Mãe é criticada por amamentar filha até os 9 anos de idade e toma difícil decisão

Sharon Spink, 50 anos, acabou se envolvendo em uma grande polêmica após decidir amamentar a filha até os 9 anos de idade. Charlotte estava com nove anos e nove meses, mas ainda sentava no colo da mãe para ser amamentada. Mãe é criticada por amamentar filha até os 9 anos…

Para a norte-americana esta atitude era simples, não tinha nada de anormal, porém, as pessoas olhavam para ela de forma estranha e logo as críticas começaram a aparecer. A mulher já teve outros três filhos e sempre tentou a amamentação prolongada, porém, nunca que dava certo.

Quando Charlotte nasceu, a mãe decidiu amamentá-la enquanto fosse possível e assim foi até ela quase completar 10 anos de idade.

Sharon acha que é importante a própria criança decidir quando quer parar de mamar e que com Charlotte foi assim, gradualmente ela foi deixando de procurar o peito da mãe até que parou de vez.

Amamentou a filha escondida
A Organização Mundial da Saúde recomenda que a criança seja amamentada até os dois anos, sendo que nos seis primeiros meses deve ser exclusivamente o aleitamento materno.

mãe conta que quando a filha já tinha quatro anos e até dormia sozinha em seu quarto, de madrugada levantava e ia mamar. Aos cinco anos de idade, a menina mamava três vezes por dia e a mãe resolveu parar de amamentar a filha em locais públicos justamente por causa das críticas.

Diante de tantas críticas, a mãe tomou a difícil decisão de se esconder com a filha sempre que ia amamentá-la, mesmo achando isso um absurdo, porém, não queria mais ver as pessoas atacando seu gesto de alimentar a menina e tinha medo que ela pudesse ficar traumatizada com tudo aquilo.

Hoje Sharon tenta encorajar as mulheres para que amamentem seus filhos de forma prolongada, sem se preocuparem com crítica. “Temos que apoiar as mães sobre suas escolhas“, disse a americana

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Um comentário sobre “Mãe é criticada por amamentar filha até os 9 anos de idade e toma difícil decisão

  1. Não sou contra a mãe que amamenta a filha com 9 anos de idade, o critério é exclusivamente de qualquer mãe. O hábito de mamar na adolescência não é crítico, mas o ato de ser dependente químico sim, isto é um ato de aberração

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *