora da Uneb de Brumado por perder fieis em igreja

Durante coletiva de imprensa, a polícia civil disse que um pastor, identificado como Edmar, é suspeito de ter encomendado e participado do assassinato da pastora e professora da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Marcilene Oliveira Sampaio, e da prima dela, Ana Cristina.

O pastor está sendo procurado, mas dois homens, apontados como executores, já estão presos – são eles: Fabio de Jesus Santos, 34 anos, e Adriano Silva dos Santos, de 36 anos. Segundo a polícia, o crime teria sido motivado por vingança, tendo em vista que as vítimas, que eram colegas do pastor suspeito, saíram da igreja dele depois de um desentendimento.

Elas fundaram uma nova igreja e levaram a maioria dos fieis. Ao G1, o delegado Marcus Vinícius, titular da 10ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin/Vitória da Conquista), afirmou que o pastor foi o mandante e também executor do crime.

O marido da professora morta, Carlos Eduardo de Souza, que, assim como a companheira, também é pastor, era outro alvo dos criminosos, mas conseguiu escapar do carro em que estava quando sequestrado pelos suspeitos depois de provocar um acidente.

A professora Marcilene Oliveira Sampaio, o marido e a prima tinham acabado de sair da igreja, na noite de terça-feira (19), e estavam a caminho do sítio onde moram quando foram abordados pelos criminosos na rodovia.

Fonte: G1

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmail

Redação

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.