Avó diz que filho de Samúdio tem medo de ver Bruno após soltura

Foto: Arquivo Pessoal

A notícia de que o ex-goleiro Bruno Fernandes conseguiu uma progressão na pena para o regime semiaberto se espalhou rapidamente e Sônia de Fátima Moura, mãe de Eliza Samúdio, não conseguiu proteger seu neto, Bruninho, de 9 anos, da informação. Ela conta que estava na cozinha durante a tarde quando o menino descobriu que o pai estava por meio de um telejornal. “Ele estava sozinho na sala”, diz ela.

“Quando me dei conta, a notícia já estava na metade e meu neto estava com os olhos arregalados, olhando para a televisão com cara de choro. Ele já se sente um rapazinho e não quis chorar. Depois do almoço, eu o abracei e comecei a conversar com ele. É difícil ver meu neto daquele jeito ali, amedrontado [chora]. Perguntei o que ele estava sentindo e ele me respondeu: ‘Estou com medo do meu pai’”, descreve Sônia. “Eu tenho vontade de dizer que era para sentir medo mesmo.

Só não faço isso porque vão me acusar de alienação parental, mas dá vontade de falar”, desabafa. “Respondi: ‘Você não precisa ter medo porque eu e seus tios estamos aqui para te proteger’”. A dona de casa que cria o menino desde a morte de sua filha, Eliza, afirma que o neto não sabe com detalhes o que aconteceu logo que ele nasceu. Sônia conta que Bruninho sabe que a mãe teve um caso com o pai, ficou grávida e que Bruno tentou contra a vida do próprio filho ainda enquanto Eliza esperava o bebê.

“Também sabe que o Bruno mandou o Bola e o Macarrão [condenados como cúmplices] atrás dos dois em Santos [litoral de São Paulo]. Ele só não sabe a forma como a mãe dele foi morta. Isso é algo que não tem necessidade de saber agora. A carga que ele carrega é pesada. Não tem necessidade de mais uma informação como essa. A cabecinha dele não dá conta”, acredita. As informações são de Marie Claire.

Facebooktwitterredditpinterestlinkedinmail

Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.