Todos os posts de Redação

20% dos jovens de países emergentes não estudam nem trabalham, diz FMI

Os jovens dos países em desenvolvimento estão enfrentando um ambiente perverso. Cerca de 20% da população de 15 a 24 anos não estuda nem trabalha, segundo um relatório do Fundo Monetário Internacional (FMI) divulgado nesta terça-feira (22). A fatia apurada equivale ao dobro do observado nos países avançados.

A ausência de jovens do mercado de trabalho e da escola tem como principal consequência a redução do crescimento potencial dos países e aumento dos conflitos sociais, de acordo com o FMI. As economias emergentes costumam se beneficiar da entrada de novas pessoas no mercado de trabalho para acelerar o crescimento.

Se essa força de trabalho não é bem utilizada, o avanço econômico dos países acaba limitado. “A perda potencial implícita para a economia é agravada pela demografia – cerca de um terço da população em idade ativa nos mercados emergentes e nas economias em desenvolvimento é composta por uma população jovem, quase o dobro da participação observada nas economias avançadas”, escreveu o FMI no relatório.

O estudo também mostrou que, apesar de o desemprego juvenil ter recuado nos anos 2000, ele segue elevado nos países emergentes, em 18%. Nas economias avançadas, é de 12%. Uma das explicações para os resultados ruins do mercado de trabalho entre jovens se dá pela diferença de condição entre gêneros. Segundo o FMI, a taxa de mulheres que não trabalha nem estuda é de 30% nas economias emergentes. É o dobro do apurado entre homens jovens na mesma posição.

Binário será implantado no bairro Candeias pela Semob

Mais alterações irão acontecer no trânsito da cidade. A Prefeitura de Vitória da Conquista, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), anuncia que um binário será implantado no bairro Candeias.

A Avenida Arthur Seixas será mão única entre as Avenidas Olívia Flores e Jorge Teixeira, sentido à Av. Jorge Teixeira. Já a Av Alberto Leal será sentido Ivo Freire de Aguiar, no trecho que compreende a Av Jorge Teixeira e Ivo Freire de Aguiar, ligando a Avenida Jorge Teixeira à Avenida Olívia Flores.

Essas intervenções tem o objetivo de proporcionar maior mobilidade e fluidez no trânsito do bairro Candeias. A equipe de sinalização já começou as alterações no trecho.

Alzheimer: Estilo de vida saudável evita aparição dos sintomas

Foto: iStock/Getty Images

Alguns pacientes com Alzheimer podem nunca manifestar sintomas, como perda de memória ou confusão, revelou um novo estudo publicado no periódico científico The Lancet Neurology. O segredo para esse fenômeno está na manutenção de hábitos saudáveis e de uma vida ativa, mesmo depois da velhice.

Estudos anteriores já haviam indicado que viver de forma saudável na velhice pode evitar a demência, mas esta é a primeira pesquisa a sugerir que bons hábitos podem até mesmo prevenir a aparição dos sintomas.

“A fragilidade pode desencadear a expressão clínica da demência, mas ela pode permanecer assintomática em alguém que não é frágil. Este é um passo enorme na direção certa para a pesquisa de Alzheimer”, disse Rockwood.

O HÁBITO DE LAZER CULTURAL DO BRASILEIRO

Por Antonio Novais Torres

Em 2007, o Sistema Fecomércio/RJ (Federação do Comércio do Rio de Janeiro-Fecomércio-RJ; Serviço Social do Comércio – SESC Rio – e Serviço Nacional do Comércio – SENAC Rio) realizou, por meio da Ipsos Public Affaris, o 1º estudo O habito de lazer cultural brasileiro, para analisar os hábitos de lazer relacionados à cultura, como ler um livro, assistir a um filme no cinema, visitar exposições, ir ao teatro ou a espetáculos de dança.

O levantamento foi realizado em mil domicílios de setenta cidades, em nove regiões metropolitanas, e buscou compreender a visão da população sobre atividades culturais de lazer, os motivos que a levam ou não a procurar essas atividades e a avaliação dos consumidores sobre sua participação no ambiente cultural.

Os resultados: em 2007, mais da metade dos entrevistados não havia lido sequer um livro, nem ido ao teatro, ao cinema, ou visitado exposição de arte, assistido a show de música ou espetáculo de dança. O principal motivo alegado: falta de hábito ou gosto.

A inércia em relação à cultura apontada na pesquisa correlacionava-se com a questão Inter geracional: os pais dos não-participantes não tinham o hábito de frequentar ambientes culturais, e por isso não estimulavam os filhos. E a análise dos dados mostrou que estes achados independiam do gênero, da faixa etária, da classe social, da renda ou do grau de escolaridade do entrevistado.

Entre outros órgãos culturais, em Brumado, a ALAB – Academia de letras e artes de Brumado, O ABRACADABRA com o seu movimento cultural diversificado, o Professor José Walter (cordelista) com apresentações várias em muitos locais, divulgando o seu trabalho literário e cordéis nas escolas, na faculdade local, têm o compromisso de difundir a cultura e levar para a população esse movimento cultural/educacional por meio de apresentações em vários seguimentos: escolas, praças e demais ambientes recipientes à cultura. Da participação popular depende o sucesso dessas apresentações que precisa do reconhecimento e a valorização para essa iniciativa que se entende como um direito da cidadania ter acesso a esse movimento, importante trabalho que se tem firmado como positivo.

A cultura representa a civilização do homem e o remete à realidade social e ao conhecimento das ideias, das crenças, costumes e condições da alma do povo em suas diferentes opções, seja escrita ou oral que incorpora o conhecimento geral, a se expressarem conforme leituras realizadas sobre o tema arguido sem acanhamento, distinguindo o conceito popular do erudito nas suas comunicações.

As preocupações com a cultura fazem parte da organização social e, atento a isso, foi instituída a Lei 13.018 de 2014 a Política Nacional de Cultura Viva para ampliar o acesso da população aos meios de produção, circulação e fruição cultural a partir do apoio do Ministério da Cultura (MinC), em parceria com governos estaduais e municipais e por instituições, como escolas e universidades com resultados exitosos. Divulgação do Plano Nacional de Cultura (PINC 2010).

Antonio Novais Torres
[email protected]

Acidente com ônibus clandestino deixa dois mortos em MG

Um grave acidente com um ônibus deixou dois mortos na manhã deste domingo na BR-146, em Serra do Salitre, na Região do Alto Paranaíba. O veículo tombou em um trecho da rodovia. As causas ainda estão sendo investigadas pela Polícia Militar Rodoviária (PMRv): o motorista alegou problemas mecânicos no veículo. Segundo o Corpo de Bombeiros, o coletivo era clandestino.

O acidente aconteceu no km 85 da rodovia. Testemunhas informaram que o veículo havia saído de Maceió e seguia em direção a São Paulo com 50 passageiros.

“O motorista informou que perdeu os freios. A opção foi jogar no barranco, mas o veículo acabou tombando”, explicou o Sargento Matheus Luiz de Sousa, que participou do atendimento as vítimas.

Com o tombamento do ônibus, várias pessoas ficaram feridas. Duas morreram na hora. “No local, já tinha uma vítima fatal. Outra estava presa às ferragens, embaixo do veículo. Conseguimos retirá-la, mas logo depois não resistiu aos ferimentos e morreu”, contou o sargento. As vítimas foram identificadas como Laudijane de Farias, de 43 anos, e Micael Martins Lima, de 21.

Previdência no Brasil já teve idade mínima como regra

Clayton Castelani
do Agora

Destaques na discussão sobre a reforma da Previdência, temas como idade mínima de aposentadoria, benefícios assistenciais inferiores ao salário mínimo e até sistemas de capitalização não são novidades no Brasil.

Em 1888, um decreto imperial condicionou a aposentadoria aos funcionários dos Correios ao cumprimento de 30 anos de serviço, além da idade mínima de 60 anos.

A regra da época era, de certa forma, mais rigorosa do que a atual, que permite a concessão da aposentadoria sem idade mínima, no caso de quem possui tempo de contribuição de 30 e 35 anos, para mulheres e homens, respectivamente

Hospital Esaú Matos realiza 1ª edição do projeto “Vem Neném”

Curso integra política de humanização do hospital

Casais, em sua maioria, pais de “primeira viagem” esclareceram dúvidas sobre o antes e nascimento do bebê

Grávida de 23 semanas de Heitor, a auxiliar de escritório, Marlene Ferraz, está ansiosa com a chegada do primeiro filho. “É a minha primeira gestação. Então, estou muito inquieta, porque não é fácil, mãe de primeira viagem, tenho muitas dúvidas, como deve ser o repouso após o parto, o banho do bebê”, contou Marlene.

Boa parte desses questionamentos que tanto Marlene quanto seu marido Wellington Pereira tinham foram esclarecidas neste sábado (19). Ao lado de outros dez casais “grávidos”, em sua maioria, pais de “primeira viagem”, eles participaram do projeto “Vem Neném”, realizado pelo Hospital Municipal Esaú Matos. Continue lendo Hospital Esaú Matos realiza 1ª edição do projeto “Vem Neném”

Paróquia de Santo Antônio/Condeúba: Encerramento dos festejos em louvor a São Sebastião no Riacho Seco de Gerosino

Por Oclides da Silveira

O Andor de São Sebastião após a Procissão retornou a Capela com o Padre José Aparecido a frente para dar a Benção final

Hoje 20 de janeiro é celebrado no mundo católico o dia de São Sebastião. Em nossa Paróquia de Santo Antônio – Condeúba, a Comunidade do Riacho Seco de Gerosino, tem como Padroeiro São Sebastião, neste domingo pela manhã com início às 10:00 horas, houve o encerramento dos festejos em louvor a São Sebastião.

Com a celebração da Santa Missa presidida pelo Padre José Aparecido de Sousa, ele que é nascido na própria Comunidade do Riacho Seco de Gerosino e reside em São Bernardo do Campo – São Paulo, veio especialmente para essa celebração, que logo após a Missa houve uma grande Procissão saindo da Capela indo até o corredor e retornando ao ponto de origem  na Capela de São Sebastião.

RECEPÇÃO:                                                                                                                                                                Foi uma calorosa recepção da Comunidade com muitos fogos de artifícios em homenagem a festa de São Sebastião e especialmente ao Padre José Aparecido de Sousa que nasceu na Comunidade do Riacho Seco de Gerosino é filho de Eurico Garcia de Sousa e Maria de Fátima Coutinho. Ordenado Padre há 5 meses, porém muito seguro nas suas colocações, ele pertence a Igreja de Nossa Senhora Aparecida do Parque Celeta em São Bernardo do Campo/SP.

O Padre José Aparecido fez uma excelente homilia. Disse que esse foi o Evangelho da trilogia, que fala da Epifania, do Batismo e da Manifestação Gloriosa, ele falou da coragem de São Sebastião que em defesa de Jesus Cristo, enfrentou o Rei Maximiniano, motivo esse que o Rei mandou seus comandados matar deforma trágica e humilhante, São Sebastião que foi amarrado numa árvore e flechado em praça pública.

O Padre José Aparecido de Sousa ao lado do Sr. Irani Silveira

Ao final da celebração o Padre José Aparecido disse: “Quero iniciar dizendo que este é um momento histórico para mim, pois, relembro minha infância que passei aqui na Comunidade do Riacho Seco, minha passagem por esta Capela onde fiz o catecismo e a primeira comunhão. Gostaria de citar os nomes de todos vocês, mas não posso, vou mencionar apenas o nome do Sr. Iraci que foi o meu primeiro líder  espiritual. Falo também da minha gratidão pelos meus avós Elpídio e Arvelina, Joaquim e “Miucha” (todos já falecidos), todos eles que tanto se empenharam para que eu me tornasse Padre”, houve um momento de emoção seguido de muitos aplausos ao filho ilustre da terra.  Continue lendo Paróquia de Santo Antônio/Condeúba: Encerramento dos festejos em louvor a São Sebastião no Riacho Seco de Gerosino

Condeúba/Olho D’água: Completou idade nova Geisa Silveira

Por Oclides da Silveira

Geisa sendo surpreendida com o bolo de aniversário

Completou idade nova nesse dia 18 de janeiro Geisa Prates Silveira, porém a comemoração foi no dia seguinte sábado, ela juntamente com seu esposo Edmar o popular”Cota”, abriu as portas de sua vivenda e acolheu seus parentes e amigos oferecendo a eles um maravilhoso churrasco, que foi regado a refri e muito suco de vários sabores, tinha até algumas latinhas de cerveja, que ninguém é de ferro, em fim, o bolo de aniversário foi surpresa, pois, não havia combinado entre o casal, mas alguém dos convidados apareceu com o belo e saboroso bolo, que fez grande sucesso entre a galera mirim.

Nós do Jornal Folha de Condeúba parabenizamos essa grande figura Geisa Silveira pela passagem de seu aniversário. Geisa com seu sorriso fácil e muito comunicativa que é, se transformou nesta personagem de grande destaque e amada por todos na Comunidade do Olho D’água. Que o bom Deus  lhe abençoe hoje e sempre grande Geisa!!! Continue lendo Condeúba/Olho D’água: Completou idade nova Geisa Silveira

O REINO DA MENTIRA

Rui BarbosaMentira toda ela. Mentira de tudo, em tudo e por tudo. Mentira na terra, no ar, até no céu, onde, segundo Padre Vieira, que não chegou a conhecer o Dr. Urbano dos Santos, o próprio sol mentia ao Maranhão, e diríeis que, hoje, mente ao Brasil inteiro. Mentira nos protestos. Mentira nas promessas. Mentira nos programas. Mentira nos projetos. Mentira nos progressos. Mentira nas reformas. Mentira nas convicções. Mentira nas transmutações. Mentira nas soluções. Mentira nos homens, nos atos e nas cousas. Mentira no rosto, na voz, na postura, no gesto, na palavra, na escrita. Mentira nos partidos, nas coligações e nos blocos. Mentira dos caudilhos aos seus apaniguados, mentira dos seus apaniguados aos caudilhos, mentira de caudilhos e apaniguados à nação. Mentira nas instituições. Mentira nas eleições. Mentira nas apurações. Mentira nas mensagens. Mentiras nos relatórios. Mentira nos inquéritos. Mentira nos concursos. Mentira nas embaixadas. Mentira nas candidaturas. Mentiras nas garantias. Mentira nas responsabilidades. Mentira nos desmentidos. A mentira geral. O monopólio da mentira. Uma impregnação tal das consciências pela mentira, que se acaba por se não se discernir a mentira da verdade, que os contaminados acabam por mentir a si mesmos, e os indenes, ao cabo, muitas vezes não sabem se estão, ou não estão mentindo. Um ambiente, em suma, de mentiraria, que, depois de ter iludido ou desesperado os contemporâneos, corre o risco de lograr ou desesperar os vindouros, a posteridade, a história, no exame de uma época, em que, à fôrça de se intrujarem uns aos outros, os políticos, afinal, se encontram burlados pelas suas próprias burlas, e colhidos nas malhas da sua própria intrujice, como é precisamente agora o caso.

Já se entoou no parlamento republicano o panegírico do jogo. Já se lavrou na imprensa da atualidade a apologia da perfídia. Ainda não se ensaiou, numa tribuna ou na outra, a glorificação da mentira. Mas há de vir. Há de estar próxima. Já tarda. Não se concebe que se haja demorado tanto. É a justiça da nossa época a si mesma. Pelo hábito de preterir a tudo, acaba ela sem fim, destarte, preterindo a si própria.

(Rui Barbosa, Campanhas Presidenciais, 2ª edição, Livraria Editora Iracema, São Paulo, 1966, p. 165-6)