Arquivos da categoria: Aniversário

CONDEÚBA – 158 ANOS: Muito mais que 158 anos de história

Por Joandina Carvalho

Professora, Historiadora e Escritora Joandina Maria de Carvalho

A lei nº 809 de 11 de junho de 1860 elevou Santo Antônio da Barra ao status de Vila, promovendo sua emancipação de Caetité. Naquele momento da história, conquistar essa condição era sinônimo de progresso, pois não era qualquer povoação que possuía condições para tal. Anteriormente, o povoado que chegou a pertencer à província de Minas Gerais, já possuía a condição de Freguesia, pela lei 413 de 19 de maio de 1851.

A instalação da Vila se deu em 14 de maio de 1961, com a presença do presidente da Câmara Municipal da Vila de Caetité, o Major José Antônio Pimenta, juntamente com o secretário da mesma, para o fim de prestar juramento e posse aos vereadores da Câmara Municipal da nova vila. O desembargador Antônio da Costa Pimenta, em comunicação oficial ao Presidente da Província, explicou que o cumprimento da ordem expedida em 20 de novembro de 1860, não foi possível na data marcada, por inconvenientes da viagem em distância de 24 léguas da Vila de Caetité, da qual saiu no dia 8 de maio de 1961.

Por tudo isso, costumo dizer que Condeúba tem mais que 158 anos. Se os poderes públicos e a sociedade civil investissem em História e Patrimônio nesse município, poderíamos desfrutar dessa riqueza que geraria empregos e atrairia pessoas dos municípios vizinhos, de outros lugares, assim como os condeubenses ausentes. Poderíamos também ter uma agenda de atividades com início em maio, que em junho agregaria à festa de Santo Antônio e posteriormente o São João. Para isso seria necessário o envolvimento não apenas da Secretaria de Cultura, mas também da comunidade e de outras esferas do poder municipal e estadual.

Pensar políticas públicas que sejam mais importantes que eventos é algo necessário, tendo em vista que determinados investimentos como shows de bandas por exemplo atraem principalmente a população jovem. Outras apresentações músicas poderiam ser de artistas da terra que moram no município ou fora dele. O músico Cauê Procópio é um condeubense que mora em São Paulo e que ainda não vimos apresentar em sua terra.

Entregar obras públicas, oportunizar atividades esportivas e culturais e prestar contas do que está sendo feito são atitudes que também devem estar dentro dessa agenda. Para isso, diversos espaços da cidade poderão ser utilizados. Assim sendo, será possível uma maior integração de pessoas envolvendo também os moradores da cidade e do campo, dos municípios vizinhos e visitantes. Assim, Condeúba poderia retomar parte do protagonismo que já teve em outros momentos da história.

CONDEÚBA – 158 ANOS: 4ª Etapa do Campeonato Nacional de Motocross, com vitória de um condeubense

Por Oclides da Silveira

Lucinho levantando o troféu de vencedor em primeiro lugar hoje em Condeúba

O garoto Lucinho com 22 anos, fera do motocross

Em face ao aniversário de Condeúba – 158 anos, neste domingo dia 12 de maio de 2019, pela terceira vez aconteceu a disputa do campeonato Brasileiro de Motocross aqui no município de Condeúba, as duas vezes anteriores foram nos mandatos do então Prefeito Marcolino Neto, 17 anos depois o atual Prefeito Silvan Baleeiro ressuscitou este campeonato que é a grande paixão da juventude, mas tem admiradores de todas as idades, fato é que superlotou as galerias improvisadas nas margens da bela pista de motocross construída nos altos do Bairro São Francisco em Condeúba.

Foi uma tarde de domingo inesquecível para os condeubenses, onde foram disputadas muitas baterias da 4ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross versão 2019. Onde aconteceu algumas disputas por amadores, numa delas participou o motociclista condeubense Lúcio Henrique Pereira Barboza de 22 anos popular “Lucinho”, ele que foi o grande vencedor dessa bateria com a moto nº 07.

“Lucinho” está correndo nesta modalidade há 11 meses. Sua primeira participação na categoria amador, foi em fevereiro deste ano lá na cidade de Belo Campo, onde ele ficou em 4º lugar. “Lucinho” que vem de família humilde residentes aqui na zona rural na Comunidade do Mangarito, até então desconhecido do grande público condeubense, mas hoje foi o seu dia, e acabou conquistando a simpatia do público que foi ao delírio pelo seu primeiro lugar no pódio. Parabenizamos este garoto que pode e com certeza vai trazer muitas alegrias para o nosso povo, em especial os condeubenses.

O Prefeito Silvan Baleeiro deu uma feliz tacada e acertou de cheio ter buscado a 4ª etapa do campeonato Brasileiro de motocross para ser disputado em Condeúba. Isto fez com que nossa cidade se  destacasse na grande mídia nacional. O espetáculo teve  uma grande aceitação do público que superlotou as margens da pista de motocross para assistir as várias baterias que foram disputadas. Parabéns para a Secretaria Municipal de Cultura, Desporto e Lazer que proporcionou a realização deste grande evento. Continue lendo CONDEÚBA – 158 ANOS: 4ª Etapa do Campeonato Nacional de Motocross, com vitória de um condeubense

CONDEÚBA – 158 ANOS: Cidade Suprema!!!

Por Edson Silveira

Professor e Poeta Edson Silveira

Raiou-se um lindo dia,
Com ele um novo horizonte…
Cheio de paz e harmonia,
Oh, município muito importante.

Diz a história: que da fazenda Serra Talhada,
A cidade foi edificada.
Com uma pequena povoação,
À margem do Rio Gavião.

Depois de povoada,
Em 1861, foi denominada
Vila Santo Antônio da Barra,
Com influência indígena e muita garra.

Guerreiros valentes,
Povo trabalhador…
Cidadãos Condeubenses,
Protagonistas e sonhador.

Encantando-nos pelas edificações
De belíssimas construções…
A destacar a igreja e o Paço Municipal,
Com uma beleza excepcional.

Legítimas obras de arte,
Que não se encontra por toda parte.
Raridade colonial,
Patrimônio Cultural.

Em sua bandeira é destacado
O pau Candeia retorcido…
Quão grande significado,
Não pode ser esquecido.

Condeúba, terra amada,
Tu és consagrada…
Historicamente civil,
Com seu poder juvenil.

Jovens tenham força e atitude,
Sejam mais racionais…
Pois, estão nas mãos da juventude,
A revolução dos ideais.

Cultivem valores éticos e morais,
Religiosos e sociais.
Resgatem o poder cristalino,
De ser verdadeiramente nordestino.

Orgulhem de ser baiano,
Descendente de índio, português ou africano.
Tendo em mente a soberania,
Do ato de cidadania.

Dona de magnífica identidade,
Seu valor é incalculável…
Oh, preciosa cidade,
Infinita e incomparável.

Com mais de dois e meio século de história,
Em que destacam-se suas glórias.
É com satisfação e alegria,
À te saudar, cidade Supremacia!

Homenagem as mães

(Edtattoo)

Mãe,

mãe é vida, entrega e saída
mãe é verdade em dose que na embriagues da razão mostra nos a lucidez
mãe é cura na simplicidade, é partida com dor é saudades
ó vida ingrata devolva me o pedaço arrancado e rápido levou meu canto , aqui onde o pensamento seduz meus olhos imploro.. traz a mãe que em pranto falo,
ela verdade que a vida esconde e que os olhos revelam
é rainha do meu tempo e dona do meu mundo.

CONDEÚBA – 158 ANOS: Noite Cultural apresentou reisado, exposição de artesanato e musica popula

Por Oclides da Silveira

Frota de Reis da Cerquinha

Nesta sexta-feira dia 10 de maio de 2019, foi realizada a noite cultural na Praça do Forrodromo em face ao aniversário de 158 anos de Condeúba. As atrações foram o que há de melhor culturalmente no município, desfilaram três Companhias de Reis sendo: Comunidade da Cerquinha que é liderada pelo vereador Reginaldo Nascimento, Fazenda Baixão de Paulo que foi liderada pelo Mestre Juvenal Pardinho e a da Comunidade de Olho D’água e Baixa do Higino comandada pelo “Tony de Beca”. As três Companhias de Reis deram um verdadeiro espetáculo, foram muito aplaudidas pelo público presente.

Frota de Reis do Baixão de Paulo

De tal forma, que mesmo depois de encerrada a apresentação da última Companhia de Reis, o público pediu e exigiu o retorno dos reiseiros no palco para fazer a tradicional montada no bumba. Foi muito interessante essa parte, pois, eles fizeram uma roda e os gaiteiros “Rosa de Cirilo e Manoel da Véia”, puxaram uma música em ritmo de contra-dança e iniciou-se o sapateado pelo seu líder “Tony de Beca”, depois passou para “Tuta”, em seguida foi o show maior do mestre “Rosa de Cirilo”. Por último chegou a vez de montar no bumba pelo também mestre “Miguel de Bié”. O público foi ao delírio e os aplaudiram fortemente. Continue lendo CONDEÚBA – 158 ANOS: Noite Cultural apresentou reisado, exposição de artesanato e musica popula

CONDEÚBA – 158 ANOS: Professor Agnério Evangelista de Sousa

Prof. Agnério Evangelista

Prof. Agnério mostrando a capa do seu livro, Condeúba sua História seu povo

A cidade completa 158 anos de emancipação política. Como era Santo Antônio da Barra em 1961? A Irmandade do Santíssimo Sacramento completou 174 anos de existência. Como era o Povoado em 1861. A Igreja Matriz foi abençoada pelo Padre José Nunes em 10 de julho de 1783. Lá se vão 236 anos. Claro que ainda não era o imponente templo de hoje. E aqueles fósseis de escravos sepultados no fundo da igreja? Será que já fomos uma aldeia indígena? Estudiosos afirmam que não, porém temos vários reminiscentes indígenas em nosso meio; assim como os quilombolas provam a existência da vida escrava em nosso município.

Cidade pequena de município grande. Já foi a 10ª mais importante no ranking estadual, no século XIX. Possuía enorme território e grande população. Quanta beleza natural ainda tem o município! Quanta grandeza em seus monumentos arquitetônicos! A Igreja Matriz, o Paço Municipal, o Casarão… Era aqui a sede com poucas residências até 1967, porque aqui estava centralizado o principal empório comercial, a sede da Comarca com Juiz de Direito e Promotor Publico. Havia os cartórios com seus escrivães. A força pública com delegado, soldados e cadeia. O pároco para toda a freguesia morava aqui.

Depois veio a enchente de 1968. Parte da cidade foi destruída. Começa a reconstrução, ruas novas se abrem, surge o bairro do Divino, do São Vicente, do São Francisco. Aumentam o número de escolas, de casas comerciais. No entanto, desaparece o Clube Social, a Filarmônica Santa Cecília. O DNOCS constrói o Açude Champrão que é a redenção do povo condeubense e de seus vizinhos.

Ninguém se esquece de Políbio Carvalho, Antonio Andrade, Antônio Terêncio. Das noites de lua cheia e das belas serenatas com radiola carregada pelas ruas do centro por Lindauro. Do bar de Tuzinho, do jogo de bola nas disputas Condeúba X Jacaraci. Condeúba hoje vive na esperança de melhores dias para a sua juventude, porque temos de confiar no amanhã. Que nossos jovens estejam longe das drogas, da deseducação e da falta de perspectiva.

A terceira idade vive bem com sua pequena aposentadoria, mas dançando, cantando e se alegrando todas as segundas-feiras. Isto é muito bom, porque quem já muito trabalhou, esforçou-se para educar os filhos e dar conta da família, merece a recompensa ainda nesta vida. Parabéns, minha terra!

CONDEÚBA – 158 ANOS: Teremos hoje dia 10/5 Ternos de Reis, exposição de artesanato, documentário e show musical

Por Oclides da Silveira

Frota de Reis do mestre “Tone de Beca” composta pelos reiseiros do Olho D’água, Tamboril e Baixa do Higino

Nesta sexta-feira dia 10 de maio de 2019, com início às 19:00 horas na Praça do Forrodromo, em face ao aniversário de 158 anos de Condeúba, teremos a noite cultural, com muitas atrações, inicialmente será com o desfile de três grandes companhia de Reis que virão lá do Baixão de Paulo comandado pelo mestre Juvenal Pardinho, do Olho D’água e Baixa do Higino com “Tone de Beca” e da Cerquinha que está sendo comandada pelo grande vereador Reginaldo Nascimento.

A jovem Isabel encantada pela bolsa feita com ramificações de algodão ganga

Terá a grande exposição do nosso riquíssimo artesanato, vindo de lá do Distrito do Alegre através da Associação dos Produtores Rurais e do vereador José Reis, virão ainda da Comunidade do Sapé conduzido pela Rosângela e da sede teremos em exposição dos quadros da nossa grande pintora impressionista Raimunda. Logo após a exibição dos Ternos de Reis, será exibido o documentário “Sai da frente gente, o Gavião é vem”, com Carlos GJ. Em seguida entrará em ação o cantor de musica popular que vem de lá das Minas Gerais Tchô Matias.

Fotos: JFC Continue lendo CONDEÚBA – 158 ANOS: Teremos hoje dia 10/5 Ternos de Reis, exposição de artesanato, documentário e show musical

MENSAGEM PELOS 158 ANOS DE CONDEÚBA

Thiago Braga

A história continua mais viva do que nunca. Aonde? Em cada esquina, praça, banco de jardim, rua ou travessa deste “lugar ao sol” chamado Condeúba. Quem sabe, no quadro antigo, no ranger da carroça largada em baixo da árvore, entre as cores do vestido rodado da “tia da escola”?! Um município com todos os motivos para festejar 158 anos de caminhada, que completará dia 14 de maio deste ano.

Alegria duradoura para os filhos da terra, e aqueles vindos de fora, que experimentam o clima maravilhoso desta região “baianeira”. Dito isso, é salutar reconhecermos o trabalho de sua gente, na luta por dias melhores.

O solo bom, de tudo produz. Colhe o que planta, em longas temporadas de serviço braçal e uso de máquinas agrícolas. Política e cultura andam juntas. Dois lados da mesma moeda. O futuro começa agora. Parabéns Condeúba pelo triunfo!