População critica serviços bancários disponibilizados nas cidades baianas

agenciasFoto: Radar Guanambi

Em Guanambi, os últimos dias foram de indignação e revolta para os clientes dos bancos da cidade, especialmente os do Banco do Brasil, que não conseguiram acesso ao seu dinheiro no momento que mais precisavam, esse é o retrato de todas as cidades do sudoeste baiano.

Embora tenham sido criados para facilitar a vida dos clientes, bem como dinamizar o atendimento e reduzir as filas, a realidade tem sido totalmente diferente, os caixas eletrônicos estão virando símbolo de ineficácia nas cidades.

De acordo com o Radar Guanambi, isso porque a maioria não funciona: estão sempre em manutenção, indisponíveis para depósitos e sem dinheiro.

Para se ter uma ideia, nesse último fim de semana, nenhum caixa do Banco do Brasil estava disponível para saque, isso nas cidades de porte maior, porque nas pequenas cidades os caixas eletrônicos só funciona durante o expediente bancário e, mais uma vez, o banco desafiou a paciência dos clientes.

Com lucratividade recorde em 2017, o Banco do Brasil faturou 7,872 bilhões até setembro, valor 45,1% maior que o alcançado em igual período do ano passado. Apesar disso, os serviços só pioram e a população continua indignada e impotente.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *